Formas de pagamento online: conheça as principais para oferecer na sua loja virtual

E-commerce

15 de abril de 2021 (atualizado em 13 de outubro de 2021)

Ano após ano, podemos perceber o quanto as formas de pagamento online têm evoluído. E, para quem vende na internet, é essencial disponibilizar os principais métodos para os seus clientes, de acordo com as tendências de mercado e as preferências dos consumidores.

A pesquisa E-commerce Trends aponta que 35,7% dos brasileiros já desistiram de uma compra porque a loja virtual não oferecia a opção de pagamento desejada.

Já segundo dados do Moonsend, a frustração de não encontrar as formas de pagamento favoritas na hora de pagar soma 8% ao share de carrinhos abandonados no e-commerce mundial.

Esses números mostram a importância da diversificação dos modos de pagamento para suas vendas.

Para te ajudar a fazer as melhores escolhas para o seu negócio, vamos explicar a importância de oferecer diversas opções para o cliente pagar e mostrar as principais formas de pagamento online disponíveis. Continue a leitura!

Formas de pagamento: por que é importante variá-las no e-commerce?

Comprar online é um hábito de consumo que veio para ficar: 75% dos consumidores afirmam que, depois que a pandemia da Covid-19 acabar, pretendem manter a atual frequência de compras pela internet. O dado é de um levantamento feito pelo UOL.

Com mais pessoas comprando no e-commerce, é fundamental que os lojistas ofereçam diferentes métodos de pagamento, a fim de aumentar a carteira de clientes em um cenário tão aquecido.

Afinal, não são todas as pessoas que utilizam a mesma forma de pagamento online. Cada consumidor tem sua preferência e, também, inseguranças acerca de algumas modalidades.

O cartão de crédito, por exemplo, é campeão em usos nas lojas físicas e online, conquistando a preferência de 40% e 58% dos consumidores nos respectivos ambientes, segundo uma pesquisa da Opinion Box.

Por outro lado, ainda são muitas as pessoas que preferem não usar o cartão de crédito para comprar, principalmente no e-commerce, com receio de fraudes, por exemplo: 54% dos consumidores têm medo de ter o cartão clonado ao fazer compras online, de acordo com o estudo da Psafe. Assim, muitos optam por pagar pelas compras usando boleto bancário.

Por outro lado, há aqueles, também, que preferem pagar à vista, evitando o endividamento com faturas: em uma pesquisa do SPC Brasil/CNDL de 2020, 67% dos brasileiros inadimplentes estavam endividados por causa do cartão de crédito. Sendo assim, o Pix e o cartão de débito também são opções interessantes para conquistar essa fatia de consumidores.

Quais são as principais formas de pagamento online?

Com os dados apresentados, fica claro que, para conquistar e fidelizar diferentes perfis de clientes, é fundamental investir em diferentes formas de pagamento online. As opções, você confere a seguir!

Cartão de crédito

O cartão de crédito é o método de pagamento mais utilizado pelos consumidores do varejo online.

De acordo com o panorama da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), nas compras feitas pelo computador, a opção de cartão de crédito parcelado é a mais usada pelos brasileiros (48%), seguida de crédito à vista (24%).

Nas compras feitas via smartphone, os números seguem a mesma tendência: cartão de crédito parcelado (41%) e cartão de crédito à vista (28%) são as formas de pagamento mais utilizadas pelos clientes.

Como podemos perceber, o cartão de crédito conquistou de vez os consumidores pela sua praticidade e pela possibilidade de parcelamento — muitas vezes, sem juros —, o que é vantajoso principalmente para produtos de valores mais altos.

Além disso, o parcelamento é um forte aliado para garantir o poder de compra em meses em que o cliente não está com as finanças tranquilas. 8% dos participantes da pesquisa do Opinion Box alegam que só costumam parcelar compras no cartão quando estão “apertados financeiramente.”

Dessa forma, o cartão de crédito também traz vantagens para os lojistas. Afinal, ao oferecer mais comodidade no pagamento para seus clientes, você também impulsiona as vendas do seu negócio.

Para atender à demanda de diferentes consumidores, porém, é importante escolher uma solução de pagamentos que aceite as principais bandeiras de cartão de crédito do mercado.

Além disso, é essencial contar com uma tecnologia segura para intermediar suas transações. Assim, você evita casos de fraudes e chargebacks — quando o consumidor não reconhece uma compra e faz a contestação ao banco.

Boleto bancário

O boleto bancário é a segunda forma de pagamento mais utilizada para compras online, após o cartão de crédito — segundo o panorama da SBVC, ele é utilizado por 17% dos consumidores em compras por computador e 15%, pelo smartphone.

Trata-se de uma opção simples e acessível, que pode ser utilizada por qualquer consumidor, inclusive aqueles que não têm uma conta bancária nem um cartão de crédito.

E para quem prefere poupar para comprar itens de alto valor, ao invés de parcelar no cartão de crédito, o boleto bancário é uma forma de pagamento interessante, uma vez que não gera dívidas a médio e longo prazo, nem tarifas e encargos.

Além disso, por ser um modo de pagamento à vista, ou seja, com a comodidade de recebimento rápido, muitos e-commerces oferecem descontos nessa modalidade para cativar os clientes e fomentar o uso desse método.

Entretanto, os lojistas devem ter cautela na disponibilização do boleto bancário em determinadas épocas do ano, como no Dia das Mães e na Black Friday.

Isso porque esses períodos são de vendas elevadas, mas nem sempre um pedido com boleto é, de fato, transformado em venda.

Disponibilizar vários itens do seu estoque para pagamento com boleto pode fazer com que você reserve os produtos e, após três dias de compensação, o boleto seja cancelado por falta de pagamento. Ou seja: a venda foi perdida e poderia ter sido garantida por outro método com liquidação mais rápida.

Uma prática semelhante é o sequestro de estoque, ação de má-fé praticada por lojistas que visam prejudicar as vendas das empresas concorrentes, durante épocas de grande sazonalidade.

Na prática, esses varejistas fazem pedidos com um grande número de produtos, via boleto bancário, no e-commerce rival.

Como essa forma de pagamento tem um prazo de vencimento, geralmente, de até três dias úteis, eles deixam de pagar o documento e, assim, prendem o estoque do concorrente, muitas vezes até mesmo tirando suas promoções de atividade durante um evento.

Cartão de débito

O cartão de débito está no top três de formas de pagamento mais usadas pelos brasileiros, com 66% de adesão na pesquisa do Opinion Box, sendo que seu uso é mais expressivo no comércio físico.

No entanto, essa modalidade, hoje, já apresenta vantagens para consumidor e lojista digital, embora ainda seja pouco adotado no e-commerce. No último ano, inclusive, passou a ser incorporado pelos principais aplicativos de delivery e de transporte no Brasil, como iFood e Uber.

Com o uso do débito, o consumidor tem controle maior dos seus gastos, visto que suas compras são debitadas imediatamente em sua conta, evitando o “fator surpresa” da fatura do cartão de crédito no fim do mês.

Com essa modalidade, o comerciante recebe o pagamento pelas compras imediatamente, sem precisar aguardar os 30 dias que as adquirentes levam para repassar o dinheiro (isso sem a antecipação de recebíveis).

Em relação ao boleto, as transações com débito também saem na frente: com boletos, o processo ainda é mais demorado do que o débito e gera uma falsa demanda de venda para o lojista, quando o cliente realiza a compra, emite o boleto e não efetua o pagamento.

A pouca utilização do cartão de débito como forma de pagamento online se dava muito em função da falta de sensação de segurança transmitida ao consumidor e pelo processo ser longo, causando um percentual muito grande de abandono.

A inserção de dados, como números de agência, conta, senha do cartão, senha da internet, código de verificação e muitos outros era desgastante para os usuários.

O gateway de pagamento do Pagar.me, entretanto, oferece ao lojista a possibilidade de oferecer o cartão de débito por meio de uma tecnologia que envolve o mínimo possível de interação com o consumidor final, se assemelhando à experiência de compra com cartão de crédito.

Além disso, há modalidades com recurso de autenticação de dois fatores, garantindo mais segurança na transação!

Pix

Além das formas de pagamento tradicionais mais utilizadas pelos consumidores, é preciso preparar o seu e-commerce para acompanhar as tendências do setor. Nesse sentido, o assunto do momento é o Pix, o pagamento instantâneo criado pelo Banco Central.

Com o Pix, é possível transferir valores entre contas em poucos segundos, a qualquer horário e dia, inclusive em finais de semana e feriados.

Desse modo, você recebe o pagamento assim que seu cliente efetua a compra, oferecendo maior capital de giro para o seu negócio e mais agilidade para a entrega dos produtos.

Essas facilidades têm conquistado a preferência dos brasileiros. Em setembro de 2021, com dez meses de uso no país, já registra-se mais de 102 milhões de usuários cadastrados com Pix e 7,1 milhões de empresas, segundo dados do Banco Central.

Voltando à pesquisa do Opinion Box, o fato do dinheiro “cair na mesma hora” motivou 69% dos consumidores a usarem o Pix, e a tecnologia já é usada por 18% dos entrevistados para o pagamento de compras online.

Recentemente, o BC também divulgou outra marca do Pix: o recorde de 40 milhões de transações em um único dia. Foi em 6 de agosto, a sexta-feira que antecedeu o Dia dos Pais.

Sendo assim, este é um comportamento que demonstra o apelo dessa forma de pagamento online, sobretudo em sazonalidades aquecidas no e-commerce, como Dia das Mães, Dia dos Pais, Black Friday e Natal.

Voucher online

Em um país onde mais de 20 milhões de trabalhadores são beneficiados com vale-alimentação e vale-refeição, os e-commerces do setor de Alimentos e Bebidas devem buscar aproveitar este ativo.

Como herança do cenário pandêmico, os hábitos de consumo diários foram transportados para o digital, como os pedidos de almoço e até mesmo as compras de supermercado feitas por sites e aplicativos.

Uma pesquisa realizada pela Brasil Supermercados Online prevê que, até 2023, o Brasil chegará a movimentar cerca de R$ 48,65 bilhões no segmento de Alimentos e Bebidas no comércio digital.

Sendo assim, tickets como VR, Sodexo e Alelo vêm sendo cada vez mais requisitados pelos clientes que contam com esse benefício que é um verdadeiro complemento à renda familiar.

O voucher online, oferecido por um intermediador de pagamento, pode aumentar as conversões do seu negócio e fidelizar consumidores, que agora não ficam restritos às “maquininhas” para pagar pelas compras usando os vales.

De janeiro de 2020 a março de 2021 (cenário de intenso isolamento social em virtude da pandemia da Covid-19), a utilização de voucher online cresceu 6498% nas transações realizadas no Brasil com o gateway do Pagar.me.

Mas não se decepcione caso seu e-commerce não seja do setor de Alimentos e Bebidas: quando falamos de voucher online, também são englobadas outras modalidades do benefício.

Atualmente, também encontram-se no mercado cartões presente, combustível, vale-cultura, dentre outros. Basta escolher a integração que faz mais sentido para o seu negócio!

Agora que você já conhece as principais formas de pagamento online para oferecer na sua loja virtual, é hora de encontrar uma solução que contemple todas essas opções.

O Pagar.me é um meio de pagamento completo e seguro para você vender online via cartão de crédito, boleto bancário e Pix, além de voucher online e cartão de débito por meio da nossa operação de gateway.

Com a nossa tecnologia, você aceita as principais bandeiras do mercado e ainda pode contar com um antifraude integrado, que utiliza inteligência artificial para analisar o comportamento das transações, identificando e bloqueando tentativas de fraudes.

Quer saber mais sobre o Pagar.me? Clique no banner abaixo e entre em contato conosco!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

25, novembro, 2021

Como aumentar o ticket médio? 8 técnicas para seu negócio

Descobrir como aumentar o ticket médio pode ser um grande desafio. Confira as estratégias que separamos para o seu negócio!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

23, novembro, 2021

Como atrair clientes no Instagram: 9 estratégias para sua loja

Listamos as melhores estratégias para você atrair clientes no Instagram e criar novas oportunidades de venda para sua loja.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

22, novembro, 2021

Economia circular: o que é e qual a sua importância para o e-commerce?

A produção e o consumo desenfreado já não são mais viáveis na sociedade atual. Descubra o que é a economia circular e como aplicá-la no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo