Dia do Consumidor 2020: 6 dicas para preparar o seu e-commerce

E-commerce

4 de março de 2020

O que é o Dia do Consumidor?

O Carnaval passou, o ano no Brasil começou de verdade e o primeiro grande evento de vendas de 2020 já está aí: o Dia do Consumidor. Essa data foi originalmente criada para comemorar os direitos do consumidor do varejo nos Estados Unidos pelo ex-presidente John Kennedy, em 1962. Já por aqui, ganhou vida em 2014.

Ano a ano, a data vem se destacando no varejo online devido ao seu volume de buscas, vendas e intenções de compra. Por isso, se tornou tendência e praticamente obrigatória no calendário do e-commerce, sendo chamada de "Black Friday do primeiro semestre".

Recentemente houve uma tendência em expandir o Dia do Consumidor, até então comemorado no dia 15 de março, para a Semana do Consumidor, quando as lojas passaram a oferecer uma semana inteira de ofertas, e não apenas um dia. Em 2019, notou-se essa mudança de tendência, tendo em vista que as pesquisas e intenções de compra começaram a subir a partir do dia 12 de março.

Crescimento semana do consumidor

Semana do Consumidor 2019: Como o mercado reagiu

Toda essa tendência e importância da Semana do Consumidor vem sido analisada em diversas pesquisas de mercado. Segundo dados da Social Miner, o ticket médio de 2019 foi de R$475,56 com um aumento significativo de 76,5% de conversão se compararmos com a média de vendas em dias normais.

Apesar de continuar com o maior ticket médio, os artigos eletrônicos e de informática, não foram os que se destacaram. Nesse caso, o setor de saúde e beleza foi o que mais gerou receita nesse período.

Com base nisso, é notável o crescimento na busca por uma boa promoção nesse período e cabe aos responsáveis pelos e-commerces estarem preparados destacando as melhores ofertas e garantindo uma experiência incrível para seus clientes. Abaixo, fizemos uma lista com 6 dicas essenciais que uma loja online deve seguir para se dar bem nessa data cada vez mais importante para o varejo online.

1) Foque sempre em uma experiência de compra positiva

Nada mais frustrante do que entrar em uma loja e passar por uma experiência negativa, não é? É claro que o preço é um fator super importante para a conversão, mas cada vez mais os usuários buscam uma loja que preze por eficiência e praticidade, além de um atendimento fácil, rápido e que resolva de fato eventuais problemas. Pense no preço, mas não esqueça de trabalhar com um frete atrativo, ou com um atendimento feito por pessoas. Segundo pesquisa da NeoAssist, 83% do público espera que os atendentes tenham um contato humanizado e com uma assistência personalizada. E lembre-se: experiências positivas sempre impulsionam uma maior conversão e fazem com que seus clientes falem e indiquem sua loja para outras pessoas.

2) Site responsivo é obrigação

Isso não é novidade para ninguém! Atualmente, a maioria das compras são feitas através de smartphones. Além disso, segundo pesquisa da Webshoppers 40, o faturamento em compras mobile cresceu de 28% em 2018 para 36% no ano passado. Ou seja: se sua loja não tem um design responsivo, aquele que se adequa a qualquer tipo de dispositivo e tamanho de tela, certamente você está perdendo vendas. Se você trabalha com alguma plataforma de e-commerce, tenha certeza de que ela possui navegação responsiva.

3) Crie anúncios para produtos estratégicos

Como já falamos anteriormente, durante os dias que antecedem o Dia D, as pessoas já buscam pelos produtos desejados, usando algumas palavras específicas. Com isso, é super importante se aproveitar do comportamento para impactar os possíveis compradores. É possível investir na compra de palavras-chave no Google, ou então em estratégias de remarketing no Facebook e no Instagram. Mas lembre-se: não invista em anúncios para qualquer produto de forma aleatória. Selecione produtos estratégicos. Se for um assunto novo para você, comece com um orçamento reduzido e pilote os resultados.

Principais canais de busca durante a semana do consumidor

4) Faça campanhas de carrinhos abandonados

Segundo dados da Social Miner sobre a última Semana do Consumidor, em média 15% das pessoas que acessaram lojas online adicionaram produtos ao carrinho. Dessas, apenas 20% finalizaram a compra. Ou seja, 80% das pessoas não concluíram suas compras, a sugestão é utilizar campanhas de carrinho abandonado. Pode ser um simples lembrete, um cupom de desconto ou o famoso frete grátis. É importante a forma como impactar seu cliente, as principais são via e-mail e sms, mas devemos usar todos os canais possíveis de contato com nosso consumidor.

5) Foque no seu meio de pagamento e em um checkout transparente

Você já parou para analisar se o seu site facilita ou dificulta a compra na hora do cliente dar o clique final? Ou melhor: nesse momento tão decisivo, seu site passa credibilidade, confiança e segurança? Dar atenção ao meio de pagamento é vital para qualquer e-commerce, oferecendo aos usuários diversas formas de concluir a compra através de um ambiente fácil, seguro e com várias opções de pagamento.

No Brasil, o cartão de crédito ainda é o mais utilizado pelos usuários: cerca de 67% preferem esse meio de acordo com a Ebit/Nielsen. Mesmo assim, muitas pessoas preferem utilizar o boleto bancário. Logo, seu e-commerce deve, no mínimo, oferecer essas duas condições para os usuários completarem suas compras.

Além disso, possuir um checkout fluido e transparente é super importante, para que todo o processo de pagamento aconteça dentro do seu próprio site. Isso gera mais credibilidade para o cliente na hora de inserir dados sensíveis sobre seu cartão.

Formas de pagamento que os usuários pretendem usar

6) Preocupe-se com a fidelização dos clientes

Se você pensa que a compra termina no momento do pagamento, você precisa rever suas ideias. Por meio de ações de pós venda é que tornamos nossa marca parte da rotina do cliente, entregando benefícios, informações e novas oportunidades de compra futuras. Com certeza sua loja será mais lembrada por quem já realizou uma compra. Aproveite essa data especial para planejar ações na entrega do produto e no pós-venda. Uma experiência de entrega rápida com embalagem que se destaca já é um ótimo diferencial, cupons e brindes podem fazer sua loja ser ainda mais lembrada. Tudo isso vai enriquecer e deixar ainda melhor a experiência de compra do seu cliente.

Utilizando todas essas dicas e com um planejamento eficiente, certamente seu e-commerce irá tirar o máximo proveito desse período de vendas e turbinar o faturamento no começo do ano.

Os resultados disso serão clientes felizes e fidelizados passando por uma experiência de compras simples, clara, segura e memorável - o que vai impactar em mais vendas realizadas e, consequentemente, em um faturamento ainda maior.

Bom trabalho e boas vendas!

aumente suas vendas com pagar.me

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

07, agosto, 2020

Split de Pagamento: o que é, como funciona e para quem é indicado?

Split de pagamento é a tecnologia que permite que um único valor arrecadado seja dividido entre diferentes recebedores. Isso acontece de forma automática, segura e precisa. Veja como funciona e para quem é indicado.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

05, agosto, 2020

Gestão em link de pagamento: conheça as novas funcionalidades do Link.me

Agora com o Link.me é possível gerir recebíveis por meio de dashboard e repassar taxas e calcular previsão de ganhos direto no app. Saiba mais!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

29, julho, 2020

[BAIXE O EBOOK] 2020: a revolução digital do varejo

Em um material completo, o Pagar.me traz dados dos setores mais afetados ao longo da quarentena e apresenta análises consistentes do que aconteceu, quais foram os principais impactos e como grandes e pequenas empresas reagiram.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo