O que é PSP? Entenda como funciona esse meio de pagamento online

E-commerce

10 de abril de 2018 (atualizado em 23 de maio de 2023)

O que é PSP? Payment Service Provider, em português, Provedor de Serviços de Pagamento ou, simplesmente, PSP é uma das tecnologias de pagamento digital disponíveis atualmente no mercado nacional para viabilizar transações no ambiente online.

Em 2022, o comércio digital garantiu um faturamento de mais de R$160 bilhões, segundo a ABComm. Todo esse montante precisa ser transportado entre os agentes do arranjo de pagamento de forma segura, bem como os dados dos usuários.

É nessa intermediação que entra o PSP e outros meios de pagamento, como tecnologia responsável por conectar todos esses elos, garantindo segurança e performance, para que tudo aconteça em questão de segundos.

Quer saber exatamente o que é PSP, como essa tecnologia funciona e seus benefícios? Basta ler o artigo até o final! Vamos esclarecer todos esses pontos.

Um passo para trás: o que é adquirente, subadquirente e gateway de pagamento?

Para entender a fundo o que é o PSP, é essencial conhecer o funcionamento de outros meios de pagamento online, como adquirente, subadquirente e gateway de pagamento. Confira a seguir!

Adquirente

Para entender o papel das adquirentes de um jeito mais fácil, basta lembrar das maquininhas de cartão encontradas em estabelecimentos comerciais, como padarias, restaurantes e postos de gasolina.

A função desses agentes é realizar a liquidação financeira por meio de cartões de crédito e débito, estabelecendo a comunicação com as bandeiras (Visa, Mastercard, Amex e outras) e com os bancos emissores de cartões.

Assim como no mundo físico, no digital são as adquirentes que processam as transações, sendo recomendado contar com uma solução que faça a mediação com a adquirente para receber pagamentos online.

Subadquirente

Também conhecidas como intermediadores de pagamento, as subadquirentes fazem a conexão entre lojistas, adquirentes, bandeiras e instituições emissoras de cartão.

A subadquirente conta com uma tecnologia de fácil integração, por isso, é muito procurada por negócios pequenos e novos no ambiente digital, que ainda não conhecem todos os aspectos que envolvem as transações financeiras online.

Essa tecnologia oferece, acoplada ao seu serviço, o antifraude, ajudando a descomplicar a vida do empreendedor.

Por outro lado, em termos de performance, ela perde para o gateway e para o PSP, em função da ausência da retentativa multiadquirente e da falta de transparência na fatura.

Esse último ponto significa que é o nome da própria prestadora do serviço que aparece na fatura do cartão do consumidor final, tornando mais difícil para o cliente identificar a compra, o que pode ocasionar pedidos de chargeback.

A transparência na fatura já é prevista por lei, mas a maioria dos prestadores de serviço de subadquirente ainda sofrem com limitações técnicas para implementar essa funcionalidade.

Gateway de pagamento

Já os gateways de pagamento são soluções de pagamento robustas e completamente personalizáveis, de acordo com o modelo de negócio e realidade dos lojistas.

É possível escolher as funcionalidades e os prestadores de serviço por trás do seu processamento, como as adquirentes e o antifraude.

Dessa maneira, o gateway apresenta um preço mais competitivo para negócios maiores, que passam a ter poder de barganha para negociar com cada um desses prestadores de serviço.

De forma geral, o gateway conecta todos os agentes envolvidos no fluxo transacional, mas não participa ativamente do fluxo de informações e de dinheiro, funcionando realmente apenas como um conector.

Além da personalização, seu grande diferencial é a performance e alta conversão de pagamentos, graças a todas as funcionalidades que podem ser adicionadas ao seu serviço principal.

A grande questão aqui é a necessidade de ter um time de tecnologia e desenvolvimento focado na sua configuração e integração com a operação do negócio digital.

Agora que já está claro o que são adquirentes, subadquirentes e gateways de pagamento, os comparativos com o PSP ficarão mais claros!

Como surgiu o PSP?

O modelo de Provedor de Serviços de Pagamento foi inaugurado em 2013 no Brasil pelo Pagar.me.

A tecnologia foi desenvolvida por Henrique Dubugras e Pedro Franceschi, atuais bilionários fundadores da BREX, quando os dois ainda eram adolescentes.

O PSP nasceu de um gap de mercado: processar transações financeiras digitais aliando performance e segurança. Foi essa premissa que levou a tecnologia a ganhar a premiação Innovation Project, em 2014, na Universidade de Harvard.

O que é PSP?

O PSP é muito similar a uma subadquirente no que tange o processamento de transações. Na prática, o que os diferencia são os serviços extra transacionais oferecidos acoplados ao PSP, como split de pagamento, relatórios de desempenho via dashboard, retentativa multiaquirente, entre outros.

Além disso, o PSP conta com um importante diferencial competitivo: a conversão de pagamentos, muito similar àquela entregue pela tecnologia do gateway de pagamento. Isso porque, ao oferecer a retentativa de pagamento automática, ele consegue converter muito mais vendas para o empreendedor.

Dessa forma, podemos dizer que o PSP representa o melhor dos dois mundos, aliando simplicidade operacional e performance.

E como funciona o PSP?

O PSP funciona a partir de uma tecnologia plug-and-play. Isso significa que, para integrá-lo a um site ou aplicativo, não é necessário ter domínio de linguagens de programação ou qualquer nível de entendimento técnico - é só plugar e começar a usar.

Na prática, o PSP é uma sistema que se conecta com as adquirentes e resolve os problemas técnicos no fluxo de informação e de dinheiro entre comprador, lojista, bandeiras e instituições emissoras.

E, o melhor de tudo, sem o lojista ter que entender de tecnologia e desenvolvimento. O PSP acopla tudo em um só lugar, entregando ainda antifraude e outras funcionalidades que garantem segurança e maior conversão de vendas.

Com isso, o Provedor de Serviços de Pagamento é uma solução completa e simples de usar para o empreendedor.

Como o PSP pode ser implementado em uma loja virtual?

A integração do PSP com lojas virtuais é feito de forma plug-and-play, via chaves de validação de segurança.

Dentro da central de controle da plataforma do seu site, você encontra as opções de meios de pagamento disponíveis que já estão integradas àquela plataforma.

Basta escolher a opção de sua preferência e, por meio de uma chave, que é fornecida pela empresa, já é possível finalizar o cadastro e começar a configurar a tecnologia de pagamento de acordo com as necessidades do seu negócio.

No caso do PSP do Pagar.me, ainda é possível fazer a integração via API. Ou seja, se o seu site é de desenvolvimento próprio, também é possível usar o Pagar.me fazendo a integração com a documentação, que é pública.

PSP no Pagar.me

O PSP do Pagar.me é pioneiro e único no Brasil. Em 2016, foi integrado ao Grupo StoneCo. e, em 2021, fundido com a Mundipagg.

Ao longo dos anos, suas aplicações foram reformuladas e refinadas para entregar tudo o que os empreendedores digitais precisam no que tange a soluções financeiras e tecnologias de pagamento.

Nossa solução é integrada à tecnologia antifraude e focada na experiência do usuário. Além disso, conta com Split de Pagamento, Recorrência e Retentativa Multiadquirente.

Tudo isso, sem processos demorados, múltiplos contratos ou necessidade de conhecimento técnico. O PSP do Pagar.me é um hub de pagamentos para atender qualquer modelo de negócio digital, em qualquer estágio de maturidade.

Quais são os benefícios do Pagar.me PSP?

  • Simplicidade operacional: fácil de contratar, integrar, começar a usar e atingir os resultados desejados. Isso graças à integração via API e ao time de atendimento humano e focado na resolução de problemas;
  • Dashboard: o painel de controle do Pagar.me é simples de usar e fornece todas as informações que o empreendedor precisa para tomar decisões baseadas em dados e entender o momento do seu negócio. Além disso, conta com um diferencial importante, que é a informação do motivo da recusa das compras, dado essencial para melhorar a performance de vendas de qualquer negócio;
  • Transparência na fatura: você pode personalizar o nome que aparece na fatura do seu cliente, como o nome fantasia do seu negócio. Isso facilita a identificação para o consumidor, evitando pedidos de chargeback;
  • Formas de pagamento: ofereça as principais formas de pagamento que o seu cliente deseja usar no momento da compra, como cartão de crédito, boleto bancário e Pix;
  • Checkout transparente: sem redirecionamentos e personalizado com a identidade visual do seu site ou aplicativo, a página de checkout do PSP do Pagar.me transmite segurança para o cliente, é construída de forma que facilita o preenchimento das informações, induzindo o cliente ao acerto no momento de inserir os dados, e garante uma melhor conversão de vendas;
  • Split de Pagamento: se o seu negócio trabalha com mais de um agente envolvido em uma transação, como sellers ou entregadores, é possível dividir as respectivas partes de forma automática, sem erros humanos;
  • Retentativa Multiadquirente: sem esforço por parte do empreendedor, o PSP do Pagar.me disponibiliza de forma automática a Retentativa Multiadquirente. Assim, em caso de erros ou falhas técnicas, a compra é reprocessada mais de uma vez e em mais de uma adquirente, melhorando a conversão de pagamentos;
  • Recorrência: para negócios que precisam gerir assinaturas, o PSP do Pagar.me conta com a Recorrência, que automatiza esse processo e diminui a inadimplência e o churn involuntário;
  • Tokenização: as compras com cartão de crédito tornam-se ainda mais seguras, com a tokenização feita pela tecnologia Pagar.me, protegendo e substituindo os dados sensíveis dos usuários no fluxo transacional;
  • One-Click-Buy: o PSP do Pagar.me ainda disponibiliza o recurso de compra com um clique, que armazena de forma criptografada os dados do cliente, a partir da autorização do usuário, para simplificar o processo de compra em pedidos futuros.

Outros benefícios do Pagar.me PSP são o Multimeios de Pagamento - que permite combinar mais de uma forma de pagamento em um pedido; Card Updater - que atualiza o cartão do usuário de forma automática na base da loja quando ele é reemitido; Segurança PCI - padrão internacional de segura para viabilizar compras em cartão; e Garantia de Fraude - serviço adicional que pode ser contratado para evitar prejuízos financeiros decorrentes de fraude.

Depois de descobrir o que é PSP e todas as vantagens da tecnologia do Pagar.me, é hora de fazer a sua integração e começar a vender com mais performance e segurança no ambiente digital.

Cadastre-se já e conheça o que o Pagar.me pode fazer para evoluir o seu negócio!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

22, fevereiro, 2024

Como fazer live no Instagram? Passo a passo + 5 dicas

Aprenda o passo a passo de como fazer live no Instagram e confira dicas para fazer uma transmissão que gere vendas para a sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

20, fevereiro, 2024

Estoque máximo: o que é e como calcular o indicador?

Este conteúdo vai te ensinar como calcular o estoque máximo para mensurar o volume total de produtos que podem ser armazenados no seu negócio. Confira!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

19, fevereiro, 2024

Pagamento recusado: motivos para acontecer e como resolver

Ter um pagamento recusado pode ser um grande problema para a conversão de vendas online. Entenda os motivos para essa situação e como lidar com ela!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo