O que é remarketing e como usar essa estratégia para aumentar suas conversões?

E-commerce

20 de maio de 2021

Provavelmente você já pesquisou por um produto na internet e, depois, foi impactado por anúncios desse mesmo item em outros sites e redes sociais — essa é uma estratégia de Marketing Digital conhecida como remarketing.

Essa tática é muito utilizada por negócios digitais que querem aumentar suas conversões. Afinal, ela é direcionada para consumidores que já demonstraram interesse pela marca, tendo mais chances de fecharem a compra.

Para te ajudar a entender melhor o que é e como fazer remarketing, produzimos este conteúdo completo sobre o assunto!

O que é remarketing?

Remarketing é uma estratégia que consiste em divulgar um produto ou serviço para uma pessoa que já teve contato com a empresa e demonstrou o seu interesse.

Na prática, isso é feito por meio da exibição de anúncios pagos do Google Ads e do Facebook Ads, além do envio de campanhas de e-mail marketing.

O objetivo é impactar o cliente novamente com ofertas e publicidades daquele item que ele já visualizou, incentivando-o a voltar ao site e finalizar a compra.

Também conhecida como retargeting, essa técnica é eficaz, porque atinge um público-alvo que já interagiu com o seu negócio, ou seja, que conhece a sua marca e seus produtos, estando mais propenso a comprar.

Nesse sentido, é uma ferramenta muito vantajosa para e-commerces que querem reativar clientes, recuperando carrinhos abandonados e aumentando sua taxa de conversão.

Como funciona o remarketing?

Para exibir anúncios para quem já teve contato com o seu negócio, é necessário, em primeiro lugar, identificar quem são essas pessoas. Para isso, é preciso instalar no seu site um pixel de uma plataforma de anúncios, como o Google Ads ou o Facebook Ads.

O pixel é um código que permite acompanhar as ações dos seus visitantes, por meio de um cookie que é armazenado no computador do usuário quando ele entra no site.

Após sair da página e continuar sua navegação, as plataformas conseguem identificar esse consumidor e exibir anúncios da sua marca para ele, geralmente por um período de 30 dias, que pode variar de acordo com a ferramenta utilizada e as configurações da sua campanha.

Um ponto de atenção é que, para ficar em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), a empresa deve alertar o visitante sobre o uso de cookies e a coleta das suas informações. É aquele famoso aviso de política de privacidade que aparece quando acessamos um site.

Como fazer remarketing?

Agora que você entendeu o que é e como funciona o remarketing, descubra como colocar essa estratégia em prática!

Google Ads

A partir da instalação da tag do Google Ads no seu site, é possível começar a configurar suas campanhas de remarketing na plataforma, criando listas de público-alvo com os consumidores que você deseja atingir.

Existem duas maneiras de divulgar seus anúncios: por meio da Rede Display e da Rede de Pesquisa.

A Rede Display é um grupo de sites parceiros do Google, que disponibilizam espaços para a exibição de anúncios no formato de banners de variados tamanhos. São aquelas publicidades que você vê quando entra em algumas páginas online.

A vantagem dessa rede é que ela permite criar anúncios visualmente mais atrativos, com o uso de diferentes imagens e mensagens, chamando mais a atenção dos consumidores.

Já a Rede de Pesquisa consiste nas páginas de resultados de buscas feitas no Google e em suas ferramentas, como Google Imagens, Google Maps e Google Shopping. Os anúncios dessa modalidade aparecem como links patrocinados, com texto limitado.

O diferencial é que, nesse caso, os anúncios aparecem somente quando o usuário procura por uma palavra-chave relacionada ao assunto. Isso significa que ele tem mais chances de conversão, uma vez que está demonstrando o seu interesse ao pesquisar sobre o tema.

Facebook Ads

Assim como no caso do Google, para fazer remarketing no Facebook Ads, é necessário instalar um pixel no seu site e, então, criar uma campanha segmentada para uma lista de público personalizado.

Você pode enviar a sua própria lista de contatos para a plataforma ou solicitar que o sistema rastreie os usuários que já interagiram com a sua marca.

Os anúncios do Facebook são exibidos dentro da própria rede social, no feed de notícias, na barra lateral e em ferramentas do canal, como Messenger e Grupos.

O funcionamento é bastante similar à Rede de Display, sendo que podem ser utilizadas imagens e textos mais interativos e chamativos.

O Gerenciador de Anúncios do Facebook também permite que você configure campanhas de remarketing para o Instagram.

E-mail marketing

Além das plataformas de anúncio, também é possível utilizar o e-mail marketing para fazer remarketing.

Essa prática é utilizada principalmente para reverter carrinhos abandonados e, para implementá-la, é preciso contar com uma ferramenta de automação de marketing que integre com o carrinho do seu e-commerce.

Quando um consumidor logado no seu site adicionar produtos no carrinho, mas desistir da compra e sair da página, é possível identificar esse usuário e enviar campanhas de e-mail personalizadas para lembrá-lo dos itens deixados para trás.

Como otimizar sua estratégia de remarketing?

Para obter os melhores resultados com a sua estratégia de remarketing, é importante tomar alguns cuidados. Confira nossas dicas!

Segmente bem o público

As campanhas de remarketing são baseadas em listas de públicos que você deseja alcançar. Sendo assim, é fundamental segmentar bem a sua audiência para tomar ações mais assertivas.

No Google Ads, por exemplo, é possível configurar campanhas de remarketing dinâmico, que permitem criar listas mais personalizadas de público-alvo, segmentando anúncios para usuários que visitaram uma determinada página de produto, por exemplo.

Crie anúncios específicos para cada lista, de acordo com os seus diferentes objetivos e os interesses dos seus públicos. Você também pode excluir certas audiências das suas listas, como pessoas que já converteram.

Quebre objeções de compra

Principalmente para casos de abandono de carrinho, é uma boa prática aproveitar as campanhas de remarketing para quebrar possíveis objeções de compra e recuperar suas vendas.

Você pode oferecer promoções exclusivas e introduzir novos argumentos de venda, destacando os diferenciais dos seus produtos.

Ainda é possível aproveitar a oportunidade para aumentar o seu ticket médio, mostrando produtos superiores ou complementares ao item de interesse do consumidor. Essas técnicas são conhecidas como upselling e cross-selling, respectivamente.

Mensure os resultados

Assim como em qualquer estratégia de Marketing Digital, você deve mensurar os resultados das suas campanhas de remarketing, para entender se está no caminho certo e conseguir otimizar suas ações.

Duas métricas importantes de se acompanhar são o Custo por Aquisição (CPA), que aponta o valor médio gasto para adquirir um cliente, e o Retorno sobre o Investimento (ROI), que indica os resultados gerados em relação aos investimentos realizados.

A partir da análise desses indicadores, você poderá fazer ajustes no seu orçamento e na segmentação das suas campanhas, para atingir os objetivos de vendas do seu negócio.

O remarketing pode parecer uma estratégia complicada no início, mas o segredo é fazer testes e testes, sempre mensurando os resultados alcançados.

É possível, por exemplo, realizar os chamados testes A/B, que permitem comparar o desempenho de duas versões de um mesmo anúncio, modificando uma única variável.

Assim, você conseguirá deixar suas campanhas cada vez mais inteligentes e eficientes, impulsionando as suas conversões.

Quer conhecer mais ferramentas eficazes de Marketing Digital para o seu negócio? Descubra 8 estratégias de Marketing de Conteúdo para vender online!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

23, setembro, 2021

Como fazer um lançamento de loja virtual de sucesso?

Descubra o passo a passo para fazer um lançamento de loja virtual bem-sucedido e começar o seu e-commerce com o pé direito!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

22, setembro, 2021

Formas de pagamento para Black Friday: quais são as melhores para oferecer?

Conheça as formas de pagamento mais estratégicas para oferecer na Black Friday e aumentar as conversões do seu e-commerce na ocasião.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

20, setembro, 2021

Gestão financeira: o que é e quais são as melhores práticas?

Entenda o que é gestão financeira e conheça as melhores práticas para garantir a saúde financeira e o crescimento sustentável da sua empresa.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo