Empresas de pagamentos: entenda o que são e como escolher a ideal

E-commerce

7 de junho de 2022

O mercado de pagamentos continua se revolucionando com o desenvolvimento de soluções que têm facilitado e agilizado cada vez mais as transações financeiras. Nesse contexto, temos presenciado um forte movimento de digitalização dos pagamentos.

Para acompanhar essas inovações e oferecer as formas de pagamento que atendam às expectativas do consumidor, é preciso contar com as empresas de pagamentos.

Nos próximos tópicos, você vai entender o que são as empresas de pagamentos, quais são os principais tipos e como escolher a mais adequada para as suas necessidades. Confira!

O que são as empresas de pagamentos?

As empresas de pagamentos são organizações que oferecem soluções tecnológicas para viabilizar as transações financeiras, sejam elas presenciais ou digitais.

Até alguns anos atrás, o mercado era dominado por poucas empresas tradicionais do segmento. Esse cenário levava à falta de competitividade e inovação no setor, limitando as opções de serviços disponíveis para lojistas e consumidores.

Em 2010, porém, o Banco Central do Brasil (Bacen) implementou mudanças regulatórias que colocaram um fim no duopólio de adquirência existente e abriram espaço para o surgimento de fintechs, startups e outras empresas no setor de pagamentos.

Isso estimulou a inovação e a concorrência no mercado, com o desenvolvimento de novos serviços e funcionalidades dedicados a facilitar as transações tanto para os empreendedores quanto para os seus clientes finais.

Quais são os principais tipos de empresas de pagamentos?

Existem diferentes tipos de empresas de pagamentos para processar as transações de compra e venda no mundo físico e online. Conheça os principais a seguir!

Adquirentes

Também chamadas de credenciadoras, as adquirentes são empresas que habilitam os empreendedores para receberem pagamentos por cartão de crédito e débito.

Elas são responsáveis pela comunicação com as bandeiras e instituições emissoras de cartão, para processar e liquidar as transações realizadas por essas formas de pagamento.

Nesse fluxo de pagamento, quando a compra é aprovada, a adquirente fica responsável por receber o valor da instituição emissora e repassá-lo ao comerciante no prazo determinado em contrato, que geralmente é de até 31 dias.

Em estabelecimentos físicos, a adquirente é contratada diretamente pelo lojista, fornecendo as maquininhas de cartão (POS - Point of Sale) para que ele receba os pagamentos dos clientes.

Já no e-commerce, é recomendado contratar uma tecnologia que faça a mediação com a adquirente, como é o caso das empresas de pagamentos que apresentaremos nos próximos tópicos.

Subadquirentes

As subadquirentes são empresas que realizam a intermediação de todo o processo de uma transação online, conectando as adquirentes, os lojistas e os consumidores. Por isso, elas também são conhecidas como intermediadores de pagamento.

A solução funciona como um serviço terceirizado, sendo responsável por transmitir as informações da transação à adquirente e repassar os recebíveis de valores aos comerciantes.

A subadquirente permite que, com uma única integração, o empreendedor comece a vender online, centralizando todas as contratações necessárias para fazer transações virtuais, como adquirente e antifraude.

Em geral, a implementação também é simplificada, por meio de uma integração plug-and-play, que não exige conhecimentos técnicos. Basta conectar o e-commerce à subadquirente para começar a receber pagamentos online por cartão.

A cobrança costuma ser realizada por meio de um percentual sobre o valor transacionado na subadquirente.

Gateways de pagamento

O gateway de pagamento é outro modelo de empresa de pagamentos online disponível no mercado. Ele funciona como uma interface que permite a transmissão de informações entre adquirentes, lojistas e consumidores finais, não participando do fluxo financeiro da transação.

Essa tecnologia oferece um maior nível de customização, com a possibilidade de integração a múltiplas adquirentes, boleto bancário, vouchers e antifraude.

Ainda são oferecidas funcionalidades para manter um alto índice de conversão no e-commerce, como compra com um clique, multimeios de pagamento e recorrência.

Por outro lado, a implementação de um gateway demanda uma equipe especializada em programação. Além disso, a cobrança é realizada com base no volume de transações, mais um custo de implementação e um piso mínimo mensal.

Provedores de Serviços de Pagamento (PSPs)

Reunindo a simplicidade operacional da subadquirente à alta conversão do gateway de pagamento, o PSP (Provedor de Serviços de Pagamento) é uma solução simples e completa para processar transações online.

Além de fazer a intermediação das transações por cartão de crédito com a adquirente, o PSP oferece produtos agregados, como pagamentos por boleto e Pix, antifraude e garantia de fraude.

Além disso, o PSP conta com a tecnologia proprietária de uma adquirente própria. Isso proporciona mais transparência na transação, contribuindo para uma maior aprovação de pagamentos.

A integração da interface é no modelo plug-and-play e também são incluídas features para aumentar as vendas, como compra com um clique, retentativa de pagamento e link de pagamento.

A cobrança costuma ser feita por meio de uma taxa fixa mais uma porcentagem do valor final da venda.

Como escolher a empresa de pagamentos ideal?

Para escolher a melhor empresa de pagamentos para o seu negócio, é importante levar em consideração alguns pontos sobre a tecnologia disponibilizada:

  • Formas de pagamento: a solução escolhida deve permitir que você aceite os métodos de pagamento desejados pelo seu cliente, como cartão de crédito, Pix, boleto etc.;
  • Estabilidade: para não perder vendas em períodos de alto volume transacional, busque uma tecnologia com um histórico de alta estabilidade;
  • Segurança: é indicado contratar uma empresa que apresente a certificação PCI Compliance e ofereça um serviço de antifraude integrado;
  • Conversão: procure soluções que ofereçam funcionalidades voltadas para aumentar o seu índice de conversão, como link de pagamento, checkout transparente, retentativa de pagamento, entre outros;
  • Atendimento: considerando que o mercado de pagamentos é bastante complexo, contar com um atendimento rápido e humanizado pode fazer toda a diferença para o seu negócio.

Também é imprescindível mapear as necessidades e características do empreendimento, como o porte da empresa, a presença de uma equipe de programação e o nível de personalização desejado.

O Pagar.me é uma infraestrutura completa de pagamentos digitais que oferece as soluções de gateway de pagamento e PSP. Assim, conseguimos atender às necessidades do seu e-commerce, independentemente do seu porte ou modelo de negócio.

Cadastre-se na nossa plataforma para começar a vender conosco ou solicite uma proposta personalizada ao nosso time!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

05, dezembro, 2022

8 estratégias para disparar suas vendas de Natal (2022)

Quer potencializar as vendas de Natal da sua loja? Confira as principais tendências de consumo e estratégias para lucrar na data este ano.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

01, dezembro, 2022

Venda casada: o que é e o que diz a lei sobre essa prática?

Confira o que é venda casada, por que essa prática é considerada um crime pela legislação e como evitá-la no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

30, novembro, 2022

Unboxing: o que é e como investir nessa estratégia?

Você sabe o que é unboxing? Saiba mais sobre esse processo de desempacotar uma compra e como aproveitar essa tendência na sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Empresas de pagamentos: entenda o que são e como escolher a ideal

E-commerce

7 de junho de 2022

O mercado de pagamentos continua se revolucionando com o desenvolvimento de soluções que têm facilitado e agilizado cada vez mais as transações financeiras. Nesse contexto, temos presenciado um forte movimento de digitalização dos pagamentos.

Para acompanhar essas inovações e oferecer as formas de pagamento que atendam às expectativas do consumidor, é preciso contar com as empresas de pagamentos.

Nos próximos tópicos, você vai entender o que são as empresas de pagamentos, quais são os principais tipos e como escolher a mais adequada para as suas necessidades. Confira!

O que são as empresas de pagamentos?

As empresas de pagamentos são organizações que oferecem soluções tecnológicas para viabilizar as transações financeiras, sejam elas presenciais ou digitais.

Até alguns anos atrás, o mercado era dominado por poucas empresas tradicionais do segmento. Esse cenário levava à falta de competitividade e inovação no setor, limitando as opções de serviços disponíveis para lojistas e consumidores.

Em 2010, porém, o Banco Central do Brasil (Bacen) implementou mudanças regulatórias que colocaram um fim no duopólio de adquirência existente e abriram espaço para o surgimento de fintechs, startups e outras empresas no setor de pagamentos.

Isso estimulou a inovação e a concorrência no mercado, com o desenvolvimento de novos serviços e funcionalidades dedicados a facilitar as transações tanto para os empreendedores quanto para os seus clientes finais.

Quais são os principais tipos de empresas de pagamentos?

Existem diferentes tipos de empresas de pagamentos para processar as transações de compra e venda no mundo físico e online. Conheça os principais a seguir!

Adquirentes

Também chamadas de credenciadoras, as adquirentes são empresas que habilitam os empreendedores para receberem pagamentos por cartão de crédito e débito.

Elas são responsáveis pela comunicação com as bandeiras e instituições emissoras de cartão, para processar e liquidar as transações realizadas por essas formas de pagamento.

Nesse fluxo de pagamento, quando a compra é aprovada, a adquirente fica responsável por receber o valor da instituição emissora e repassá-lo ao comerciante no prazo determinado em contrato, que geralmente é de até 31 dias.

Em estabelecimentos físicos, a adquirente é contratada diretamente pelo lojista, fornecendo as maquininhas de cartão (POS - Point of Sale) para que ele receba os pagamentos dos clientes.

Já no e-commerce, é recomendado contratar uma tecnologia que faça a mediação com a adquirente, como é o caso das empresas de pagamentos que apresentaremos nos próximos tópicos.

Subadquirentes

As subadquirentes são empresas que realizam a intermediação de todo o processo de uma transação online, conectando as adquirentes, os lojistas e os consumidores. Por isso, elas também são conhecidas como intermediadores de pagamento.

A solução funciona como um serviço terceirizado, sendo responsável por transmitir as informações da transação à adquirente e repassar os recebíveis de valores aos comerciantes.

A subadquirente permite que, com uma única integração, o empreendedor comece a vender online, centralizando todas as contratações necessárias para fazer transações virtuais, como adquirente e antifraude.

Em geral, a implementação também é simplificada, por meio de uma integração plug-and-play, que não exige conhecimentos técnicos. Basta conectar o e-commerce à subadquirente para começar a receber pagamentos online por cartão.

A cobrança costuma ser realizada por meio de um percentual sobre o valor transacionado na subadquirente.

Gateways de pagamento

O gateway de pagamento é outro modelo de empresa de pagamentos online disponível no mercado. Ele funciona como uma interface que permite a transmissão de informações entre adquirentes, lojistas e consumidores finais, não participando do fluxo financeiro da transação.

Essa tecnologia oferece um maior nível de customização, com a possibilidade de integração a múltiplas adquirentes, boleto bancário, vouchers e antifraude.

Ainda são oferecidas funcionalidades para manter um alto índice de conversão no e-commerce, como compra com um clique, multimeios de pagamento e recorrência.

Por outro lado, a implementação de um gateway demanda uma equipe especializada em programação. Além disso, a cobrança é realizada com base no volume de transações, mais um custo de implementação e um piso mínimo mensal.

Provedores de Serviços de Pagamento (PSPs)

Reunindo a simplicidade operacional da subadquirente à alta conversão do gateway de pagamento, o PSP (Provedor de Serviços de Pagamento) é uma solução simples e completa para processar transações online.

Além de fazer a intermediação das transações por cartão de crédito com a adquirente, o PSP oferece produtos agregados, como pagamentos por boleto e Pix, antifraude e garantia de fraude.

Além disso, o PSP conta com a tecnologia proprietária de uma adquirente própria. Isso proporciona mais transparência na transação, contribuindo para uma maior aprovação de pagamentos.

A integração da interface é no modelo plug-and-play e também são incluídas features para aumentar as vendas, como compra com um clique, retentativa de pagamento e link de pagamento.

A cobrança costuma ser feita por meio de uma taxa fixa mais uma porcentagem do valor final da venda.

Como escolher a empresa de pagamentos ideal?

Para escolher a melhor empresa de pagamentos para o seu negócio, é importante levar em consideração alguns pontos sobre a tecnologia disponibilizada:

  • Formas de pagamento: a solução escolhida deve permitir que você aceite os métodos de pagamento desejados pelo seu cliente, como cartão de crédito, Pix, boleto etc.;
  • Estabilidade: para não perder vendas em períodos de alto volume transacional, busque uma tecnologia com um histórico de alta estabilidade;
  • Segurança: é indicado contratar uma empresa que apresente a certificação PCI Compliance e ofereça um serviço de antifraude integrado;
  • Conversão: procure soluções que ofereçam funcionalidades voltadas para aumentar o seu índice de conversão, como link de pagamento, checkout transparente, retentativa de pagamento, entre outros;
  • Atendimento: considerando que o mercado de pagamentos é bastante complexo, contar com um atendimento rápido e humanizado pode fazer toda a diferença para o seu negócio.

Também é imprescindível mapear as necessidades e características do empreendimento, como o porte da empresa, a presença de uma equipe de programação e o nível de personalização desejado.

O Pagar.me é uma infraestrutura completa de pagamentos digitais que oferece as soluções de gateway de pagamento e PSP. Assim, conseguimos atender às necessidades do seu e-commerce, independentemente do seu porte ou modelo de negócio.

Cadastre-se na nossa plataforma para começar a vender conosco ou solicite uma proposta personalizada ao nosso time!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

05, dezembro, 2022

8 estratégias para disparar suas vendas de Natal (2022)

Quer potencializar as vendas de Natal da sua loja? Confira as principais tendências de consumo e estratégias para lucrar na data este ano.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

01, dezembro, 2022

Venda casada: o que é e o que diz a lei sobre essa prática?

Confira o que é venda casada, por que essa prática é considerada um crime pela legislação e como evitá-la no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

30, novembro, 2022

Unboxing: o que é e como investir nessa estratégia?

Você sabe o que é unboxing? Saiba mais sobre esse processo de desempacotar uma compra e como aproveitar essa tendência na sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo