Estoque parado: como evitar e resolver esse problema?

E-commerce

16 de junho de 2021

Você já teve que lidar com um caso de estoque parado? Esse é um problema que pode impactar diretamente na saúde financeira e na estratégia de vendas de um comércio, seja uma loja física ou um e-commerce.

Os produtos devem ter um giro saudável para assegurar um fluxo de caixa positivo e o crescimento da empresa.

O acúmulo de mercadorias nas prateleiras é sinônimo de dinheiro parado, sendo necessário desenvolver ações para movimentar as vendas, abrir espaço no inventário para novos itens e garantir a rentabilidade do seu negócio.

Pensando nisso, fizemos este conteúdo completo para explicar como você pode evitar o estoque parado e o que fazer para resolver esse problema. Não perca!

Quais são os impactos de um estoque parado?

O estoque parado pode gerar grandes prejuízos, uma vez que as mercadorias paradas não geram nenhum retorno financeiro, somente gastos adicionais para o empreendimento. Entenda mais a fundo as consequências que essa situação pode causar.

Maiores custos com armazenamento

Se a gestão do estoque já representa uma grande fatia dos custos logísticos de uma loja online, em caso de um estoque parado, essas despesas são ainda maiores.

Afinal, manter os produtos encalhados armazenados por um período maior de tempo exige mais gastos, e pode ser necessário até mesmo investir em uma estrutura mais robusta para abrigar novos itens que você pretende comercializar.

Se você vende mercadorias que exigem condições especiais de armazenagem, como refrigeração e controle de umidade, esses custos podem ser ainda maiores.

Menor capital de giro

Um estoque parado prejudica o capital de giro da empresa, ou seja, o valor que ela tem disponível para manter a operação em funcionamento.

Com isso, o negócio pode ter que lidar com a falta de dinheiro para cumprir com seus compromissos, como o pagamento de fornecedores, funcionários e tributações, e para fazer novos investimentos. Isso, por sua vez, pode levar ao endividamento e, no pior dos casos, até mesmo à falência.

Risco de perda de produtos

Quando as mercadorias ficam estagnadas no estoque, aumentam as chances delas serem danificadas, em função de algum erro nas condições de armazenamento ou no manuseio dos itens.

Além disso, você pode perder produtos por validade e sazonalidade. No caso de itens perecíveis, por exemplo, eles podem acabar ultrapassando a data de vencimento, não podendo mais ser comercializados.

Já no segmento de vestuário, que segue as tendências e as estações do ano, as peças podem sair de moda e tornarem-se desvalorizadas, não tendo mais aceitação no mercado.

Como evitar o estoque parado?

Como você pode perceber, o estoque parado é um problema que nenhum e-commerce quer ter que lidar, certo? Confira a seguir as principais estratégias para evitar essa situação!

1. Mantenha um bom controle de estoque

O passo essencial para evitar estoques parados é estabelecer um controle de estoque eficiente. É primordial acompanhar as entradas e saídas de mercadorias, gerando informações precisas sobre o giro dos produtos e a demanda de vendas.

Com uma visão mais assertiva sobre o seu próprio negócio, é possível tomar decisões mais fundamentadas na hora de planejar a reposição de produtos e as estratégias de vendas da loja.

Um sistema de gestão pode ser um grande aliado nesse momento, automatizando e integrando processos, além de oferecer relatórios gerenciais valiosos para a análise do mercado e da empresa.

2. Conheça as necessidades do seu público

Lançar produtos que não atendem às necessidades e interesses de compra dos seus consumidores é uma das principais causas do estoque parado. Por isso, entender bem as preferências, dores e comportamentos do seu público-alvo é muito importante para evitar esse problema.

Faça pesquisas de mercado e aproxime-se dos seus clientes para conhecê-los melhor. Assim, você poderá identificar e investir nos itens com maior potencial de vendas para esses compradores.

3. Cadastre corretamente as mercadorias

O cadastro dos produtos é um processo muito importante para o controle do seu estoque, sendo que não é recomendável registrar as mercadorias de forma genérica.

O ideal é cadastrar as principais informações e especificações dos itens — você pode utilizar o modelo de Stock Keeping Units (SKUs) para atribuir um código único de identificação para cada produto, organizando-os de acordo com suas características.

Dessa forma, você consegue identificar os produtos no sistema de forma mais fácil e ágil, rapidamente encontrando estratégias para dar vazão às mercadorias com menor saída, além de entender melhor as preferências do público.

4. Identifique os períodos de sazonalidade

Outra importante estratégia para evitar o estoque parado é conhecer os períodos de sazonalidade de cada produto, verificando quando as vendas geralmente começam a crescer e quando elas iniciam um processo de queda.

Esse conhecimento é muito útil para realizar as compras e reposições do seu estoque de acordo com a demanda do mercado, evitando acumular itens que não têm mais a aceitação do público.

Como mencionamos anteriormente, essa ação é ainda mais importante para lojas que vendem produtos relacionados a estações do ano, tendências sazonais e datas comemorativas, como e-commerces de moda.

Como movimentar um estoque parado?

Mesmo aplicando as melhores práticas para evitar o estoque parado, ainda podem acontecer imprevistos que levam a esse problema. Nesse caso, o que pode ser feito para reverter a situação e movimentar os produtos empacados?

1. Analise o seu estoque

O primeiro passo para resolver um estoque parado é fazer um diagnóstico do problema, entendendo quais mercadorias não estão vendendo e por quê. A partir dessas informações, você poderá encontrar a solução mais adequada para a situação.

É importante identificar para quais públicos específicos os produtos são destinados, para direcionar melhor as suas ações.

Além disso, calcule os custos de armazenamento dos itens e analise o comportamento do mercado, para entender o período máximo de tempo que você pode manter esses produtos em estoque sem gerar maiores prejuízos para o negócio.

Com isso, você poderá verificar quais mercadorias devem ser vendidas com mais urgência e qual é o orçamento disponível para as estratégias de liberação do estoque.

2. Planeje promoções atrativas

A forma mais comum de dar vazão a itens parados é criando promoções estratégicas para os consumidores. Mais uma vez, é preciso conhecer bem o seu público-alvo, para entender quais benefícios serão mais atrativos para ele — pode ser um cupom de desconto, frete grátis, condições especiais de pagamento, entre outros.

Uma boa estratégia para valorizar a mercadoria e, ainda, aumentar o seu ticket médio é montar combos promocionais. Encontre produtos que sejam complementares àquele que está parado no estoque e ofereça um preço especial para a compra conjunta dos itens.

Se você vende acessórios para eletrônicos e está com uma capinha de celular parada no estoque, por exemplo, que tal oferecer 10% de desconto para a compra do produto junto de um carregador?

Lembre-se também de divulgar as promoções, destacando as vantagens oferecidas. Vale fazer uma campanha segmentada de e-mail marketing para o público do item, promover a ação nas redes sociais, criar uma página dedicada à oferta no seu site…

Esse é o momento de soltar a criatividade e encontrar as melhores oportunidades para vender as mercadorias paradas. Só tome cuidado para não prejudicar a sua margem de lucro — planeje bem a precificação dos produtos para manter a sua rentabilidade.

3. Faça acordos com fornecedores

Por fim, também é possível negociar trocas e devoluções dos produtos estagnados com os seus fornecedores. Para isso, é fundamental manter uma boa relação com os seus parceiros, deixando essa possibilidade acordada desde o início.

Dessa forma, você pode retornar os itens que não foram vendidos, trocando-os por outros que façam mais sentido para a sua estratégia de vendas atual.

O estoque parado é um problema que pode ter sérios impactos para um empreendimento, mas, com um planejamento cuidadoso, é possível evitar e até mesmo reverter essa situação.

Se você gostou deste conteúdo, confira também nossas dicas para oferecer um frete mais barato e vender mais!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

29, novembro, 2021

Multimeios de Pagamento: como esse recurso ajuda a aumentar as conversões?

Conheça o Multimeios de Pagamento, funcionalidade que permite o uso de mais de uma forma de pagamento em uma compra online.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

26, novembro, 2021

Como fazer a política de troca e devolução da sua loja?

A política de troca e devolução é um documento indispensável para qualquer loja. Veja como criar a do seu negócio, visando oferecer a melhor experiência ao cliente!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

25, novembro, 2021

Como aumentar o ticket médio? 8 técnicas para seu negócio

Descobrir como aumentar o ticket médio pode ser um grande desafio. Confira as estratégias que separamos para o seu negócio!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo