Gestão de loja virtual: 6 dicas para administrar o seu e-commerce

E-commerce

2 de junho de 2021

O crescimento do e-commerce tem atraído muitos empreendedores para o mundo do varejo digital. De fato, são inúmeras as oportunidades de mercado no comércio eletrônico.

No entanto, para realmente aproveitar esse cenário e obter lucro com o seu negócio, é preciso saber como administrar a sua loja virtual.

Não adianta simplesmente criar um site e esperar que os consumidores apareçam e comprem com você. Assim como qualquer outro empreendimento, vender online envolve importantes processos de gestão para garantir o sucesso da empresa.

Confira agora mesmo 6 dicas para implementar uma gestão de loja virtual eficiente e impulsionar os seus resultados!

1. Tenha um planejamento estratégico

Sem um bom planejamento de negócio, não será possível direcionar os seus esforços para alcançar os objetivos desejados.

Por isso, é fundamental entender com clareza a proposta do seu e-commerce e o contexto do nicho no qual ele está inserido, estabelecendo o público-alvo dos seus produtos e as metas que você pretende atingir.

Dessa forma, você poderá estruturar as melhores estratégias para se posicionar no mercado e obter os resultados almejados.

Para medir o atingimento desses objetivos, faça o acompanhamento dos KPIs do e-commerce, ou seja, os indicadores-chave de desempenho que medem o sucesso das ações da sua loja.

Monitorar os KPIs permite verificar se você está no caminho certo e tomar decisões mais inteligentes a partir disso, aprimorando os seus planos de forma a atender cada vez mais às necessidades dos consumidores.

2. Faça a gestão do estoque

Armazenar e gerenciar os seus produtos de forma organizada é um passo muito importante para a gestão de uma loja virtual.

Além de contribuir para a agilidade das entregas, um estoque bem estruturado permite controlar a rotatividade das mercadorias e entender melhor a sua demanda de vendas. Com isso, você pode planejar as reposições com mais eficiência.

Ao acompanhar de perto o seu estoque, você também consegue tomar decisões mais estratégicas de vendas. Se verificar que há itens parados, por exemplo, você pode elaborar ações promocionais para incentivar a sua saída e liberar espaço para novos produtos.

Assim, você evita tanto a falta quanto o excesso de mercadorias no estoque, contribuindo para o giro dos produtos e prevenindo o seu e-commerce de graves prejuízos financeiros.

3. Atente-se à operação logística

Não há nada mais frustrante para um consumidor do que fazer uma compra online e receber o pedido com atraso ou, ainda, com algum produto errado. Para oferecer a melhor experiência de entrega para os seus clientes, tenha muita atenção aos seus processos logísticos.

A gestão dos pedidos, o processo de embalagem e o envio para o endereço do comprador devem ser passos bem definidos para garantir a eficiência e agilidade da sua cadeia logística.

Contar com parceiros confiáveis para o transporte das encomendas também é muito importante nesse sentido. Busque empresas reconhecidas no mercado e que cumpram com os prazos prometidos.

Por fim, não se esqueça da logística reversa! Em casos de trocas e devoluções, o cliente deve se sentir amparado pelo seu e-commerce e ter uma experiência positiva para voltar a comprar com você.

4. Mantenha um controle financeiro

Assim como qualquer outro negócio, administrar um site de vendas requer uma gestão financeira eficaz. Planeje o seu orçamento cuidadosamente, considerando todas as despesas fixas e variáveis da loja e o retorno que você pretende ter com cada investimento.

Também controle de perto a emissão das suas notas fiscais, o pagamento das tributações e a movimentação de entradas e saídas de dinheiro da empresa — o chamado fluxo de caixa.

O capital de giro é outro importante indicador financeiro para se monitorar, determinando o valor que você deve ter disponível para manter a sua operação funcionando regularmente.

Criando uma rotina de acompanhamento das principais métricas financeiras do seu negócio, será possível encontrar oportunidades de redução de gastos e planejar estratégias para o crescimento do e-commerce.

5. Desenvolva uma estratégia de marketing e vendas

Aumentar a presença online da marca é um objetivo de qualquer e-commerce que queira atrair mais consumidores e alavancar suas vendas. O Marketing Digital, nesse sentido, é uma importante estratégia para construir a sua relevância digital e expandir o negócio.

Mapeie a jornada de compra do seu consumidor, entendendo todas as etapas pela qual o cliente passa até decidir fazer um pedido na sua loja.

Isso dará um direcionamento para você criar estratégias específicas para o consumidor que está em cada etapa da jornada, seja na descoberta do problema, na consideração da solução ou na decisão de compra.

A partir dessas definições, você poderá planejar e segmentar com mais assertividade as suas ações de marketing, com anúncios pagos no Facebook Ads, posts em redes sociais ou campanhas de e-mail marketing, por exemplo.

Lembrando que você deve sempre acompanhar os indicadores de desempenho para identificar os canais que estão trazendo os melhores resultados e aqueles que não estão performando tão bem, fazendo otimizações na sua estratégia.

6. Conte com o apoio da tecnologia

Existem diversas tecnologias que podem ajudar a administrar uma loja virtual, automatizando e integrando processos da operação. Busque as soluções disponíveis no mercado e encontre as que fazem mais sentido para a realidade do seu negócio.

Alguns exemplos de sistemas bastante utilizados para a gestão de e-commerce são:

  • Plataforma de e-commerce: oferece toda a infraestrutura necessária para criar e gerenciar os processos de rotina de uma loja virtual, como cadastro de produtos e gestão de preços;
  • ERP (Enterprise Resource Planning): sistema de gestão empresarial que permite administrar e integrar diferentes processos de um negócio, como logística, marketing e financeiro;
  • Ferramentas de automação de marketing: softwares que automatizam atividades de marketing, como disparo de campanhas de e-mail marketing para listas segmentadas de contatos;
  • Meios de pagamento: soluções que permitem que um e-commerce aceite pagamentos online, processando os dados das compras virtuais e contribuindo para a gestão e as conversões da loja.

O Pagar.me, por exemplo, é um meio de pagamento completo para negócios que querem vender online com segurança e eficiência, oferecendo features voltadas para otimizar a gestão de lojas virtuais, como conciliação facilitada e gestão de vendas.

Se você quer saber mais sobre as nossas funcionalidades, leia nosso conteúdo Como o Pagar.me pode ajudar com a gestão do seu e-commerce? ou entre em contato conosco!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

18, junho, 2021

Como usar recursos visuais para aumentar as vendas no seu e-commerce

Quer cativar os clientes da sua loja virtual? Descubra neste artigo como usar recursos visuais para isso, melhorando a apresentação dos seus produtos!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

17, junho, 2021

Layout de loja virtual: 9 dicas para otimizar o seu site

Confira as melhores práticas para otimizar um layout de loja virtual, facilitando a navegação do usuário e aumentando as conversões.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

16, junho, 2021

Estoque parado: como evitar e resolver esse problema?

O estoque parado é um problema que pode impactar a saúde financeira e o crescimento de um comércio. Descubra o que fazer para evitar e solucionar essa situação!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo