O que analisar para escolher a plataforma de pagamento online ideal?

E-commerce

22 de abril de 2019 (atualizado em 29 de abril de 2021)

A escolha da plataforma de pagamento online da sua loja virtual é um fator decisivo para a saúde e segurança do seu negócio. Afinal, é por meio dessa tecnologia que você conseguirá gerenciar seus recebíveis, efetivar transações online e oferecer a melhor experiência de compra para o seu cliente.

Mas você sabe o que é preciso ter em um sistema de pagamento online para que ele seja o ideal para o seu negócio? Se essa é a sua dúvida, encontrou o conteúdo correto!

Descubra neste artigo tudo o que precisa saber para fazer a melhor escolha para o seu e-commerce.

O que são plataformas de pagamento online?

Antes de falarmos sobre como tomar essa decisão, você sabe o que são, de fato, as plataformas de pagamento online?

Essa tecnologia, amplamente conhecida como meio de pagamento, é a responsável por fazer a mediação entre os agentes envolvidos em um arranjo de pagamentos - bandeira de cartão e instituições emissoras de cartão - e a loja virtual, para que essa consiga receber pagamentos e realizar transações com segurança.

Para isso, esses sistemas de pagamento online precisam fornecer diversas formas de pagamento para atender às necessidades dos consumidores virtuais. Afinal, todos os esforços de venda podem ser desperdiçados se, no momento de finalizar a compra, o cliente não encontrar um método de pagamento que caiba em seu bolso.

Pensando nisso, veja a seguir quais são as principais formas de pagamentos utilizadas no Brasil e que não podem faltar no seu negócio.

Quais são as principais formas de pagamento utilizadas no Brasil?

De acordo com o Panorama dos meios de pagamento no varejo brasileiro, nas compras online, o cartão de crédito parcelado é a opção mais utilizada pelos brasileiros (48% para compras no computador e 41% para compras no smartphone). Vale lembrar que esse comportamento se deve à grande presença dos segmentos de bens duráveis no varejo online.

Depois desse método, estão: cartão de crédito à vista (24% no computador e 28% via smartphone), boleto bancário (17% no computador e 15% no smartphone) e débito automático (6% no computador e 8% no smartphone).

Por que a baixa penetração do débito no online?

Nas compras físicas, o cartão de débito é o número um entre as formas de pagamento, já no online, ele despenca para as últimas posições. Isso acontece porque o pagamento via débito não é uma opção amplamente oferecida nas compras digitais.

A experiência do checkout no débito online é muito prejudicada, normalmente o cliente é redirecionado ao site do seu banco e precisa digitar a sua senha para efetivar a transação. Esse redirecionamento se torna uma objeção de compras, por isso, na maioria dos casos, o pagamento via cartão de débito não é uma opção viável de ser oferecida pelas lojas virtuais.

Método de pagamento do momento: Pix

O meio de pagamento do momento, o Pix, é a grande aposta para suprir esse gap do débito, possibilitando as compras à vista de maneira muito mais ágil e prática que a aquisição via cartão de débito ou, até mesmo, boleto bancário.

O Pix é o método de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central. Com ele, é possível transferir valores entre contas em poucos segundos, inclusive em finais de semana e feriados.

Além da agilidade, o Pix baixa o custo das transações, tem potencial para promover inclusão financeira e alavancar a competitividade do mercado.

Todos esses benefícios têm conquistado a preferência dos consumidores. Em novembro de 2020, quando a novidade foi lançada, 30% dos brasileiros economicamente ativos já possuíam chaves Pix. Em janeiro de 2020, com três meses de uso no país, já eram mais de 65 milhões de usuários cadastrados com Pix no Diretório de Identificados de Contas Transacionais (DICT).

No Pagar.me, o Pix já conta com uma representatividade de 2,93% no volume transacionado mensalmente, o que corresponde a um crescimento de mais de 10.000% dessa forma de pagamento na companhia, em um comparativo de novembro de 2020 a março de 2021.

E não para por aí: as projeções da EY indicam que o Pix poderá alcançar um volume de transações equivalente a 36,3% do PIB brasileiro em 2024.

É esperado que sejam lançadas novas funcionalidades do pagamento instantâneo, como o Pix cobrança, SAC Pix, Pix agendado (modelo de recorrência), Pix garantido (parcelamento similar ao do cartão de crédito), Pix offline e Pix por aproximação. Dessa forma, sua penetração no mercado pode ser ainda maior.

Como escolher a plataforma de pagamento online ideal?

Agora você já sabe que no momento de escolher a sua plataforma de pagamento precisa optar por aquela que te dê a maior variedade de formas de pagamento, priorizando o cartão de crédito e de débito, boleto bancário e Pix.

Conheça a seguir outros cinco pontos de atenção para escolher a tecnologia ideal para a sua loja virtual.

1. Antifraude, segurança para o cliente e para a loja

A plataforma de pagamento online ideal precisa contar com antifraude integrado. Esse sistema utiliza inteligência artificial e big data para entender os hábitos de consumo dos clientes e evitar que compras fraudulentas sejam aprovadas em sua loja virtual.

Vale lembrar que no ano de 2020, ao passo que as compras virtuais cresceram, as tentativas de golpe aumentaram quase que na mesma proporção. Segundo a ClearSale, as vendas no e-commerce cresceram cerca de 74% em comparação com 2019, enquanto as tentativas de fraude saltaram 54%.

Logo, contar com um sistema antifraude é essencial para garantir que o seu comércio não irá arcar com prejuízos financeiros de chargebacks, nem expor os clientes a essas possíveis tentativas de golpe.

É importante ainda destacar que comércios que sofrem fraudes e chargebacks constantes podem ser penalizados pelas bandeiras de cartão, que são as reguladoras do mercado de pagamento. Em casos extremos, podem até mesmo perder a autorização para aceitar pagamentos.

2. Checkout transparente

O checkout é o momento de finalização de um pedido. Nele, os clientes devem fornecer dados pessoais, endereço e demais informações para efetivar uma compra. No caso dos pedidos via cartão, é preciso ceder o número do cartão e o código de segurança. Ou seja, é um momento decisivo e sensível - se o cliente não sentir segurança em seu site, você vai perder a venda.

Cerca de 28% dos abandonos de carrinho no e-commerce se devem ao processo de checkout complicado e extenso, enquanto 19% acontecem pela insegurança em fornecer os dados no site. Os dados são da Moosend.

O principal fator que gera insegurança e insatisfação com o procedimento de checkout são os redirecionamentos. No entanto, existem sistemas de pagamento online que oferecem o checkout transparente, ideal para sanar esse gargalo.

Com ele, é possível que o cliente finalize a compra sem precisar sair do seu site, garantindo mais agilidade, profissionalismo e maior conversão de vendas para sua loja virtual. Então, já sabe: só adquira uma plataforma de pagamento online que conte com essa ferramenta.

3. Ferramentas de conversão

Outro ponto decisivo para escolher sua plataforma de pagamento online deve ser as ferramentas disponibilizadas para aumentar os índices de conversão do e-commerce. Veja duas das principais:

A compra com um clique é ideal para tornar a vida do seu cliente mais prática. Ao preencher os dados para comprar na sua loja pela primeira vez, o sistema de pagamento online armazena essas informações - a partir da autorização do usuário - para que, em compras futuras, com um único clique, o checkout seja finalizado.

Essa funcionalidade contribui para facilitar aquela compra rápida, feita por impulso pelo cliente. Além disso, pode ser integrada à estratégia de cross sell, para que as recomendações de produtos apresentadas para o cliente, após fazer o primeiro checkout, já sejam finalizadas dessa maneira.

Outra funcionalidade com impacto direto nos índices de conversão é a retentativa inteligente. Esse sistema evita que compras sejam perdidas por falha na comunicação com adquirentes e instituições emissoras de cartão, a partir de uma série de retentativas que podem ser feitas on ou offline, até que a compra seja processada.

Essas duas ferramentas, atuando integradas em seu sistema de pagamento, conseguirão aumentar consideravelmente as taxas de conversão do seu negócio.

4. Conciliação facilitada e antecipação de recebíveis

O fluxo de caixa e a gestão financeira são pontos de grande dificuldade para os empreendedores, principalmente os de primeira viagem.

Ter que colocar na ponta do lápis entradas e saídas, de diferentes formas de pagamento e, ainda, com parcelamentos, pode ser um grande desafio. Se a gestão não for feita da maneira correta, grandes prejuízos financeiros podem ser gerados para o negócio.

Por isso, escolha uma plataforma de pagamento online que ofereça uma conciliação facilitada para que todo o acompanhamento das vendas seja feito por você, mas sem a necessidade de fazer o cruzamento de dados manualmente. Dessa forma, diminuem-se os riscos de erros e inconsistências.

Outra funcionalidade que você não deve abrir mão é a antecipação inteligente. Esse recurso funciona como uma operação de crédito, no qual é possível recorrer ao adiantamento de valores que tem a receber proveniente de compras parceladas.

Vale lembrar que essa funcionalidade deve estar à disposição do seu empreendimento, mas não contrate sistemas de pagamento que imbutam esse serviço em suas operações. Afinal, é uma operação de crédito e, como tal, conta com taxas que, caso cobradas de forma compulsória, podem desestabilizar as finanças do seu empreendimento.

Saiba mais em: Tudo o que você precisa saber sobre antecipação de recebíveis

5. Integração e suporte

De nada adianta um serviço de pagamento online contar com tudo o que citamos até aqui, mas não ter uma integração fácil com a sua loja virtual, não é mesmo?

Para evitar dores de cabeça, certifique-se de que o sistema de pagamento é compatível com a plataforma de e-commerce que você usa no seu site. Dessa forma, poupará gastos inesperados para corrigir um erro que poderia ser evitado.

Outro fator importante a ser levado em consideração é se o player oferece um bom suporte, ainda mais se tratando de um serviço que cuidará dos seus pagamentos.

Verifique se a empresa possui algum canal de atendimento ao lojista. Dê preferência para aquelas que não terceirizam o serviço, pois, quando a equipe é própria, os atendentes têm um conhecimento mais aprofundado sobre o produto.

Conheça o Pagar.me

O Pagar.me é uma plataforma de pagamento online com tecnologia única no Brasil. Seu sistema reúne altos índices de conversão com a simplicidade operacional e de integração de uma ferramenta plug-and-play.

Com atendimento 100% humano, segurança, transparência e eficiência, o Pagar.me oferece aos seus clientes transações financeiras digitais simples e inteligentes.

Da gestão financeira ao checkout de pagamento, disponibilizamos tudo o que uma loja virtual precisa em apenas uma solução. Clique abaixo e conheça a plataforma de pagamento online ideal para o seu negócio!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

18, junho, 2021

Como usar recursos visuais para aumentar as vendas no seu e-commerce

Quer cativar os clientes da sua loja virtual? Descubra neste artigo como usar recursos visuais para isso, melhorando a apresentação dos seus produtos!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

17, junho, 2021

Layout de loja virtual: 9 dicas para otimizar o seu site

Confira as melhores práticas para otimizar um layout de loja virtual, facilitando a navegação do usuário e aumentando as conversões.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

16, junho, 2021

Estoque parado: como evitar e resolver esse problema?

O estoque parado é um problema que pode impactar a saúde financeira e o crescimento de um comércio. Descubra o que fazer para evitar e solucionar essa situação!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo