Capital de giro: o que é e como administrar o do seu negócio?

E-commerce

31 de maio de 2021

Uma gestão financeira eficiente e bem planejada é fundamental para o sucesso de qualquer empreendimento, seja grande ou pequeno, físico ou online. Negligenciar esse processo pode levar a sérios prejuízos financeiros e, no pior dos casos, à falência.

Nesse sentido, o capital de giro é um importante indicador da saúde financeira da empresa, permitindo manter o funcionamento da operação, ficar com as despesas em dia e, ainda, fazer investimentos para o crescimento do negócio.

Se você ainda não sabe como acompanhar o seu capital de giro, não se preocupe. Estamos aqui para explicar o que é e como administrar esse indicador financeiro!

O que é capital de giro?

O capital de giro é o valor que uma empresa tem disponível para cobrir todas as suas despesas operacionais e manter o negócio em funcionamento.

Em outras palavras, é a diferença entre os recursos de uma empresa, incluindo os valores em caixa, no estoque, em contas bancárias e em contas a receber, e os custos que devem ser arcados, como salários, pagamento de fornecedores e tributações.

Em suma, o capital de giro define a reserva necessária para o empreendimento cumprir com suas obrigações financeiras, sem prejudicar a saúde da operação.

Diferença entre capital de giro e fluxo de caixa

É muito comum confundir capital de giro com fluxo de caixa. Os dois conceitos se complementam e são extremamente importantes para realizar uma gestão eficaz.

A diferença é que o fluxo de caixa se refere à movimentação financeira, ou seja, às entradas e saídas de dinheiro em um negócio. Já o capital de giro consiste nos recursos disponíveis para manter o pagamento dos custos operacionais da empresa.

Qual é a necessidade do capital de giro?

O termo “giro” se refere ao ciclo financeiro de uma empresa, que é marcado pelo movimento de entradas e saídas de dinheiro.

Em alguns momentos desse ciclo, é possível ter mais despesas do que receitas — você pode estar em um intervalo de tempo entre o pagamento de uma conta e a data de recebimento por uma venda, por exemplo.

Nesses casos, é indispensável contar com um capital de giro saudável para conseguir arcar com os seus gastos. Afinal, se você esperar o recebimento do valor necessário para pagar suas despesas, pode sofrer com imprevistos e, consequentemente, ter graves prejuízos.

Contar com uma reserva financeira oferece mais segurança para a sua operação, garantindo a continuidade e a lucratividade das suas atividades, além de permitir a realização de investimentos para a expansão do negócio.

Isso é ainda mais importante para lojistas que aceitam parcelamentos e têm que aguardar um prazo maior para receber o valor total de suas vendas.

O capital de giro, portanto, é um indicador extremamente importante para os empreendedores planejarem de forma inteligente o uso de seus recursos e manterem suas empresas em pleno crescimento.

Como calcular o capital de giro?

O capital de giro líquido, que se refere aos recursos financeiros de alta liquidez da empresa — ou seja, aqueles que podem ser rapidamente convertidos em dinheiro —, é calculado pela diferença entre os ativos circulantes e os passivos circulantes do negócio.

Os ativos circulantes incluem todo o capital que a empresa já possui ou tem a receber em até um ano, como dinheiro em caixa e em contas bancárias, itens em estoque, contas a receber e aplicações financeiras de curto prazo.

Já os passivos circulantes são todas as despesas que o empreendimento deve pagar no mesmo período, como salários, empréstimos, custos fixos (ex.: aluguel, luz e internet), pagamentos de fornecedores e impostos.

Cálculo do capital de giro líquido

O cálculo pode ter variações de acordo com a situação e o planejamento financeiros do seu negócio. O ideal, porém, é sempre buscar um capital de giro positivo, para manter o equilíbrio financeiro e evitar prejuízos no seu orçamento.

Como administrar o capital de giro?

Até aqui, você aprendeu o que é e como calcular o capital de giro do seu negócio. Confira, agora, as melhores estratégias para administrar e otimizar esse indicador financeiro.

Mantenha um bom controle financeiro

Para garantir um capital de giro saudável, é essencial criar uma rotina de gestão financeira, periodicamente acompanhando o seu fluxo de caixa e encontrando oportunidades de redução de custos.

Analise de perto os seus indicadores e faça um planejamento financeiro cuidadoso, considerando os períodos de sazonalidade do seu negócio.

Em meses em que suas vendas geralmente caem, por exemplo, é importante implementar ações de contenção de gastos e estratégias de marketing e vendas para manter o seu capital de giro.

Lembre-se também de ter disciplina para não usar a sua reserva para cobrir outras despesas e deixar de repor esse valor — isso é essencial para evitar que imprevistos impactem a gestão dos seus recursos.

Negocie com fornecedores

Uma prática muito relevante para a gestão financeira do seu negócio é revisar os contratos com fornecedores para negociar melhores preços e condições de pagamento, como maiores prazos ou descontos para pagamentos à vista (caso o seu capital de giro permita).

Muitas vezes, os fornecedores oferecem vantagens para a compra de maiores quantidades de produtos. No entanto, é importante analisar com cuidado o histórico de vendas de cada item, para planejar bem suas reposições e evitar o acúmulo de mercadorias paradas no seu estoque.

Considere a antecipação de recebíveis

Mesmo com um planejamento financeiro cuidadoso, pode ser necessário otimizar o capital de giro para expandir o seu negócio, investindo em ações de marketing mais agressivas, por exemplo. Nesses casos, você pode realizar a antecipação de recebíveis.

A antecipação é um tipo de operação de crédito que permite que você adiante o recebimento do valor de uma venda por cartão de crédito, mesmo que ela tenha sido parcelada.

Ou seja, você transforma suas vendas a prazo em recursos líquidos e imediatos, por meio do pagamento de uma taxa que pode variar de caso a caso.

O Pagar.me oferece uma solução de antecipação flexível, que se adapta à realidade do seu empreendimento, no modelo automático ou pontual. Dessa forma, você consegue otimizar o seu capital de giro para reinvestir no próprio negócio.

Se você quer saber mais sobre a antecipação do Pagar.me e outros recursos que oferecemos para o seu e-commerce, entre em contato com a gente!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

18, junho, 2021

Como usar recursos visuais para aumentar as vendas no seu e-commerce

Quer cativar os clientes da sua loja virtual? Descubra neste artigo como usar recursos visuais para isso, melhorando a apresentação dos seus produtos!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

17, junho, 2021

Layout de loja virtual: 9 dicas para otimizar o seu site

Confira as melhores práticas para otimizar um layout de loja virtual, facilitando a navegação do usuário e aumentando as conversões.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

16, junho, 2021

Estoque parado: como evitar e resolver esse problema?

O estoque parado é um problema que pode impactar a saúde financeira e o crescimento de um comércio. Descubra o que fazer para evitar e solucionar essa situação!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo