Black Friday 2021: resultados e aprendizados desta edição

E-commerce

10 de dezembro de 2021

A Black Friday 2021 chegou ao fim e agora é hora de analisar os resultados desta edição do evento mais importante para o varejo online.

Considerando que a Black Friday reflete as principais tendências e comportamentos dos consumidores, assim como o cenário econômico atual, conhecer esses dados é fundamental.

A partir do panorama desta edição, é possível entender o que esperar para o final deste ano e também obter insights valiosos para otimizar as suas estratégias para 2022.

Para te ajudar nisso, reunimos os destaques e aprendizados da Black Friday 2021 para você conferir. Boa leitura!

Faturamento do e-commerce na Black Friday 2021

A NielsenIQ Ebit aponta que os e-commerces brasileiros venderam um total de R$ 4,2 bilhões entre a quinta e a sexta-feira da Black Friday 2021. O valor representa um crescimento nominal de 5% em relação ao ano passado.

Já o volume de pedidos diminuiu 9% em comparação com o mesmo período da edição anterior, com um total de 5,6 milhões de pedidos realizados entre 25 e 26 de novembro. O ticket médio das compras, por sua vez, subiu 16%, alcançando o valor de R$ 753.

A Cyber Monday, a segunda-feira logo após a Black Friday, gerou R$ 648 milhões de receita, uma alta de 16% comparado a 2020. No entanto, a data também teve uma queda de 6% no número de pedidos feitos.

Crescimento significativo do Esquenta Black Friday

Um dos motivos apontados pelas pesquisas para a redução do volume de pedidos realizados durante os dias do evento é o crescimento do Esquenta Black Friday, ou seja, da antecipação de promoções nos dias e semanas anteriores à data.

De acordo com a NielsenIQ Ebit, entre 18 e 24 de novembro, o faturamento do e-commerce brasileiro cresceu 31%, em função das ofertas antecipadas.

Também vale considerar que o e-commerce teve uma alta histórica de 25% em vendas na Black Friday 2020, muito em função do cenário de isolamento social.

Este ano, com a flexibilização das medidas de distanciamento e a reabertura do varejo físico, o e-commerce registrou um crescimento em menor escala.

Categorias de destaque nesta edição

Segundo um relatório da AlliN e da Social Miner, os segmentos de produtos mais comprados na Black Friday 2021, por número de pedidos, foram:

  1. Moda e Acessórios
  2. Beleza e Perfumaria
  3. Telefonia
  4. Eletroportáteis
  5. Eletrodomésticos

Já as categorias que geraram o maior faturamento foram:

  1. Telefonia
  2. Eletrodomésticos
  3. Eletrônicos
  4. Informática
  5. Móveis

Sobre os itens mais adquiridos durante esta edição da Black Friday, os eletroportáteis ocuparam as cinco primeiras posições, com destaque para aspiradores de pó e airfryers, segundo um levantamento da Neotrust.

Cartão de crédito é forma de pagamento mais utilizada

Assim como nos últimos anos, o cartão de crédito foi a principal forma de pagamento da Black Friday, utilizado em 82,4% das compras online do evento — os dados são da Neotrust.

Um dos motivos apontados para essa preferência são os benefícios atrelados ao pagamento via cartão de crédito, como cashbacks e programas de pontos e milhas.

A possibilidade de parcelamento também é um grande diferencial das compras por cartão, sobretudo para pedidos de alto ticket médio.

A pesquisa da NielsenIQ Ebit revela que o pagamento em 10 vezes cresceu 2,4 pontos percentuais este ano, enquanto as transações via cartão de crédito à vista tiveram uma queda de 2,5 pontos percentuais.

Intensificação das tentativas de fraudes

As fraudes são um dos principais temores dos lojistas com o aumento de tráfego e vendas na Black Friday. E este ano, os golpistas intensificaram ainda mais suas atividades.

Uma análise da ClearSale indica que foram realizadas 119.318 tentativas de fraudes entre 25 e 29 de novembro, um crescimento de 131,54% em relação ao mesmo período de 2020.

No total, foi evitado um prejuízo de R$ 125,8 milhões em pedidos falsos no e-commerce, valor 79% maior do que no ano anterior.

De acordo com a Konduto, os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo concentraram 57,3% das ocorrências de fraudes este ano. Além disso, 70% das tentativas foram feitas via mobile.

Importância das entregas para o consumidor

A entrega é um dos processos mais importantes para o consumidor em compras online, e os dados da Black Friday 2021 comprovam isso.

E-commerces apostaram em frete grátis

O frete grátis continua sendo um importante atrativo nas promoções de Black Friday. Nesta edição, 66% do total de pedidos contaram com esse benefício, segundo a Neotrust. Já o valor do frete pago reduziu 8%, alcançando uma taxa média de R$ 20.

Soluções omnichannel crescem na Black Friday

Além do frete grátis, uma grande tendência da Black Friday 2021 foram as soluções omnichannel, que visam integrar lojas físicas e digitais para atender o cliente de maneira unificada.

Esse foi um movimento relevante, levando em conta a retomada do varejo físico este ano. Um levantamento da Linx mostra que houve um crescimento de 139% na forma de entrega pick up in store, na qual o cliente faz sua compra online e retira o pedido presencialmente.

O ship from store, modalidade na qual a pessoa faz o pedido no e-commerce e recebe o produto da loja física mais próxima, também teve uma alta de 44% em comparação com a última Black Friday.

Atrasos na entrega é principal reclamação dos clientes

Segundo o Reclame Aqui, a plataforma recebeu 23% mais reclamações na Black Friday 2021 do que na edição anterior.

Dentre os principais problemas, o maior foi o atraso na entrega, relatado por 19,9% dos consumidores que fizeram reclamações entre 24 e 26 de novembro.

Isso se deve sobretudo à antecipação das promoções na semana e no mês do evento. Como muitos clientes aproveitaram as ofertas antecipadas, eles já estavam enfrentando problemas com a entrega no dia da Black Friday em si.

Perfil dos consumidores da Black Friday 2021

As mulheres representaram a maioria dos compradores da Black Friday 2021, sendo responsáveis por 57% dos pedidos feitos no evento, segundo a Neotrust.

Outro dado interessante é que os consumidores de 36 a 50 anos realizaram 34,7% do total de compras feitas na Black Friday 2021 — o maior volume de pedidos por faixa etária da edição.

Além disso, os clientes acima de 51 anos foram responsáveis por 1,7 milhão de pedidos na ocasião, um aumento de 12,4% em relação ao ano passado.

Esses números revelam a adesão de pessoas de faixas etárias mais elevadas às compras online, mostrando o aumento da sua confiança no e-commerce.

Em relação às regiões com maior participação na Black Friday, o Sudeste manteve a sua dominância, com 60% dos pedidos, seguido por Nordeste (17%), Sul (15%), Centro-Oeste (6%) e Norte (2%).

Por outro lado, o Amazonas foi o estado que apresentou o maior crescimento no número de compras, com uma alta de 26% em comparação com 2020.

Em resumo, ainda que não tenha registrado um crescimento em mesma escala que o do ano anterior, a Black Friday 2021 proporcionou resultados positivos para o e-commerce brasileiro.

Analisando os resultados desta edição, é possível constatar a consolidação das compras online nos hábitos de consumo da população, assim como a sua busca por praticidade e facilidade.

Agora é hora de pegar todos os aprendizados e insights obtidos neste artigo e levá-los para a realidade do seu negócio! Certamente você conseguirá aprimorar as suas estratégias para atender cada vez melhor os clientes e impulsionar as suas vendas.

Se você quer receber mais conteúdos valiosos para o seu e-commerce, inscreva-se na nossa newsletter!


Inscreva-se na newsletter do Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

17, janeiro, 2022

Como anunciar no Instagram Ads: passo a passo para sua loja

Confira nosso guia completo de como anunciar no Instagram Ads e aprenda a aumentar o alcance do seu negócio com essa ferramenta!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

14, janeiro, 2022

O que vender na internet? Confira 10 ideias para 2022

Quer empreender no mundo online, mas ainda não sabe o que vender na internet? Reunimos os principais dados e tendências do mercado para você se inspirar.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

13, janeiro, 2022

Funil de vendas para e-commerce: saiba como fazer!

As empresas que estão voltadas para garantir a presença no ambiente virtual precisam entender a importância do funil de vendas para e-commerce. Confira!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Black Friday 2021: resultados e aprendizados desta edição

E-commerce

10 de dezembro de 2021

A Black Friday 2021 chegou ao fim e agora é hora de analisar os resultados desta edição do evento mais importante para o varejo online.

Considerando que a Black Friday reflete as principais tendências e comportamentos dos consumidores, assim como o cenário econômico atual, conhecer esses dados é fundamental.

A partir do panorama desta edição, é possível entender o que esperar para o final deste ano e também obter insights valiosos para otimizar as suas estratégias para 2022.

Para te ajudar nisso, reunimos os destaques e aprendizados da Black Friday 2021 para você conferir. Boa leitura!

Faturamento do e-commerce na Black Friday 2021

A NielsenIQ Ebit aponta que os e-commerces brasileiros venderam um total de R$ 4,2 bilhões entre a quinta e a sexta-feira da Black Friday 2021. O valor representa um crescimento nominal de 5% em relação ao ano passado.

Já o volume de pedidos diminuiu 9% em comparação com o mesmo período da edição anterior, com um total de 5,6 milhões de pedidos realizados entre 25 e 26 de novembro. O ticket médio das compras, por sua vez, subiu 16%, alcançando o valor de R$ 753.

A Cyber Monday, a segunda-feira logo após a Black Friday, gerou R$ 648 milhões de receita, uma alta de 16% comparado a 2020. No entanto, a data também teve uma queda de 6% no número de pedidos feitos.

Crescimento significativo do Esquenta Black Friday

Um dos motivos apontados pelas pesquisas para a redução do volume de pedidos realizados durante os dias do evento é o crescimento do Esquenta Black Friday, ou seja, da antecipação de promoções nos dias e semanas anteriores à data.

De acordo com a NielsenIQ Ebit, entre 18 e 24 de novembro, o faturamento do e-commerce brasileiro cresceu 31%, em função das ofertas antecipadas.

Também vale considerar que o e-commerce teve uma alta histórica de 25% em vendas na Black Friday 2020, muito em função do cenário de isolamento social.

Este ano, com a flexibilização das medidas de distanciamento e a reabertura do varejo físico, o e-commerce registrou um crescimento em menor escala.

Categorias de destaque nesta edição

Segundo um relatório da AlliN e da Social Miner, os segmentos de produtos mais comprados na Black Friday 2021, por número de pedidos, foram:

  1. Moda e Acessórios
  2. Beleza e Perfumaria
  3. Telefonia
  4. Eletroportáteis
  5. Eletrodomésticos

Já as categorias que geraram o maior faturamento foram:

  1. Telefonia
  2. Eletrodomésticos
  3. Eletrônicos
  4. Informática
  5. Móveis

Sobre os itens mais adquiridos durante esta edição da Black Friday, os eletroportáteis ocuparam as cinco primeiras posições, com destaque para aspiradores de pó e airfryers, segundo um levantamento da Neotrust.

Cartão de crédito é forma de pagamento mais utilizada

Assim como nos últimos anos, o cartão de crédito foi a principal forma de pagamento da Black Friday, utilizado em 82,4% das compras online do evento — os dados são da Neotrust.

Um dos motivos apontados para essa preferência são os benefícios atrelados ao pagamento via cartão de crédito, como cashbacks e programas de pontos e milhas.

A possibilidade de parcelamento também é um grande diferencial das compras por cartão, sobretudo para pedidos de alto ticket médio.

A pesquisa da NielsenIQ Ebit revela que o pagamento em 10 vezes cresceu 2,4 pontos percentuais este ano, enquanto as transações via cartão de crédito à vista tiveram uma queda de 2,5 pontos percentuais.

Intensificação das tentativas de fraudes

As fraudes são um dos principais temores dos lojistas com o aumento de tráfego e vendas na Black Friday. E este ano, os golpistas intensificaram ainda mais suas atividades.

Uma análise da ClearSale indica que foram realizadas 119.318 tentativas de fraudes entre 25 e 29 de novembro, um crescimento de 131,54% em relação ao mesmo período de 2020.

No total, foi evitado um prejuízo de R$ 125,8 milhões em pedidos falsos no e-commerce, valor 79% maior do que no ano anterior.

De acordo com a Konduto, os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo concentraram 57,3% das ocorrências de fraudes este ano. Além disso, 70% das tentativas foram feitas via mobile.

Importância das entregas para o consumidor

A entrega é um dos processos mais importantes para o consumidor em compras online, e os dados da Black Friday 2021 comprovam isso.

E-commerces apostaram em frete grátis

O frete grátis continua sendo um importante atrativo nas promoções de Black Friday. Nesta edição, 66% do total de pedidos contaram com esse benefício, segundo a Neotrust. Já o valor do frete pago reduziu 8%, alcançando uma taxa média de R$ 20.

Soluções omnichannel crescem na Black Friday

Além do frete grátis, uma grande tendência da Black Friday 2021 foram as soluções omnichannel, que visam integrar lojas físicas e digitais para atender o cliente de maneira unificada.

Esse foi um movimento relevante, levando em conta a retomada do varejo físico este ano. Um levantamento da Linx mostra que houve um crescimento de 139% na forma de entrega pick up in store, na qual o cliente faz sua compra online e retira o pedido presencialmente.

O ship from store, modalidade na qual a pessoa faz o pedido no e-commerce e recebe o produto da loja física mais próxima, também teve uma alta de 44% em comparação com a última Black Friday.

Atrasos na entrega é principal reclamação dos clientes

Segundo o Reclame Aqui, a plataforma recebeu 23% mais reclamações na Black Friday 2021 do que na edição anterior.

Dentre os principais problemas, o maior foi o atraso na entrega, relatado por 19,9% dos consumidores que fizeram reclamações entre 24 e 26 de novembro.

Isso se deve sobretudo à antecipação das promoções na semana e no mês do evento. Como muitos clientes aproveitaram as ofertas antecipadas, eles já estavam enfrentando problemas com a entrega no dia da Black Friday em si.

Perfil dos consumidores da Black Friday 2021

As mulheres representaram a maioria dos compradores da Black Friday 2021, sendo responsáveis por 57% dos pedidos feitos no evento, segundo a Neotrust.

Outro dado interessante é que os consumidores de 36 a 50 anos realizaram 34,7% do total de compras feitas na Black Friday 2021 — o maior volume de pedidos por faixa etária da edição.

Além disso, os clientes acima de 51 anos foram responsáveis por 1,7 milhão de pedidos na ocasião, um aumento de 12,4% em relação ao ano passado.

Esses números revelam a adesão de pessoas de faixas etárias mais elevadas às compras online, mostrando o aumento da sua confiança no e-commerce.

Em relação às regiões com maior participação na Black Friday, o Sudeste manteve a sua dominância, com 60% dos pedidos, seguido por Nordeste (17%), Sul (15%), Centro-Oeste (6%) e Norte (2%).

Por outro lado, o Amazonas foi o estado que apresentou o maior crescimento no número de compras, com uma alta de 26% em comparação com 2020.

Em resumo, ainda que não tenha registrado um crescimento em mesma escala que o do ano anterior, a Black Friday 2021 proporcionou resultados positivos para o e-commerce brasileiro.

Analisando os resultados desta edição, é possível constatar a consolidação das compras online nos hábitos de consumo da população, assim como a sua busca por praticidade e facilidade.

Agora é hora de pegar todos os aprendizados e insights obtidos neste artigo e levá-los para a realidade do seu negócio! Certamente você conseguirá aprimorar as suas estratégias para atender cada vez melhor os clientes e impulsionar as suas vendas.

Se você quer receber mais conteúdos valiosos para o seu e-commerce, inscreva-se na nossa newsletter!


Inscreva-se na newsletter do Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

17, janeiro, 2022

Como anunciar no Instagram Ads: passo a passo para sua loja

Confira nosso guia completo de como anunciar no Instagram Ads e aprenda a aumentar o alcance do seu negócio com essa ferramenta!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

14, janeiro, 2022

O que vender na internet? Confira 10 ideias para 2022

Quer empreender no mundo online, mas ainda não sabe o que vender na internet? Reunimos os principais dados e tendências do mercado para você se inspirar.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

13, janeiro, 2022

Funil de vendas para e-commerce: saiba como fazer!

As empresas que estão voltadas para garantir a presença no ambiente virtual precisam entender a importância do funil de vendas para e-commerce. Confira!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo