Garantia de Fraude: como funciona a solução do Pagar.me e quais são as vantagens

E-commerce

4 de janeiro de 2021

Por mais que as transações físicas e digitais tenham o mesmo fim, o fluxo das informações e do dinheiro é completamente diferente em cada uma delas. E, por isso, cada uma tem suas particularidades no que diz respeito à segurança.

E é no ambiente digital que acontecem os chargebacks. Basicamente, o chargeback é a contestação de uma compra feita pelo portador do cartão junto ao seu banco. Na prática, significa que o comprador pediu ao banco o seu dinheiro de volta.

As contestações com origem em compras fraudulentas são as que causam mais prejuízo e são mais complicadas de resolver.

Em geral, as fraudes acontecem a partir de compras aparentemente legítimas. Uma compra fraudulenta pode ser feita com cartões de crédito clonados ou roubados - é o que chamamos de fraude deliberada.

Mas há outros tipos de fraude que, apesar de não terem origem criminosa, causam o mesmo prejuízo ao e-commerce. É o caso da fraude amigável - quando alguém próximo ao portador do cartão tem acesso aos seus dados e efetua uma compra sem sua autorização - e da autofraude - quando o próprio titular do cartão contesta a compra alegando não reconhecê-la.

Como consequência de qualquer uma dessas fraudes, o portador do cartão contesta aquela compra e solicita um estorno equivalente ao valor gasto. E, normalmente, a loja tem um prejuízo duplo, já precisa devolver o valor da compra ao consumidor e ainda perde sua mercadoria.

Mas é possível impedir 100% das tentativas de fraude? Há uma quantidade aceitável de chargebacks? Em geral, um e-commerce saudável não pode ter uma taxa de fraudes superior a 1% do faturamento. Mas é claro que isso varia de setor para setor.

Algumas categorias do e-commerce estão mais sujeitas a fraudes e, por isso, podemos dizer que há uma taxa “aceitável” para cada setor. Mas quando essa taxa é ultrapassada, o e-commerce corre o risco de receber advertências, multas e até mesmo descredenciamento das operadoras e bandeiras de cartão de crédito.

Nos programas da Visa e da Mastercard, por exemplo, são monitoradas de perto empresas que têm mais de 100 contestações por mês, e em que os pedidos fraudulentos representam 1% ou mais do total de transações. As empresas que se mantiverem acima dos limites aceitáveis podem ser penalizadas.

Mas então, como diminuir a incidência de chargebacks?

É neste contexto que o Pagar.me desenvolveu a Garantia de Fraude. Essa solução garante que toda e qualquer venda que resultar em uma solicitação de chargeback por fraude será coberta pelo Pagar.me.

Veja como funciona

Todas as transações processadas pelo Pagar.me passam por uma análise de fraude automática feita pela tecnologia de antifraude vinculada ao nosso sistema de pagamento. A partir dessa análise, algumas vendas são recusadas e outras, aprovadas.

A Garantia de Fraude, por sua vez, está atrelada a uma análise manual das transações e, por isso, é mais minuciosa. Com a Garantia de Fraude, todas as transações ficam sujeitas a esse processo manual após a análise automática.

Então, a partir de uma série de critérios, o antifraude define quais transações devem passar pela análise manual. E essa análise tem o objetivo de evitar a aprovação de transações fraudulentas e a recusa de transações legítimas, o que chamamos de falso negativo e falso positivo.

Vantagens

Assim, compras aparentemente fraudulentas que seriam recusadas pelo antifraude, têm maior chance de aprovação após a análise manual. Por isso, a solução de Garantia de Fraude pode aumentar a taxa de conversão de vendas do e-commerce.

Além disso, ao contratar a Garantia de Fraude, o e-commerce fica isento de arcar com o prejuízo de contestações por fraude. Ou seja, caso uma compra fraudulenta seja aprovada pela análise manual e resulte em um chargeback, o Pagar.me fica responsável por esse prejuízo financeiro, e não o e-commerce.

É importante deixar claro que essa cobertura é válida apenas para chargebacks por fraude. Isso significa que o prejuízo gerado por contestações legítimas (como desacordo comercial e erro de processamento) fica sob responsabilidade do e-commerce e não do Pagar.me

Outra vantagem que o Pagar.me oferece aos seus clientes é a mediação em casos de reapresentação.

A reapresentação é a contestação de um chargeback. Se você julgar que uma alegação de desacordo comercial, por exemplo, não está correta, é possível contestar a alegação do cliente.

Entretanto, esse é um processo lento e burocrático. Por isso, o Pagar.me atua como um mediador entre o lojista e as entidades envolvidas na reapresentação, facilitando o processo.

A solução de Garantia de Fraude do Pagar.me proporciona mais segurança ao e-commerce, aumenta a taxa de conversão em vendas e ainda cobre prejuízos oriundos de fraude.

Vale ressaltar que o produto padrão do Pagar.me não inclui a Garantia de Fraude. Trata-se de uma solução que pode ser adquirida a parte.

Para contratar a Garantia de Chargeback para o seu e-commerce ou verificar se a solução está ativa, entre em contato com nosso time de Relacionamento com o Cliente pelo email relacionamento@pagar.me.

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

08, abril, 2021

Segurança no e-commerce: 6 medidas para manter sua loja segura

A segurança no e-commerce é uma preocupação fundamental para quem vende online. Confira 6 medidas para manter sua loja virtual segura!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

07, abril, 2021

Checkout Pagar.me: conheça as vantagens para o seu e-commerce

O checkout do Pagar.me foi criado para oferecer a melhor experiência de pagamento para os seus clientes. Conheça as vantagens dessa solução para seu e-commerce!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

05, abril, 2021

Compra com um clique: confira as vantagens para sua loja virtual

A compra com um clique é um excelente recurso para oferecer uma melhor experiência para o cliente e aumentar as conversões do seu e-commerce. Conheça suas vantagens!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo