Cinco erros comuns ao vender pela internet (e como se livrar deles)

E-commerce

22 de junho de 2020

Cinco erros comuns ao vender pela internet (e como se livrar deles)

O mundo digital oferece muitas oportunidades de negócio! Mas há alguns erros que podem comprometer seriamente as vendas digitais. Confira quais são e veja como se prevenir deles!

1. Modelo de negócio e canal de vendas

Um negócio digital nada mais é que uma operação de vendas pela internet. E existem muitas formas de colocar isso na prática: escolher o canal de vendas do seu negócio deve ser uma decisão estratégica.

Um erro comum de quem quer começar a vender online é pensar que a loja virtual no formato de e-commerce é a única ou a melhor forma de empreender no mundo digital. Não é bem assim.

O produto, o público, o contexto e os recursos que você tem precisam ser levados em conta na hora de escolher o seu principal canal de vendas e o modelo de negócio que vai guiar sua operação. Mas quais são as possibilidades? A seguir, confira uma lista dos principais modelos de negócio e canais de venda digital:

1. E-commerce

Uma loja virtual própria que vende apenas os produtos da sua marca. Seu cliente vê uma vitrine com todos os produtos, descrição e preços e faz a compra no mesmo site através de um meio de pagamento digital.

2. Venda direta pelas redes sociais

O Facebook, o Instagram e o Whatsapp Business podem ser usados como ferramentas de venda digital em que vendedor e cliente estão em contato direto. Para finalizar a venda o empreendedor precisa oferecer um meio de pagamento digital como link de pagamento.

3. Marketplace

Um grande shopping virtual onde os usuários encontram produtos de diferentes marcas e vendedores e podem fazer suas compras sem sair do site.

Além de diferentes investimentos, cada modelo de negócio oferece vantagens e desvantagens que precisam ser analisadas de acordo com seu produto e público. Se suas vendas não andam bem, o problema pode estar no canal de vendas escolhido. Algumas perguntas-chave podem ajudar a perceber qual a melhor estratégia para o seu caso:

  • Onde meu público procura o que eu ofereço?
  • Qual canal e modelo de negócio são mais usados pelos meus concorrentes?
  • Qual é a jornada de compra do meu cliente? Por quais canais digitais ele passa antes de chegar até o meu produto?

2. Logística

Frete, entrega, política de troca e estoque são os pilares da logística de um negócio digital. Cometer erros ao administrar essas quatro frentes pode comprometer seu lucro.

Entrega e frete

A entrega de produtos vendidos pela internet não precisa ser terceirizada para que seja eficiente. Entretanto, isso não significa que não deve ser cuidadosamente planejada.

Seja qual for sua logística de entrega, seu cliente precisa de assertividade: omitir ou estimar mal o prazo de entrega é um erro grave para quem vende online. O que afasta os clientes não é necessariamente a demora da entrega, mas a falta de um prazo específico e o atraso.

O mesmo vale para o frete: faça cálculos precisos e saiba explicar o valor do prazo para seus clientes. Comete um erro o vendedor que não tem na ponta do lápis o custo das entregas!

Política de troca

Em segundo lugar, estabeleça uma política de trocas clara e não se desvie dela. Atender cada pedido de troca de uma forma diferente pode manchar a imagem do seu negócio e comprometer seu lucro.

Estoque

Outro erro de logística que compromete qualquer negócio é um estoque mal administrado. É necessário que você conheça e tenha registros de cada item do seu estoque e do valor que ele representa.

Por menor que seja seu estoque, não administrá-lo de maneira profissional e cuidadosa pode custar caro para o seu negócio e atrapalhar suas vendas. Além dos registros, o armazenamento adequado é outro fator que precisa ser considerado.

3. Gestão financeira

Se você vende pela internet, precisa de um meio de pagamento digital. Usar transferência bancária como forma de pagamento é um erro ainda muito cometido por empreendedores digitais. Além de ser antiprofissional, essa prática não garante a segurança que você e seu cliente precisam.

Além disso, ao usar transferência como forma de pagamento, você fica mais suscetível a outro erro de gestão financeira: misturar as contas bancárias. A indistinção entre patrimônio pessoal e empresarial pode acabar com a saúde financeira tanto do seu negócio, quanto da sua casa.

Como é o fluxo de caixa da sua empresa? Não acompanhar e analisar seu fluxo de caixa é um erro que atrasa o crescimento do seu negócio. Para tomar boas decisões de investimento, compra e negociação, você precisa manter um fluxo de caixa saudável e sob controle.

4. Marketing e redes sociais

Assim como seu negócio precisa de um planejamento estratégico para funcionar, a divulgação da sua marca também precisa. Um erro comum no marketing digital é não ter um objetivo claro ao criar redes sociais para sua empresa.

Estar presente nas redes é essencial, mas para que essa presença tenha sentido e gere resultado, você precisa traçar objetivos claros antes de investir no conteúdo. Lembre-se de que você não precisa criar uma conta em cada rede social existente. Escolha as mais estratégicas de acordo com seu público e produto!

Outro erro super comum em redes sociais empresariais é a repetição: você publica apenas fotos dos produtos que sua empresa oferece? O produto, nele mesmo, não é tão atrativo quanto o valor que ele gera.

Ao invés de usar suas redes sociais profissionais como um catálogo, apresente as experiências que seu produto proporciona e diferentes formas de usá-lo. Oferecer informações sobre o universo do seu produto também é uma ótima estratégia.

Por exemplo: se você vende marmitas saudáveis, publique fotos e depoimentos de clientes satisfeitos, fale curiosidades sobre ingredientes específicos e ensine receitas simples.

5. Relação com o cliente

Se seu negócio não está indo bem, o problema pode estar no produto, certo? Mas olhar para ele não é a melhor forma de resolver esse problema. Pensar no produto antes de pensar no cliente é um erro comum.

Para que seu produto tenha sucesso, ele precisa oferecer o que seu cliente procura! Por isso, ouça, observe, entenda e converse com seu público. Busque as respostas sobre seu negócio primeiro no cliente e depois no produto.

A relação que sua marca estabelece com clientes e seguidores é parte essencial do sucesso do seu negócio: atendimento é uma palavra-chave aqui! Invista em bons relacionamentos: responda as dúvidas e reclamações de clientes, mostre que você se importa com a satisfação do seu público e lembre-se de que sem o cliente, não há negócio!

E então, você está cometendo algum desses erros no seu negócio digital? Para mais conteúdos relevantes sobre e-commerce e vendas pela internet, acompanhe o blog e as redes sociais do Pagar.me.

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

23, outubro, 2020

Previsões para a Black Friday 2020: dados e insights do Google

Recentemente, o Google Brasil promoveu um evento exclusivo para grandes varejistas do mundo digital onde apresentou dados, insights e previsões para a Black Friday 2020. Veja as informações e prepare seu negócio digital.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

16, outubro, 2020

O que é chargeback e como evitar este problema no seu e-commerce?

Ter uma transação contestada pode trazer uma série de prejuízos para a sua loja online, que corre o risco de ficar sem o produto e o valor da venda. Entenda o que é chargeback e como evitar este problema no e-commerce.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

15, outubro, 2020

O Dicionário Financeiro do E-commerce: 17 termos que todo empreendedor digital precisa conhecer

Capital de giro, Lucro, Chargeback, Fluxo de Caixa, Gateway e tantos outros termos do mundo financeiro que você precisa conhecer.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo