Comparador de preços: como usar esse canal para gerar mais vendas?

E-commerce

14 de maio de 2021

O comércio eletrônico está cada vez mais acirrado e, consequentemente, marcado por uma forte competição por preços. Nesse contexto, os clientes estão constantemente em busca da melhor oferta e, para facilitar essa procura, muitos fazem uso do comparador de preços.

Mas você sabia que, além de ajudar os consumidores em sua decisão de compra, essa ferramenta também pode ser relevante para as lojas virtuais?

Afinal, os e-commerces que oferecem as condições mais vantajosas nessas plataformas tendem a se destacar, ganhando visibilidade e atraindo novos compradores.

Reunimos, neste conteúdo, tudo o que você precisa saber sobre os sites de comparação de preços e como utilizá-los da melhor forma na sua estratégia de vendas. Assim, você poderá definir se vale a pena para o seu negócio investir nesse canal.

O que é um comparador de preços?

Comparadores de preços são sites ou aplicativos que permitem comparar os valores de um mesmo produto sendo anunciado em diferentes lojas virtuais. É o caso de ferramentas como Zoom, Bondfaro e Google Shopping.

Os consumidores podem buscar a mercadoria pelo nome ou até mesmo por uma imagem, e o sistema lista os sites que vendem o item e os respectivos preços cobrados.

Também são oferecidas informações relevantes para a decisão de compra do cliente, como o prazo de entrega e a taxa de frete de cada loja, além da descrição da mercadoria.

Essas plataformas ainda permitem que o usuário monitore o preço da mercadoria do seu interesse, recebendo notificações de novos descontos e podendo conferir a variação de valores ao longo do tempo.

Para uma loja virtual anunciar em um comparador de preços, geralmente é cobrado o custo por clique (CPC), ou seja, o varejista paga um determinado valor toda vez que um usuário clica no link do seu produto, sendo direcionado para o site do e-commerce.

Quais são as vantagens dessa ferramenta para as lojas virtuais?

Os comparadores de preços são muito úteis para os consumidores que querem pagar menos pelo item desejado, recebendo diariamente um grande volume de visitantes em busca das melhores promoções.

Trata-se, portanto, de um canal vantajoso para os e-commerces anunciarem seus produtos, atraindo novos clientes e aumentando o seu tráfego e, por consequência, as suas oportunidades de vendas.

O tráfego gerado pelos sites de comparação de preços, inclusive, destaca-se por ser composto por consumidores que já estão avançados na jornada de compra, estando mais decididos a adquirir o produto e tendo mais chances de conversão.

Além disso, os comparadores ainda podem ser utilizados pelas lojas virtuais para analisar os preços que estão sendo praticados pela concorrência. Assim, você pode adequar os valores cobrados pelo seu e-commerce ao mercado e, se possível, oferecer condições especiais que diferenciem o seu negócio.

Quando vale a pena investir nesse canal?

Apesar das vantagens que os comparadores de preços podem trazer para as lojas virtuais, eles não são recomendados para todos os e-commerces.

Para avaliar se é interessante para a sua empresa investir nesse tipo de canal de divulgação, é importante analisar a sua proposta de negócio.

Se você vende produtos exclusivos ou personalizados, por exemplo, não é indicado anunciá-los nessas plataformas, uma vez que tratam-se de mercadorias que não são passíveis de comparação.

Os comparadores de preços são mais indicados para quem comercializa produtos que são vendidos em diferentes lojas e para quem consegue oferecer preços competitivos.

Lembre-se de que não é somente o valor que influencia a decisão de compra do consumidor, mas o objetivo dos usuários que utilizam os comparadores é justamente encontrar o melhor custo-benefício.

Como usar um comparador de preços para a sua loja virtual?

Se você analisou bem o seu negócio e concluiu que vale a pena investir em um comparador de preços, agora é a hora de conhecer as práticas para obter os melhores resultados nesse canal.

Escolha bem os produtos anunciados

Para começar a anunciar em sites de comparação de preços, é preciso cadastrar os seus produtos nas plataformas. Isso geralmente é feito por meio de um arquivo XML, que exporta as principais informações das suas mercadorias para o comparador.

Para escolher os itens mais estratégicos para exibir nessas plataformas, vale identificar os produtos mais vendidos no seu e-commerce e que você consegue oferecer valores competitivos, ou seja, que terão maiores chances de conversão.

Se você estiver em períodos próximos de datas relevantes do calendário do varejo, como Black Friday e Dia das Mães, analise o histórico de vendas da sua loja para encontrar as mercadorias com maior demanda nessas épocas.

Conheça as regras de cada plataforma

Cada comparador de preços tem suas próprias diretrizes e proibições para anúncios. Por isso, estude a fundo as regras de cada plataforma. É preciso oferecer todas as informações e requisitos exigidos, para garantir o sucesso da sua estratégia.

Na hora de cadastrar os produtos, por exemplo, podem ser solicitadas fotos de qualidade e que sejam fiéis aos itens. Geralmente também é exigido que as URLs de redirecionamento correspondam às mercadorias anunciadas, para evitar a ocorrência de golpes.

Ofereça uma boa experiência de compra

Imagine um consumidor que faz uma busca em um comparador de preços, clica em um dos links dos resultados e é redirecionado para um site lento, confuso e que passa uma sensação de insegurança. Ele provavelmente não vai querer finalizar a compra nessa loja, certo?

Para garantir as suas conversões, é preciso mostrar o profissionalismo do seu negócio e oferecer uma boa experiência de compra para o cliente. Isso inclui:

  • ter um site rápido, agradável e com um layout de fácil navegação;
  • implementar medidas de segurança no seu e-commerce, como adquirir uma certificação SSL;
  • oferecer descrições completas e imagens de qualidade dos produtos;
  • disponibilizar depoimentos e avaliações de outros clientes;
  • contar com meios de pagamento seguros e eficientes.

Acompanhe os resultados

Para obter os melhores resultados nos sites de comparação de preços, é fundamental fazer um acompanhamento frequente das visitas e conversões geradas por meio desses canais.

Uma métrica muito importante, nesse sentido, é o Retorno sobre o Investimento (ROI), que indica os resultados obtidos em relação aos investimentos realizados para a sua estratégia.

A partir desse monitoramento, será possível avaliar se vale a pena ou não continuar investindo em comparadores de preço e se você pode otimizar algum ponto nos seus anúncios ou no seu próprio site para maximizar os seus acessos e vendas.

De fato, o comparador de preços pode ser um excelente canal de vendas para os e-commerces. Porém, é indispensável analisar se essa estratégia faz sentido para o seu negócio e se ela está trazendo os resultados esperados.

Quer conhecer outras formas de divulgar a sua loja virtual? Confira nosso artigo com 6 estratégias para gerar tráfego no seu site!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

23, setembro, 2021

Como fazer um lançamento de loja virtual de sucesso?

Descubra o passo a passo para fazer um lançamento de loja virtual bem-sucedido e começar o seu e-commerce com o pé direito!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

22, setembro, 2021

Formas de pagamento para Black Friday: quais são as melhores para oferecer?

Conheça as formas de pagamento mais estratégicas para oferecer na Black Friday e aumentar as conversões do seu e-commerce na ocasião.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

20, setembro, 2021

Gestão financeira: o que é e quais são as melhores práticas?

Entenda o que é gestão financeira e conheça as melhores práticas para garantir a saúde financeira e o crescimento sustentável da sua empresa.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo