Campanha de Black Friday: 12 dicas para lucrar na sua loja virtual

E-commerce

12 de outubro de 2021 (atualizado em 23 de agosto de 2022)

Se você quer capturar a atenção do público durante o período da Black Friday, é indispensável fazer uma campanha atrativa e de alto alcance para a sua loja virtual.

Afinal, com a crescente adesão dos consumidores às promoções do evento, também aumenta a concorrência entre os negócios e fica mais difícil conquistar visibilidade no mercado.

Segundo relatório da Neotrust, na edição de 2021, o e-commerce faturou R$ 7,5 bilhões em vendas. E para 2022, de acordo com uma pesquisa da Globo, estima-se que 50% dos consumidores comprem algum produto durante a Black Friday.

Este ano, a Copa do Mundo também surge como uma grande oportunidade de impactar um público maior. Ainda de acordo com a Globo, 56% dos clientes pretendem realizar compras por conta da Copa e, destes, 72% têm a intenção de comprar na Black Friday.

Para se destacar nesse cenário, é preciso colocar em prática estratégias de marketing digital para alcançar o seu público-alvo e, de fato, gerar oportunidades de vendas.

A seguir, separamos as melhores dicas para você fazer uma campanha de Black Friday arrasadora - e muito lucrativa -, para o seu e-commerce. Confira!

1. Defina os diferenciais da sua campanha de Black Friday

Para a sua campanha realmente se destacar dentre tantas outras durante a época da Black Friday, é fundamental definir qual será a estratégia de diferenciação do seu negócio para o evento.

Os grandes varejos, por exemplo, costumam se destacar pelos preços extremamente competitivos. No entanto, você deve garantir que o mote da sua campanha esteja alinhado aos valores e ao propósito da sua marca.

Para um comércio de moda sustentável, que prega pelo consumo consciente, talvez não seja interessante aplicar descontos muito agressivos na data, uma vez que isso não seria condizente com o que a marca defende para o público.

Nesse caso, seria mais estratégico focar na qualidade das peças ou, ainda, realizar alguma ação em parceria com uma instituição social em prol do meio ambiente.

Portanto, o primeiro passo para começar a planejar a sua campanha de Black Friday é pensar em qual será o diferencial do seu negócio durante o evento e garantir que ele esteja de acordo com o branding da empresa.

2. Planeje-se com antecedência

Implementar estratégias de marketing que sejam coesas e eficientes demanda tempo! Por isso, é preciso começar a estruturar a sua campanha de Black Friday com antecedência.

Lembre-se também de que os consumidores costumam planejar as suas compras de Black Friday semanas e até meses antes da data. Com isso, muitas empresas têm antecipado suas promoções, aumentando a concorrência no período pré-evento.

Isso significa que é recomendável iniciar o planejamento da sua campanha o quanto antes, um ou dois meses antes da Black Friday, no mínimo - nada de deixar para a última hora!

3. Crie uma identidade visual chamativa

O design da campanha é um aspecto essencial para chamar a atenção do público e fazer o seu empreendimento se destacar nos canais digitais.

Crie uma identidade visual personalizada para a Black Friday, aplicando-a em todas as peças da campanha e também em banners e elementos temáticos do site. Assim, o cliente conseguirá facilmente identificar a marca em seus diferentes canais.

Para a Black Friday, geralmente são utilizadas cores mais vibrantes, com o uso do contraste entre preto e neon. Porém, isso não é uma regra. O mais importante é criar uma identidade visual chamativa e que converse com os elementos da sua marca.

Para tornar sua campanha ainda mais atrativa, também é interessante criar um nome criativo e relacionado ao universo do seu negócio, assim como um slogan seguindo o mesmo tom.

4. Explore canais de comunicação variados

Se você quer ampliar o alcance da sua campanha de Black Friday, diversifique os canais de comunicação e os formatos de conteúdos e ações realizadas!

Segundo um levantamento do UOL, 64% dos usuários costumam prestar mais atenção nos anúncios de Black Friday.

Então, capriche na mídia paga, em ferramentas como Facebook Ads e Google Ads - essa é uma ótima maneira de segmentar e atingir o público-alvo do seu e-commerce.

No entanto, como o período da Black Friday costuma ser muito concorrido, provavelmente os custos para veiculação de anúncios pagos também serão maiores.

Portanto, não deixe de investir também em estratégias de tráfego orgânico, produzindo conteúdos nas redes sociais para engajar a audiência e implementando otimizações de SEO no seu site.

5. Crie uma landing page para gerar cadastros

Outra estratégia eficaz para a sua campanha de Black Friday é criar uma landing page exclusiva para o evento, incentivando o cadastro dos consumidores na sua base de contatos.

Reúna nessa página as principais ofertas e informações da sua loja virtual e solicite que os clientes preencham seus dados se quiserem receber novidades e outras promoções em primeira mão.

Para estimular ainda mais o cadastro do usuário, você também pode oferecer um benefício adicional, como um cupom de desconto exclusivo ou frete grátis para compras na Black Friday.

Dessa forma, você aumenta a sua base de potenciais clientes e pode realizar ações personalizadas de Black Friday via e-mail marketing, ajudando a gerar oportunidades de vendas na ocasião.

6. Aposte no uso de gatilhos mentais

Trabalhar gatilhos mentais na sua campanha de Black Friday é uma estratégia muito eficaz para facilitar o processo de decisão de compra dos consumidores e gerar mais vendas.

Conheça a seguir os principais gatilhos que podem ser aplicados nas suas ações de divulgação.

Escassez e urgência

Os gatilhos de escassez e urgência são muito utilizados para ativar o imediatismo do cliente, incentivando-o a aproveitar logo uma oferta ou produto, antes que ele perca a oportunidade.

Para trabalhar o gatilho da urgência, por exemplo, você pode realizar promoções relâmpago durante a Black Friday, exibindo uma contagem regressiva para o fim das ofertas.

Já a escassez pode ser aplicada destacando o estoque limitado de um produto ou de uma determinada promoção nos anúncios e na landing page do seu e-commerce.

Prova social

As decisões de consumo dos clientes são fortemente influenciadas pela opinião de outras pessoas. Por isso, mostre que a sua marca e os seus produtos são aprovados por outros consumidores em suas divulgações da Black Friday — é a chamada prova social.

Você pode fazer isso coletando reviews e depoimentos positivos feitos pelos seus clientes nas redes sociais e no seu próprio site. Então, é só incluí-los nas peças de divulgação da sua campanha.

7. Invista no remarketing

Uma forma de otimizar os seus investimentos com anúncios pagos e aumentar a sua taxa de conversão na Black Friday é realizar ações de remarketing. Ou seja, divulgar produtos e ofertas para usuários que já tiveram algum contato com a sua marca.

Como essas pessoas conhecem o seu negócio e já demonstraram interesse por algum produto, elas têm mais chances de fazer uma compra.

Dessa forma, o objetivo aqui é impactar esses usuários novamente com ofertas e abordagens personalizadas para incentivá-los a voltarem ao site e fazerem um pedido.

Na prática, o remarketing pode ser feito por meio de mídia paga ou de campanhas de e-mail marketing que ofereçam novos argumentos de venda e condições exclusivas para conquistar de vez o consumidor.

Inclusive, essa estratégia pode ser muito eficiente para recuperar carrinhos abandonados na Black Friday. Nesse caso, uma boa prática é aproveitar a oportunidade para quebrar possíveis objeções de compra do consumidor e reverter suas vendas.

8. Realize ações segmentadas para seus clientes

Se você quer potencializar os resultados da sua campanha de Black Friday, não é recomendável realizar os mesmos tipos de ação para toda a sua base de clientes e potenciais clientes.

O e-mail marketing é a ferramenta ideal para você fazer a segmentação dos seus contatos, realizando comunicações personalizadas para públicos específicos.

A segmentação pode se basear em diferentes fatores, como gênero, localização, etapa da jornada de compra, produtos de interesse e comportamentos de consumo. Assim, é possível fazer abordagens e promoções muito mais assertivas na sua campanha.

Se você quer incentivar os seus leads a fazerem uma primeira compra na loja durante a Black Friday, por exemplo, você pode investir na divulgação dos produtos com maior saída e até mesmo disponibilizar um cupom de desconto exclusivo para esse público.

9. Compartilhe conteúdos relevantes para a Black Friday

Apesar de ser muito importante investir em anúncios para a Black Friday, não deixe de produzir também conteúdos valiosos para os seus consumidores, seja no blog do seu e-commerce, nas redes sociais ou no YouTube.

Algumas empresas costumam preparar conteúdos exclusivos para o YouTube, utilizando o Marketing de Influência, para impulsionar suas campanhas de Black Friday.

Por exemplo, se você tem um e-commerce que vende maquiagens, pode realizar uma parceria com influenciadoras para dar dicas de onde comprar maquiagens boas, com um bom preço e de forma confiável durante a Black Friday, indicando a sua loja virtual.

Outra estratégia muito utilizada no YouTube é o live commerce. Na prática, o lojista, um vendedor ou um influenciador, realiza uma live para apresentar detalhes, diferenciais e vantagens dos produtos que o e-commerce oferece.

Para além do YouTube, o Instagram e TikTok são redes sociais que têm ganhado muita força através de vídeos curtos (até 90 segundos) que irão te ajudar a atrair e engajar sua audiência, participando de trends, desafios ou hashtags virais.

Com a aproximação da Black Friday, compartilhar dicas que ajudem os usuários na sua decisão de compra, como guias e comparativos de produtos, vai ser um grande diferencial para o seu negócio.

Essa estratégia ajuda a consolidar a autoridade da marca perante o público, que passa a confiar mais na credibilidade do e-commerce. Assim, quando a Black Friday chegar, esses consumidores já conhecerão a marca e serão mais propensos a comprar na loja.

10. Invista em segurança no site

Um ponto muito importante para quem pensa em uma campanha de Black Friday lucrativa é investir em segurança digital.

Conte com ferramentas e práticas que irão te ajudar a garantir a segurança dos dados do seu cliente e da sua empresa, aumentar a confiança na sua loja virtual e reduzir os riscos de fraudes e chargebacks.

No primeiro trimestre de 2021, houveram 9,1 milhões de ataques, dentre vazamentos de informações confidenciais, roubos de dados e invasões de sistemas. Segundo a consultoria Roland Berger, o Brasil ficou entre os cinco países que mais registraram crimes cibernéticos no ano.

Para proteger as transações do seu e-commerce, é necessário contratar um meio de pagamento digital que seja seguro, contando com o padrão PCI DSS, antifraude integrado e selo de pagamento seguro.

Descubra como o Pagar.me garante a segurança da sua loja virtual

11. Ofereça uma experiência de compra memorável

Segundo relatório do Customer Experience Trends, 75% dos compradores afirmaram estarem dispostos a comprar mais em uma loja que oferece uma boa experiência para seus clientes. Pensando nisso, é ideal implementar o customer experience na sua empresa.

Muito além do atendimento ao cliente, essa estratégia irá te ajudar a oferecer uma experiência completa e memorável para o seu cliente, desde o primeiro contato como visitante até o momento pós-venda.

Reestruture processos e treine sua equipe para pensar em construir um relacionamento bom e duradouro com o seu cliente. Apostar no unboxing experience, por exemplo, pode ser uma ótima oportunidade para cativar ainda mais o seu consumidor.

Outra forma de otimizar a experiência de compra é fornecendo informações detalhadas sobre sua campanha de Black Friday e como irão funcionar as promoções, descontos, brindes, formas de pagamento e entrega.

E no caso das formas de pagamento, é fundamental procurar oferecer as que os consumidores preferem, além de investir em soluções que aumentem as suas conversões, como checkout transparente, compra com um clique e link de pagamento.

12. Evite erros na precificação dos produtos

Erros de precificação de produtos são extremamente comuns no varejo e têm custado o crescimento de muitos negócios. Segundo o Sebrae, cerca de 1.040 empresas chegam à falência, por dia, devido a erros de cálculos e falta de planejamento financeiro.

Uma dica para sua campanha de Black Friday ser lucrativa é evitar copiar os preços da concorrência.

Muitos critérios devem ser avaliados e, às vezes, a sua concorrência tem infraestrutura, equipamentos, investimentos e fornecedores diferentes dos seus e que justificam seus preços.

Outro ponto importante é considerar todos os custos sobre um produto, sejam eles diretos ou indiretos, fixos ou variáveis. A precificação pode ser decisiva para o sucesso da sua campanha.

Quer evitar prejuízos para a sua loja online durante a Black Friday? Acesse, gratuitamente, a Calculadora de Preços que preparamos para garantir que você precifique corretamente seus produtos e seu e-commerce dispare as vendas online!


Acesse a calculadora de preços do Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

22, setembro, 2022

Controle financeiro: o que é e como fazer na sua empresa?

O controle financeiro é essencial para a saúde e o crescimento de qualquer negócio. Confira as boas práticas para aplicar na sua empresa!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

20, setembro, 2022

9 ações promocionais para impulsionar suas vendas online

Listamos as principais ações promocionais para você se inspirar e despertar o desejo de compra dos seus consumidores.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

19, setembro, 2022

10 vantagens de ter CNPJ e formalizar seu negócio

Formalizar o seu negócio é o primeiro passo para começar a sua expansão. Confira essa e outras vantagens de ter CNPJ no nosso conteúdo!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Campanha de Black Friday: 12 dicas para lucrar na sua loja virtual

E-commerce

12 de outubro de 2021 (atualizado em 23 de agosto de 2022)

Se você quer capturar a atenção do público durante o período da Black Friday, é indispensável fazer uma campanha atrativa e de alto alcance para a sua loja virtual.

Afinal, com a crescente adesão dos consumidores às promoções do evento, também aumenta a concorrência entre os negócios e fica mais difícil conquistar visibilidade no mercado.

Segundo relatório da Neotrust, na edição de 2021, o e-commerce faturou R$ 7,5 bilhões em vendas. E para 2022, de acordo com uma pesquisa da Globo, estima-se que 50% dos consumidores comprem algum produto durante a Black Friday.

Este ano, a Copa do Mundo também surge como uma grande oportunidade de impactar um público maior. Ainda de acordo com a Globo, 56% dos clientes pretendem realizar compras por conta da Copa e, destes, 72% têm a intenção de comprar na Black Friday.

Para se destacar nesse cenário, é preciso colocar em prática estratégias de marketing digital para alcançar o seu público-alvo e, de fato, gerar oportunidades de vendas.

A seguir, separamos as melhores dicas para você fazer uma campanha de Black Friday arrasadora - e muito lucrativa -, para o seu e-commerce. Confira!

1. Defina os diferenciais da sua campanha de Black Friday

Para a sua campanha realmente se destacar dentre tantas outras durante a época da Black Friday, é fundamental definir qual será a estratégia de diferenciação do seu negócio para o evento.

Os grandes varejos, por exemplo, costumam se destacar pelos preços extremamente competitivos. No entanto, você deve garantir que o mote da sua campanha esteja alinhado aos valores e ao propósito da sua marca.

Para um comércio de moda sustentável, que prega pelo consumo consciente, talvez não seja interessante aplicar descontos muito agressivos na data, uma vez que isso não seria condizente com o que a marca defende para o público.

Nesse caso, seria mais estratégico focar na qualidade das peças ou, ainda, realizar alguma ação em parceria com uma instituição social em prol do meio ambiente.

Portanto, o primeiro passo para começar a planejar a sua campanha de Black Friday é pensar em qual será o diferencial do seu negócio durante o evento e garantir que ele esteja de acordo com o branding da empresa.

2. Planeje-se com antecedência

Implementar estratégias de marketing que sejam coesas e eficientes demanda tempo! Por isso, é preciso começar a estruturar a sua campanha de Black Friday com antecedência.

Lembre-se também de que os consumidores costumam planejar as suas compras de Black Friday semanas e até meses antes da data. Com isso, muitas empresas têm antecipado suas promoções, aumentando a concorrência no período pré-evento.

Isso significa que é recomendável iniciar o planejamento da sua campanha o quanto antes, um ou dois meses antes da Black Friday, no mínimo - nada de deixar para a última hora!

3. Crie uma identidade visual chamativa

O design da campanha é um aspecto essencial para chamar a atenção do público e fazer o seu empreendimento se destacar nos canais digitais.

Crie uma identidade visual personalizada para a Black Friday, aplicando-a em todas as peças da campanha e também em banners e elementos temáticos do site. Assim, o cliente conseguirá facilmente identificar a marca em seus diferentes canais.

Para a Black Friday, geralmente são utilizadas cores mais vibrantes, com o uso do contraste entre preto e neon. Porém, isso não é uma regra. O mais importante é criar uma identidade visual chamativa e que converse com os elementos da sua marca.

Para tornar sua campanha ainda mais atrativa, também é interessante criar um nome criativo e relacionado ao universo do seu negócio, assim como um slogan seguindo o mesmo tom.

4. Explore canais de comunicação variados

Se você quer ampliar o alcance da sua campanha de Black Friday, diversifique os canais de comunicação e os formatos de conteúdos e ações realizadas!

Segundo um levantamento do UOL, 64% dos usuários costumam prestar mais atenção nos anúncios de Black Friday.

Então, capriche na mídia paga, em ferramentas como Facebook Ads e Google Ads - essa é uma ótima maneira de segmentar e atingir o público-alvo do seu e-commerce.

No entanto, como o período da Black Friday costuma ser muito concorrido, provavelmente os custos para veiculação de anúncios pagos também serão maiores.

Portanto, não deixe de investir também em estratégias de tráfego orgânico, produzindo conteúdos nas redes sociais para engajar a audiência e implementando otimizações de SEO no seu site.

5. Crie uma landing page para gerar cadastros

Outra estratégia eficaz para a sua campanha de Black Friday é criar uma landing page exclusiva para o evento, incentivando o cadastro dos consumidores na sua base de contatos.

Reúna nessa página as principais ofertas e informações da sua loja virtual e solicite que os clientes preencham seus dados se quiserem receber novidades e outras promoções em primeira mão.

Para estimular ainda mais o cadastro do usuário, você também pode oferecer um benefício adicional, como um cupom de desconto exclusivo ou frete grátis para compras na Black Friday.

Dessa forma, você aumenta a sua base de potenciais clientes e pode realizar ações personalizadas de Black Friday via e-mail marketing, ajudando a gerar oportunidades de vendas na ocasião.

6. Aposte no uso de gatilhos mentais

Trabalhar gatilhos mentais na sua campanha de Black Friday é uma estratégia muito eficaz para facilitar o processo de decisão de compra dos consumidores e gerar mais vendas.

Conheça a seguir os principais gatilhos que podem ser aplicados nas suas ações de divulgação.

Escassez e urgência

Os gatilhos de escassez e urgência são muito utilizados para ativar o imediatismo do cliente, incentivando-o a aproveitar logo uma oferta ou produto, antes que ele perca a oportunidade.

Para trabalhar o gatilho da urgência, por exemplo, você pode realizar promoções relâmpago durante a Black Friday, exibindo uma contagem regressiva para o fim das ofertas.

Já a escassez pode ser aplicada destacando o estoque limitado de um produto ou de uma determinada promoção nos anúncios e na landing page do seu e-commerce.

Prova social

As decisões de consumo dos clientes são fortemente influenciadas pela opinião de outras pessoas. Por isso, mostre que a sua marca e os seus produtos são aprovados por outros consumidores em suas divulgações da Black Friday — é a chamada prova social.

Você pode fazer isso coletando reviews e depoimentos positivos feitos pelos seus clientes nas redes sociais e no seu próprio site. Então, é só incluí-los nas peças de divulgação da sua campanha.

7. Invista no remarketing

Uma forma de otimizar os seus investimentos com anúncios pagos e aumentar a sua taxa de conversão na Black Friday é realizar ações de remarketing. Ou seja, divulgar produtos e ofertas para usuários que já tiveram algum contato com a sua marca.

Como essas pessoas conhecem o seu negócio e já demonstraram interesse por algum produto, elas têm mais chances de fazer uma compra.

Dessa forma, o objetivo aqui é impactar esses usuários novamente com ofertas e abordagens personalizadas para incentivá-los a voltarem ao site e fazerem um pedido.

Na prática, o remarketing pode ser feito por meio de mídia paga ou de campanhas de e-mail marketing que ofereçam novos argumentos de venda e condições exclusivas para conquistar de vez o consumidor.

Inclusive, essa estratégia pode ser muito eficiente para recuperar carrinhos abandonados na Black Friday. Nesse caso, uma boa prática é aproveitar a oportunidade para quebrar possíveis objeções de compra do consumidor e reverter suas vendas.

8. Realize ações segmentadas para seus clientes

Se você quer potencializar os resultados da sua campanha de Black Friday, não é recomendável realizar os mesmos tipos de ação para toda a sua base de clientes e potenciais clientes.

O e-mail marketing é a ferramenta ideal para você fazer a segmentação dos seus contatos, realizando comunicações personalizadas para públicos específicos.

A segmentação pode se basear em diferentes fatores, como gênero, localização, etapa da jornada de compra, produtos de interesse e comportamentos de consumo. Assim, é possível fazer abordagens e promoções muito mais assertivas na sua campanha.

Se você quer incentivar os seus leads a fazerem uma primeira compra na loja durante a Black Friday, por exemplo, você pode investir na divulgação dos produtos com maior saída e até mesmo disponibilizar um cupom de desconto exclusivo para esse público.

9. Compartilhe conteúdos relevantes para a Black Friday

Apesar de ser muito importante investir em anúncios para a Black Friday, não deixe de produzir também conteúdos valiosos para os seus consumidores, seja no blog do seu e-commerce, nas redes sociais ou no YouTube.

Algumas empresas costumam preparar conteúdos exclusivos para o YouTube, utilizando o Marketing de Influência, para impulsionar suas campanhas de Black Friday.

Por exemplo, se você tem um e-commerce que vende maquiagens, pode realizar uma parceria com influenciadoras para dar dicas de onde comprar maquiagens boas, com um bom preço e de forma confiável durante a Black Friday, indicando a sua loja virtual.

Outra estratégia muito utilizada no YouTube é o live commerce. Na prática, o lojista, um vendedor ou um influenciador, realiza uma live para apresentar detalhes, diferenciais e vantagens dos produtos que o e-commerce oferece.

Para além do YouTube, o Instagram e TikTok são redes sociais que têm ganhado muita força através de vídeos curtos (até 90 segundos) que irão te ajudar a atrair e engajar sua audiência, participando de trends, desafios ou hashtags virais.

Com a aproximação da Black Friday, compartilhar dicas que ajudem os usuários na sua decisão de compra, como guias e comparativos de produtos, vai ser um grande diferencial para o seu negócio.

Essa estratégia ajuda a consolidar a autoridade da marca perante o público, que passa a confiar mais na credibilidade do e-commerce. Assim, quando a Black Friday chegar, esses consumidores já conhecerão a marca e serão mais propensos a comprar na loja.

10. Invista em segurança no site

Um ponto muito importante para quem pensa em uma campanha de Black Friday lucrativa é investir em segurança digital.

Conte com ferramentas e práticas que irão te ajudar a garantir a segurança dos dados do seu cliente e da sua empresa, aumentar a confiança na sua loja virtual e reduzir os riscos de fraudes e chargebacks.

No primeiro trimestre de 2021, houveram 9,1 milhões de ataques, dentre vazamentos de informações confidenciais, roubos de dados e invasões de sistemas. Segundo a consultoria Roland Berger, o Brasil ficou entre os cinco países que mais registraram crimes cibernéticos no ano.

Para proteger as transações do seu e-commerce, é necessário contratar um meio de pagamento digital que seja seguro, contando com o padrão PCI DSS, antifraude integrado e selo de pagamento seguro.

Descubra como o Pagar.me garante a segurança da sua loja virtual

11. Ofereça uma experiência de compra memorável

Segundo relatório do Customer Experience Trends, 75% dos compradores afirmaram estarem dispostos a comprar mais em uma loja que oferece uma boa experiência para seus clientes. Pensando nisso, é ideal implementar o customer experience na sua empresa.

Muito além do atendimento ao cliente, essa estratégia irá te ajudar a oferecer uma experiência completa e memorável para o seu cliente, desde o primeiro contato como visitante até o momento pós-venda.

Reestruture processos e treine sua equipe para pensar em construir um relacionamento bom e duradouro com o seu cliente. Apostar no unboxing experience, por exemplo, pode ser uma ótima oportunidade para cativar ainda mais o seu consumidor.

Outra forma de otimizar a experiência de compra é fornecendo informações detalhadas sobre sua campanha de Black Friday e como irão funcionar as promoções, descontos, brindes, formas de pagamento e entrega.

E no caso das formas de pagamento, é fundamental procurar oferecer as que os consumidores preferem, além de investir em soluções que aumentem as suas conversões, como checkout transparente, compra com um clique e link de pagamento.

12. Evite erros na precificação dos produtos

Erros de precificação de produtos são extremamente comuns no varejo e têm custado o crescimento de muitos negócios. Segundo o Sebrae, cerca de 1.040 empresas chegam à falência, por dia, devido a erros de cálculos e falta de planejamento financeiro.

Uma dica para sua campanha de Black Friday ser lucrativa é evitar copiar os preços da concorrência.

Muitos critérios devem ser avaliados e, às vezes, a sua concorrência tem infraestrutura, equipamentos, investimentos e fornecedores diferentes dos seus e que justificam seus preços.

Outro ponto importante é considerar todos os custos sobre um produto, sejam eles diretos ou indiretos, fixos ou variáveis. A precificação pode ser decisiva para o sucesso da sua campanha.

Quer evitar prejuízos para a sua loja online durante a Black Friday? Acesse, gratuitamente, a Calculadora de Preços que preparamos para garantir que você precifique corretamente seus produtos e seu e-commerce dispare as vendas online!


Acesse a calculadora de preços do Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

22, setembro, 2022

Controle financeiro: o que é e como fazer na sua empresa?

O controle financeiro é essencial para a saúde e o crescimento de qualquer negócio. Confira as boas práticas para aplicar na sua empresa!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

20, setembro, 2022

9 ações promocionais para impulsionar suas vendas online

Listamos as principais ações promocionais para você se inspirar e despertar o desejo de compra dos seus consumidores.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

19, setembro, 2022

10 vantagens de ter CNPJ e formalizar seu negócio

Formalizar o seu negócio é o primeiro passo para começar a sua expansão. Confira essa e outras vantagens de ter CNPJ no nosso conteúdo!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo