13 dicas de vendas para iniciantes no varejo online

E-commerce

25 de fevereiro de 2022 (atualizado em 22 de setembro de 2022)

Você fez o planejamento do seu empreendimento digital, colocou a operação em funcionamento e está tudo pronto para rodar. Mas como fazer as suas primeiras vendas?

Não existe uma fórmula mágica para impulsionar as conversões da sua loja virtual. Porém, há estratégias que podem te ajudar a se destacar no mercado e começar o seu negócio com o pé direito.

De acordo com o Relatório Setores do E-commerce no Brasil da Conversion, o comércio eletrônico apresentou alta em 2022. Sites e aplicativos de e-commerce somados tiveram 24,3 bilhões de acessos nos últimos 12 meses.

Em um cenário tão otimista para o varejo online, separamos as 13 principais dicas de vendas para iniciantes que vão te ajudar a começar a vender online de forma rápida e assertiva. Aproveite!

1. Conheça a fundo a proposta da sua marca

Não adianta querer começar a implementar essas dicas de vendas, sem antes fazer o básico. Ou seja, conhecer profundamente o seu negócio e os produtos ou serviços vendidos.

Tenha a proposta da sua marca bem clara, analisando as particularidades e as vantagens de cada solução comercializada. É importante entender como elas funcionam na prática e como podem ser úteis e atrativas para a realidade do cliente.

Com base nessas informações, você poderá encontrar os melhores argumentos de vendas e destacar os diferenciais dos produtos no mercado.

2. Coloque o cliente no centro de todas as suas estratégias

Um dos maiores erros de um empreendedor iniciante é não basear o seu planejamento estratégico nas necessidades e expectativas do cliente.

Se você quer encantar o consumidor com uma experiência memorável e fidelizá-lo à sua marca, é preciso ser Customer Centric. Ou seja, colocar o cliente no centro de todas as decisões da sua empresa.

Mas como implementar essa abordagem na prática? Coloque-se constantemente no lugar do cliente e escute o que ele tem a dizer.

Dessa forma, será possível proporcionar uma experiência personalizada, que visa atender às dores e preferências do consumidor, em todos os seus pontos de contato com a marca — desde a divulgação do negócio até o pós-venda.

3. Mapeie a jornada de compra do consumidor

A jornada de compra é o trajeto percorrido pelo cliente até decidir comprar a solução oferecida pela sua empresa. Ela é composta por quatro etapas:

  1. Aprendizado e descoberta;
  2. Reconhecimento do problema;
  3. Consideração da solução;
  4. Decisão de compra.

Ao mapear as necessidades e os comportamentos do consumidor em cada estágio dessa jornada, você pode identificar as estratégias de marketing mais assertivas para guiar o usuário por esse processo e aumentar as chances dele comprar com você.

Para um cliente que está na fase de consideração, por exemplo, é interessante criar conteúdos que ajudem o comprador a escolher a solução mais adequada para o seu problema, direcionando-o para o próximo passo, que é a decisão de compra.

Saiba mais: Como mapear a jornada de compra do seu negócio?

4. Estude as estratégias da concorrência

Analisar os principais concorrentes do seu negócio é fundamental para encontrar oportunidades de se destacar no mercado.

Estude as soluções oferecidas e as estratégias de vendas utilizadas por essas empresas em seus diferentes canais de comunicação, como site, redes sociais e e-mails. Também vale buscar avaliações online sobre as marcas.

Isso permite identificar os pontos fortes e fracos da concorrência e, assim, encontrar as abordagens mais eficazes para o seu empreendimento se sobressair no mercado e conquistar o público-consumidor.

5. Precifique corretamente seus produtos

Tenha muito cuidado ao estudar as estratégias da sua concorrência! Analisar o que seus concorrentes estão fazendo é diferente de copiar tudo o que estão pondo em prática.

Um erro muito comum que empreendedores iniciantes cometem é copiar os preços da concorrência para iniciar suas vendas, sendo que isso não é o ideal! Suas realidades de negócio podem ser diferentes e você pode ter prejuízos financeiros com essa estratégia.

Para precificar seus produtos corretamente e garantir a lucratividade do seu negócio, recomendamos que utilize a calculadora de preços gratuita que disponibilizamos.


Acesse a calculadora de preços do Pagar.me!

6. Quebre as objeções do consumidor

Assim como é importante entender a fundo a proposta da sua marca, também é essencial conhecer bem os potenciais clientes que você pretende atrair, ou seja, o público-alvo do seu negócio.

Levando em conta as principais características, comportamentos e dores desses consumidores, pense quais são as possíveis objeções que eles podem ter para comprar na sua loja online e, então, procure quebrá-las.

Se uma objeção dos seus clientes for o preço, por exemplo, uma dica é reforçar o valor agregado do produto nas suas divulgações.

Assim, o consumidor entenderá que o preço se deve aos benefícios oferecidos pela solução e você terá mais chances de convencê-lo a fazer uma compra.

7. Construa a presença digital da sua marca

O estudo TIC Domicílios 2020 apontou que o Brasil tem 152 milhões de usuários da Internet. Neste cenário, a presença digital torna-se indispensável para que sua empresa conquiste mais clientes e feche cada vez mais vendas online.

Investir em ferramentas para a presença online irá te ajudar a aumentar a relevância, autoridade e confiança na sua empresa, além de melhorar a comunicação e o relacionamento com sua audiência.

Entre as principais formas de construir a presença digital do seu negócio, estão:

  • criar um site;
  • manter um blog corporativo;
  • ter um cadastro no Google Meu Negócio;
  • estar nas principais redes sociais;
  • implementar boas práticas de SEO;
  • investir em marketing digital — que é a próxima dica de vendas.

8. Invista em Marketing Digital

Divulgar o seu e-commerce para os consumidores certos tem uma grande influência no seu desempenho de vendas. Nesse ponto, entra a importância de investir em estratégias de Marketing Digital.

Para quem está começando, uma boa prática é investir na produção de conteúdos relevantes para o público nas redes sociais. Essa é uma forma simples de começar a engajar os clientes e gerar visibilidade para a sua marca.

Além disso, existem diversas outras ferramentas que podem ser exploradas para aumentar o seu alcance e gerar vendas, como e-mail marketing, anúncios pagos, remarketing e SEO.

9. Explore os gatilhos mentais

Os gatilhos mentais são técnicas de persuasão que ajudam a acelerar a decisão de compra do consumidor.

Conheça os gatilhos mais utilizados, tanto por empreendedores iniciantes quanto por mais experientes, para impulsionar as vendas online:

  • Urgência: estabeleça um limite de tempo para o consumidor aproveitar uma oferta, fazendo promoções relâmpago, por exemplo;
  • Escassez: reforce a quantidade limitada de um produto ou promoção, mostrando que eles podem acabar a qualquer momento;
  • Prova social: mostre que a sua loja tem a aprovação de outros clientes, por meio de avaliações e reviews de consumidores que já compraram com você;
  • Autoridade: posicione seu negócio como uma referência no mercado, de forma a transmitir mais credibilidade para o público;
  • Novidade: faça lançamentos de novos produtos para manter a atenção dos consumidores e gerar mais vendas.

10. Não se esqueça do pós-venda

O seu trabalho não acaba após o consumidor finalizar uma compra! Lembre-se de que vender para um cliente que já comprou com você é muito mais fácil e barato do que para um novo.

Por isso, é imprescindível oferecer uma experiência encantadora de pós-venda para fidelizar o cliente e gerar novas oportunidades de vendas no seu negócio.

Mantenha a comunicação com o cliente após ele receber a sua compra, solicitando o seu feedback sobre os produtos adquiridos e compartilhando conteúdos e promoções exclusivas para ele.

Também é essencial garantir uma operação de logística reversa eficiente para lidar com possíveis casos de trocas e devoluções.

11. Acompanhe KPIs de vendas

Se você quer entender a performance do seu negócio e otimizar as estratégias de vendas implementadas, é preciso acompanhar periodicamente os KPIs (Key Performance Indicators ou indicadores-chave de desempenho) do seu e-commerce.

Alguns dos principais indicadores para um empreendimento online são:

  • Taxa de conversão: porcentagem de vendas realizadas em relação ao número de visitas recebidas pela loja virtual;
  • Índice de abandono de carrinho: percentual de consumidores que adicionam algum produto no carrinho, mas desistem da compra;
  • Ticket médio: valor médio dos pedidos realizados na loja em um determinado período de tempo;
  • TPV (Total Payments Volume ou Volume Total de Pagamentos): valor total de dinheiro transacionado por um meio de pagamento em um intervalo de tempo específico.

12. Tenha um bom meio de pagamento digital

Uma dica de vendas para iniciantes que é infalível é: garanta um bom meio de pagamento digital. Para começar no varejo digital, é fundamental contar com uma tecnologia que possibilite receber pagamentos online de forma rápida, segura e transparente.

Para saber qual o meio de pagamento digital mais adequado para começar a vender online, você terá que avaliar os seguintes pontos:

  • Formas de pagamento disponíveis: é indispensável que seu meio de pagamento aceite os métodos de pagamento preferidos dos seus clientes, como boleto bancário, cartão de crédito e Pix;
  • Segurança de dados: sempre priorize uma tecnologia que ofereça segurança para seu e-commerce e seus clientes, além de contar com antifraude integrado e certificação PCI-DSS;
  • Soluções que facilitem a conversão: para vender online, recursos como checkout transparente, link de pagamento e compra com um clique são importantes para aumentar a taxa de conversão;
  • Tecnologia estável: evite perder vendas online. Certifique-se de que a tecnologia de pagamento digital conta com histórico de estabilidade transacional, podendo processar um grande volume de transações.

Se ainda não tem um meio de pagamento digital para começar suas vendas, o Pagar.me conta com todos os benefícios citados e mais outras soluções que vão descomplicar seu negócio.

Confira: 9 funcionalidades do Pagar.me para aumentar suas vendas

13. Aprofunde cada vez mais os seus conhecimentos

Para finalizar, não se limite às dicas de vendas que apresentamos aqui! É fundamental continuar aprofundando os seus conhecimentos para aprimorar os resultados do seu negócio cada vez mais.

Acompanhe as tendências do mercado, estude bastante e descubra novas estratégias e boas práticas para implementar no seu empreendimento digital.

Assim, a sua loja não vai ficar para trás dos concorrentes e você vai garantir um crescimento saudável a longo prazo.

Gostou das dicas de vendas para iniciantes que compartilhamos? Para receber outros conteúdos valiosos, inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro do mundo do empreendedorismo digital. Boas vendas!


Inscreva-se na newsletter do Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

22, setembro, 2022

Controle financeiro: o que é e como fazer na sua empresa?

O controle financeiro é essencial para a saúde e o crescimento de qualquer negócio. Confira as boas práticas para aplicar na sua empresa!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

20, setembro, 2022

9 ações promocionais para impulsionar suas vendas online

Listamos as principais ações promocionais para você se inspirar e despertar o desejo de compra dos seus consumidores.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

19, setembro, 2022

10 vantagens de ter CNPJ e formalizar seu negócio

Formalizar o seu negócio é o primeiro passo para começar a sua expansão. Confira essa e outras vantagens de ter CNPJ no nosso conteúdo!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

13 dicas de vendas para iniciantes no varejo online

E-commerce

25 de fevereiro de 2022 (atualizado em 22 de setembro de 2022)

Você fez o planejamento do seu empreendimento digital, colocou a operação em funcionamento e está tudo pronto para rodar. Mas como fazer as suas primeiras vendas?

Não existe uma fórmula mágica para impulsionar as conversões da sua loja virtual. Porém, há estratégias que podem te ajudar a se destacar no mercado e começar o seu negócio com o pé direito.

De acordo com o Relatório Setores do E-commerce no Brasil da Conversion, o comércio eletrônico apresentou alta em 2022. Sites e aplicativos de e-commerce somados tiveram 24,3 bilhões de acessos nos últimos 12 meses.

Em um cenário tão otimista para o varejo online, separamos as 13 principais dicas de vendas para iniciantes que vão te ajudar a começar a vender online de forma rápida e assertiva. Aproveite!

1. Conheça a fundo a proposta da sua marca

Não adianta querer começar a implementar essas dicas de vendas, sem antes fazer o básico. Ou seja, conhecer profundamente o seu negócio e os produtos ou serviços vendidos.

Tenha a proposta da sua marca bem clara, analisando as particularidades e as vantagens de cada solução comercializada. É importante entender como elas funcionam na prática e como podem ser úteis e atrativas para a realidade do cliente.

Com base nessas informações, você poderá encontrar os melhores argumentos de vendas e destacar os diferenciais dos produtos no mercado.

2. Coloque o cliente no centro de todas as suas estratégias

Um dos maiores erros de um empreendedor iniciante é não basear o seu planejamento estratégico nas necessidades e expectativas do cliente.

Se você quer encantar o consumidor com uma experiência memorável e fidelizá-lo à sua marca, é preciso ser Customer Centric. Ou seja, colocar o cliente no centro de todas as decisões da sua empresa.

Mas como implementar essa abordagem na prática? Coloque-se constantemente no lugar do cliente e escute o que ele tem a dizer.

Dessa forma, será possível proporcionar uma experiência personalizada, que visa atender às dores e preferências do consumidor, em todos os seus pontos de contato com a marca — desde a divulgação do negócio até o pós-venda.

3. Mapeie a jornada de compra do consumidor

A jornada de compra é o trajeto percorrido pelo cliente até decidir comprar a solução oferecida pela sua empresa. Ela é composta por quatro etapas:

  1. Aprendizado e descoberta;
  2. Reconhecimento do problema;
  3. Consideração da solução;
  4. Decisão de compra.

Ao mapear as necessidades e os comportamentos do consumidor em cada estágio dessa jornada, você pode identificar as estratégias de marketing mais assertivas para guiar o usuário por esse processo e aumentar as chances dele comprar com você.

Para um cliente que está na fase de consideração, por exemplo, é interessante criar conteúdos que ajudem o comprador a escolher a solução mais adequada para o seu problema, direcionando-o para o próximo passo, que é a decisão de compra.

Saiba mais: Como mapear a jornada de compra do seu negócio?

4. Estude as estratégias da concorrência

Analisar os principais concorrentes do seu negócio é fundamental para encontrar oportunidades de se destacar no mercado.

Estude as soluções oferecidas e as estratégias de vendas utilizadas por essas empresas em seus diferentes canais de comunicação, como site, redes sociais e e-mails. Também vale buscar avaliações online sobre as marcas.

Isso permite identificar os pontos fortes e fracos da concorrência e, assim, encontrar as abordagens mais eficazes para o seu empreendimento se sobressair no mercado e conquistar o público-consumidor.

5. Precifique corretamente seus produtos

Tenha muito cuidado ao estudar as estratégias da sua concorrência! Analisar o que seus concorrentes estão fazendo é diferente de copiar tudo o que estão pondo em prática.

Um erro muito comum que empreendedores iniciantes cometem é copiar os preços da concorrência para iniciar suas vendas, sendo que isso não é o ideal! Suas realidades de negócio podem ser diferentes e você pode ter prejuízos financeiros com essa estratégia.

Para precificar seus produtos corretamente e garantir a lucratividade do seu negócio, recomendamos que utilize a calculadora de preços gratuita que disponibilizamos.


Acesse a calculadora de preços do Pagar.me!

6. Quebre as objeções do consumidor

Assim como é importante entender a fundo a proposta da sua marca, também é essencial conhecer bem os potenciais clientes que você pretende atrair, ou seja, o público-alvo do seu negócio.

Levando em conta as principais características, comportamentos e dores desses consumidores, pense quais são as possíveis objeções que eles podem ter para comprar na sua loja online e, então, procure quebrá-las.

Se uma objeção dos seus clientes for o preço, por exemplo, uma dica é reforçar o valor agregado do produto nas suas divulgações.

Assim, o consumidor entenderá que o preço se deve aos benefícios oferecidos pela solução e você terá mais chances de convencê-lo a fazer uma compra.

7. Construa a presença digital da sua marca

O estudo TIC Domicílios 2020 apontou que o Brasil tem 152 milhões de usuários da Internet. Neste cenário, a presença digital torna-se indispensável para que sua empresa conquiste mais clientes e feche cada vez mais vendas online.

Investir em ferramentas para a presença online irá te ajudar a aumentar a relevância, autoridade e confiança na sua empresa, além de melhorar a comunicação e o relacionamento com sua audiência.

Entre as principais formas de construir a presença digital do seu negócio, estão:

  • criar um site;
  • manter um blog corporativo;
  • ter um cadastro no Google Meu Negócio;
  • estar nas principais redes sociais;
  • implementar boas práticas de SEO;
  • investir em marketing digital — que é a próxima dica de vendas.

8. Invista em Marketing Digital

Divulgar o seu e-commerce para os consumidores certos tem uma grande influência no seu desempenho de vendas. Nesse ponto, entra a importância de investir em estratégias de Marketing Digital.

Para quem está começando, uma boa prática é investir na produção de conteúdos relevantes para o público nas redes sociais. Essa é uma forma simples de começar a engajar os clientes e gerar visibilidade para a sua marca.

Além disso, existem diversas outras ferramentas que podem ser exploradas para aumentar o seu alcance e gerar vendas, como e-mail marketing, anúncios pagos, remarketing e SEO.

9. Explore os gatilhos mentais

Os gatilhos mentais são técnicas de persuasão que ajudam a acelerar a decisão de compra do consumidor.

Conheça os gatilhos mais utilizados, tanto por empreendedores iniciantes quanto por mais experientes, para impulsionar as vendas online:

  • Urgência: estabeleça um limite de tempo para o consumidor aproveitar uma oferta, fazendo promoções relâmpago, por exemplo;
  • Escassez: reforce a quantidade limitada de um produto ou promoção, mostrando que eles podem acabar a qualquer momento;
  • Prova social: mostre que a sua loja tem a aprovação de outros clientes, por meio de avaliações e reviews de consumidores que já compraram com você;
  • Autoridade: posicione seu negócio como uma referência no mercado, de forma a transmitir mais credibilidade para o público;
  • Novidade: faça lançamentos de novos produtos para manter a atenção dos consumidores e gerar mais vendas.

10. Não se esqueça do pós-venda

O seu trabalho não acaba após o consumidor finalizar uma compra! Lembre-se de que vender para um cliente que já comprou com você é muito mais fácil e barato do que para um novo.

Por isso, é imprescindível oferecer uma experiência encantadora de pós-venda para fidelizar o cliente e gerar novas oportunidades de vendas no seu negócio.

Mantenha a comunicação com o cliente após ele receber a sua compra, solicitando o seu feedback sobre os produtos adquiridos e compartilhando conteúdos e promoções exclusivas para ele.

Também é essencial garantir uma operação de logística reversa eficiente para lidar com possíveis casos de trocas e devoluções.

11. Acompanhe KPIs de vendas

Se você quer entender a performance do seu negócio e otimizar as estratégias de vendas implementadas, é preciso acompanhar periodicamente os KPIs (Key Performance Indicators ou indicadores-chave de desempenho) do seu e-commerce.

Alguns dos principais indicadores para um empreendimento online são:

  • Taxa de conversão: porcentagem de vendas realizadas em relação ao número de visitas recebidas pela loja virtual;
  • Índice de abandono de carrinho: percentual de consumidores que adicionam algum produto no carrinho, mas desistem da compra;
  • Ticket médio: valor médio dos pedidos realizados na loja em um determinado período de tempo;
  • TPV (Total Payments Volume ou Volume Total de Pagamentos): valor total de dinheiro transacionado por um meio de pagamento em um intervalo de tempo específico.

12. Tenha um bom meio de pagamento digital

Uma dica de vendas para iniciantes que é infalível é: garanta um bom meio de pagamento digital. Para começar no varejo digital, é fundamental contar com uma tecnologia que possibilite receber pagamentos online de forma rápida, segura e transparente.

Para saber qual o meio de pagamento digital mais adequado para começar a vender online, você terá que avaliar os seguintes pontos:

  • Formas de pagamento disponíveis: é indispensável que seu meio de pagamento aceite os métodos de pagamento preferidos dos seus clientes, como boleto bancário, cartão de crédito e Pix;
  • Segurança de dados: sempre priorize uma tecnologia que ofereça segurança para seu e-commerce e seus clientes, além de contar com antifraude integrado e certificação PCI-DSS;
  • Soluções que facilitem a conversão: para vender online, recursos como checkout transparente, link de pagamento e compra com um clique são importantes para aumentar a taxa de conversão;
  • Tecnologia estável: evite perder vendas online. Certifique-se de que a tecnologia de pagamento digital conta com histórico de estabilidade transacional, podendo processar um grande volume de transações.

Se ainda não tem um meio de pagamento digital para começar suas vendas, o Pagar.me conta com todos os benefícios citados e mais outras soluções que vão descomplicar seu negócio.

Confira: 9 funcionalidades do Pagar.me para aumentar suas vendas

13. Aprofunde cada vez mais os seus conhecimentos

Para finalizar, não se limite às dicas de vendas que apresentamos aqui! É fundamental continuar aprofundando os seus conhecimentos para aprimorar os resultados do seu negócio cada vez mais.

Acompanhe as tendências do mercado, estude bastante e descubra novas estratégias e boas práticas para implementar no seu empreendimento digital.

Assim, a sua loja não vai ficar para trás dos concorrentes e você vai garantir um crescimento saudável a longo prazo.

Gostou das dicas de vendas para iniciantes que compartilhamos? Para receber outros conteúdos valiosos, inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro do mundo do empreendedorismo digital. Boas vendas!


Inscreva-se na newsletter do Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

22, setembro, 2022

Controle financeiro: o que é e como fazer na sua empresa?

O controle financeiro é essencial para a saúde e o crescimento de qualquer negócio. Confira as boas práticas para aplicar na sua empresa!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

20, setembro, 2022

9 ações promocionais para impulsionar suas vendas online

Listamos as principais ações promocionais para você se inspirar e despertar o desejo de compra dos seus consumidores.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

19, setembro, 2022

10 vantagens de ter CNPJ e formalizar seu negócio

Formalizar o seu negócio é o primeiro passo para começar a sua expansão. Confira essa e outras vantagens de ter CNPJ no nosso conteúdo!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo