5 dicas de campanhas de marketing digital para a Black Friday

E-commerce

23 de outubro de 2020

É inegável que os consumidores estão ansiosos pelas ofertas da Black Friday - 55% dos brasileiros acreditam que a data será a melhor para comprar no ano de 2020. Para atrair os clientes ideais para o seu site, é fundamental pensar em marketing digital para a Black Friday.

Afinal, o evento não envolve nenhuma magia, fazendo com que, de imediato, clientes entrem na sua loja ávidos para gastar dinheiro.

Conquistar a atenção e a preferência do público envolve, além de boas ofertas, um pitch de vendas atrativo e promoções de produtos que atendam às dores e necessidades do público-alvo.

Neste cenário, o marketing digital é um importante aliado, uma vez que, além de mais econômico, é mais assertivo.

Por meio das redes sociais e suas respectivas plataformas de anúncio, você consegue segmentar o público a ser atingido por meio de comportamentos, dados demográficos e interesses, garantindo que o seu produto seja visto por quem é, de fato, compatível com a sua marca.

Se você já preparou o estoque e definiu as ofertas, agora é hora de planejar como esse benefícios serão vistos pelos clientes desejados. Pensando nisso, listamos 5 dicas de marketing digital para a Black Friday. Confira!

1. Analise seus dados anteriores e planeje-se

Qualquer ação de marketing digital para a Black Friday deve começar com o planejamento da estratégia de divulgação.

É preciso traçar objetivos, recursos financeiros, público-alvo e canais de veiculação.

  • O que você quer gerar? Tráfego para o site ou engajamento nas redes sociais?
  • Qual é o orçamento total disponível?
  • Quem é seu público-alvo? (Gênero, idade, interesses, localização e mais)
  • Seu público é mais maduro ou mais jovem? Está presente no Facebook, no Instagram, lê blogs?

Caso já tenha investido em mídia paga em edições anteriores da Black Friday, possivelmente algumas informações foram armazenadas.

Reúna todos os dados referentes às vendas concretizadas, conversões e comportamento do consumidor.

Esses dados são importantes para identificar ações que deram certo ou não no passado e também a preferência dos consumidores.

As informações dos anos anteriores podem traçar expectativas de acessos simultâneos e interação do público nas redes sociais, por exemplo.

Assim, você consegue entender quais redes sociais têm mais audiência, por exemplo, direcionando mais verba para lá. Além disso, compreende quais formatos de postagens e vídeos geram mais interação e acessos para o seu site.

2. Facebook Ads (e Instagram)

Como o Facebook tem uma base grande de usuários cadastrados, ele possui muitas informações como: idade, cargo, preferências, gostos, entre muitas outras coisas que te ajudam a segmentar o seu público em potencial, tanto no Facebook quanto no Instagram.

Ao fazer o anúncio no Facebook Ads, você poderá escolher em qual dispositivo deseja anunciar – desktop, mobile ou ambos – além de poder veicular conteúdo e ofertas em diferentes formatos, como:

  • Carrossel - em que é possível veicular várias imagens e organizar uma oferta progressiva;
  • Vídeos - que têm alto poder explicativo e gera amplo alcance;
  • Imagens;
  • Stories (estático ou em vídeo);
  • Anúncios em texto ou com breves chamadas nas abas laterais do Facebook;

Anúncios em carrossel podem mostrar vários anúncios na mesma tela, apresentando vários produtos e deixando seus visitantes curiosos. Eles também podem destacar opções diferentes de um mesmo produto, como cores ou modelos.

Esse formato te permite mostrar até 5 imagens e/ou vídeos com títulos, links e calls to action em uma única unidade de anúncio.

Já os vídeos são um formato em potencial - 85% das pessoas que assistem um vídeo sobre um produto dizem ficar mais inclinadas a realizar a compra, de acordo com dados levantados pelo Media Button.

Objetivos de anúncios no Facebook Ads

Mais do que oferecer ao seu negócio a possibilidade de anunciar, os algoritmos do Facebook oferecem tipos de anúncios com objetivos diferentes.

Isto é, cada estratégia é capaz de gerar um tipo de resultado a partir da sua campanha de marketing digital na Black Friday - desde interações na própria rede social até vendas.

Reconhecimento de Marca

Aqui, o objetivo é impulsionar sua marca, visando mostrar para pessoas mais propensas a se lembrarem dela no futuro.

Ou seja, nessa etapa você vai definir o posicionamento da marca desejado para a sua empresa na mente das pessoas.

Outro ponto a ser analisado dentro do reconhecimento é o alcance da sua empresa. Neste anúncio, você vai promover sua página para o máximo de pessoas possíveis e o Facebook vai buscar expor sua marca para o maior número de usuários que puder.

Envolvimento

Neste modelo, o objetivo é gerar engajamento com suas publicações, ou seja, ter mais curtidas, comentários, compartilhamentos.

Tráfego

Talvez este seja um dos tipos de anúncio ideal para você que deseja levar os clientes para o seu e-commerce.

O foco é o clique no link do anúncio, ou seja, o que leva o usuário para seu site, página e aplicativo fora do Facebook.

Aqui, por exemplo, é possível anunciar um produto ou coleção específica, direcionando o usuário diretamente para a página do produto no seu site.

Instalações de app

Se a sua loja virtual possui um aplicativo para smartphone, essa é uma boa forma de conseguir mais usuários para seu app.

Visualizações de vídeo

Neste anúncio, o objetivo é gerar audiência para o seu conteúdo em vídeo - não necessariamente o usuário será estimulado a sair do Facebook ou Instagram para o seu site.

Essa é uma estratégia interessante para gerar desejo! Você pode fazer vídeos institucionais, usar casos de sucesso ou até veicular um review de um produto.

Geração de cadastros

A captação de leads - ou seja, potenciais clientes - é fundamental para estratégias de marketing digital, sobretudo na Black Friday.

Nesse anúncio, o foco é gerar lista para o seu negócio. Pode ser útil para substituir landing pages, ao oferecer uma oferta ou pedir que as pessoas se cadastrem para que sejam avisadas de ofertas futuras.

Mensagens

Esse anúncio faz com que as pessoas vejam seus produtos e enviem mais mensagens para o seu negócio, seja através do Messenger ou Whatsapp.

Pode ser interessante caso você venda diretamente pelas redes sociais usando link de pagamento, por exemplo.

Conversões

O objetivo de conversão no site do Facebook ajuda a aumentar os negócios no seu site.

Seja lá qual for seu objetivo de conversão - visitas à página, vendas ou outras ações - os anúncios de conversões no site incentivam as pessoas a irem ao seu site e fazerem algo.

Os anúncios de conversões no site trabalham com o pixel do Facebook instalado no site, para que você alcance os visitantes do seu site mais propensos a executar a ação que você deseja e rastrear o número de conversão de clientes.

O pixel do Facebook é uma ferramenta de análise que permite mensurar a eficácia da sua publicidade com base nas ações que as pessoas realizam no seu site.

Você pode usar o pixel para:

  • Ter certeza de que seus anúncios serão mostrados às pessoas certas. Encontre novos clientes ou pessoas que visitaram uma página específica ou realizaram uma ação desejada no seu site.
  • Gerar mais vendas. Aqui dá para configurar o lance automático para alcançar pessoas mais propensas a realizar uma ação que você deseja, como fazer uma compra.
  • Mensurar os resultados dos seus anúncios. Compreenda melhor o impacto dos seus anúncios. Para isso, mensure o que acontece quando as pessoas os visualizam.

O próprio Facebook possui um guia completo para auxiliar a você e sua equipe de desenvolvedores a instalarem o Pixel do Facebook na sua loja.

Vendas do catálogo

O objetivo é impulsionar as vendas dos produtos cadastrados no catálogo da sua página do Facebook.

Store visits

O objetivo é alcançar pessoas que estejam próximas à localização física da empresa. Se você tem uma loja física também, essa pode ser uma boa opção.

Principais métricas no Facebook Ads

Para compreender a efetividade da campanha de marketing digital para a Black Friday no Facebook Ads, recomendamos que você fique de olho nos seguintes indicadores:

  • Alcance: quantos usuários viram o anúncio.
  • Custo: geralmente esse indicador mostra o custo por clique. Dependendo do tipo da campanha que você escolheu, esse pode ser o custo por engajamento (curtidas ou comentários).
  • Frequência: quantas vezes, em média, o anúncio foi exibido para o mesmo usuário.
  • CTR: É a relação entre usuários que clicaram no anúncio e os que viram o anúncio. Quanto mais alto, mais relevante é o seu anúncio.

3. Google Ads

O Google Ads é o serviço de publicidade paga do Google e também é uma excelente alternativa para incrementar suas campanhas de marketing digital para a Black Friday.

Por meio dessa ferramenta, é possível criar anúncios patrocinados que serão exibidos na página de resultados das pesquisas do motor de buscas, nas plataformas associadas, como no YouTube e no Google Shopping, e em sites e aplicativos afiliados à empresa.

Para tornar mais claro, há dois modelos de anúncios que você pode veicular no Google Ads.

  • Rede de Display: aparecem na forma de imagens, vídeos e textos, nos sites que você visita;
  • Rede de Pesquisa: é o espaço para anúncios nas páginas de pesquisa do Google, e os anúncios que aparecem lá são os links patrocinados.

Na rede de Display, é possível segmentar seus anúncios de acordo com o contexto dos sites parceiros do Google.

Isso quer dizer que você vai direcionar seu anúncio para sites, blogs e portais que tenham conteúdo consumido pela sua persona.

Se você vende cosméticos, por exemplo, é possível que o Google redirecione seus anúncios em portais de moda e beleza.

A rede de Display do Google envolve anúncios em diferentes formatos, como:

  • Imagens;
  • Texto: título, duas linhas de texto – 35 caracteres cada – e um URL;
  • Vídeos;
  • Rich media (apenas elementos gráficos, podendo conter interatividade de acordo com as ações do usuário).

Display x Rede de Pesquisa

A rede de Display oferece, portanto, mais artifícios para explorar criativos e promoções na sua campanha de Black Friday.

Já na Rede de Pesquisa, é possível promover o seu site em resultados de buscas por palavras-chave específicas no Google.

Dessa forma, ao invés de depender do ranqueamento orgânico para aquele termo, você pode patrocinar seu conteúdo para aparecer em uma posição de destaque e conseguir mais visitas.

A principal vantagem dessa modalidade é que os anúncios são exibidos para pessoas que estão muito interessadas no produto ou assunto relacionados à sua operação, já que elas estão diretamente pesquisando por isso, o que aumenta as chances de visitas para o seu site.

Para obter ideias de que palavras estão relacionadas ao seu produto ou serviço é ideal usar o Google Keyword Planner ou outras ferramentas que podem te auxiliar na hora de criar sua campanha, como o Google Trends e o Ubersuggest.

Com essas ferramentas, você pode obter ideias de palavras-chaves, volume de pesquisa, concorrência e outros dados que vão te auxiliar a investir nas palavras certas.

Assim como o Facebook Ads, o Google Ads é um investimento de marketing assertivo, uma vez que você pode segmentar os anúncios em critérios demográficos, geográficas e também por categorias de interesse.

Leilão do Google Ads

Selecionar uma palavra-chave não significa, obrigatoriamente, que seu anúncio estará sempre na primeira posição do Google. Seus concorrentes também podem comprá-la. Neste caso, para decidir a posição de cada anunciante, o Google faz um leilão.

O objetivo é definir o preço cobrado por cada campanha e para poder criar anúncios com aquele determinado preço.

Nem sempre quem oferece o maior valor vencerá esse leilão. O Google leva em consideração outros fatores para determinar a posição de cada anunciante, sendo eles reunidos no chamado Índice de Qualidade.

Para isso, são levados em consideração elementos como a taxa de cliques esperada, a relevância do anúncio e a experiência da página de destino. Tome cuidado com esses critérios!

4. Landing Pages e E-mail Marketing

Outra estratégia eficaz de marketing digital para Black Friday é a produção de landing pages.

Crie, com antecedência, uma landing page específica para a Black Friday, a fim de captar o contato de pessoas interessadas em saber quais são as ofertas da sua empresa.

Você pode colocar na Landing Page um aviso de estoque limitado, por exemplo, em que, ao deixar seu contato, o visitante ficará sabendo antes de todo mundo das promoções ou receberá uma oferta antecipada exclusiva por e-mail.

Vale vincular a sua landing page a um pop-up de saída. Os pop-ups de saída só são acionados quando o visitante leva o mouse para fora da área de navegação da página.

Assim, são perfeitos para fazer uma oferta irrecusável, que não deixam que o usuário saia de mãos vazias.

Antecipe-se!

Por fim, lembre-se de que já é comum que algumas lojas adiantem suas campanhas de Black Friday, começando alguns dias ou semanas antes da data oficial.

Que tal, portanto, usar os contatos da landing page para começar suas campanhas por e-mail já na quinta-feira?

Se você for iniciar suas campanhas de Black Friday somente no dia 27 de novembro, terá de lidar com uma ampla concorrência na caixa de entrada dos consumidores.

Pensando nisso, pode começar a enviar um e-mail alguns dias antes de iniciar as promoções, compartilhando suas ofertas mais atrativas. Dessa forma, as pessoas vão saber com antecedência e vão se programar para aproveitar os seus descontos.

Defina as ofertas, os conteúdos textuais e prepare o design dos e-mails. Depois, não deixe de ajustar as listas para disparo, com segmentações de pessoas que já demonstraram interesse em determinada categoria de produto, comprando ou visitando o site.

As segmentações também podem ser definidas a partir de produtos relacionados com compras anteriores, como um upsell para o produto comprado em outra oportunidade.

Para facilitar o disparo de e-mails durante a Black Friday, utilize plataformas como o MailChimp ou o RD Station.

5. Blog

Se o seu produto é incomum e/ou atenda dores específicas das pessoas, pense em investir em conteúdo mais robusto e educativo, como a produção de artigos para o blog.

Os artigos de blog são ideais para companhias que desejam munir o cliente de informações sobre o seu produto ou setor de atuação.

Com conteúdos mais completos, que apresentam os benefícios do seu produto, é possível ter como retorno aumento das vendas e da fidelização pós-venda, além de aumentar a geração de leads, expandindo sua base de contatos.

A estratégia de palavras-chave, utilizada no Google Ads, também deve ser levada em conta na produção de artigos para blog. Pesquise quais são as palavras-chave mais buscadas para o seu público e escreva artigos que respondam essas dúvidas.

A pesquisa Content Trends 2018 mostrou que empresas que contam com um blog ativo conseguem praticamente o dobro de visitas do que aquelas que ignoram esse canal.

Além disso, ao oferecer conteúdo de qualidade por meio de um blog, seu site pode ganhar pontos em ranqueamento orgânico, aparecendo naturalmente nas primeiras posições do Google - sem que você precise pagar por isso!

Se você, por exemplo, trabalha com a venda de cosméticos para a pele, que tal escrever um artigo intitulado “5 benefícios do ácido hialurônico para a pele”? Ao fim do artigo, você pode chamar o leitor para conhecer produtos da sua loja que contenham o elemento. Conteúdo de qualidade gerando venda!

A Black Friday já é o principal evento do varejo digital e, em meio à concorrência acirrada, não dispense o marketing digital para se destacar e atingir as pessoas certas.

Se você gostou dessas dicas, acesse sempre o blog do Pagar.me, onde você encontra novos conteúdos sobre e-commerce, pagamentos e empreendedorismo toda semana.

Nas próximas semanas, você ainda poderá acompanhar uma série de conteúdos especiais para preparar sua operação para a Black Friday 2020. Boas vendas!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

26, novembro, 2020

7 estimativas para a Black Friday mais digital de todos os tempos

Estamos nas vésperas da Black Friday 2020, que promete ser a maior da história do e-commerce, mercado que teve amplo crescimento durante a pandemia. Confira 7 estimativas para aumentar as expectativas da sua loja para o evento!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

25, novembro, 2020

4 dicas para ter uma Black Friday mais leve (e mais produtiva)

O dia da Black Friday não precisa ser estressante! Faça da sexta-feira uma festa e aproveite para gerar engajamento interno e motivar seus colaboradores. Veja 4 dicas para viver uma Black Friday leve e produtiva!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

18, novembro, 2020

Por que vender com o Pagar.me?

Se você ainda não é cliente do Pagar.me, não perca tempo: escolha o meio de pagamento que vai impulsionar suas vendas na Black Friday e durante o ano todo! A gente explica por que você deveria escolher a nossa tecnologia bem aqui. Leia e entenda!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo