Como fazer uma descrição de produto incrível no seu e-commerce?

E-commerce

22 de abril de 2021

Uma descrição de produto detalhada e atrativa pode ser crucial para a decisão de compra dos seus clientes, contribuindo para o aumento das conversões do seu e-commerce.

Segundo um relatório da Lett, 87,4% dos consumidores buscam outro site quando não encontram as informações desejadas na página da mercadoria de seu interesse.

É fundamental, portanto, criar descrições completas na sua loja virtual, informando os pontos mais relevantes para o cliente e destacando as principais vantagens dos itens para incentivá-lo a fazer a compra.

Se você quer otimizar os textos das suas páginas para vender mais, continue lendo e aprenda como fazer uma descrição de produto perfeita no seu e-commerce!

Qual a importância de uma boa descrição de produto?

Em uma loja física, o cliente pode tocar nas mercadorias, ler as embalagens e facilmente chamar algum vendedor que está por perto para fazer uma pergunta rápida sobre o item.

Já no e-commerce, isso não é possível. O usuário tem acesso somente às informações que estão na página do produto e, em caso de dúvidas, pode estar com muita pressa para entrar em contato com o atendimento da loja.

Nesse sentido, a descrição de produto é um elemento essencial para informar as principais características, recursos e indicações de uso dos itens para os consumidores.

Além disso, o texto da descrição ainda pode ser uma excelente oportunidade de conquistar o interesse do usuário com a proposta de valor, os benefícios e os diferenciais do produto.

Dessa forma, uma boa descrição de produto pode:

  • incentivar os clientes a fazer a compra, levando a mais conversões para o seu negócio;
  • contribuir para a estratégia de SEO do e-commerce, ajudando suas páginas a alcançarem as primeiras posições nos resultados do Google;
  • transmitir confiança e autoridade para os consumidores, ao mostrar que a loja tem um bom conhecimento sobre os itens vendidos;
  • aliviar o setor de atendimento, uma vez que os clientes podem facilmente encontrar as principais informações sobre o produto, não precisando entrar em contato para tirar dúvidas.

Como fazer uma descrição de produto incrível?

Como você já percebeu, as descrições de produtos são muito importantes para as conversões de uma loja online. Por isso, é essencial criar textos bem escritos, detalhados e persuasivos, para informar e atrair o consumidor.

Quer saber como fazer isso na prática? Veja a seguir!

1. Apresente as principais informações do produto

A descrição deve detalhar as informações mais relevantes do item para que o cliente tenha segurança para tomar sua decisão de compra. Para isso, coloque-se no lugar do consumidor e pense em quais podem ser suas principais dúvidas sobre o produto.

Algumas informações imprescindíveis são:

  • O que é esse produto?
  • Quais são suas características (dimensões, ficha técnica, matérias-primas e recursos)?
  • Para quem ele é destinado?
  • Para que ele serve (funções e aplicações)?
  • Quais são suas instruções e contraindicações de uso?
  • Quais são seus benefícios e diferenciais?
  • Quais problemas e necessidades ele resolve?

Dependendo do segmento e da persona do seu e-commerce, pode ser necessário dar mais destaque para diferentes atributos.

No caso de eletrônicos, por exemplo, é fundamental apresentar as especificações técnicas sobre o produto. Já no caso de peças de vestuário, os materiais e as medidas detalhadas são muito importantes.


Descrição de produto no site da Zee.Dog

A descrição de um peitoral para cachorros da Zee.Dog introduz as principais informações do produto, como material, benefícios, recursos e indicações. Fonte: site da Zee.Dog.


2. Utilize palavras-chave de forma estratégica

Para otimizar as suas páginas de produto para SEO, é indispensável encontrar as palavras-chave mais relevantes para o seu negócio e inseri-las nas suas descrições.

Essa pesquisa pode ser feita por meio de ferramentas como Google Keyword Planner, SEMrush e as próprias sugestões nas buscas do Google.

Você pode trabalhar com expressões com alto volume de buscas, mas lembre-se também de investir em palavras-chave long-tail, que são mais longas e específicas.

Elas contam com um menor volume de pesquisas, mas são menos competitivas e são voltadas para pessoas que estão mais avançadas na jornada de compra, podendo trazer mais conversões.

Uma dica é trabalhar somente uma palavra-chave e suas variações por página. Contudo, não é recomendável simplesmente repetir o termo escolhido várias vezes ao longo do texto.

Use a palavra-chave e seus sinônimos de forma estratégica e natural, para que o conteúdo seja amigável para o consumidor. Dessa forma, suas páginas terão mais chances de alcançar um bom posicionamento nos mecanismos de busca.

3. Crie títulos descritivos

O título oferece as primeiras informações que o consumidor encontrará sobre o produto, sendo muito importante que ele seja atrativo e forneça uma explicação inicial do item. Para isso, o texto não deve ser muito vago nem detalhado demais.

Busque destacar os pontos principais, que já indiquem para o consumidor do que se trata a mercadoria e despertem o seu interesse. As características mais específicas podem ser deixadas para o texto da descrição em si.

Imagine um site que vende acessórios femininos, por exemplo. Um título “argola dourada” é genérico demais. Já “argola dourada de 5 cm, com cristais e fechamento por tarraxa” pode ser muito específico. Nesse caso, “argola dourada com cristais” seria um título descritivo na medida certa.

Uma boa prática de SEO é incluir a palavra-chave selecionada no título, para que tanto os mecanismos do Google quanto os próprios consumidores consigam facilmente identificar o produto da página.

4. Destaque os benefícios e diferenciais do produto

Como vimos, as descrições de produtos devem ser atrativas e persuasivas, incentivando o consumidor a comprar os itens em questão. Uma forma de fazer isso é listando os recursos e os benefícios que eles oferecem.

Para identificar as vantagens mais atrativas e que devem ser destacadas, é essencial compreender as necessidades e os desejos da sua persona.

Assim, será possível mostrar como os seus produtos podem sanar essas dores e melhorar a vida do cliente, estimulando a sua decisão de compra.

Também é importante destacar os diferenciais dos seus itens em relação aos concorrentes. Se você vende uma televisão que conta com uma funcionalidade que nenhuma outra no mercado oferece, por exemplo, esse pode ser um ótimo argumento de persuasão.


Descrição de produto no site da Track & Field

Página de camiseta da Track & Field, que destaca os diferenciais do produto. Fonte: site da Track & Field.


5. Facilite a leitura do texto

É importante escrever descrições completas e detalhadas. Porém, isso não significa que os seus textos devem ser enormes e massantes. Você deve facilitar ao máximo a leitura para o consumidor, tanto na linguagem utilizada quanto na formatação do conteúdo.

Trabalhe a escaneabilidade do texto, fazendo uso de bullet points com as principais informações, tópicos divididos por intertítulos, parágrafos curtos e negrito nos pontos mais importantes.

A linguagem, por sua vez, deve ser clara, informativa e objetiva, além de condizente com o tom de voz da sua marca.

Essas ações permitem que o usuário identifique e compreenda de forma fácil e rápida as informações mais relevantes da página.

6. Invista em conteúdo original

Cada descrição de produto deve ser única — isso contribui tanto para o SEO das suas páginas quanto para conquistar a atenção do consumidor.

Evite utilizar textos genéricos ou copiar as informações fornecidas pelo fabricante ou outros sites. Você pode se basear nesses dados, mas é muito importante criar um conteúdo que seja original e persuasivo.

Para isso, uma boa prática é fazer uso do recurso de storytelling para contar a história do produto e mostrar como ele pode ser utilizado no dia a dia da sua persona, criando uma conexão com a realidade dela.

7. Trabalhe as sensações do consumidor

No comércio eletrônico, não é possível tocar, sentir ou provar o produto. Por isso, é interessante explorar as sensações do público nas descrições, utilizando palavras que expliquem a experiência proporcionada pelos itens.

A ideia é trabalhar os cinco sentidos do consumidor, para que ele consiga ter uma imagem mais factível da mercadoria. No caso de uma camisa, por exemplo, poderiam ser utilizados adjetivos como “leve”, “sedosa”, “confortável” e “macia”.

Já no caso de um vinho, poderiam ser usadas palavras como “refrescante”, “encorpado” e “suave” para descrever o gosto da bebida e transmitir as sensações que ela provoca.


Descrição de produto no site da Hocus Pocus

Página de produto da cervejaria Hocus Pocus que utiliza palavras sensoriais, como “leve”, “aromática” e “refrescância” para descrever a bebida. Fonte: site da Hocus Pocus.


8. Faça uso de imagens e vídeos

Para complementar as descrições e oferecer uma visão mais completa dos produtos, é indicado utilizar recursos visuais, como imagens e vídeos.

As fotos devem ser de qualidade, mostrando diferentes ângulos e detalhes dos itens. Já os vídeos podem explicar como os produtos funcionam, compartilhar dicas de uso ou mostrar o seu unboxing, por exemplo.

Lembre-se de otimizar as imagens para SEO, usando formatos mais leves, como .jpg, para não prejudicar a velocidade de carregamento da página e inserindo a palavra-chave no nome do arquivo e no Alt Text (Texto Alternativo), texto que descreve os elementos da foto.

Como você pode perceber, criar boas descrições de produtos, de fato, é uma prática que pode trazer excelentes resultados para as conversões e para o alcance orgânico do seu e-commerce.

Se você quer conhecer mais estratégias para conquistar os consumidores e aumentar suas vendas, confira também 15 dicas para melhorar a experiência de compra na sua loja virtual!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

30, julho, 2021

Como registrar o nome da empresa em 6 passos básicos

Quer garantir a exclusividade da sua marca? Veja o passo a passo para registrar o nome da empresa e resguardar o seu negócio de cópias indevidas.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

29, julho, 2021

Instagram Shopping: como ativar esse recurso para vender na rede social?

Conheça o Instagram Shopping, recurso que permite a criação de lojas dentro do Instagram, e saiba como ativar e utilizar a funcionalidade para vender mais!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

28, julho, 2021

7 dicas para fazer um atendimento personalizado no seu negócio

Confira as principais técnicas para fazer um atendimento personalizado no seu negócio e proporcionar uma experiência diferenciada para os seus clientes!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo