Planejamento estratégico: o que é e como fazer o do seu negócio?

E-commerce

5 de janeiro de 2022

Não fazer um planejamento estratégico é um dos maiores erros de gestão que uma empresa pode cometer. Isso vale tanto para pequenos empreendimentos quanto para grandes organizações, independentemente do segmento.

Desenvolver a visão de futuro do negócio é fundamental para estruturar os planos de ações mais eficientes para alcançar os seus objetivos.

Nesse sentido, o planejamento estratégico é um documento essencial para uma empresa identificar as melhores oportunidades para se destacar no mercado e traçar os caminhos mais adequados rumo ao sucesso.

Se esse tema ainda é novo para você, não se preocupe. Preparamos este guia completo para você entender a importância do planejamento estratégico e como fazer o seu!

O que é planejamento estratégico?

O planejamento estratégico é um documento que define as estratégias de uma empresa para atingir os seus objetivos a longo prazo.

Em outras palavras, ele funciona como um guia para a empresa, indicando onde ela se encontra, onde quer chegar e quais são os passos necessários para alcançar o sucesso.

Com isso, trata-se de uma importante ferramenta de gestão para estruturar as metas e ações de um negócio, facilitando a tomada de decisões e garantindo o alinhamento de todas as equipes quanto ao propósito da organização.

Qual a importância do planejamento estratégico?

Como já adiantamos, o planejamento estratégico é um documento imprescindível para colocar a empresa na direção certa. Entenda a fundo as vantagens que essa ferramenta pode trazer para o seu empreendimento!

Conhecimento profundo da empresa

O planejamento estratégico permite conhecer profundamente importantes aspectos de um negócio, como a sua missão, visão e valores, além das suas principais forças e fraquezas.

Entendendo quem a empresa realmente é e o cenário onde ela está inserida, é possível definir uma visão de futuro realista, com objetivos e metas assertivas, que estejam de acordo com o propósito e o contexto do empreendimento.

Melhor tomada de decisões

A partir do entendimento de onde a empresa está e onde ela pretende chegar, o planejamento estratégico oferece insumos para que o empreendedor tome decisões mais embasadas no dia a dia.

Dessa forma, evita-se decisões baseadas na intuição, que podem colocar a empresa em graves riscos. Além disso, torna-se possível definir as ações mais eficientes e alocar os recursos de forma mais assertiva para maximizar os resultados do negócio.

Logo, o planejamento estratégico mantém a empresa na direção certa para alcançar os seus objetivos e atingir o sucesso desejado.

Alinhamento das equipes

O planejamento estratégico deve ser compartilhado com todos os colaboradores da empresa — se possível, também é recomendável envolvê-los na própria construção do documento.

Assim, as equipes alinham-se em relação à identidade e à visão de futuro da organização e podem tomar decisões mais coesas e integradas.

Isso gera um maior engajamento entre os times, contribuindo para a produtividade e potencializando os esforços de cada um para alcançar os objetivos gerais do negócio.

Como fazer o planejamento estratégico do seu negócio?

Agora que já falamos sobre a importância do planejamento estratégico, você pode estar se perguntando como construir, na prática, esse documento. A seguir, confira o passo a passo básico!

1º passo - Faça um diagnóstico da empresa

O primeiro passo para fazer um planejamento estratégico é realizar um diagnóstico do cenário onde a empresa se encontra no momento atual, analisando tanto o contexto interno quanto o externo.

Para isso, uma metodologia muito utilizada é a análise SWOT, que identifica os seguintes aspectos de um negócio:

  • Forças (Strenghts): pontos fortes da empresa e que podem ser um diferencial competitivo em relação à concorrência;
  • Fraquezas (Weaknesses): pontos fracos, vulnerabilidades e limitações que podem ser controlados pelo negócio;
  • Oportunidades (Opportunities): situações e tendências externas que podem favorecer o empreendimento no mercado, como novos comportamentos de consumo;
  • Ameaças (Threats): fatores externos que a empresa não pode controlar e que podem impactar negativamente o crescimento do negócio, como uma crise socioeconômica.

2º passo - Defina missão, visão e valores do negócio

Ter uma identidade organizacional clara é indispensável para posicionar a sua empresa para os seus colaboradores, parceiros e clientes, além de nortear as decisões de todos que participam do negócio.

Nesse sentido, algumas diretrizes muito importantes de se definir são a missão, a visão e os valores da organização.

A missão diz respeito à razão da existência do negócio, ou seja, o seu propósito. Já a visão indica onde a empresa deseja chegar no futuro, e os valores são os princípios básicos que guiam as atitudes e os comportamentos de todos que fazem parte da operação.

3º passo - Determine as metas e objetivos

Com uma visão profunda dos pilares e cenários da empresa, é hora de estabelecer os seus objetivos e metas, a curto, médio e longo prazo. Afinal, é preciso saber onde o negócio quer chegar para que todos direcionem os seus esforços no caminho certo.

Vale diferenciar que os objetivos são descrições mais amplas e qualitativas das realizações que se deseja atingir, enquanto as metas representam os resultados finais almejados, de forma objetiva e quantitativa.

Você pode criar objetivos gerais para a organização como um todo e destrinchá-los em metas para cada setor. Uma dica é criar metas SMART, ou seja, que sejam:

  • Específicas: a meta deve detalhar exatamente o resultado que se pretende alcançar e como ele será atingido;
  • Mensuráveis: deve ser possível medir a sua meta, para acompanhar o seu desempenho;
  • Atingíveis: as metas podem ser desafiadoras, mas sempre alcançáveis, de acordo com a realidade do negócio, para incentivar os envolvidos a atingi-las;
  • Relevantes: é essencial que todos entendam a importância da meta e os benefícios que atingi-la pode trazer para o negócio;
  • Temporais: deve-se sempre definir um prazo para alcançar uma meta, para que as ações sejam organizadas e priorizadas com eficiência.

4º passo - Estabeleça indicadores de desempenho

Para acompanhar o andamento do seu planejamento estratégico, é preciso definir indicadores-chave de desempenho para mensurar e monitorar o progresso das metas.

As métricas escolhidas vão depender diretamente das metas estabelecidas. No caso de um e-commerce que deseja aumentar as suas vendas em um determinado período de tempo, por exemplo, um importante indicador poderia ser a taxa de conversão.

Outra métrica muito utilizada para analisar a performance das estratégias de um negócio é o Retorno sobre o Investimento (ROI), que indica o percentual de lucro ou prejuízo obtido em relação a um investimento realizado.

5º passo - Estruture planos de ação

De nada adianta definir onde você quer chegar, se também não for determinado o que deve ser feito para, de fato, alcançar esse objetivo. Por isso, uma importante etapa da construção de um planejamento estratégico é a criação de planos de ação.

O plano de ação é um documento que apresenta as iniciativas necessárias para conquistar as metas estabelecidas, com a definição do cronograma de ações, os responsáveis por cada tarefa, os recursos necessários e os indicadores a serem acompanhados.

Uma boa prática é priorizar as atividades de acordo com o seu grau de importância e a sua complexidade. Assim, você garante a eficiência da execução do plano.

6º passo - Acompanhe os resultados e revisite a estratégia

Como já mencionamos, é fundamental monitorar periodicamente o andamento dos planos de ação para verificar o atingimento das metas e fazer ajustes na estratégia ao longo do caminho.

Além disso, vale ressaltar que o próprio planejamento estratégico deve ser revisitado para garantir que ele ainda faça sentido com o momento atual da empresa e o contexto do mercado.

Portanto, lembre-se de frequentemente reavaliar as oportunidades e ameaças da organização e também de rever os seus objetivos. Essa flexibilidade permite que a empresa rapidamente se adapte às transformações do mercado e tenha mais chances de sucesso.

Em suma, o planejamento estratégico deve ser um documento dinâmico e presente no dia a dia de um negócio, para que sempre sejam tomadas decisões embasadas e adequadas aos objetivos e cenários do empreendimento.

Quer conferir mais lições valiosas para o seu negócio? Listamos 17 livros de empreendedorismo que vão fazer a diferença para você alcançar o sucesso!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

28, junho, 2022

O que é D2C e como usar esse modelo para vender mais?

Você sabe o que é D2C? Conheça esse modelo no qual o fabricante vende diretamente para o consumidor final e saiba como implementá-lo.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

27, junho, 2022

O que é comércio eletrônico e como funciona esse modelo de vendas?

O comércio eletrônico já faz parte do cotidiano dos consumidores. Descubra como ele funciona e como começar o seu próprio e-commerce!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

24, junho, 2022

Tarifa do Pix: entenda quando a taxa pode ser cobrada

Há alguns casos em que é cobrada uma tarifa do Pix para a realização das transações. Entenda quando essa taxa pode ser aplicada!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Planejamento estratégico: o que é e como fazer o do seu negócio?

E-commerce

5 de janeiro de 2022

Não fazer um planejamento estratégico é um dos maiores erros de gestão que uma empresa pode cometer. Isso vale tanto para pequenos empreendimentos quanto para grandes organizações, independentemente do segmento.

Desenvolver a visão de futuro do negócio é fundamental para estruturar os planos de ações mais eficientes para alcançar os seus objetivos.

Nesse sentido, o planejamento estratégico é um documento essencial para uma empresa identificar as melhores oportunidades para se destacar no mercado e traçar os caminhos mais adequados rumo ao sucesso.

Se esse tema ainda é novo para você, não se preocupe. Preparamos este guia completo para você entender a importância do planejamento estratégico e como fazer o seu!

O que é planejamento estratégico?

O planejamento estratégico é um documento que define as estratégias de uma empresa para atingir os seus objetivos a longo prazo.

Em outras palavras, ele funciona como um guia para a empresa, indicando onde ela se encontra, onde quer chegar e quais são os passos necessários para alcançar o sucesso.

Com isso, trata-se de uma importante ferramenta de gestão para estruturar as metas e ações de um negócio, facilitando a tomada de decisões e garantindo o alinhamento de todas as equipes quanto ao propósito da organização.

Qual a importância do planejamento estratégico?

Como já adiantamos, o planejamento estratégico é um documento imprescindível para colocar a empresa na direção certa. Entenda a fundo as vantagens que essa ferramenta pode trazer para o seu empreendimento!

Conhecimento profundo da empresa

O planejamento estratégico permite conhecer profundamente importantes aspectos de um negócio, como a sua missão, visão e valores, além das suas principais forças e fraquezas.

Entendendo quem a empresa realmente é e o cenário onde ela está inserida, é possível definir uma visão de futuro realista, com objetivos e metas assertivas, que estejam de acordo com o propósito e o contexto do empreendimento.

Melhor tomada de decisões

A partir do entendimento de onde a empresa está e onde ela pretende chegar, o planejamento estratégico oferece insumos para que o empreendedor tome decisões mais embasadas no dia a dia.

Dessa forma, evita-se decisões baseadas na intuição, que podem colocar a empresa em graves riscos. Além disso, torna-se possível definir as ações mais eficientes e alocar os recursos de forma mais assertiva para maximizar os resultados do negócio.

Logo, o planejamento estratégico mantém a empresa na direção certa para alcançar os seus objetivos e atingir o sucesso desejado.

Alinhamento das equipes

O planejamento estratégico deve ser compartilhado com todos os colaboradores da empresa — se possível, também é recomendável envolvê-los na própria construção do documento.

Assim, as equipes alinham-se em relação à identidade e à visão de futuro da organização e podem tomar decisões mais coesas e integradas.

Isso gera um maior engajamento entre os times, contribuindo para a produtividade e potencializando os esforços de cada um para alcançar os objetivos gerais do negócio.

Como fazer o planejamento estratégico do seu negócio?

Agora que já falamos sobre a importância do planejamento estratégico, você pode estar se perguntando como construir, na prática, esse documento. A seguir, confira o passo a passo básico!

1º passo - Faça um diagnóstico da empresa

O primeiro passo para fazer um planejamento estratégico é realizar um diagnóstico do cenário onde a empresa se encontra no momento atual, analisando tanto o contexto interno quanto o externo.

Para isso, uma metodologia muito utilizada é a análise SWOT, que identifica os seguintes aspectos de um negócio:

  • Forças (Strenghts): pontos fortes da empresa e que podem ser um diferencial competitivo em relação à concorrência;
  • Fraquezas (Weaknesses): pontos fracos, vulnerabilidades e limitações que podem ser controlados pelo negócio;
  • Oportunidades (Opportunities): situações e tendências externas que podem favorecer o empreendimento no mercado, como novos comportamentos de consumo;
  • Ameaças (Threats): fatores externos que a empresa não pode controlar e que podem impactar negativamente o crescimento do negócio, como uma crise socioeconômica.

2º passo - Defina missão, visão e valores do negócio

Ter uma identidade organizacional clara é indispensável para posicionar a sua empresa para os seus colaboradores, parceiros e clientes, além de nortear as decisões de todos que participam do negócio.

Nesse sentido, algumas diretrizes muito importantes de se definir são a missão, a visão e os valores da organização.

A missão diz respeito à razão da existência do negócio, ou seja, o seu propósito. Já a visão indica onde a empresa deseja chegar no futuro, e os valores são os princípios básicos que guiam as atitudes e os comportamentos de todos que fazem parte da operação.

3º passo - Determine as metas e objetivos

Com uma visão profunda dos pilares e cenários da empresa, é hora de estabelecer os seus objetivos e metas, a curto, médio e longo prazo. Afinal, é preciso saber onde o negócio quer chegar para que todos direcionem os seus esforços no caminho certo.

Vale diferenciar que os objetivos são descrições mais amplas e qualitativas das realizações que se deseja atingir, enquanto as metas representam os resultados finais almejados, de forma objetiva e quantitativa.

Você pode criar objetivos gerais para a organização como um todo e destrinchá-los em metas para cada setor. Uma dica é criar metas SMART, ou seja, que sejam:

  • Específicas: a meta deve detalhar exatamente o resultado que se pretende alcançar e como ele será atingido;
  • Mensuráveis: deve ser possível medir a sua meta, para acompanhar o seu desempenho;
  • Atingíveis: as metas podem ser desafiadoras, mas sempre alcançáveis, de acordo com a realidade do negócio, para incentivar os envolvidos a atingi-las;
  • Relevantes: é essencial que todos entendam a importância da meta e os benefícios que atingi-la pode trazer para o negócio;
  • Temporais: deve-se sempre definir um prazo para alcançar uma meta, para que as ações sejam organizadas e priorizadas com eficiência.

4º passo - Estabeleça indicadores de desempenho

Para acompanhar o andamento do seu planejamento estratégico, é preciso definir indicadores-chave de desempenho para mensurar e monitorar o progresso das metas.

As métricas escolhidas vão depender diretamente das metas estabelecidas. No caso de um e-commerce que deseja aumentar as suas vendas em um determinado período de tempo, por exemplo, um importante indicador poderia ser a taxa de conversão.

Outra métrica muito utilizada para analisar a performance das estratégias de um negócio é o Retorno sobre o Investimento (ROI), que indica o percentual de lucro ou prejuízo obtido em relação a um investimento realizado.

5º passo - Estruture planos de ação

De nada adianta definir onde você quer chegar, se também não for determinado o que deve ser feito para, de fato, alcançar esse objetivo. Por isso, uma importante etapa da construção de um planejamento estratégico é a criação de planos de ação.

O plano de ação é um documento que apresenta as iniciativas necessárias para conquistar as metas estabelecidas, com a definição do cronograma de ações, os responsáveis por cada tarefa, os recursos necessários e os indicadores a serem acompanhados.

Uma boa prática é priorizar as atividades de acordo com o seu grau de importância e a sua complexidade. Assim, você garante a eficiência da execução do plano.

6º passo - Acompanhe os resultados e revisite a estratégia

Como já mencionamos, é fundamental monitorar periodicamente o andamento dos planos de ação para verificar o atingimento das metas e fazer ajustes na estratégia ao longo do caminho.

Além disso, vale ressaltar que o próprio planejamento estratégico deve ser revisitado para garantir que ele ainda faça sentido com o momento atual da empresa e o contexto do mercado.

Portanto, lembre-se de frequentemente reavaliar as oportunidades e ameaças da organização e também de rever os seus objetivos. Essa flexibilidade permite que a empresa rapidamente se adapte às transformações do mercado e tenha mais chances de sucesso.

Em suma, o planejamento estratégico deve ser um documento dinâmico e presente no dia a dia de um negócio, para que sempre sejam tomadas decisões embasadas e adequadas aos objetivos e cenários do empreendimento.

Quer conferir mais lições valiosas para o seu negócio? Listamos 17 livros de empreendedorismo que vão fazer a diferença para você alcançar o sucesso!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

28, junho, 2022

O que é D2C e como usar esse modelo para vender mais?

Você sabe o que é D2C? Conheça esse modelo no qual o fabricante vende diretamente para o consumidor final e saiba como implementá-lo.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

27, junho, 2022

O que é comércio eletrônico e como funciona esse modelo de vendas?

O comércio eletrônico já faz parte do cotidiano dos consumidores. Descubra como ele funciona e como começar o seu próprio e-commerce!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

24, junho, 2022

Tarifa do Pix: entenda quando a taxa pode ser cobrada

Há alguns casos em que é cobrada uma tarifa do Pix para a realização das transações. Entenda quando essa taxa pode ser aplicada!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo