Taxa de recompra: 6 ações para aumentar a do seu e-commerce

E-commerce

2 de dezembro de 2021

Assim como é importante gerar tráfego e atrair novos consumidores para uma loja virtual, também é fundamental fidelizar esses clientes e, com isso, aumentar a taxa de recompra do e-commerce.

O valor de um cliente fiel equivale ao de 22 consumidores comuns — é o que mostra uma pesquisa da Upside. Isso se deve ao fato de que é muito mais fácil e barato convencer compradores já existentes, em comparação com um novo usuário, a comprar com você.

Afinal, são clientes que já passaram por toda a jornada de compra e confiam na sua marca, tendo muito mais chances de fazer novos pedidos e, assim, gerar mais receita para a sua empresa.

Outra vantagem é que, em geral, você também já tem uma base de dados maior sobre esses consumidores. Dessa forma, pode realizar ações mais personalizadas e assertivas para levá-los a novas conversões e, até mesmo, aumentar o ticket médio dos seus pedidos.

Se você quer saber como aumentar a sua taxa de recompra, é só continuar conosco que vamos apresentar as principais estratégias para o seu e-commerce!

O que é e como calcular a taxa de recompra?

A taxa de recompra nada mais é do que a porcentagem de compras feitas por clientes já existentes em relação ao total de vendas do e-commerce em um determinado período de tempo.

Vamos supor que o seu negócio teve um total de 200 vendas no mês de janeiro. Se, desses 200 pedidos, 10 foram realizados por clientes que já fizeram alguma compra anteriormente na loja, a sua taxa de recompra no período foi de 5%.

Como aumentar a taxa de recompra do seu e-commerce?

Agora que você sabe como calcular a taxa de recompra, é hora de colocar a mão na massa e conhecer estratégias para otimizar essa métrica do seu e-commerce.

1. Faça a segmentação dos seus clientes

O primeiro passo para aumentar a taxa de recompra é aproveitar a sua base de dados para segmentar os seus clientes de acordo com os seus interesses e comportamentos de compra.

Você pode considerar diferentes variáveis para fazer essa segmentação, como produtos adquiridos, histórico de navegação, ticket médio e quando foi feita a última compra.

A partir disso, você poderá realizar ações personalizadas para cada segmentação de consumidores, enviando os conteúdos, promoções e sugestões de produtos mais certeiros para cada um. Com isso, terá muito mais chances de atingir os seus objetivos.

2. Ofereça incentivos para próximas compras

Não há nada melhor para incentivar uma compra do que oferecer um benefício, não é mesmo? Isso também vale no caso de uma recompra!

Uma ação muito utilizada é, após o cliente fazer o primeiro pedido no e-commerce, disponibilizar um cupom de desconto ou frete grátis para a sua próxima compra. Muito provavelmente ele vai querer aproveitar essa vantagem e fazer um novo pedido na loja.

Você pode comunicar esse benefício por e-mail ou, até mesmo, em um cartão a ser enviado junto da embalagem do produto comprado — a última opção também é uma forma de encantar o cliente com um unboxing experience memorável.

Outra possibilidade é oferecer cashback no formato de crédito a ser utilizado dentro do próprio site futuramente. Dessa forma, ao fazer uma compra, o consumidor recebe de volta um percentual do valor pago, para ser utilizado em seus próximos pedidos.

3. Envie campanhas de e-mail marketing

O e-mail marketing é uma ferramenta ideal para realizar ações customizadas para as suas bases segmentadas de clientes. Existem diferentes tipos de campanhas que você pode criar para impactar os seus consumidores e incentivar a recompra.

Cross selling

Uma estratégia muito eficaz para aumentar a taxa de recompra é oferecer produtos complementares àqueles que a pessoa já adquiriu no seu e-commerce.

Ou seja, ofertas pensadas especificamente para agregar valor e atender às necessidades de cada cliente — é o chamado cross selling.

Imagine que um comprador levou um notebook em seu primeiro pedido em uma loja de eletrônicos. Alguns dias ou semanas após a compra, a marca pode enviar um e-mail com sugestões de itens que complementam o uso do aparelho, como fones de ouvido, mouse e suporte para notebook.

E-mails de recompra

O e-mail de recompra é uma estratégia válida especialmente para produtos perecíveis ou que precisam de reposição, como suplementos alimentares, cosméticos e pacotes de ração para pets.

Para implementar a técnica, considere com qual frequência os clientes costumam usar o produto e quanto tempo leva para o item acabar.

A partir disso, planeje o momento mais estratégico para enviar um e-mail lembrando o consumidor de recomprar o item, logo quando o seu estoque estiver prestes a acabar.

E-mail de aniversário

Aproveite os dados cadastrais dos seus clientes para enviar um mimo especial no dia ou mês de aniversário deles. Pode ser um desconto ou um brinde para eles receberem nas compras feitas no período.

É uma ótima forma de fortalecer o relacionamento da marca com os consumidores e, ainda, impulsionar a taxa de recompra do e-commerce.

4. Faça lançamentos exclusivos

A exclusividade é um poderoso gatilho mental para incentivar a decisão de compra do consumidor. Logo, uma boa estratégia para aumentar a recompra na sua loja é divulgar os seus lançamentos de produtos em primeira mão para os clientes mais fiéis.

Você pode realizar uma pré-venda exclusiva para essa clientela ou, ainda, liberar um cupom de desconto especial para eles aproveitarem as novidades do e-commerce.

Esse sentimento de exclusividade ajudará a aproximar os consumidores da marca, uma vez que eles verão como são valorizados pela loja, além de gerar novas compras para o negócio.

5. Crie programas de fidelidade

Já mencionamos que oferecer benefícios é um grande atrativo para incentivar os clientes a fazerem compras recorrentes no e-commerce. Os programas de fidelidade são uma ótima maneira de fazer isso.

Afinal, a ideia é que, quanto mais a pessoa comprar, mais pontos ela poderá acumular e trocar por recompensas posteriormente — que podem ser descontos, brindes ou até mesmo produtos da loja.

Um ponto importante é que você deve oferecer vantagens que, de fato, agreguem valor para o consumidor. Também é fundamental ser transparente em relação às regras do programa, além de, obviamente, somente prometer aquilo que você realmente consegue cumprir.

6. Entre em contato com clientes inativos

Se um cliente que costuma fazer compras recorrentes está há muito tempo sem fazer um pedido no seu e-commerce, que tal entrar em contato para tentar reativá-lo?

Você pode enviar um e-mail ou SMS personalizado, buscando entender por que ele está sumido e solicitando o seu feedback. De quebra, você ainda pode enviar um cupom de desconto para ele retornar e fazer uma nova compra.

Com isso, você poderá obter insights valiosos para aprimorar o seu negócio, estreitar o relacionamento com o cliente e, ainda, impulsionar a sua taxa de recompra.

Para finalizar, lembre-se de que, para o cliente comprar com você novamente, é preciso garantir que ele sempre tenha uma experiência memorável no e-commerce. Isso inclui prestar um atendimento personalizado em todas as etapas da jornada do consumidor, inclusive no pós-venda.

Saiba mais sobre esse tema no nosso conteúdo: 15 dicas para melhorar a experiência de compra na sua loja virtual.

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

28, junho, 2022

O que é D2C e como usar esse modelo para vender mais?

Você sabe o que é D2C? Conheça esse modelo no qual o fabricante vende diretamente para o consumidor final e saiba como implementá-lo.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

27, junho, 2022

O que é comércio eletrônico e como funciona esse modelo de vendas?

O comércio eletrônico já faz parte do cotidiano dos consumidores. Descubra como ele funciona e como começar o seu próprio e-commerce!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

24, junho, 2022

Tarifa do Pix: entenda quando a taxa pode ser cobrada

Há alguns casos em que é cobrada uma tarifa do Pix para a realização das transações. Entenda quando essa taxa pode ser aplicada!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Taxa de recompra: 6 ações para aumentar a do seu e-commerce

E-commerce

2 de dezembro de 2021

Assim como é importante gerar tráfego e atrair novos consumidores para uma loja virtual, também é fundamental fidelizar esses clientes e, com isso, aumentar a taxa de recompra do e-commerce.

O valor de um cliente fiel equivale ao de 22 consumidores comuns — é o que mostra uma pesquisa da Upside. Isso se deve ao fato de que é muito mais fácil e barato convencer compradores já existentes, em comparação com um novo usuário, a comprar com você.

Afinal, são clientes que já passaram por toda a jornada de compra e confiam na sua marca, tendo muito mais chances de fazer novos pedidos e, assim, gerar mais receita para a sua empresa.

Outra vantagem é que, em geral, você também já tem uma base de dados maior sobre esses consumidores. Dessa forma, pode realizar ações mais personalizadas e assertivas para levá-los a novas conversões e, até mesmo, aumentar o ticket médio dos seus pedidos.

Se você quer saber como aumentar a sua taxa de recompra, é só continuar conosco que vamos apresentar as principais estratégias para o seu e-commerce!

O que é e como calcular a taxa de recompra?

A taxa de recompra nada mais é do que a porcentagem de compras feitas por clientes já existentes em relação ao total de vendas do e-commerce em um determinado período de tempo.

Vamos supor que o seu negócio teve um total de 200 vendas no mês de janeiro. Se, desses 200 pedidos, 10 foram realizados por clientes que já fizeram alguma compra anteriormente na loja, a sua taxa de recompra no período foi de 5%.

Como aumentar a taxa de recompra do seu e-commerce?

Agora que você sabe como calcular a taxa de recompra, é hora de colocar a mão na massa e conhecer estratégias para otimizar essa métrica do seu e-commerce.

1. Faça a segmentação dos seus clientes

O primeiro passo para aumentar a taxa de recompra é aproveitar a sua base de dados para segmentar os seus clientes de acordo com os seus interesses e comportamentos de compra.

Você pode considerar diferentes variáveis para fazer essa segmentação, como produtos adquiridos, histórico de navegação, ticket médio e quando foi feita a última compra.

A partir disso, você poderá realizar ações personalizadas para cada segmentação de consumidores, enviando os conteúdos, promoções e sugestões de produtos mais certeiros para cada um. Com isso, terá muito mais chances de atingir os seus objetivos.

2. Ofereça incentivos para próximas compras

Não há nada melhor para incentivar uma compra do que oferecer um benefício, não é mesmo? Isso também vale no caso de uma recompra!

Uma ação muito utilizada é, após o cliente fazer o primeiro pedido no e-commerce, disponibilizar um cupom de desconto ou frete grátis para a sua próxima compra. Muito provavelmente ele vai querer aproveitar essa vantagem e fazer um novo pedido na loja.

Você pode comunicar esse benefício por e-mail ou, até mesmo, em um cartão a ser enviado junto da embalagem do produto comprado — a última opção também é uma forma de encantar o cliente com um unboxing experience memorável.

Outra possibilidade é oferecer cashback no formato de crédito a ser utilizado dentro do próprio site futuramente. Dessa forma, ao fazer uma compra, o consumidor recebe de volta um percentual do valor pago, para ser utilizado em seus próximos pedidos.

3. Envie campanhas de e-mail marketing

O e-mail marketing é uma ferramenta ideal para realizar ações customizadas para as suas bases segmentadas de clientes. Existem diferentes tipos de campanhas que você pode criar para impactar os seus consumidores e incentivar a recompra.

Cross selling

Uma estratégia muito eficaz para aumentar a taxa de recompra é oferecer produtos complementares àqueles que a pessoa já adquiriu no seu e-commerce.

Ou seja, ofertas pensadas especificamente para agregar valor e atender às necessidades de cada cliente — é o chamado cross selling.

Imagine que um comprador levou um notebook em seu primeiro pedido em uma loja de eletrônicos. Alguns dias ou semanas após a compra, a marca pode enviar um e-mail com sugestões de itens que complementam o uso do aparelho, como fones de ouvido, mouse e suporte para notebook.

E-mails de recompra

O e-mail de recompra é uma estratégia válida especialmente para produtos perecíveis ou que precisam de reposição, como suplementos alimentares, cosméticos e pacotes de ração para pets.

Para implementar a técnica, considere com qual frequência os clientes costumam usar o produto e quanto tempo leva para o item acabar.

A partir disso, planeje o momento mais estratégico para enviar um e-mail lembrando o consumidor de recomprar o item, logo quando o seu estoque estiver prestes a acabar.

E-mail de aniversário

Aproveite os dados cadastrais dos seus clientes para enviar um mimo especial no dia ou mês de aniversário deles. Pode ser um desconto ou um brinde para eles receberem nas compras feitas no período.

É uma ótima forma de fortalecer o relacionamento da marca com os consumidores e, ainda, impulsionar a taxa de recompra do e-commerce.

4. Faça lançamentos exclusivos

A exclusividade é um poderoso gatilho mental para incentivar a decisão de compra do consumidor. Logo, uma boa estratégia para aumentar a recompra na sua loja é divulgar os seus lançamentos de produtos em primeira mão para os clientes mais fiéis.

Você pode realizar uma pré-venda exclusiva para essa clientela ou, ainda, liberar um cupom de desconto especial para eles aproveitarem as novidades do e-commerce.

Esse sentimento de exclusividade ajudará a aproximar os consumidores da marca, uma vez que eles verão como são valorizados pela loja, além de gerar novas compras para o negócio.

5. Crie programas de fidelidade

Já mencionamos que oferecer benefícios é um grande atrativo para incentivar os clientes a fazerem compras recorrentes no e-commerce. Os programas de fidelidade são uma ótima maneira de fazer isso.

Afinal, a ideia é que, quanto mais a pessoa comprar, mais pontos ela poderá acumular e trocar por recompensas posteriormente — que podem ser descontos, brindes ou até mesmo produtos da loja.

Um ponto importante é que você deve oferecer vantagens que, de fato, agreguem valor para o consumidor. Também é fundamental ser transparente em relação às regras do programa, além de, obviamente, somente prometer aquilo que você realmente consegue cumprir.

6. Entre em contato com clientes inativos

Se um cliente que costuma fazer compras recorrentes está há muito tempo sem fazer um pedido no seu e-commerce, que tal entrar em contato para tentar reativá-lo?

Você pode enviar um e-mail ou SMS personalizado, buscando entender por que ele está sumido e solicitando o seu feedback. De quebra, você ainda pode enviar um cupom de desconto para ele retornar e fazer uma nova compra.

Com isso, você poderá obter insights valiosos para aprimorar o seu negócio, estreitar o relacionamento com o cliente e, ainda, impulsionar a sua taxa de recompra.

Para finalizar, lembre-se de que, para o cliente comprar com você novamente, é preciso garantir que ele sempre tenha uma experiência memorável no e-commerce. Isso inclui prestar um atendimento personalizado em todas as etapas da jornada do consumidor, inclusive no pós-venda.

Saiba mais sobre esse tema no nosso conteúdo: 15 dicas para melhorar a experiência de compra na sua loja virtual.

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

28, junho, 2022

O que é D2C e como usar esse modelo para vender mais?

Você sabe o que é D2C? Conheça esse modelo no qual o fabricante vende diretamente para o consumidor final e saiba como implementá-lo.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

27, junho, 2022

O que é comércio eletrônico e como funciona esse modelo de vendas?

O comércio eletrônico já faz parte do cotidiano dos consumidores. Descubra como ele funciona e como começar o seu próprio e-commerce!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

24, junho, 2022

Tarifa do Pix: entenda quando a taxa pode ser cobrada

Há alguns casos em que é cobrada uma tarifa do Pix para a realização das transações. Entenda quando essa taxa pode ser aplicada!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo