Qual a melhor plataforma para o seu e-commerce?

E-commerce

Escolher a plataforma de e-commerce adequada às necessidades da sua loja virtual é fundamental para garantir uma alta performance do seu…

Você sabe como escolher a melhor plataforma para e-commerce?

14 de Junho de 2018

Escolher a plataforma de e-commerce adequada às necessidades da sua loja virtual é fundamental para garantir uma alta performance do seu negócio.

É a plataforma que oferece toda a infraestrutura necessária para a criação do e-commerce, ficando responsável pelo gerenciamento (back-end) e a forma como seus clientes irão visualizar seu site (front-end).

Ou seja, ela oferece, em um só lugar, ferramentas que vão desde o gerenciamento de preços e estoque, até integração com meios de pagamento e tabelas de frete das principais transportadoras do mercado. Coisas que o lojista teria que procurar, de forma avulsa, com diversas empresas e profissionais, o que implicaria em tempo e valores mais altos para colocar a loja virtual no ar.

Todas essas funcionalidades básicas oferecidas pela plataforma impactam em pontos essenciais de um e-commerce, como aumento de conversão.  Veja abaixo os principais tipos de plataforma para e-commerce disponíveis no mercado.

Tipos de plataforma de e-commerce 

Dependendo do momento no qual seu e-commerce se encontra e, depois de estudar suas necessidades, é possível escolher entre alguns tipos de plataforma disponíveis no mercado.  

Plataformas open **source** 

As plataformas open source são aquelas que possuem código aberto, disponibilizado por desenvolvedores para uso gratuito. Elas permitem uma maior personalização (no layout, por exemplo), e são atualizadas constantemente por empresas que possuem conhecimento técnico no assunto.  

Apesar do alto grau de customização e da facilidade com que se tem acesso ao código-fonte de uma plataforma open source, existem alguns pontos que precisam ser destacados. Em algumas delas, pode ser difícil a implementação de novas funcionalidades – além disso, o lojista deve ficar responsável por todo o processo de implementação e manutenção da plataforma. 

Outro fator que não deve ser esquecido é a segurança: a loja virtual precisa contratar serviços especializados para que fique protegida contra ataques.  

Plataformas **proprietárias** 

Nas plataformas proprietárias, o código-fonte pertence ao fornecedor, limitando a possibilidade de customizações que o lojista pode fazer. Como a empresa fornecedora é a única que tem conhecimento para fazer a manutenção da plataforma, o e-commerce fica dependente dela para fazer ajustes em toda a parte técnica (inclusive para ações como extrações de dados), o que acaba resultando em custos mais altos.  Conheça o case de sucesso: Wedy

Desenvolvimento próprio 

A plataforma de desenvolvimento próprio é feita dentro do próprio e-commerce, por uma equipe técnica especializada, sem ter como base códigos já disponibilizados no mercado. Apesar de permitir um alto grau de personalização, traz como desvantagem custos maiores atrelados a ela.  

Plataforma licenciada 

Nesse modelo, o lojista adquire licença da empresa fornecedora para implementar a plataforma. Porém, é necessário que a loja virtual tenha uma equipe de desenvolvedores para assumir o processo.  

Plataforma SaaS  

Mantém a estrutura da loja virtual em nuvem, sendo mais utilizada em casos onde o e-commerce trabalha com serviços, e não com produtos. Como o back-end das plataformas SaaS não fica no sistema do contratante e ele não tem acesso ao código-fonte, elas são consideradas lojas virtuais alugadas 

Como escolher a melhor plataforma para **e-commerce**?** ** 

A escolha da plataforma de e-commerce é o primeiro passo para quem deseja montar sua própria loja virtual. Mas, antes de procurar a melhor opção, o lojista precisa definir suas regras de negócio, estabelecendo todas as etapas e procedimentos online.

Existem empresas que trabalham com pequenos, médios e grandes lojistas – por isso, é necessária uma pesquisa de mercado e avaliação minuciosas para fazer a escolha mais adequada.

Por mais que o ímpeto seja o de aderir à uma plataforma que possibilite maior customização, é preciso estudar se essa é realmente a melhor opção para sua loja virtual, especialmente se levarmos em consideração os altos custos desse modelo.   

Geralmente, plataformas que oferecem todas as funcionalidades básicas para o lojista acabam saindo mais em conta, e cobram uma taxa mensal.  

É necessário checar se elas estão atualizadas em relação ao mercado, com lançamento de novidades e manutenção constantes. Veja se elas oferecem tutoriais, além de suporte via telefone e e-mail são itens que auxiliam bastante o lojista que não tem muito conhecimento sobre e-commerce.  

Confira também 6 dicas que você pode considerar na hora de escolher a melhor plataforma para sua loja virtual:  

1) Cheque se ela possui integração com os principais canais de mídias sociais, e ferramentas de marketing que trabalhem o posicionamento orgânico da sua loja virtual nas ferramentas de busca online. Assim, seu e-commerce será encontrado com mais facilidade por potenciais clientes;  

2) Também é importante que a plataforma possua integração com os principais meios de pagamento do mercado. Você pode escolher a opção que ofereça um leque maior de formas de pagamento para seu cliente, possibilitando mais conversão para sua loja virtual;  

3) Ela está atualizada em processo constante de atualização e implementação de melhorias? Tem novas funcionalidades que permitem a expansão do seu negócio?;  

4) Veja se a plataforma também oferece integração com tabelas de frete de uma ampla variedade de transportadoras;  

5) A plataforma oferece ferramentas fundamentais para gerenciar seu e-commerce, como relatórios e variedade de informações sobre suas vendas?  

6) Em termos de usabilidade, seu cliente vai ter acesso a um layout limpo, que ofereça uma experiência de compra confortável em seu site?  

E agora, você já sabe como escolher a melhor plataforma de e-commerce para sua loja virtual? Divida suas dicas com a gente!

*Texto escrito em parceria com a Irroba

aumente suas conversões com pagar.me

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

Precificação e margem de lucro: entenda o que há por trás desses números

25/09/19E-commerce

Precificação e margem de lucro: entenda o que há por trás desses números

Vender pela internet tem se tornado um negócio cada vez mais atrativo: com custos normalmente menores do que os de uma loja física e um…

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo
Transformação Digital no e-commerce

16/09/19E-commerce

Transformação Digital no e-commerce

“Abre-te, Sésamo”. Essas famosas palavras foram ditas pelo personagem principal do conto “Ali Babá e os quarenta ladrões”. Ao proferi-las…

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo
E-commerce de A a Z: como ter uma loja online de sucesso

26/08/19E-commerce

E-commerce de A a Z: como ter uma loja online de sucesso

Nos últimos anos, ter uma loja online se tornou o desejo de uma boa parte dos brasileiros. O e-commerce tem ganhado cada vez mais espaço no…

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo