O que esperar do futuro dos meios de pagamento? Descubra 4 tendências para o e-commerce

E-commerce

3 de maio de 2021

No mês de abril, a Head de Produtos do Pagar.me, Gabriella Dourado, marcou presença no evento The Future of E-commerce - Edição Payments, promovido pelo E-commerce Brasil, para falar sobre o que os varejistas digitais podem esperar do futuro dos meios de pagamento.

No contexto do e-commerce, é importante destacar que o mercado está em expansão expressiva. De acordo com o relatório da Neotrust, houve um aumento de 57,4% nas vendas do setor já nos três primeiros meses de 2021, quando comparado com o mesmo período do ano anterior. Mas vale lembrar que, ao passo que isso incrementa as vendas, também acirra a concorrência.

Logo, acompanhar as tendências de mercado para posicionar o seu negócio na vanguarda é uma maneira de ditar as regras e se destacar em meio a tantas opções disponíveis a um clique do consumidor.

Pensando nisso, fizemos um compilado do que Gabriella Dourado, que tem mais de seis anos de experiência neste mercado, destacou na palestra como pontos de atenção para os varejistas digitais se prepararem para o futuro.

4 tendências para o futuro dos meios de pagamento

1- Estrutura de vendas omnichannel

A grande aposta para o mercado de e-commerce é a omnicanalidade. A pandemia mostrou à população que é possível otimizar tempo e aproveitar toda a comodidade das compras online com total segurança.

No entanto, o atendimento humano e a experiência de ver e tocar o produto antes de fechar uma compra é um fator que ainda faz muitos consumidores recorrerem às lojas físicas.

Portanto, uma grande tendência para o varejo agora, e para os próximos anos, é a experiência de compra omnichannel - que mescla, de diferentes formas, as vendas no mundo físico e no digital, fazendo com que essa interação fique a gosto do freguês.

Segundo a pesquisa da Social Miner e Opinion Box, cerca de 63% dos consumidores vão aderir a essa forma de consumo integrada.

Então, para proporcionar a experiência de compra que os clientes buscam, é preciso, desde já, repensar toda a estrutura de vendas: estoque, logística, meios de pagamento, entre outros aspectos, para que haja fluidez entre seus pontos de venda físicos e digitais.

Se quer saber mais sobre o omnichannel, gestão de estoque e meios de pagamento que atendam a essa demanda, confira o artigo que a Líder de Desenvolvimento de Negócios no time de Produtos do Pagar.me, Jéssica Mazza, escreveu para o E-commerce Brasil a respeito do tema.

2- Link de pagamento

O link de pagamento pode não ser uma novidade no mercado, mas, com certeza, é uma tendência que ganha cada dia mais espaço. No Pagar.me, sentimos um aumento de 1.827% de links gerados e de 611% de volume transacional no último ano.

Em tempos de pandemia, o link de pagamento cresceu no gosto do pequeno e médio empreendedor por ser uma maneira totalmente segura e customizada de oferecer formas de pagamento aos clientes e, mesmo assim, desburocratizada.

Afinal, não é necessário ter CNPJ para vender por link, que ainda pode ser enviado diretamente para o cliente pelo meio de comunicação que for mais conveniente: e-mail, SMS, redes sociais ou WhatsApp.

Ainda vale lembrar que o link de pagamento também é um grande aliado de empresas maiores, sendo amplamente utilizado na estratégia de recuperação de carrinhos abandonados.

3- Voucher online

Nessa passagem do consumo físico para o digital, uma funcionalidade que ganhou espaço nos aplicativos de mercado e de comida por delivery foi o voucher online. Mas se engana você que pensa que, com a retomada da rotina pós-pandemia, essa forma de pagamento vai perder a preferência do público.

Afinal, o vale-alimentação e o vale-refeição fazem parte da vida de mais de 20 milhões de trabalhadores no Brasil, o que corresponde a cerca de 40% da força de trabalho formal, os dados são do próprio Ministério do Trabalho.

Essas pessoas que se adaptaram ao delivery, principalmente pela comodidade de fazer as compras de mercado online, sem trânsito ou fila, não vão abrir mão desse conforto.

Na verdade, essa é uma das tendências que mais se espera crescer nos próximos anos. De acordo com um levantamento feito pela empresa Ticket, 52% dos entrevistados pretendem continuar fazendo compras de mercado de forma digital pós-pandemia, o que é um indicativo para a consolidação do voucher online no país.

4- Pix

Por fim, não podemos falar no futuro dos meios de pagamento sem mencionar o Pix - método de pagamento instantâneo lançado pelo Banco Central do Brasil no final de 2020.

Atualmente, o Pix ainda conta com uma baixa penetração de mercado como uma forma de pagamento para comércios e empresas. Sua adesão tem sido muito maior como um substituto de TED e DOC, ou seja, fazendo vez das transferências bancárias realizadas entre pessoas.

Mas isso não é motivo para desacreditar o método de pagamento. Afinal, para que uma forma de pagamento seja aceita em comércio físicos ou eletrônicos, é preciso que seja feito todo um desenvolvimento tecnológico - e isso já vem sendo feito.

Por exemplo, no Pagar.me, o Pix tem 2,93% do total de volume transacionado mensalmente, o que representa um crescimento de mais de 10.000% do valor transacionado na companhia, em apenas apenas três meses. Confira aqui quais são as plataformas que já estão oferecendo o Pix para os seus clientes com o Pagar.me.

Além da necessidade de adaptação de meios de pagamento e plataformas, o desenvolvimento de outras funcionalidades do Pix, como SAC Pix, Pix agendado, Pix garantido, Pix offline e Pix por aproximação vão contribuir para acelerar a utilização dessa tecnologia nos comércios físicos e virtuais.

Gostou deste conteúdo? Confira também o artigo Meios de pagamento online: como escolher o melhor para o seu negócio e descubra quais tecnologias podem contribuir para o seu e-commerce se posicionar na vanguarda dessas tendências.

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

30, julho, 2021

Como registrar o nome da empresa em 6 passos básicos

Quer garantir a exclusividade da sua marca? Veja o passo a passo para registrar o nome da empresa e resguardar o seu negócio de cópias indevidas.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

29, julho, 2021

Instagram Shopping: como ativar esse recurso para vender na rede social?

Conheça o Instagram Shopping, recurso que permite a criação de lojas dentro do Instagram, e saiba como ativar e utilizar a funcionalidade para vender mais!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

28, julho, 2021

7 dicas para fazer um atendimento personalizado no seu negócio

Confira as principais técnicas para fazer um atendimento personalizado no seu negócio e proporcionar uma experiência diferenciada para os seus clientes!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo