Pagamento digital: o que é e quais são as principais soluções?

E-commerce

18 de abril de 2022

As compras online já se tornaram um hábito consolidado no varejo brasileiro. De acordo com a NielsenIQ Ebit, o e-commerce faturou R$ 182,7 bilhões em 2021, atingindo um total de 87,7 milhões de consumidores.

Para garantir a facilidade e a segurança das transações nesse ambiente online, os meios de pagamento digital têm evoluído continuamente para atender pequenos e grandes empreendimentos.

Atualmente, existem diferentes tecnologias para viabilizar o pagamento digital no e-commerce. Dessa forma, é essencial entender como funciona esse tipo de transação e como escolher a melhor solução para o seu negócio.

A seguir, você vai descobrir o que é pagamento digital e quais são as principais plataformas que podem ser utilizadas. Continue lendo!

O que é pagamento digital?

Pagamento digital é toda transação que é realizada de maneira totalmente online, por meio de troca de dados. Ao contrário dos pagamentos físicos, não há a necessidade de um elemento físico como uma maquininha de cartão ou dinheiro em espécie.

Os métodos utilizados pelos clientes para finalizar a compra, como cartão de crédito e boleto bancário, são as chamadas formas de pagamento online.

Já os meios de pagamento digital são as soluções utilizadas para viabilizar as transações no ambiente virtual, seja em sites ou aplicativos, por exemplo.

A principal vantagem do pagamento online é a agilidade e praticidade que ele proporciona para a experiência de compra do consumidor, contribuindo também para as vendas do negócio.

Como funciona um pagamento digital?

Para entender o funcionamento de um pagamento digital, é importante conhecer os diferentes atores que participam do fluxo de uma transação online por cartão — que é a principal modalidade de pagamento online atualmente. Os players envolvidos são:

  • Emissores de cartão: instituições que habilitam e emitem cartões para os usuários, concedendo crédito e cobrando o pagamento de faturas e taxas de juros. Podem ser bancos, redes de lojas e companhias aéreas, por exemplo;
  • Adquirentes: responsáveis por habilitar os comerciantes a receberem pagamentos por cartão de crédito e débito. Elas se comunicam com as bandeiras e os emissores para fazer o processamento e a liquidação das transações;
  • Bandeira de cartão: empresas responsáveis pela definição das regras do mercado de cartões e pela comunicação entre a adquirente e a instituição emissora, para a validação das transações;
  • Meio de pagamento digital: apesar de ser possível contratar diretamente uma adquirente para aceitar pagamentos online por cartão, o ideal é contar com uma solução que faça a mediação com a adquirente — falaremos sobre cada uma delas mais adiante.

Quais são as formas de pagamento digital mais utilizadas?

Segundo um estudo da AlliN em parceria com a Social Miner, as formas de pagamento digital mais utilizadas pelos consumidores em 2021 foram cartão de crédito parcelado (61%), cartão de crédito à vista (38%), Pix (33%) e boleto (23%).

No entanto, também existem outras modalidades de pagamento que têm sido adotadas para compras online, como vale-alimentação e carteiras digitais.

Cartão de crédito

O cartão de crédito é a forma de pagamento mais utilizada no e-commerce, sendo um dos métodos mais práticos para oferecer para os consumidores.

Um ponto muito atrativo dessa modalidade é a possibilidade de parcelamento, com ou sem juros, o que contribui para a venda de produtos mais caros.

O cartão de crédito também é muito utilizado para pagamentos recorrentes, com a realização de cobranças automáticas, no caso de clubes de assinatura, por exemplo.

Mais recentemente, muitos e-commerces também têm oferecido cashback para compras por cartão de crédito, tornando essa forma de pagamento ainda mais atrativa para os clientes.

Boleto bancário

O pagamento por boleto é considerado o mais acessível no meio digital. Afinal, ele pode ser utilizado por qualquer pessoa, inclusive quem não tem uma conta bancária ou um cartão de crédito, atendendo a população desbancarizada do país.

Como se trata de um método à vista e de rápido recebimento, muitos e-commerces aproveitam para oferecer descontos para as compras realizadas nessa modalidade.

Por outro lado, a desvantagem é que a compensação do pagamento por boleto bancário demora um tempo maior do que outros métodos, como cartão de crédito e Pix.

Isso faz com que o tempo de espera para enviar o pedido para o comprador seja maior. Além disso, há a possibilidade do consumidor não fazer o pagamento do boleto e acabar travando o estoque do lojista.

Pix

Criado em 2020 pelo Banco Central, o Pix é um sistema de pagamento instantâneo que tem sido cada vez mais utilizado no e-commerce brasileiro.

Uma das principais vantagens desse pagamento digital é que ele é identificado imediatamente, oferecendo maior capital de giro para o negócio e agilizando a entrega do pedido para o consumidor.

O Pix também costuma apresentar taxas mais baixas para o empreendedor do que o cartão de crédito e o boleto, sendo possível oferecer promoções atrativas para os clientes que optarem por essa opção de pagamento.

Leia também: Como receber pelo Pix no seu negócio?

Carteiras digitais

As carteiras digitais, também chamadas de digital wallets, são outro método de pagamento que proporciona agilidade e simplicidade para as transações digitais.

O consumidor só precisa cadastrar seus cartões de crédito ou depositar uma quantia na carteira.

Então, pode fazer compras no e-commerce sem precisar compartilhar diretamente os seus dados — basta autenticar a sua identidade e confirmar a operação. Isso oferece mais segurança e praticidade para o cliente.

Voucher online

O aumento da prática de home office nas empresas levou à demanda pelo uso de vouchers, como vale-refeição, vale-alimentação e outros cartões de benefício, no e-commerce.

Com isso, essa se tornou outra relevante forma de pagamento digital, principalmente para a compra de refeições e mercados em sites e aplicativos de delivery.

Quais são os meios de pagamento digital disponíveis?

Os meios de pagamento digital são as tecnologias utilizadas para realizar transações online. Para escolher a melhor solução, é preciso entender as particularidades e diferenças de cada uma, assim como as necessidades do seu negócio e dos seus consumidores.

Subadquirente

A subadquirente é uma solução que faz a intermediação entre clientes, lojistas e adquirentes, operando os fluxos de informação e de dinheiro das transações por cartão.

Com isso, a subadquirente centraliza em uma única solução todos os serviços necessários para receber pagamentos digitais, como adquirente e antifraude, não sendo necessário contratá-los à parte.

A implementação dessa tecnologia é realizada por meio de uma integração direta, chamada de plug-and-play. Ou seja, basta conectar o seu e-commerce à subadquirente e começar a receber pagamentos online.

A cobrança geralmente é feita com um percentual sobre o valor transacionado. Dessa forma, trata-se de uma opção muito utilizada por pequenos e médios empreendimentos.

Gateway de pagamento

O gateway de pagamento é uma tecnologia que faz uma ponte entre o consumidor final, o lojista e a adquirente. Com isso, ele processa as informações das transações, mas, ao contrário da subadquirente, não participa do fluxo de dinheiro.

Essa solução apresenta um alto nível de personalização, podendo se conectar a múltiplas adquirentes, além de boleto, vouchers e outras soluções agregadas para elevar os índices de conversão do e-commerce.

A cobrança do gateway costuma ser realizada por volume transacionado, mais um custo de implementação e um piso mínimo mensal.

A implementação da tecnologia também exige um time de profissionais especializados em programação. Sendo assim, é um meio de pagamento digital recomendado para empresas mais robustas.

Provedor de Serviços de Pagamento (PSP)

O PSP é uma tecnologia que combina a simplicidade operacional de uma subadquirente com os altos percentuais de conversão e a robustez de um gateway de pagamento.

Dessa forma, além de processar transações por cartão de crédito, o PSP também oferece outras soluções agregadas, como pagamentos em boleto, Pix e antifraude, para o e-commerce.

A implementação é realizada por meio de uma integração plug-and-play. Além disso, são incluídas funcionalidades que visam aumentar as vendas da empresa, como link de pagamento, compra com um clique e retentativa de pagamento.

Em relação à cobrança, geralmente há uma taxa fixa mais uma porcentagem do valor final da venda.

Como escolher a melhor solução de pagamento digital?

Para identificar o meio de pagamento digital mais adequado para o seu e-commerce, é importante considerar alguns pontos essenciais:

  • Formas de pagamento: é fundamental aceitar as modalidades de pagamento preferidas dos seus consumidores, para evitar abandonos de carrinho e garantir as suas conversões;
  • Segurança de dados: as transações digitais são mais arriscadas que no mundo físico. Por isso, priorize uma tecnologia que tenha um antifraude integrado e certificações de segurança que garantem a criptografia dos dados no servidor, como o PCI-DSS;
  • Funcionalidades para conversão: recursos como checkout transparente, link de pagamento, retentativa inteligente e compra com um clique são essenciais para aumentar os seus índices de conversão;
  • Estabilidade da tecnologia: uma solução instável pode fazer você perder vendas. Portanto, verifique o histórico de estabilidade das suas opções de meios de pagamento, buscando aquelas que tenham capacidade de processar um grande volume de transações;
  • Atendimento: levando em conta que o mercado de pagamentos online é bastante técnico, procure uma solução que ofereça um atendimento humano e ágil para tirar suas dúvidas e resolver eventuais problemas.

Pagar.me: a melhor opção para o seu negócio!

Se você está procurando a melhor solução de pagamentos para o seu e-commerce, o Pagar.me é uma infraestrutura completa de serviços financeiros digitais.

Além de sermos o PSP pioneiro no Brasil, oferecemos uma tecnologia robusta de gateway de pagamento, para atender a todos os tamanhos de empreendimentos digitais. Tudo isso com segurança, estabilidade e simplicidade!

Oferecemos as seguintes vantagens para o seu negócio:

  • Tecnologia de ponta e que registrou 100% de estabilidade nas últimas três edições da Black Friday;
  • Pagamentos por cartão de crédito, boleto bancário, Pix, voucher online e carteira digital;
  • Integração direta com as principais plataformas de e-commerce do mercado e documentação completa para integração via API;
  • Link de pagamento para você enviar um checkout personalizado direto para os seus clientes finalizarem o pedido;
  • Checkout transparente, retentativa de pagamento, compra com um clique, multimeios de pagamento, card updater e outras funcionalidades para aumentar as suas conversões;
  • Sistema antifraude integrado e certificação PCI DSS;
  • Atendimento 100% humano e realizado por um time especializado no mercado de pagamentos e e-commerce.

E aí, ficou com alguma dúvida sobre pagamento digital? Se você quer saber mais sobre esse tema e sobre as soluções do Pagar.me, entre em contato ou cadastre-se já para começar a vender com a gente!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

25, maio, 2022

10 ideias de ações para vender no Dia dos Namorados 2022

A data mais romântica do ano é uma excelente oportunidade para aquecer suas vendas. Confira as melhores ideias para vender no Dia dos Namorados 2022!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

24, maio, 2022

GMV: o que é e como acompanhar essa métrica?

GMV é uma sigla para Gross Merchandise Volume, ou Volume Bruto de Mercadoria, em português. Entenda como analisar esse indicador!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

23, maio, 2022

O que é giro de estoque e como calcular esse indicador?

Explicamos o que é giro de estoque e como calcular essa métrica para você controlar de perto a rotatividade de mercadorias no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Pagamento digital: o que é e quais são as principais soluções?

E-commerce

18 de abril de 2022

As compras online já se tornaram um hábito consolidado no varejo brasileiro. De acordo com a NielsenIQ Ebit, o e-commerce faturou R$ 182,7 bilhões em 2021, atingindo um total de 87,7 milhões de consumidores.

Para garantir a facilidade e a segurança das transações nesse ambiente online, os meios de pagamento digital têm evoluído continuamente para atender pequenos e grandes empreendimentos.

Atualmente, existem diferentes tecnologias para viabilizar o pagamento digital no e-commerce. Dessa forma, é essencial entender como funciona esse tipo de transação e como escolher a melhor solução para o seu negócio.

A seguir, você vai descobrir o que é pagamento digital e quais são as principais plataformas que podem ser utilizadas. Continue lendo!

O que é pagamento digital?

Pagamento digital é toda transação que é realizada de maneira totalmente online, por meio de troca de dados. Ao contrário dos pagamentos físicos, não há a necessidade de um elemento físico como uma maquininha de cartão ou dinheiro em espécie.

Os métodos utilizados pelos clientes para finalizar a compra, como cartão de crédito e boleto bancário, são as chamadas formas de pagamento online.

Já os meios de pagamento digital são as soluções utilizadas para viabilizar as transações no ambiente virtual, seja em sites ou aplicativos, por exemplo.

A principal vantagem do pagamento online é a agilidade e praticidade que ele proporciona para a experiência de compra do consumidor, contribuindo também para as vendas do negócio.

Como funciona um pagamento digital?

Para entender o funcionamento de um pagamento digital, é importante conhecer os diferentes atores que participam do fluxo de uma transação online por cartão — que é a principal modalidade de pagamento online atualmente. Os players envolvidos são:

  • Emissores de cartão: instituições que habilitam e emitem cartões para os usuários, concedendo crédito e cobrando o pagamento de faturas e taxas de juros. Podem ser bancos, redes de lojas e companhias aéreas, por exemplo;
  • Adquirentes: responsáveis por habilitar os comerciantes a receberem pagamentos por cartão de crédito e débito. Elas se comunicam com as bandeiras e os emissores para fazer o processamento e a liquidação das transações;
  • Bandeira de cartão: empresas responsáveis pela definição das regras do mercado de cartões e pela comunicação entre a adquirente e a instituição emissora, para a validação das transações;
  • Meio de pagamento digital: apesar de ser possível contratar diretamente uma adquirente para aceitar pagamentos online por cartão, o ideal é contar com uma solução que faça a mediação com a adquirente — falaremos sobre cada uma delas mais adiante.

Quais são as formas de pagamento digital mais utilizadas?

Segundo um estudo da AlliN em parceria com a Social Miner, as formas de pagamento digital mais utilizadas pelos consumidores em 2021 foram cartão de crédito parcelado (61%), cartão de crédito à vista (38%), Pix (33%) e boleto (23%).

No entanto, também existem outras modalidades de pagamento que têm sido adotadas para compras online, como vale-alimentação e carteiras digitais.

Cartão de crédito

O cartão de crédito é a forma de pagamento mais utilizada no e-commerce, sendo um dos métodos mais práticos para oferecer para os consumidores.

Um ponto muito atrativo dessa modalidade é a possibilidade de parcelamento, com ou sem juros, o que contribui para a venda de produtos mais caros.

O cartão de crédito também é muito utilizado para pagamentos recorrentes, com a realização de cobranças automáticas, no caso de clubes de assinatura, por exemplo.

Mais recentemente, muitos e-commerces também têm oferecido cashback para compras por cartão de crédito, tornando essa forma de pagamento ainda mais atrativa para os clientes.

Boleto bancário

O pagamento por boleto é considerado o mais acessível no meio digital. Afinal, ele pode ser utilizado por qualquer pessoa, inclusive quem não tem uma conta bancária ou um cartão de crédito, atendendo a população desbancarizada do país.

Como se trata de um método à vista e de rápido recebimento, muitos e-commerces aproveitam para oferecer descontos para as compras realizadas nessa modalidade.

Por outro lado, a desvantagem é que a compensação do pagamento por boleto bancário demora um tempo maior do que outros métodos, como cartão de crédito e Pix.

Isso faz com que o tempo de espera para enviar o pedido para o comprador seja maior. Além disso, há a possibilidade do consumidor não fazer o pagamento do boleto e acabar travando o estoque do lojista.

Pix

Criado em 2020 pelo Banco Central, o Pix é um sistema de pagamento instantâneo que tem sido cada vez mais utilizado no e-commerce brasileiro.

Uma das principais vantagens desse pagamento digital é que ele é identificado imediatamente, oferecendo maior capital de giro para o negócio e agilizando a entrega do pedido para o consumidor.

O Pix também costuma apresentar taxas mais baixas para o empreendedor do que o cartão de crédito e o boleto, sendo possível oferecer promoções atrativas para os clientes que optarem por essa opção de pagamento.

Leia também: Como receber pelo Pix no seu negócio?

Carteiras digitais

As carteiras digitais, também chamadas de digital wallets, são outro método de pagamento que proporciona agilidade e simplicidade para as transações digitais.

O consumidor só precisa cadastrar seus cartões de crédito ou depositar uma quantia na carteira.

Então, pode fazer compras no e-commerce sem precisar compartilhar diretamente os seus dados — basta autenticar a sua identidade e confirmar a operação. Isso oferece mais segurança e praticidade para o cliente.

Voucher online

O aumento da prática de home office nas empresas levou à demanda pelo uso de vouchers, como vale-refeição, vale-alimentação e outros cartões de benefício, no e-commerce.

Com isso, essa se tornou outra relevante forma de pagamento digital, principalmente para a compra de refeições e mercados em sites e aplicativos de delivery.

Quais são os meios de pagamento digital disponíveis?

Os meios de pagamento digital são as tecnologias utilizadas para realizar transações online. Para escolher a melhor solução, é preciso entender as particularidades e diferenças de cada uma, assim como as necessidades do seu negócio e dos seus consumidores.

Subadquirente

A subadquirente é uma solução que faz a intermediação entre clientes, lojistas e adquirentes, operando os fluxos de informação e de dinheiro das transações por cartão.

Com isso, a subadquirente centraliza em uma única solução todos os serviços necessários para receber pagamentos digitais, como adquirente e antifraude, não sendo necessário contratá-los à parte.

A implementação dessa tecnologia é realizada por meio de uma integração direta, chamada de plug-and-play. Ou seja, basta conectar o seu e-commerce à subadquirente e começar a receber pagamentos online.

A cobrança geralmente é feita com um percentual sobre o valor transacionado. Dessa forma, trata-se de uma opção muito utilizada por pequenos e médios empreendimentos.

Gateway de pagamento

O gateway de pagamento é uma tecnologia que faz uma ponte entre o consumidor final, o lojista e a adquirente. Com isso, ele processa as informações das transações, mas, ao contrário da subadquirente, não participa do fluxo de dinheiro.

Essa solução apresenta um alto nível de personalização, podendo se conectar a múltiplas adquirentes, além de boleto, vouchers e outras soluções agregadas para elevar os índices de conversão do e-commerce.

A cobrança do gateway costuma ser realizada por volume transacionado, mais um custo de implementação e um piso mínimo mensal.

A implementação da tecnologia também exige um time de profissionais especializados em programação. Sendo assim, é um meio de pagamento digital recomendado para empresas mais robustas.

Provedor de Serviços de Pagamento (PSP)

O PSP é uma tecnologia que combina a simplicidade operacional de uma subadquirente com os altos percentuais de conversão e a robustez de um gateway de pagamento.

Dessa forma, além de processar transações por cartão de crédito, o PSP também oferece outras soluções agregadas, como pagamentos em boleto, Pix e antifraude, para o e-commerce.

A implementação é realizada por meio de uma integração plug-and-play. Além disso, são incluídas funcionalidades que visam aumentar as vendas da empresa, como link de pagamento, compra com um clique e retentativa de pagamento.

Em relação à cobrança, geralmente há uma taxa fixa mais uma porcentagem do valor final da venda.

Como escolher a melhor solução de pagamento digital?

Para identificar o meio de pagamento digital mais adequado para o seu e-commerce, é importante considerar alguns pontos essenciais:

  • Formas de pagamento: é fundamental aceitar as modalidades de pagamento preferidas dos seus consumidores, para evitar abandonos de carrinho e garantir as suas conversões;
  • Segurança de dados: as transações digitais são mais arriscadas que no mundo físico. Por isso, priorize uma tecnologia que tenha um antifraude integrado e certificações de segurança que garantem a criptografia dos dados no servidor, como o PCI-DSS;
  • Funcionalidades para conversão: recursos como checkout transparente, link de pagamento, retentativa inteligente e compra com um clique são essenciais para aumentar os seus índices de conversão;
  • Estabilidade da tecnologia: uma solução instável pode fazer você perder vendas. Portanto, verifique o histórico de estabilidade das suas opções de meios de pagamento, buscando aquelas que tenham capacidade de processar um grande volume de transações;
  • Atendimento: levando em conta que o mercado de pagamentos online é bastante técnico, procure uma solução que ofereça um atendimento humano e ágil para tirar suas dúvidas e resolver eventuais problemas.

Pagar.me: a melhor opção para o seu negócio!

Se você está procurando a melhor solução de pagamentos para o seu e-commerce, o Pagar.me é uma infraestrutura completa de serviços financeiros digitais.

Além de sermos o PSP pioneiro no Brasil, oferecemos uma tecnologia robusta de gateway de pagamento, para atender a todos os tamanhos de empreendimentos digitais. Tudo isso com segurança, estabilidade e simplicidade!

Oferecemos as seguintes vantagens para o seu negócio:

  • Tecnologia de ponta e que registrou 100% de estabilidade nas últimas três edições da Black Friday;
  • Pagamentos por cartão de crédito, boleto bancário, Pix, voucher online e carteira digital;
  • Integração direta com as principais plataformas de e-commerce do mercado e documentação completa para integração via API;
  • Link de pagamento para você enviar um checkout personalizado direto para os seus clientes finalizarem o pedido;
  • Checkout transparente, retentativa de pagamento, compra com um clique, multimeios de pagamento, card updater e outras funcionalidades para aumentar as suas conversões;
  • Sistema antifraude integrado e certificação PCI DSS;
  • Atendimento 100% humano e realizado por um time especializado no mercado de pagamentos e e-commerce.

E aí, ficou com alguma dúvida sobre pagamento digital? Se você quer saber mais sobre esse tema e sobre as soluções do Pagar.me, entre em contato ou cadastre-se já para começar a vender com a gente!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

25, maio, 2022

10 ideias de ações para vender no Dia dos Namorados 2022

A data mais romântica do ano é uma excelente oportunidade para aquecer suas vendas. Confira as melhores ideias para vender no Dia dos Namorados 2022!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

24, maio, 2022

GMV: o que é e como acompanhar essa métrica?

GMV é uma sigla para Gross Merchandise Volume, ou Volume Bruto de Mercadoria, em português. Entenda como analisar esse indicador!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

23, maio, 2022

O que é giro de estoque e como calcular esse indicador?

Explicamos o que é giro de estoque e como calcular essa métrica para você controlar de perto a rotatividade de mercadorias no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo