Como tirar fotos de roupas para vender mais: guia completo

E-commerce

7 de abril de 2022

Se as fotos de produtos são um aspecto essencial para qualquer e-commerce, quando se trata da venda de roupas pela internet, esse é um ponto que você não pode deixar de lado, de forma alguma.

Independentemente se você vende por uma loja virtual ou pelo Instagram, é fundamental tirar fotos bonitas das peças para atrair o consumidor e transmitir mais confiança para que ele finalize sua compra.

E a boa notícia é que, hoje em dia, é possível fazer fotos de qualidade com poucos equipamentos, incluindo o seu próprio smartphone. Então, o que você está esperando?

Siga a leitura e confira nosso guia completo de como tirar fotos de roupas para vender mais no seu e-commerce!

Qual a importância das fotos de roupas no e-commerce?

Para começar, é preciso ter em mente que o mercado da moda é extremamente visual. Ou seja, as imagens desempenham um importante papel na construção do desejo e na percepção da marca pelo público.

Além disso, quando falamos em vendas online, ao contrário do varejo físico, o cliente não tem a possibilidade de experimentar o produto antes de comprá-lo.

Em um e-commerce de roupas, o consumidor pode ter várias dúvidas sobre as características, os tamanhos e o caimento das peças, que, se não forem respondidas, podem fazê-lo desistir do pedido.

Segundo uma pesquisa da Lett, 87,9% dos consumidores não comprariam um produto, caso o site não apresente pelo menos uma imagem do item.

Dessa forma, além de ajudar a valorizar as peças e atrair os clientes, apresentar fotos das roupas nas páginas de produtos transmite mais segurança para o cliente fazer a compra, aumentando a taxa de conversão do e-commerce.

Como tirar fotos de roupas para vender mais?

Se a sua loja não tem um grande orçamento disponível, saiba que não é preciso contratar um fotógrafo profissional ou investir em equipamentos caros para tirar fotos bonitas das roupas à venda.

Com um bom celular e muita criatividade, você pode fazer imagens atrativas para o seu e-commerce. No entanto, é recomendável seguir as boas práticas para garantir a qualidade das fotos. Confira a seguir!

1. Crie identificação com o público-alvo

Antes de colocar a mão na massa, é importante definir a mensagem que você quer passar com as fotos de roupas. Afinal, as imagens devem criar uma identificação com o público-alvo do negócio, para realmente despertar o seu interesse.

Quais são as necessidades e preferências dos seus consumidores? Você deve basear todo o planejamento das fotos dos seus produtos nessas informações.

Se você vende vestidos de festa para mulheres que buscam sofisticação e elegância, por exemplo, pode ser interessante montar um ambiente mais formal e produzir bem as modelos.

Já no caso de um e-commerce de roupas de banho, por sua vez, as fotos podem ser mais descontraídas e, até mesmo, tiradas diretamente de uma praia. Tudo vai depender do que o seu cliente busca e valoriza!

2. Organize os equipamentos necessários

Uma das principais dúvidas dos empreendedores é em relação aos equipamentos necessários para tirar fotos de roupas. O ideal é contar com:

  • uma câmera de alta resolução — pode ser uma profissional ou a do seu celular, desde que tenha uma boa resolução;
  • um tripé para manter a estabilidade da câmera e evitar imagens tremidas;
  • um suporte para as peças — falaremos mais sobre isso no tópico seguinte;
  • um fundo infinito que pode ser feito criando uma leve curva em uma cartolina ou um tecido branco, sem dobrar o material;
  • duas fontes de luz branca, como softboxes, caso não seja possível utilizar a iluminação natural.

3. Defina o suporte para as peças

Com base no perfil do seu público-alvo, escolha o suporte que utilizará para fotografar as roupas. As principais opções são cabides, superfícies, manequins e modelos.

Cabide

Essa é uma das formas mais fáceis e rápidas de tirar fotos das roupas do seu e-commerce. Basta colocar as peças em cabides, na frente do fundo escolhido, e capturar as imagens.

No entanto, essa alternativa é menos pessoal e não mostra o caimento das roupas para o consumidor.

Superfície

Também é possível apoiar as peças sobre uma superfície, como um tapete de cor neutra, para realizar composições e exibir diferentes combinações de roupas. Assim como o cabide, essa é uma opção mais impessoal e não demonstra como os itens ficam no corpo.

Manequim

O manequim é um suporte que proporciona mais autonomia para tirar as fotos das roupas e permite que o cliente tenha uma ideia do caimento da peça. Porém, ele ainda não transmite pessoalidade para o público.

Modelo

Essa é a maneira mais profissional e recomendada para tirar fotos de roupas para vender. Além de mostrar como as peças ficam no corpo de uma pessoa real, as imagens com modelos humanizam o e-commerce e criam uma maior identificação com o cliente.

Por outro lado, essa também é a alternativa mais cara. Por isso, se você não tem os recursos necessários para contratar modelos profissionais, vale a pena buscar a ajuda de amigos ou familiares que topem participar de uma sessão de fotos.

4. Prepare o ambiente das fotos

Além do suporte das roupas, também é preciso escolher como será o ambiente de fundo das fotos.

O ideal é fazer as imagens em um ambiente neutro, utilizando um fundo infinito. Dependendo da mensagem que você deseja transmitir, pode incluir outros elementos para compor a imagem.

Entretanto, não deixe a foto muito carregada visualmente. Assim, você evita distrações nas imagens, e o consumidor foca a sua atenção nos detalhes do produto.

5. Atente-se à iluminação

A iluminação é um dos pontos mais importantes para a alta qualidade das fotos de roupas. A luz natural, proveniente de uma janela ou de um ambiente externo, é a mais recomendada para refletir com fidelidade as cores das peças.

Outra opção é utilizar softboxes, que são dispositivos de iluminação suave — existem tutoriais online de como fazer esses equipamentos de forma caseira.

Uma dica é evitar o uso do flash para não estourar a foto ou distorcer as cores e os detalhes dos produtos.

Também se deve tomar cuidado com a uniformidade da iluminação. Para evitar a formação de sombras, posicione as fontes de luz em um ângulo de 45º em relação às peças.

6. Tenha cuidado com o enquadramento

Lembre-se de que as roupas devem ser o foco da atenção nas fotos. Mesmo que você utilize outros itens para compor a imagem, as peças devem ser as protagonistas.

Portanto, atente-se bastante ao enquadramento das fotos para colocar as roupas em evidência e valorizar os seus detalhes e diferenciais.

Além disso, tome cuidado para não deixar as imagens desalinhadas. Se você tirar as fotos com um smartphone, pode usar o recurso de grade na tela do aparelho para centralizar as roupas na foto.

7. Capture vários ângulos

Para ajudar o consumidor na sua decisão de compra, uma boa prática é apresentar diferentes ângulos das peças, mostrando os detalhes de cada item, como as texturas, os botões e as estampas.

Assim, é possível ter uma visão completa da roupa e fazer uma compra mais assertiva — o que contribui para a satisfação do comprador e ajuda a reduzir os casos de trocas e devoluções de mercadorias.

Para padronizar as fotos, uma dica é manter a câmera posicionada da mesma forma e somente ir mudando a posição do produto ou do modelo.

8. Fotografe as variações dos itens

Se você oferece várias opções de uma mesma peça, é imprescindível tirar fotos de cada modelo. Isso proporciona mais segurança para o cliente fazer sua compra, ajudando a aumentar as vendas do e-commerce.

Caso você venda uma camiseta em diferentes cores, por exemplo, o consumidor deve poder ver imagens de todos os tons disponíveis.

9. Capriche na edição das fotos

Após tirar as fotos das roupas, não se esqueça de fazer a seleção e o tratamento das imagens. Ajuste o tamanho e o formato, mantendo um padrão estético que o cliente possa associar à sua marca.

Também é importante fazer a correção das cores que não tenham ficado tão próximas do real. Dessa maneira, você consegue retratar os produtos da forma mais precisa possível, evitando frustrações do cliente com o pedido.

Mas nada de exagerar no uso de filtros ou tentar esconder algum defeito da peça por meio da edição! O objetivo dessa etapa é fazer pequenas correções e padronizar as imagens.

A ferramenta de edição mais conhecida é o Adobe Photoshop, mas também existem aplicativos gratuitos e que são mais intuitivos para quem não tem tanta experiência, como o Adobe Lightroom e o VSCO.

Com as nossas dicas de como tirar fotos de roupas para vender, você poderá fazer imagens de qualidade para despertar o interesse dos consumidores e aumentar suas conversões!

Agora, se você quer oferecer uma experiência ainda mais completa para o seu cliente, também existem outros recursos que podem ser utilizados — é o caso da tecnologia de Realidade Aumentada, por exemplo.

Continue no nosso blog e entenda como aplicar a Realidade Aumentada no seu e-commerce!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

25, maio, 2022

10 ideias de ações para vender no Dia dos Namorados 2022

A data mais romântica do ano é uma excelente oportunidade para aquecer suas vendas. Confira as melhores ideias para vender no Dia dos Namorados 2022!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

24, maio, 2022

GMV: o que é e como acompanhar essa métrica?

GMV é uma sigla para Gross Merchandise Volume, ou Volume Bruto de Mercadoria, em português. Entenda como analisar esse indicador!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

23, maio, 2022

O que é giro de estoque e como calcular esse indicador?

Explicamos o que é giro de estoque e como calcular essa métrica para você controlar de perto a rotatividade de mercadorias no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Como tirar fotos de roupas para vender mais: guia completo

E-commerce

7 de abril de 2022

Se as fotos de produtos são um aspecto essencial para qualquer e-commerce, quando se trata da venda de roupas pela internet, esse é um ponto que você não pode deixar de lado, de forma alguma.

Independentemente se você vende por uma loja virtual ou pelo Instagram, é fundamental tirar fotos bonitas das peças para atrair o consumidor e transmitir mais confiança para que ele finalize sua compra.

E a boa notícia é que, hoje em dia, é possível fazer fotos de qualidade com poucos equipamentos, incluindo o seu próprio smartphone. Então, o que você está esperando?

Siga a leitura e confira nosso guia completo de como tirar fotos de roupas para vender mais no seu e-commerce!

Qual a importância das fotos de roupas no e-commerce?

Para começar, é preciso ter em mente que o mercado da moda é extremamente visual. Ou seja, as imagens desempenham um importante papel na construção do desejo e na percepção da marca pelo público.

Além disso, quando falamos em vendas online, ao contrário do varejo físico, o cliente não tem a possibilidade de experimentar o produto antes de comprá-lo.

Em um e-commerce de roupas, o consumidor pode ter várias dúvidas sobre as características, os tamanhos e o caimento das peças, que, se não forem respondidas, podem fazê-lo desistir do pedido.

Segundo uma pesquisa da Lett, 87,9% dos consumidores não comprariam um produto, caso o site não apresente pelo menos uma imagem do item.

Dessa forma, além de ajudar a valorizar as peças e atrair os clientes, apresentar fotos das roupas nas páginas de produtos transmite mais segurança para o cliente fazer a compra, aumentando a taxa de conversão do e-commerce.

Como tirar fotos de roupas para vender mais?

Se a sua loja não tem um grande orçamento disponível, saiba que não é preciso contratar um fotógrafo profissional ou investir em equipamentos caros para tirar fotos bonitas das roupas à venda.

Com um bom celular e muita criatividade, você pode fazer imagens atrativas para o seu e-commerce. No entanto, é recomendável seguir as boas práticas para garantir a qualidade das fotos. Confira a seguir!

1. Crie identificação com o público-alvo

Antes de colocar a mão na massa, é importante definir a mensagem que você quer passar com as fotos de roupas. Afinal, as imagens devem criar uma identificação com o público-alvo do negócio, para realmente despertar o seu interesse.

Quais são as necessidades e preferências dos seus consumidores? Você deve basear todo o planejamento das fotos dos seus produtos nessas informações.

Se você vende vestidos de festa para mulheres que buscam sofisticação e elegância, por exemplo, pode ser interessante montar um ambiente mais formal e produzir bem as modelos.

Já no caso de um e-commerce de roupas de banho, por sua vez, as fotos podem ser mais descontraídas e, até mesmo, tiradas diretamente de uma praia. Tudo vai depender do que o seu cliente busca e valoriza!

2. Organize os equipamentos necessários

Uma das principais dúvidas dos empreendedores é em relação aos equipamentos necessários para tirar fotos de roupas. O ideal é contar com:

  • uma câmera de alta resolução — pode ser uma profissional ou a do seu celular, desde que tenha uma boa resolução;
  • um tripé para manter a estabilidade da câmera e evitar imagens tremidas;
  • um suporte para as peças — falaremos mais sobre isso no tópico seguinte;
  • um fundo infinito que pode ser feito criando uma leve curva em uma cartolina ou um tecido branco, sem dobrar o material;
  • duas fontes de luz branca, como softboxes, caso não seja possível utilizar a iluminação natural.

3. Defina o suporte para as peças

Com base no perfil do seu público-alvo, escolha o suporte que utilizará para fotografar as roupas. As principais opções são cabides, superfícies, manequins e modelos.

Cabide

Essa é uma das formas mais fáceis e rápidas de tirar fotos das roupas do seu e-commerce. Basta colocar as peças em cabides, na frente do fundo escolhido, e capturar as imagens.

No entanto, essa alternativa é menos pessoal e não mostra o caimento das roupas para o consumidor.

Superfície

Também é possível apoiar as peças sobre uma superfície, como um tapete de cor neutra, para realizar composições e exibir diferentes combinações de roupas. Assim como o cabide, essa é uma opção mais impessoal e não demonstra como os itens ficam no corpo.

Manequim

O manequim é um suporte que proporciona mais autonomia para tirar as fotos das roupas e permite que o cliente tenha uma ideia do caimento da peça. Porém, ele ainda não transmite pessoalidade para o público.

Modelo

Essa é a maneira mais profissional e recomendada para tirar fotos de roupas para vender. Além de mostrar como as peças ficam no corpo de uma pessoa real, as imagens com modelos humanizam o e-commerce e criam uma maior identificação com o cliente.

Por outro lado, essa também é a alternativa mais cara. Por isso, se você não tem os recursos necessários para contratar modelos profissionais, vale a pena buscar a ajuda de amigos ou familiares que topem participar de uma sessão de fotos.

4. Prepare o ambiente das fotos

Além do suporte das roupas, também é preciso escolher como será o ambiente de fundo das fotos.

O ideal é fazer as imagens em um ambiente neutro, utilizando um fundo infinito. Dependendo da mensagem que você deseja transmitir, pode incluir outros elementos para compor a imagem.

Entretanto, não deixe a foto muito carregada visualmente. Assim, você evita distrações nas imagens, e o consumidor foca a sua atenção nos detalhes do produto.

5. Atente-se à iluminação

A iluminação é um dos pontos mais importantes para a alta qualidade das fotos de roupas. A luz natural, proveniente de uma janela ou de um ambiente externo, é a mais recomendada para refletir com fidelidade as cores das peças.

Outra opção é utilizar softboxes, que são dispositivos de iluminação suave — existem tutoriais online de como fazer esses equipamentos de forma caseira.

Uma dica é evitar o uso do flash para não estourar a foto ou distorcer as cores e os detalhes dos produtos.

Também se deve tomar cuidado com a uniformidade da iluminação. Para evitar a formação de sombras, posicione as fontes de luz em um ângulo de 45º em relação às peças.

6. Tenha cuidado com o enquadramento

Lembre-se de que as roupas devem ser o foco da atenção nas fotos. Mesmo que você utilize outros itens para compor a imagem, as peças devem ser as protagonistas.

Portanto, atente-se bastante ao enquadramento das fotos para colocar as roupas em evidência e valorizar os seus detalhes e diferenciais.

Além disso, tome cuidado para não deixar as imagens desalinhadas. Se você tirar as fotos com um smartphone, pode usar o recurso de grade na tela do aparelho para centralizar as roupas na foto.

7. Capture vários ângulos

Para ajudar o consumidor na sua decisão de compra, uma boa prática é apresentar diferentes ângulos das peças, mostrando os detalhes de cada item, como as texturas, os botões e as estampas.

Assim, é possível ter uma visão completa da roupa e fazer uma compra mais assertiva — o que contribui para a satisfação do comprador e ajuda a reduzir os casos de trocas e devoluções de mercadorias.

Para padronizar as fotos, uma dica é manter a câmera posicionada da mesma forma e somente ir mudando a posição do produto ou do modelo.

8. Fotografe as variações dos itens

Se você oferece várias opções de uma mesma peça, é imprescindível tirar fotos de cada modelo. Isso proporciona mais segurança para o cliente fazer sua compra, ajudando a aumentar as vendas do e-commerce.

Caso você venda uma camiseta em diferentes cores, por exemplo, o consumidor deve poder ver imagens de todos os tons disponíveis.

9. Capriche na edição das fotos

Após tirar as fotos das roupas, não se esqueça de fazer a seleção e o tratamento das imagens. Ajuste o tamanho e o formato, mantendo um padrão estético que o cliente possa associar à sua marca.

Também é importante fazer a correção das cores que não tenham ficado tão próximas do real. Dessa maneira, você consegue retratar os produtos da forma mais precisa possível, evitando frustrações do cliente com o pedido.

Mas nada de exagerar no uso de filtros ou tentar esconder algum defeito da peça por meio da edição! O objetivo dessa etapa é fazer pequenas correções e padronizar as imagens.

A ferramenta de edição mais conhecida é o Adobe Photoshop, mas também existem aplicativos gratuitos e que são mais intuitivos para quem não tem tanta experiência, como o Adobe Lightroom e o VSCO.

Com as nossas dicas de como tirar fotos de roupas para vender, você poderá fazer imagens de qualidade para despertar o interesse dos consumidores e aumentar suas conversões!

Agora, se você quer oferecer uma experiência ainda mais completa para o seu cliente, também existem outros recursos que podem ser utilizados — é o caso da tecnologia de Realidade Aumentada, por exemplo.

Continue no nosso blog e entenda como aplicar a Realidade Aumentada no seu e-commerce!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

25, maio, 2022

10 ideias de ações para vender no Dia dos Namorados 2022

A data mais romântica do ano é uma excelente oportunidade para aquecer suas vendas. Confira as melhores ideias para vender no Dia dos Namorados 2022!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

24, maio, 2022

GMV: o que é e como acompanhar essa métrica?

GMV é uma sigla para Gross Merchandise Volume, ou Volume Bruto de Mercadoria, em português. Entenda como analisar esse indicador!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

23, maio, 2022

O que é giro de estoque e como calcular esse indicador?

Explicamos o que é giro de estoque e como calcular essa métrica para você controlar de perto a rotatividade de mercadorias no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo