Categoria de produtos: como organizar o seu e-commerce?

E-commerce

3 de junho de 2021

Organizar a sua loja virtual por categorias de produtos faz toda a diferença para oferecer uma experiência de compra de qualidade para os consumidores.

Uma boa categorização facilita a navegação do visitante, permitindo que ele encontre com rapidez os produtos do seu interesse e tenha, assim, mais chances de finalizar a compra.

Além disso, ainda contribui para o posicionamento do site nos resultados dos mecanismos de busca, aumentando a presença online da marca e gerando mais tráfego para a loja.

Acompanhe nosso conteúdo e saiba mais sobre a importância da categoria de produtos e como otimizar a organização do seu e-commerce!

O que é uma categoria de produtos?

As categorias de produtos são uma forma de classificar e organizar as mercadorias de uma loja virtual, conforme os seus nichos de vendas. Um e-commerce de cosméticos, por exemplo, pode ser dividido em categorias de maquiagem, perfumaria, produtos para cabelo, entre outros.

Também existem as subcategorias, que especificam ainda mais os tipos e usos dos produtos. Dentro da categoria de maquiagem, poderiam existir divisões de itens para os olhos e para a boca, por exemplo.

Qual a importância da categoria de produtos no e-commerce?

Se você já foi a uma loja de departamento, provavelmente notou que o estabelecimento é dividido por setores, como roupas, calçados e acessórios.

Essa organização simplifica a vida do cliente que deseja encontrar uma mercadoria específica entre as diversas prateleiras, evitando que ele fique frustrado por não conseguir achar o que queria.

Da mesma forma, as categorias de produtos têm como objetivo ordenar o e-commerce e proporcionar uma melhor navegabilidade para o usuário, trazendo as seguintes vantagens para a loja virtual:

  • Mais chances de conversão: ao aprimorar a experiência de compra no site, facilitando a busca por produtos e transmitindo mais profissionalismo para o consumidor, aumentam as possibilidades de compras;
  • SEO do e-commerce: a criação de categorias e subcategorias bem definidas ajuda a otimizar o site para aparecer nos resultados de pesquisa do Google, ampliando a visibilidade da marca e o tráfego orgânico;
  • Cross-selling: a segmentação dos produtos permite sugerir itens complementares aos que são de interesse do cliente, favorecendo a estratégia de vendas e o aumento do ticket médio do negócio.

Como criar categorias de produtos?

É preciso planejar com cuidado a criação das categorias de produtos do seu e-commerce, para garantir a melhor usabilidade para os visitantes. Confira algumas dicas de como fazer isso!

Coloque-se no lugar do consumidor

O objetivo principal da categorização de produtos é oferecer mais praticidade e clareza para o cliente na sua loja virtual.

Sendo assim, é indispensável se colocar no lugar do consumidor, para compreender os seus comportamentos e preferências, além de mapear as dificuldades e dúvidas que ele pode ter ao navegar no seu site.

Isso dará um direcionamento mais preciso para a estruturação das categorias, permitindo que você escolha nomes e critérios de segmentação que sejam de fácil entendimento para o visitante e agilizem o seu processo de busca.

Otimize as categorias para SEO

Fazer uma pesquisa de palavras-chave para nomear as categorias e subcategorias não só ajuda o ranqueamento do site nos primeiros resultados do Google, mas também facilita a navegabilidade dos usuários.

Ferramentas como o Google Trends e o Google Keyword Planner são ótimas aliadas nesse momento, mostrando os termos mais utilizados pelo público em suas buscas online.

Também é uma boa prática de SEO criar pequenas descrições para as categorias, utilizando a palavra-chave selecionada e oferecendo as principais informações sobre o grupo de mercadorias, de forma breve e objetiva.

Indique onde o visitante está

O cliente deve facilmente conseguir localizar em qual parte do site ele se encontra. Para isso, você pode fazer uso de banners no topo da página com o nome e a descrição da categoria, assim como uma imagem ilustrativa.

Além disso, podem ser utilizados breadcrumbs para sinalizar onde o usuário está e qual foi o caminho que ele fez para chegar até ali, com as categorias e subcategorias por onde ele passou e a opção de voltar para as páginas anteriores.

Uso de breadcrumbs no site da Anselmi

A loja de roupas Anselmi faz uso de breadcrumbs para mostrar onde o usuário está no site. Fonte: site da Anselmi

Evite o excesso de categorias

Principalmente para lojas que contam com um mix de produtos bastante variado, pode parecer uma boa ideia criar inúmeras categorias para organizar os itens. No entanto, essa estratégia pode confundir e frustrar o consumidor, impedindo que ele encontre o que deseja.

Por isso, o ideal é disponibilizar um número limitado de categorias e subcategorias, organizando-as de acordo com a relevância para o seu público.

Crie filtros de pesquisa

O recurso de filtros de pesquisa permite que o usuário busque por atributos específicos dentro de uma categoria de produtos, facilitando ainda mais a sua navegação.

Dentro de uma categoria de camisetas, por exemplo, o visitante poderia filtrar por cores, tamanhos, modelos e faixas de preço diferentes. Dessa forma, conseguiria encontrar exatamente o que está procurando, de forma muito mais rápida e precisa.

Mais uma vez, é importante considerar as necessidades e comportamentos de busca do consumidor, para definir e criar os melhores filtros no seu e-commerce.

Filtros no site da Zee.Dog

Na categoria de guias da Zee.Dog, é possível filtrar os produtos por atributos, como tipo, tamanho e cor. Fonte: site da Zee.Dog

Analise os concorrentes

Outra dica para organizar as categorias da sua loja é fazer uma análise da concorrência. Entre no site dos principais e-commerces do seu nicho de atuação e atente-se para a forma como eles dividem e nomeiam as suas categorias.

Essa é uma ótima forma de identificar os padrões utilizados no mercado e definir a melhor estrutura de categorização para o seu negócio, inspirando-se nas boas práticas e evitando os erros dos concorrentes.

Categorias de produtos bem definidas são essenciais para oferecer uma experiência positiva para os seus consumidores. Mas não se esqueça também de outros aspectos muito importantes para incentivar a decisão de compra dos clientes, como uma página de produto completa.

Continue no nosso blog e aprenda como fazer uma descrição de produto incrível no seu e-commerce!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

23, setembro, 2021

Como fazer um lançamento de loja virtual de sucesso?

Descubra o passo a passo para fazer um lançamento de loja virtual bem-sucedido e começar o seu e-commerce com o pé direito!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

22, setembro, 2021

Formas de pagamento para Black Friday: quais são as melhores para oferecer?

Conheça as formas de pagamento mais estratégicas para oferecer na Black Friday e aumentar as conversões do seu e-commerce na ocasião.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

20, setembro, 2021

Gestão financeira: o que é e quais são as melhores práticas?

Entenda o que é gestão financeira e conheça as melhores práticas para garantir a saúde financeira e o crescimento sustentável da sua empresa.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo