Produtos para revenda: 12 ideias para vender na sua loja

E-commerce

19 de dezembro de 2022

Muito buscados pelos empreendedores que estão começando seu próprio e-commerce, os produtos para revenda são mercadorias compradas de terceiros, diretamente de fabricantes ou de atacadistas, por exemplo.

Como não demandam uma produção própria, eles facilitam bastante a operação do negócio. Além disso, possibilitam diversificar o mix de produtos e permitem que o empreendedor dedique seus esforços para o lado mais estratégico do empreendimento.

Se você também quer investir nesse modelo de negócio, este conteúdo é para você! Vamos apresentar as principais ideias de produtos para revenda e explicar como escolher os mais assertivos para o seu negócio.

Quais são os principais produtos para revenda?

Para te ajudar a se inspirar na hora de escolher o que vender na internet, listamos os produtos para revenda mais comuns no mercado:

  1. Roupas;
  2. Calçados;
  3. Itens de decoração;
  4. Utensílios domésticos;
  5. Bijuterias e semijoias;
  6. Cosméticos;
  7. Produtos para bebês;
  8. Materiais esportivos;
  9. Eletrônicos;
  10. Produtos para pets;
  11. Itens de papelaria;
  12. Artigos de cama, mesa e banho.

A seguir, conheça as particularidades de cada uma dessas categorias de produtos!

1. Roupas

Sem dúvidas, esse é um dos principais segmentos de produtos para revenda no mercado brasileiro. Há uma ampla variedade de estilos e modelos de peças disponíveis, sendo possível adquirir uma grande quantidade a preços baixos.

Como a concorrência é acirrada no setor, uma possibilidade é focar em um nicho de mercado específico, como pijamas, moda praia, lingerie e shapewear, roupas plus size, infantil, entre outros.

Saiba mais: Como vender roupas pela internet?

2. Calçados

Os calçados também são itens muito revendidos e com diferentes possibilidades de segmentação, como sandálias, chinelos, tênis esportivos, botas e sapatos de salto alto.

Assim como na categoria de roupas, a demanda por cada modelo geralmente varia de acordo com as tendências da moda e as estações do ano.

3. Itens de decoração

A categoria de decoração tem crescido sobretudo após a pandemia e o cenário de isolamento social, que levou as pessoas a cuidarem mais de seus lares.

Dentre os principais produtos que compõem esse segmento estão quadros, luminárias, vasos, porta-retratos, tapetes, almofadas, espelhos, enfeites de Natal e outras datas comemorativas.

Para vender itens exclusivos e diferenciados, uma dica é buscar peças de pequenos artesãos locais.

4. Utensílios domésticos

Copos, talheres, pratos, tábuas, potes de plástico, canecas, panelas… Essas são algumas das opções de produtos que podem ser vendidos na categoria de utensílios domésticos, visando facilitar as atividades de casa.

5. Bijuterias e semijoias

As bijuterias e semijoias são uns dos principais produtos para revenda no setor de acessórios, abrangendo peças como brincos, anéis, colares, pulseiras e tornozeleiras.

A diferença entre elas é que, enquanto as semijoias são banhadas em metais nobres, como ouro e prata, as bijuterias são feitas com materiais de menor qualidade.

Dessa forma, pensando especificamente nas semijoias, é fundamental prezar pela durabilidade e qualidade dos materiais utilizados.

Leia também: Passo a passo para vender bijuterias online

6. Cosméticos

A adoção de hábitos de autocuidado pelos consumidores tem alavancado o setor de cosméticos online. Estão incluídos nessa categoria maquiagens, produtos para cabelos, perfumes, cremes hidratantes, sabonetes, entre outros.

Atualmente, o setor também vem sendo segmentado para atender a diferentes necessidades, como produtos hipoalergênicos, fórmulas veganas, peles extra-secas e cabelos crespos e cacheados.

7. Produtos para bebês

A necessidade de montar um enxoval completo para a chegada de um recém-nascido traz grandes oportunidades para a revenda de produtos para bebês.

Os artigos voltados para os pequenos incluem roupas, fraldas, chupetas, mamadeiras, lenços umedecidos, berços, carrinhos, cadeiras para automóveis e brinquedos, por exemplo.

8. Materiais esportivos

Além de estarem se dedicando aos cuidados pessoais, os brasileiros também têm demonstrado uma preocupação com a saúde no pós-pandemia.

Logo, outra opção é revender artigos esportivos, ajudando os consumidores a praticar mais exercícios físicos. Alguns exemplos são suplementos alimentares, equipamentos de musculação, bicicletas e roupas e calçados esportivos.

9. Eletrônicos

Formada por aparelhos como smartphones, tablets, videogames, notebooks e dispositivos de assistentes virtuais, essa categoria é marcada por um alto ticket médio e também por uma forte concorrência de grandes varejistas no mercado.

Sendo assim, para os pequenos empreendedores, uma possibilidade é investir em acessórios complementares aos eletrônicos, como capinhas de celular, carregadores, caixinhas de som e fones de ouvido.

10. Produtos para pets

A crescente presença de animais de estimação nos lares tem incentivado o mercado a lançar cada vez mais produtos para cuidar das diferentes necessidades dos pets.

Você pode aproveitar essa oportunidade com a revenda de coleiras, rações, petiscos, roupinhas, brinquedos, tapetes higiênicos e outros produtos de higiene para os bichinhos, por exemplo.

11. Itens de papelaria

Voltada para organização, expressão artística e decoração, a categoria de papelaria é composta por itens como cadernos, agendas, lápis, canetas, marca-textos, fichários, estojos, pastas e materiais para pintura.

Dessa forma, são mercadorias úteis tanto para estudantes quanto para profissionais que trabalham em escritórios e artistas, por exemplo.

12. Artigos de cama, mesa e banho

Por fim, outra categoria de produtos para revenda muito buscada é a de artigos de cama, mesa e banho.

Compradas para o dia a dia ou para enxovais, por exemplo, essas mercadorias incluem lençóis, colchas, protetores de colchão, toalhas, panos de prato e toalhas de mesa, entre outros itens para os lares.

Como escolher os melhores produtos para revender?

Agora que você conheceu diferentes categorias de produtos para revenda, pode estar se perguntando como escolher a mais estratégica para o seu empreendimento.

Existem alguns fatores que devem ser considerados para garantir uma decisão de negócio mais assertiva. Dentre eles, estão:

  • Familiaridade: o ideal é escolher produtos com os quais você tenha um certo grau de familiaridade. Com um conhecimento prévio sobre as mercadorias, você poderá identificar os melhores fornecedores e estruturar estratégias de vendas mais eficazes;
  • Público-alvo: considere o perfil de consumidor que você deseja atingir e os concorrentes do seu nicho de mercado, para definir os produtos mais atrativos para o seu público-alvo;
  • Oportunidades de mercado: também vale fazer pesquisas de mercado para identificar gargalos e encontrar oportunidades de atender a necessidades de consumo que não estão sendo bem supridas no momento;
  • Orçamento disponível: alguns fabricantes e atacadistas exigem a compra de uma quantidade mínima de produtos para revenda. Logo, é preciso avaliar o capital inicial disponível para garantir que ele é suficiente para os itens escolhidos.

Como encontrar fornecedores para o seu negócio?

Com as categorias de produtos definidas, é hora de buscar os fornecedores para o seu negócio. Para iniciar essa procura, uma dica é fazer pesquisas online, utilizando combinações de palavras-chave relacionadas ao seu segmento.

Outras possibilidades são participar de congressos e eventos do setor escolhido, buscar fornecedores locais, encontrar polos de vendas e entrar em contato diretamente com fabricantes.

Lembre-se de buscar avaliações de cada empresa para verificar a sua credibilidade. Então, é só comparar os pontos positivos e negativos das suas opções, avaliando aspectos como qualidade, prazos de entrega, quantidade mínima para pedidos e formas de pagamento.

Uma boa estratégia é contar com mais de um parceiro. Assim, você não depende de um único fornecedor e minimiza os seus prejuízos, caso um deles sofra algum imprevisto.

Como revender produtos online?

Existem diferentes canais que podem ser utilizados para revender os produtos escolhidos pela internet. Conheça os principais nos tópicos abaixo!

Loja virtual

Uma loja virtual é um site de vendas exclusivo onde é possível revender os itens diretamente para o consumidor final. Nesse caso, a sua marca fica em evidência e o cliente tem uma experiência fácil e personalizada para fazer suas compras.

Para montar a infraestrutura de vendas da loja, é preciso contratar algumas ferramentas essenciais como uma plataforma de e-commerce, um meio de pagamento online e um sistema de gestão.

Passo a passo de como montar uma loja virtual de sucesso

Redes sociais

Além de serem muito utilizadas para divulgar a sua marca, as redes sociais também podem ser utilizadas para fazer vendas. Atualmente, muitas delas oferecem funcionalidades que permitem montar uma vitrine virtual e vender online, como o Instagram Shopping.

Aliando esses recursos a uma solução de link de pagamento, por exemplo, basta enviar um checkout personalizado para o consumidor fazer o seu pedido, diretamente das redes sociais.

Marketplace

Outro canal de vendas online é o marketplace. Na prática, ele consiste em uma plataforma onde diferentes lojistas e marcas podem comercializar suas mercadorias, em troca de uma comissão pelas vendas.

A plataforma já oferece uma infraestrutura pronta para começar a vender, mas é a marca do próprio marketplace que fica em evidência para o público.

Em suma, há uma grande variedade de produtos para revenda que você pode investir para lucrar na internet. O mais importante é escolher aqueles que sejam mais adequados para os seus objetivos e para a realidade do seu negócio.

Com as mercadorias definidas, outro passo essencial para garantir as suas vendas é precificar os produtos de forma estratégica. Para te ajudar nesse processo, disponibilizamos uma calculadora de preços gratuita e online que você pode utilizar. Acesse já!


Acesse a calculadora de preços do Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

02, fevereiro, 2023

O que é review de produto e como incentivá-lo no seu e-commerce?

Quer aumentar a credibilidade da sua marca e alavancar suas vendas? Entenda o que é review de produto e como aplicar essa estratégia!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

01, fevereiro, 2023

Papelaria virtual: como montar uma papelaria online?

O setor de papelarias virtuais é uma das opções para quem quer começar a vender online. Confira o passo a passo para montar a sua!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

31, janeiro, 2023

Mercado de luxo: cenário e tendências do setor em 2023

O mercado de luxo é um dos setores que permanece em crescimento diante da crise macroeconômica. Conheça os seus dados e tendências!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Produtos para revenda: 12 ideias para vender na sua loja

E-commerce

19 de dezembro de 2022

Muito buscados pelos empreendedores que estão começando seu próprio e-commerce, os produtos para revenda são mercadorias compradas de terceiros, diretamente de fabricantes ou de atacadistas, por exemplo.

Como não demandam uma produção própria, eles facilitam bastante a operação do negócio. Além disso, possibilitam diversificar o mix de produtos e permitem que o empreendedor dedique seus esforços para o lado mais estratégico do empreendimento.

Se você também quer investir nesse modelo de negócio, este conteúdo é para você! Vamos apresentar as principais ideias de produtos para revenda e explicar como escolher os mais assertivos para o seu negócio.

Quais são os principais produtos para revenda?

Para te ajudar a se inspirar na hora de escolher o que vender na internet, listamos os produtos para revenda mais comuns no mercado:

  1. Roupas;
  2. Calçados;
  3. Itens de decoração;
  4. Utensílios domésticos;
  5. Bijuterias e semijoias;
  6. Cosméticos;
  7. Produtos para bebês;
  8. Materiais esportivos;
  9. Eletrônicos;
  10. Produtos para pets;
  11. Itens de papelaria;
  12. Artigos de cama, mesa e banho.

A seguir, conheça as particularidades de cada uma dessas categorias de produtos!

1. Roupas

Sem dúvidas, esse é um dos principais segmentos de produtos para revenda no mercado brasileiro. Há uma ampla variedade de estilos e modelos de peças disponíveis, sendo possível adquirir uma grande quantidade a preços baixos.

Como a concorrência é acirrada no setor, uma possibilidade é focar em um nicho de mercado específico, como pijamas, moda praia, lingerie e shapewear, roupas plus size, infantil, entre outros.

Saiba mais: Como vender roupas pela internet?

2. Calçados

Os calçados também são itens muito revendidos e com diferentes possibilidades de segmentação, como sandálias, chinelos, tênis esportivos, botas e sapatos de salto alto.

Assim como na categoria de roupas, a demanda por cada modelo geralmente varia de acordo com as tendências da moda e as estações do ano.

3. Itens de decoração

A categoria de decoração tem crescido sobretudo após a pandemia e o cenário de isolamento social, que levou as pessoas a cuidarem mais de seus lares.

Dentre os principais produtos que compõem esse segmento estão quadros, luminárias, vasos, porta-retratos, tapetes, almofadas, espelhos, enfeites de Natal e outras datas comemorativas.

Para vender itens exclusivos e diferenciados, uma dica é buscar peças de pequenos artesãos locais.

4. Utensílios domésticos

Copos, talheres, pratos, tábuas, potes de plástico, canecas, panelas… Essas são algumas das opções de produtos que podem ser vendidos na categoria de utensílios domésticos, visando facilitar as atividades de casa.

5. Bijuterias e semijoias

As bijuterias e semijoias são uns dos principais produtos para revenda no setor de acessórios, abrangendo peças como brincos, anéis, colares, pulseiras e tornozeleiras.

A diferença entre elas é que, enquanto as semijoias são banhadas em metais nobres, como ouro e prata, as bijuterias são feitas com materiais de menor qualidade.

Dessa forma, pensando especificamente nas semijoias, é fundamental prezar pela durabilidade e qualidade dos materiais utilizados.

Leia também: Passo a passo para vender bijuterias online

6. Cosméticos

A adoção de hábitos de autocuidado pelos consumidores tem alavancado o setor de cosméticos online. Estão incluídos nessa categoria maquiagens, produtos para cabelos, perfumes, cremes hidratantes, sabonetes, entre outros.

Atualmente, o setor também vem sendo segmentado para atender a diferentes necessidades, como produtos hipoalergênicos, fórmulas veganas, peles extra-secas e cabelos crespos e cacheados.

7. Produtos para bebês

A necessidade de montar um enxoval completo para a chegada de um recém-nascido traz grandes oportunidades para a revenda de produtos para bebês.

Os artigos voltados para os pequenos incluem roupas, fraldas, chupetas, mamadeiras, lenços umedecidos, berços, carrinhos, cadeiras para automóveis e brinquedos, por exemplo.

8. Materiais esportivos

Além de estarem se dedicando aos cuidados pessoais, os brasileiros também têm demonstrado uma preocupação com a saúde no pós-pandemia.

Logo, outra opção é revender artigos esportivos, ajudando os consumidores a praticar mais exercícios físicos. Alguns exemplos são suplementos alimentares, equipamentos de musculação, bicicletas e roupas e calçados esportivos.

9. Eletrônicos

Formada por aparelhos como smartphones, tablets, videogames, notebooks e dispositivos de assistentes virtuais, essa categoria é marcada por um alto ticket médio e também por uma forte concorrência de grandes varejistas no mercado.

Sendo assim, para os pequenos empreendedores, uma possibilidade é investir em acessórios complementares aos eletrônicos, como capinhas de celular, carregadores, caixinhas de som e fones de ouvido.

10. Produtos para pets

A crescente presença de animais de estimação nos lares tem incentivado o mercado a lançar cada vez mais produtos para cuidar das diferentes necessidades dos pets.

Você pode aproveitar essa oportunidade com a revenda de coleiras, rações, petiscos, roupinhas, brinquedos, tapetes higiênicos e outros produtos de higiene para os bichinhos, por exemplo.

11. Itens de papelaria

Voltada para organização, expressão artística e decoração, a categoria de papelaria é composta por itens como cadernos, agendas, lápis, canetas, marca-textos, fichários, estojos, pastas e materiais para pintura.

Dessa forma, são mercadorias úteis tanto para estudantes quanto para profissionais que trabalham em escritórios e artistas, por exemplo.

12. Artigos de cama, mesa e banho

Por fim, outra categoria de produtos para revenda muito buscada é a de artigos de cama, mesa e banho.

Compradas para o dia a dia ou para enxovais, por exemplo, essas mercadorias incluem lençóis, colchas, protetores de colchão, toalhas, panos de prato e toalhas de mesa, entre outros itens para os lares.

Como escolher os melhores produtos para revender?

Agora que você conheceu diferentes categorias de produtos para revenda, pode estar se perguntando como escolher a mais estratégica para o seu empreendimento.

Existem alguns fatores que devem ser considerados para garantir uma decisão de negócio mais assertiva. Dentre eles, estão:

  • Familiaridade: o ideal é escolher produtos com os quais você tenha um certo grau de familiaridade. Com um conhecimento prévio sobre as mercadorias, você poderá identificar os melhores fornecedores e estruturar estratégias de vendas mais eficazes;
  • Público-alvo: considere o perfil de consumidor que você deseja atingir e os concorrentes do seu nicho de mercado, para definir os produtos mais atrativos para o seu público-alvo;
  • Oportunidades de mercado: também vale fazer pesquisas de mercado para identificar gargalos e encontrar oportunidades de atender a necessidades de consumo que não estão sendo bem supridas no momento;
  • Orçamento disponível: alguns fabricantes e atacadistas exigem a compra de uma quantidade mínima de produtos para revenda. Logo, é preciso avaliar o capital inicial disponível para garantir que ele é suficiente para os itens escolhidos.

Como encontrar fornecedores para o seu negócio?

Com as categorias de produtos definidas, é hora de buscar os fornecedores para o seu negócio. Para iniciar essa procura, uma dica é fazer pesquisas online, utilizando combinações de palavras-chave relacionadas ao seu segmento.

Outras possibilidades são participar de congressos e eventos do setor escolhido, buscar fornecedores locais, encontrar polos de vendas e entrar em contato diretamente com fabricantes.

Lembre-se de buscar avaliações de cada empresa para verificar a sua credibilidade. Então, é só comparar os pontos positivos e negativos das suas opções, avaliando aspectos como qualidade, prazos de entrega, quantidade mínima para pedidos e formas de pagamento.

Uma boa estratégia é contar com mais de um parceiro. Assim, você não depende de um único fornecedor e minimiza os seus prejuízos, caso um deles sofra algum imprevisto.

Como revender produtos online?

Existem diferentes canais que podem ser utilizados para revender os produtos escolhidos pela internet. Conheça os principais nos tópicos abaixo!

Loja virtual

Uma loja virtual é um site de vendas exclusivo onde é possível revender os itens diretamente para o consumidor final. Nesse caso, a sua marca fica em evidência e o cliente tem uma experiência fácil e personalizada para fazer suas compras.

Para montar a infraestrutura de vendas da loja, é preciso contratar algumas ferramentas essenciais como uma plataforma de e-commerce, um meio de pagamento online e um sistema de gestão.

Passo a passo de como montar uma loja virtual de sucesso

Redes sociais

Além de serem muito utilizadas para divulgar a sua marca, as redes sociais também podem ser utilizadas para fazer vendas. Atualmente, muitas delas oferecem funcionalidades que permitem montar uma vitrine virtual e vender online, como o Instagram Shopping.

Aliando esses recursos a uma solução de link de pagamento, por exemplo, basta enviar um checkout personalizado para o consumidor fazer o seu pedido, diretamente das redes sociais.

Marketplace

Outro canal de vendas online é o marketplace. Na prática, ele consiste em uma plataforma onde diferentes lojistas e marcas podem comercializar suas mercadorias, em troca de uma comissão pelas vendas.

A plataforma já oferece uma infraestrutura pronta para começar a vender, mas é a marca do próprio marketplace que fica em evidência para o público.

Em suma, há uma grande variedade de produtos para revenda que você pode investir para lucrar na internet. O mais importante é escolher aqueles que sejam mais adequados para os seus objetivos e para a realidade do seu negócio.

Com as mercadorias definidas, outro passo essencial para garantir as suas vendas é precificar os produtos de forma estratégica. Para te ajudar nesse processo, disponibilizamos uma calculadora de preços gratuita e online que você pode utilizar. Acesse já!


Acesse a calculadora de preços do Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

02, fevereiro, 2023

O que é review de produto e como incentivá-lo no seu e-commerce?

Quer aumentar a credibilidade da sua marca e alavancar suas vendas? Entenda o que é review de produto e como aplicar essa estratégia!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

01, fevereiro, 2023

Papelaria virtual: como montar uma papelaria online?

O setor de papelarias virtuais é uma das opções para quem quer começar a vender online. Confira o passo a passo para montar a sua!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

31, janeiro, 2023

Mercado de luxo: cenário e tendências do setor em 2023

O mercado de luxo é um dos setores que permanece em crescimento diante da crise macroeconômica. Conheça os seus dados e tendências!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo