Split de Pagamento: o que é, como funciona e para quem é indicado?

E-commerce

7 de agosto de 2020 (atualizado em 17 de outubro de 2022)

O Split de Pagamento é uma inovação que foi criada no melhor estilo: nasceu da necessidade. Conforme as vendas digitais se consolidaram no mundo moderno, novos serviços e ferramentas surgiram para dar suporte à complexidade dessas relações comerciais.

Nesse contexto, o Split de Pagamento é uma solução que divide de maneira automática os recebíveis entre os diversos agentes envolvidos em uma transação, a partir da definição de regras customizadas. Dessa maneira, é indicado especialmente para marketplaces.

Continue a leitura para entender mais sobre:

  • O que é Split de Pagamento?
  • O contexto de surgimento do Split
  • Como funciona o Split de Pagamento?
  • Benefícios do Split de Pagamento
  • Split de Pagamento do Pagar.me
  • Quem usa o Split de Pagamento do Pagar.me

O que é Split de Pagamento?

O Split de Pagamento é um serviço que divide recebíveis de maneira automática entre os players envolvidos em uma transação. Sendo assim, é indicado para marketplaces, franquias, aplicativos de delivery, entre outros.

O que esses modelos de negócio têm em comum? Os diversos agentes envolvidos no seu fluxo de pagamento: no marketplace, os sellers; na franquia, suas unidades; e no aplicativo de delivery, os restaurantes e entregadores.

Ou seja, qualquer modelo de negócio que precise fazer o repasse de recebíveis pode e deve usar o Split, não apenas pela facilidade que a tecnologia apresenta, mas para atuar em conformidade com as exigências do Banco Central (Bacen), como será explicado no tópico a seguir.

Entenda no esquema a seguir a sua lógica de maneira simplificada:


Fluxo de funcionamento do Split de Pagamento

Atenção: ao longo do artigo, vamos nos referir ao gestor da operação de Split como “marketplace”, por ser a nomenclatura utilizada pelo Banco Central para o player que faz a intermediação das vendas. Porém, pode-se entender como qualquer modelo de negócio que precise dividir recebíveis, como os exemplos dados anteriormente.

O contexto de surgimento do Split

A tecnologia do Split de Pagamento surgiu em 2018, com o objetivo de sanar uma dor regulatória dos modelos de negócio que envolvem diversos recebedores.

Dando um passo atrás, em 2016, o Bacen instituiu a circular n° 3815/16, estendendo certas obrigações aos marketplaces.

Saiba mais: Banco Central divulga nova regulamentação para marketplaces

A partir dela, ficou definido que todo recebível deveria ser liquidado no mercado de meios de pagamentos via grade centralizada para marketplaces, passando pela CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos).

Essa medida tinha como objetivo garantir mais transparência e segurança para os fluxos financeiros.

No entanto, para os marketplaces atuarem em conformidade com a mesma, seria necessário que esses players se homologassem como intermediadores para atuar no fluxo financeiro realizando repasses.

Então, o Split de Pagamento surgiu como uma alternativa a isso, eliminando burocracias e maiores procedimentos regulatórios. O Split torna-se o intermediador desses pagamentos, administrando todos os recebíveis e repartindo-os de maneira automática entre seus respectivos donos.

Como funciona o Split de Pagamento?

O Split de Pagamento é um produto oferecido por empresas de meios de pagamento, como é o caso do Pagar.me, e funciona de maneira integrada à solução utilizada, seja de gateway, PSP ou subadquirente.

Dessa forma, no momento em que o cliente efetiva a compra, o valor do pedido já é dividido, seja em porcentagem ou em reais - de acordo com as regras de Split estabelecidas pelo marketplace -, e cada player recebe sua respectiva parte em contas nominais.

Vale lembrar que, para o cliente final, toda essa operação é imperceptível em uma experiência de checkout unificado. Ou seja, ele consegue realizar um único pedido, unificando o pagamento de todas as suas compras e visualizando na sua fatura um único seller.

Imagine um marketplace de roupas usadas que disponibiliza sua plataforma para inúmeros sellers venderem suas peças, cobrando uma taxa de 5% sobre as vendas para isso.

Um cliente faz uma compra de R$ 100,00 no marketplace, parcelado em 10 vezes, sendo uma compra na Loja da Bia de R$ 60,00 e outra no Atelier do Caio de R$ 40,00.

Nesse caso, temos o seguinte cenário de divisão dos recebíveis:


Tabela com a divisão de recebíveis em um Split de Pagamento

Mês a mês os agentes envolvidos na operação receberão suas respectivas partes em sua conta, mesmo que o cliente tenha realizado um pedido único nominal ao marketplace.

Vale lembrar que, dependendo da solução de Split de Pagamento utilizada, o marketplace pode personalizar as regras de Split a seu gosto.

Por exemplo, dando a possibilidade do seller pedir a antecipação de seus recebíveis, com taxas e prazos determinados pelo marketplace - no Pagar.me é oferecido esse tipo de recurso.

Para saber mais sobre como funciona o Split do Pagar.me, veja também nosso vídeo!



Benefícios do Split de Pagamento

Agora que você entende como funciona o Split de Pagamento, conheça as principais vantagens dessa solução!

Conformidade com o Bacen

Como já foi explicado no início do artigo, a utilização do Split de Pagamento por marketplaces possibilita a esse modelo de negócio agir em compliance com as normas estabelecidas pelo Banco Central, evitando irregularidades e sanções que poderiam prejudicar a operação.

Facilidade de conciliação

Com o Split de Pagamentos do Pagar.me, todos os recebíveis são registrados conforme exigência vigente a partir da Registradora de Recebíveis.

Dessa forma, a conciliação financeira para o marketplace é facilitada, afinal, todos os registros, inclusive os dos sellers, estão reunidos em um único lugar.

Mitigação de erros

Automatizar processos cheios de detalhes é uma maneira de evitar erros de repasses. Depois de personalizadas as regras de Split, a tecnologia cuida de tudo para que os valores caiam nas contas de seus respectivos donos, sem erros.

Aumento da conversão

O Split de Pagamento também melhora a experiência de compra do cliente final. Quando o cliente entra em um site com diferentes sellers, ele consegue fechar todos os pedidos em um único carrinho, fazendo um único pagamento.

Caso esse tipo de negócio não faça uso do Split, cabe ao cliente fazer compras separadas com cada um dos lojistas, fazendo com que ele enfrente muito mais processos e desista dos pedidos.

Segurança operacional

O marketplace não mais tem que gerir todo o montante recebido pelas vendas dentro do seu ecossistema: só recebe o que, de fato, é seu.

Dessa maneira, sua gestão financeira e questões contábeis são simplificadas, ficando muito mais fácil o processo de prestação de contas.

Marketplace dono da operação financeira

Especificamente com o Split de Pagamento do Pagar.me, o marketplace tem autonomia para criar suas próprias regras do jogo: o Pagar.me oferece uma infraestrutura customizável para o marketplace criar e oferecer o que achar estratégico e necessário para os seus sellers.

Isso vale desde as taxas aplicadas e prazos de pagamento até a forma com deseja oferecer a antecipação de recebíveis.

O Split de Pagamento facilita a gestão contábil e, consequentemente, a prestação de contas fiscal.

No entanto, essa tecnologia não elimina a bitributação, ao passo que o marketplace ainda tem a obrigação, prevista em lei, de emitir notas fiscais para todos os seus sellers em relação a cada uma das vendas, assim como os sellers para o consumidor final.

Split de Pagamento do Pagar.me

O Pagar.me, tecnologia de pagamento digital e omnichannel do Grupo StoneCo., conta com as tecnologias de gateway de pagamento e PSP e, em ambos, é possível usar o Split de Pagamento do Pagar.me.

Alguns do benefícios e diferenciais da solução do Pagar.me são:

  • Split de Pagamento personalizável, com possibilidade de customização das regras de Split tanto por seller quanto por transação;
  • Divisão de recebíveis não apenas de cartão de crédito, mas também de boleto bancário e Pix;
  • Possibilidade de fazer estornos parciais;
  • Transações registradas em tempo real;
  • Agenda de recebíveis individuais;
  • Possibilidade de fazer Split com recorrência;
  • Integração com a solução omnichannel de Prateleira Infinita.

Quem usa o Split de Pagamento do Pagar.me

Todos os benefícios e vantagens do Split de Pagamento do Pagar.me já são utilizados por grandes players do mercado, como é o caso de Marketplace Casa & Vídeo, Loja do Mecânico, Grupo Raia Drogasil, Marketplace Carrefour, B2W, entre outros.

Quer contar com o Split de Pagamento também no seu negócio? Entre em contato com o Pagar.me!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

05, dezembro, 2022

8 estratégias para disparar suas vendas de Natal (2022)

Quer potencializar as vendas de Natal da sua loja? Confira as principais tendências de consumo e estratégias para lucrar na data este ano.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

01, dezembro, 2022

Venda casada: o que é e o que diz a lei sobre essa prática?

Confira o que é venda casada, por que essa prática é considerada um crime pela legislação e como evitá-la no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

30, novembro, 2022

Unboxing: o que é e como investir nessa estratégia?

Você sabe o que é unboxing? Saiba mais sobre esse processo de desempacotar uma compra e como aproveitar essa tendência na sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Split de Pagamento: o que é, como funciona e para quem é indicado?

E-commerce

7 de agosto de 2020 (atualizado em 17 de outubro de 2022)

O Split de Pagamento é uma inovação que foi criada no melhor estilo: nasceu da necessidade. Conforme as vendas digitais se consolidaram no mundo moderno, novos serviços e ferramentas surgiram para dar suporte à complexidade dessas relações comerciais.

Nesse contexto, o Split de Pagamento é uma solução que divide de maneira automática os recebíveis entre os diversos agentes envolvidos em uma transação, a partir da definição de regras customizadas. Dessa maneira, é indicado especialmente para marketplaces.

Continue a leitura para entender mais sobre:

  • O que é Split de Pagamento?
  • O contexto de surgimento do Split
  • Como funciona o Split de Pagamento?
  • Benefícios do Split de Pagamento
  • Split de Pagamento do Pagar.me
  • Quem usa o Split de Pagamento do Pagar.me

O que é Split de Pagamento?

O Split de Pagamento é um serviço que divide recebíveis de maneira automática entre os players envolvidos em uma transação. Sendo assim, é indicado para marketplaces, franquias, aplicativos de delivery, entre outros.

O que esses modelos de negócio têm em comum? Os diversos agentes envolvidos no seu fluxo de pagamento: no marketplace, os sellers; na franquia, suas unidades; e no aplicativo de delivery, os restaurantes e entregadores.

Ou seja, qualquer modelo de negócio que precise fazer o repasse de recebíveis pode e deve usar o Split, não apenas pela facilidade que a tecnologia apresenta, mas para atuar em conformidade com as exigências do Banco Central (Bacen), como será explicado no tópico a seguir.

Entenda no esquema a seguir a sua lógica de maneira simplificada:


Fluxo de funcionamento do Split de Pagamento

Atenção: ao longo do artigo, vamos nos referir ao gestor da operação de Split como “marketplace”, por ser a nomenclatura utilizada pelo Banco Central para o player que faz a intermediação das vendas. Porém, pode-se entender como qualquer modelo de negócio que precise dividir recebíveis, como os exemplos dados anteriormente.

O contexto de surgimento do Split

A tecnologia do Split de Pagamento surgiu em 2018, com o objetivo de sanar uma dor regulatória dos modelos de negócio que envolvem diversos recebedores.

Dando um passo atrás, em 2016, o Bacen instituiu a circular n° 3815/16, estendendo certas obrigações aos marketplaces.

Saiba mais: Banco Central divulga nova regulamentação para marketplaces

A partir dela, ficou definido que todo recebível deveria ser liquidado no mercado de meios de pagamentos via grade centralizada para marketplaces, passando pela CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos).

Essa medida tinha como objetivo garantir mais transparência e segurança para os fluxos financeiros.

No entanto, para os marketplaces atuarem em conformidade com a mesma, seria necessário que esses players se homologassem como intermediadores para atuar no fluxo financeiro realizando repasses.

Então, o Split de Pagamento surgiu como uma alternativa a isso, eliminando burocracias e maiores procedimentos regulatórios. O Split torna-se o intermediador desses pagamentos, administrando todos os recebíveis e repartindo-os de maneira automática entre seus respectivos donos.

Como funciona o Split de Pagamento?

O Split de Pagamento é um produto oferecido por empresas de meios de pagamento, como é o caso do Pagar.me, e funciona de maneira integrada à solução utilizada, seja de gateway, PSP ou subadquirente.

Dessa forma, no momento em que o cliente efetiva a compra, o valor do pedido já é dividido, seja em porcentagem ou em reais - de acordo com as regras de Split estabelecidas pelo marketplace -, e cada player recebe sua respectiva parte em contas nominais.

Vale lembrar que, para o cliente final, toda essa operação é imperceptível em uma experiência de checkout unificado. Ou seja, ele consegue realizar um único pedido, unificando o pagamento de todas as suas compras e visualizando na sua fatura um único seller.

Imagine um marketplace de roupas usadas que disponibiliza sua plataforma para inúmeros sellers venderem suas peças, cobrando uma taxa de 5% sobre as vendas para isso.

Um cliente faz uma compra de R$ 100,00 no marketplace, parcelado em 10 vezes, sendo uma compra na Loja da Bia de R$ 60,00 e outra no Atelier do Caio de R$ 40,00.

Nesse caso, temos o seguinte cenário de divisão dos recebíveis:


Tabela com a divisão de recebíveis em um Split de Pagamento

Mês a mês os agentes envolvidos na operação receberão suas respectivas partes em sua conta, mesmo que o cliente tenha realizado um pedido único nominal ao marketplace.

Vale lembrar que, dependendo da solução de Split de Pagamento utilizada, o marketplace pode personalizar as regras de Split a seu gosto.

Por exemplo, dando a possibilidade do seller pedir a antecipação de seus recebíveis, com taxas e prazos determinados pelo marketplace - no Pagar.me é oferecido esse tipo de recurso.

Para saber mais sobre como funciona o Split do Pagar.me, veja também nosso vídeo!



Benefícios do Split de Pagamento

Agora que você entende como funciona o Split de Pagamento, conheça as principais vantagens dessa solução!

Conformidade com o Bacen

Como já foi explicado no início do artigo, a utilização do Split de Pagamento por marketplaces possibilita a esse modelo de negócio agir em compliance com as normas estabelecidas pelo Banco Central, evitando irregularidades e sanções que poderiam prejudicar a operação.

Facilidade de conciliação

Com o Split de Pagamentos do Pagar.me, todos os recebíveis são registrados conforme exigência vigente a partir da Registradora de Recebíveis.

Dessa forma, a conciliação financeira para o marketplace é facilitada, afinal, todos os registros, inclusive os dos sellers, estão reunidos em um único lugar.

Mitigação de erros

Automatizar processos cheios de detalhes é uma maneira de evitar erros de repasses. Depois de personalizadas as regras de Split, a tecnologia cuida de tudo para que os valores caiam nas contas de seus respectivos donos, sem erros.

Aumento da conversão

O Split de Pagamento também melhora a experiência de compra do cliente final. Quando o cliente entra em um site com diferentes sellers, ele consegue fechar todos os pedidos em um único carrinho, fazendo um único pagamento.

Caso esse tipo de negócio não faça uso do Split, cabe ao cliente fazer compras separadas com cada um dos lojistas, fazendo com que ele enfrente muito mais processos e desista dos pedidos.

Segurança operacional

O marketplace não mais tem que gerir todo o montante recebido pelas vendas dentro do seu ecossistema: só recebe o que, de fato, é seu.

Dessa maneira, sua gestão financeira e questões contábeis são simplificadas, ficando muito mais fácil o processo de prestação de contas.

Marketplace dono da operação financeira

Especificamente com o Split de Pagamento do Pagar.me, o marketplace tem autonomia para criar suas próprias regras do jogo: o Pagar.me oferece uma infraestrutura customizável para o marketplace criar e oferecer o que achar estratégico e necessário para os seus sellers.

Isso vale desde as taxas aplicadas e prazos de pagamento até a forma com deseja oferecer a antecipação de recebíveis.

O Split de Pagamento facilita a gestão contábil e, consequentemente, a prestação de contas fiscal.

No entanto, essa tecnologia não elimina a bitributação, ao passo que o marketplace ainda tem a obrigação, prevista em lei, de emitir notas fiscais para todos os seus sellers em relação a cada uma das vendas, assim como os sellers para o consumidor final.

Split de Pagamento do Pagar.me

O Pagar.me, tecnologia de pagamento digital e omnichannel do Grupo StoneCo., conta com as tecnologias de gateway de pagamento e PSP e, em ambos, é possível usar o Split de Pagamento do Pagar.me.

Alguns do benefícios e diferenciais da solução do Pagar.me são:

  • Split de Pagamento personalizável, com possibilidade de customização das regras de Split tanto por seller quanto por transação;
  • Divisão de recebíveis não apenas de cartão de crédito, mas também de boleto bancário e Pix;
  • Possibilidade de fazer estornos parciais;
  • Transações registradas em tempo real;
  • Agenda de recebíveis individuais;
  • Possibilidade de fazer Split com recorrência;
  • Integração com a solução omnichannel de Prateleira Infinita.

Quem usa o Split de Pagamento do Pagar.me

Todos os benefícios e vantagens do Split de Pagamento do Pagar.me já são utilizados por grandes players do mercado, como é o caso de Marketplace Casa & Vídeo, Loja do Mecânico, Grupo Raia Drogasil, Marketplace Carrefour, B2W, entre outros.

Quer contar com o Split de Pagamento também no seu negócio? Entre em contato com o Pagar.me!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

05, dezembro, 2022

8 estratégias para disparar suas vendas de Natal (2022)

Quer potencializar as vendas de Natal da sua loja? Confira as principais tendências de consumo e estratégias para lucrar na data este ano.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

01, dezembro, 2022

Venda casada: o que é e o que diz a lei sobre essa prática?

Confira o que é venda casada, por que essa prática é considerada um crime pela legislação e como evitá-la no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

30, novembro, 2022

Unboxing: o que é e como investir nessa estratégia?

Você sabe o que é unboxing? Saiba mais sobre esse processo de desempacotar uma compra e como aproveitar essa tendência na sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo