Planejamento financeiro empresarial: o que é e como fazer no seu negócio?

E-commerce

17 de março de 2023

O planejamento financeiro é uma das partes mais importantes e desafiadoras da gestão de uma empresa, principalmente para gestores e empreendedores iniciantes.

Um bom planejamento financeiro empresarial não só garante a saúde das finanças para o momento atual, como também permite o crescimento saudável da operação a longo prazo. Na prática, ele funciona como um guia para uma melhor tomada de decisão na empresa.

Se você tem dúvidas sobre o assunto, não se preocupe porque preparamos este artigo para te ajudar. A seguir, você confere o que é e como fazer um planejamento financeiro empresarial eficiente para o seu negócio!

O que é planejamento financeiro empresarial?

O planejamento financeiro empresarial é um documento que contém os direcionamentos para todas as decisões relacionadas às finanças do negócio, funcionando como um guia para o empreendimento.

Ele parte da definição de elementos essenciais para a gestão financeira da empresa, como orçamentos, metas de curto, médio e longo prazo, ações, processos e ferramentas administrativas e contábeis.

O documento também conta com estimativas de faturamento, custos e despesas, assim como projeções dos resultados da empresa, a partir de uma análise do cenário financeiro atual da empresa.

Dessa maneira, o planejamento financeiro empresarial oferece uma análise da viabilidade financeira do negócio, sendo uma parte essencial do plano de negócios e contribuindo para potencializar os resultados e reduzir os riscos financeiros.

Como fazer um planejamento financeiro empresarial?

A elaboração do planejamento financeiro empresarial envolve uma série de etapas, que devem ser realizadas de forma estratégica e minuciosa. Saiba mais sobre elas a seguir!

1. Analise o cenário financeiro atual

Antes de tudo, é indispensável fazer um diagnóstico da situação financeira atual do negócio. Para isso, levante informações como o valor disponível em caixa, as contas a pagar e receber, os prazos a vencer, e o balanço de ativos e passivos da empresa.

Também é importante calcular indicadores-chave de desempenho da operação, como faturamento, ticket médio, margem de lucro, ponto de equilíbrio e margem de contribuição.

Você pode utilizar planilhas ou um sistema de gestão empresarial, também conhecido como ERP, para facilitar o levantamento e a análise desses dados.

A partir dessa avaliação da saúde financeira do negócio, será possível identificar os pontos de melhoria para maximizar os resultados da empresa e definir as melhores estratégias para alcançar os seus objetivos.

2. Defina objetivos e metas

Com base na realidade financeira da organização, defina os objetivos globais que você deseja alcançar a curto, médio e longo prazo — lembrando que eles devem estar alinhados ao planejamento estratégico da empresa.

São esses objetivos que irão guiar outras partes do planejamento financeiro empresarial, como a elaboração de orçamentos e a criação de planos de ação.

Os objetivos devem ser acompanhados de metas inteligentes. Para criá-las, uma dica é seguir o método SMART, que determina que as metas devem ser específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporais.

Como exemplo, temos a meta de aumentar o faturamento da empresa em 10% até o final do ano e a meta de reduzir 5% dos custos fixos da operação em seis meses.

3. Levante todos os custos e despesas

Registrar e classificar os gastos da operação é um passo essencial para entender a fundo os resultados financeiros e tomar decisões mais assertivas no dia a dia.

Os custos se referem aos gastos que estão diretamente relacionados à produção ou compra dos produtos oferecidos, como matéria-prima e embalagens.

Já as despesas são aqueles gastos necessários para manter a operação, mas que não estão diretamente ligados à produção ou compra de bens. É o caso de aluguel, conta de luz, impostos sobre vendas e folhas de pagamento.

Tanto os custos quanto as despesas podem ser fixos ou variáveis, sendo que os fixos não variam de acordo com o volume de produção ou vendas, enquanto os variáveis, sim.

A partir do levantamento desses gastos, você poderá calcular também o capital de giro necessário, ou seja, a quantia que a empresa deve ter para cumprir com as suas obrigações financeiras e manter o funcionamento da operação.

4. Calcule o preço de venda ideal dos produtos

Outro processo fundamental para o planejamento financeiro empresarial é a precificação dos produtos e serviços oferecidos.

Para calcular o preço de venda ideal das suas soluções, você deve considerar fatores como:

  • custos e despesas totais envolvidas;
  • margem de lucro desejada;
  • preços praticados pela concorrência;
  • valor percebido pelos clientes;
  • impostos e taxas.

O ideal é que os preços cubram os gastos fixos e variáveis envolvidos, gerando lucro para o negócio e mantendo a saúde financeira da operação. Para facilitar esse processo de precificação, confira abaixo nossa calculadora gratuita de preços!


Acesse a calculadora de preços do Pagar.me!


5. Faça previsões orçamentárias

A previsão orçamentária é uma técnica que estima as receitas, custos, despesas e investimentos da empresa para os próximos meses.

Essas projeções são calculadas a partir de dados históricos do negócio, estimativas de vendas e previsões de mercado, indicando possíveis riscos e oportunidades para o negócio.

Sendo assim, os orçamentos devem ser acompanhados e revistos ao longo do ano, para manter o planejamento financeiro assertivo e potencializar a conquista dos resultados desejados.

6. Considere diferentes cenários financeiros

Um bom planejamento financeiro empresarial deve considerar a projeção de diferentes cenários. Essa estratégia é muito importante para que o negócio esteja preparado para lidar com imprevistos ao longo do caminho.

Geralmente, são levados em conta três cenários: um realista, um otimista e outro pessimista.

Cada um deles deve ser acompanhado de um plano de ação específico que a empresa deve seguir para alcançar os melhores resultados possíveis caso ele aconteça. No tópico seguinte, vamos nos aprofundar na criação desses planos de ação.

7. Prepare planos de ação

Considerando a situação financeira da empresa, o que ela deve fazer para alcançar os objetivos e metas traçadas, nos diferentes cenários previstos? É isso que você deve definir nos planos de ação.

Eles devem conter todas as ações necessárias para atingir as metas definidas, com um cronograma de prazos, a divisão das tarefas por times e responsáveis e os indicadores que devem ser acompanhados para verificar se os objetivos foram alcançados.

Importância do planejamento financeiro para as empresas

Como você pode perceber, o planejamento financeiro é um documento imprescindível para qualquer empresa, independentemente do seu porte e do seu segmento de mercado.

Com um bom planejamento financeiro empresarial, os gestores e empreendedores têm em mãos todas as diretrizes para tomar melhores decisões de negócio, evitar riscos financeiros e otimizar os seus resultados em diferentes cenários.

Agora é só colocar a mão na massa e começar a fazer o seu planejamento! Mas não se esqueça também de continuar aprofundando os seus conhecimentos.

Para ficar por dentro de mais dicas para o seu empreendimento digital, inscreva-se na nossa newsletter!


Inscreva-se na newsletter do Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

10, abril, 2024

Content Commerce: conheça essa estratégia baseada em conteúdo

O Content Commerce é uma estratégia baseada em conteúdo para oferecer uma melhor experiência para os clientes e aumentar as vendas. Aprenda a implementá-la!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

08, abril, 2024

Dia do Frete Grátis: quando é e como vender na data? (2024)

Saiba quando é o Dia do Frete Grátis e como aproveitar essa data promocional de forma estratégica para aumentar as vendas do seu e-commerce!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

04, abril, 2024

O que é o gatilho da reciprocidade e como usá-lo + exemplos

Confira este conteúdo para aprender como funciona o gatilho da reciprocidade e como aplicá-lo com exemplos práticos no seu negócio!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo