Boleto registrado: o que é e como emitir essa cobrança?

E-commerce

9 de março de 2022

O boleto bancário é considerado uma das formas de pagamento mais simples e democráticas para o consumidor. Mas você sabia que, para quem quer vender por esse método, é obrigatório utilizar o boleto registrado?

Desde 2018, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) exige que as empresas utilizem esse modelo de boleto para realizar suas cobranças, garantindo mais segurança para as transações.

Por isso, é essencial que os empreendedores entendam como funciona o boleto registrado, quais são as vantagens desse método de pagamento e como é possível aceitar pagamentos por meio dessa modalidade.

Para saber mais sobre esse assunto, é só continuar a leitura. Vamos começar?

O que é boleto registrado?

O boleto registrado é um título de cobrança que contém as principais informações referentes à transação, como:

  • dados do emissor e do pagador (identificação, CPF/CNPJ e endereço completo);
  • valor do pagamento;
  • data de vencimento.

Essas informações ficam registradas no próprio boleto e também no sistema da instituição financeira responsável pela emissão do boleto, proporcionando mais segurança para todos os envolvidos.

Na prática, assim que o documento é emitido, é gerada uma requisição para o banco registrar e validar os dados e, então, disponibilizar o pagamento do boleto.

E o boleto sem registro?

Antes da obrigatoriedade dos boletos registrados, era possível emitir boletos sem registro, também chamados de boletos simples.

A diferença desses documentos era que eles não repassavam as informações da transação, como os dados do pagador, o valor da cobrança e a data de vencimento, para a instituição financeira emissora.

Com isso, as informações do boleto poderiam ser modificadas sem aviso prévio ao banco, o que impedia que os documentos fossem rastreados ou verificados pelas instituições financeiras.

Ou seja, os bancos não tinham controle sobre os títulos emitidos, favorecendo a ocorrência de fraudes e, assim, prejudicando a segurança das transações.

Impactos da obrigatoriedade do boleto registrado

Com o objetivo de proporcionar mais segurança para os pagamentos por boleto, a Febraban instituiu, em 2018, a obrigatoriedade do boleto registrado, por meio do uso da Nova Plataforma de Cobrança para a emissão dos documentos.

Desde então, todos os boletos devem apresentar os dados do emissor e do pagador, assim como o valor da cobrança e a data de vencimento, para a verificação e o controle da operação.

A mudança teve os seguintes impactos para os pagamentos via boleto:

  • Mais segurança: ao exigir informações mais completas, o boleto registrado facilita a rastreabilidade e o controle dos dados, evitando a realização de fraudes e aumentando a segurança da transação para o emissor e para o pagador;
  • Taxas mais altas: antes, era cobrada somente uma taxa de compensação pelo boleto sem registro, que era paga caso o documento fosse pago. Com a obrigatoriedade do boleto registrado, a taxa passou a ser atrelada à emissão do título, podendo acarretar em tarifas mais elevadas, dependendo da instituição financeira;
  • Menor flexibilidade para alteração de dados: ao contrário do boleto simples, cujas informações poderiam ser facilmente modificadas, o boleto registrado tem certos limites em relação à alteração dos dados da cobrança, variando de instituição para instituição.

Vantagens de vender por boleto registrado

O pagamento por boleto registrado apresenta vantagens tanto para os empreendimentos quanto para os consumidores. Confira!

Mais segurança

Essa é a principal vantagem do boleto registrado, que já abordamos ao longo do conteúdo. Como as informações da cobrança ficam registradas no sistema da instituição financeira, fica mais fácil rastrear e validar os dados do documento.

Dessa forma, evita-se tentativas de fraudes e golpes, garantindo uma transação mais segura para o lojista e para o cliente.

Melhor controle dos pagamentos

Em comparação com o boleto simples, o boleto registrado também permite que as empresas tenham um melhor controle financeiro. Afinal, o negócio tem acesso a informações seguras sobre os pagadores e as cobranças.

Além disso, o boleto registrado ainda reduz os casos de inconsistências nos pagamentos, como erros nos cálculos de multas e juros, quando aplicados.

Aumento das conversões

Além das vantagens específicas do boleto registrado, aceitar pagamentos por boleto, por si só, também traz benefícios para o seu negócio, principalmente se você vende online.

Quem tem um e-commerce sabe que é preciso disponibilizar formas de pagamento diversificadas para atender às necessidades dos diferentes consumidores e, assim, aumentar as suas conversões.

Nesse sentido, o boleto bancário é um dos principais métodos de pagamento para compras online, atendendo a população desbancarizada e aqueles que contam com um baixo limite no cartão de crédito.

Segundo o Estudo Gmattos de Pagamentos, o boleto é o segundo meio de pagamento mais utilizado no e-commerce, sendo aceito por 83% dos comércios virtuais brasileiros.

Como funciona o pagamento por boleto registrado?

Para receber um pagamento por boleto registrado, é preciso fazer a emissão do documento e enviá-lo para o pagador, seja por meio de um arquivo em formato PDF ou de uma URL.

Para quem vende online, o mais recomendado é contar com uma solução de pagamentos digitais, como o Pagar.me, para fazer a emissão dos boletos.

O consumidor pode fazer o pagamento da cobrança em estabelecimentos físicos conveniados, como casas lotéricas e agências bancárias, ou de maneira online, em sites ou aplicativos de internet banking.

Se o pagamento for feito após o vencimento do boleto, podem ser aplicados juros e multas, dependendo das especificações do título — o que é comum em modelos de recorrência, como mensalidades de cursos.

Vale destacar que, quando você utiliza uma plataforma de pagamentos para emitir os seus boletos, é ela que aparece como a emissora e não a sua empresa. Ela também é a responsável por receber do banco a liquidação do valor pago e, então, repassá-lo para o lojista.

Conte com os boletos registrados do Pagar.me

O Pagar.me é uma plataforma completa de pagamentos digitais que possibilita que você venda online por cartão de crédito, boleto bancário e Pix, com muita segurança e praticidade.

Com o Pagar.me, você tem acesso aos principais serviços para receber pagamentos online, em uma única solução. Assim, não é preciso contratar separadamente um banco para emitir boletos e uma adquirente para processar as transações de cartão de crédito, por exemplo.

Todos os boletos emitidos pelo Pagar.me são registrados, e o empreendedor pode escolher entre receber o pagamento em atraso e com juros ou bloquear o pagamento após a data de vencimento, dependendo do seu modelo de negócios.

Além disso, não é cobrada taxa de emissão para os boletos, somente uma tarifa fixa para cada boleto que for, de fato, pago pelo consumidor.

Se interessou pelas soluções do Pagar.me? Então, cadastre-se já na nossa plataforma e venda de forma descomplicada com a nossa tecnologia!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

22, setembro, 2022

Controle financeiro: o que é e como fazer na sua empresa?

O controle financeiro é essencial para a saúde e o crescimento de qualquer negócio. Confira as boas práticas para aplicar na sua empresa!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

20, setembro, 2022

9 ações promocionais para impulsionar suas vendas online

Listamos as principais ações promocionais para você se inspirar e despertar o desejo de compra dos seus consumidores.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

19, setembro, 2022

10 vantagens de ter CNPJ e formalizar seu negócio

Formalizar o seu negócio é o primeiro passo para começar a sua expansão. Confira essa e outras vantagens de ter CNPJ no nosso conteúdo!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Boleto registrado: o que é e como emitir essa cobrança?

E-commerce

9 de março de 2022

O boleto bancário é considerado uma das formas de pagamento mais simples e democráticas para o consumidor. Mas você sabia que, para quem quer vender por esse método, é obrigatório utilizar o boleto registrado?

Desde 2018, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) exige que as empresas utilizem esse modelo de boleto para realizar suas cobranças, garantindo mais segurança para as transações.

Por isso, é essencial que os empreendedores entendam como funciona o boleto registrado, quais são as vantagens desse método de pagamento e como é possível aceitar pagamentos por meio dessa modalidade.

Para saber mais sobre esse assunto, é só continuar a leitura. Vamos começar?

O que é boleto registrado?

O boleto registrado é um título de cobrança que contém as principais informações referentes à transação, como:

  • dados do emissor e do pagador (identificação, CPF/CNPJ e endereço completo);
  • valor do pagamento;
  • data de vencimento.

Essas informações ficam registradas no próprio boleto e também no sistema da instituição financeira responsável pela emissão do boleto, proporcionando mais segurança para todos os envolvidos.

Na prática, assim que o documento é emitido, é gerada uma requisição para o banco registrar e validar os dados e, então, disponibilizar o pagamento do boleto.

E o boleto sem registro?

Antes da obrigatoriedade dos boletos registrados, era possível emitir boletos sem registro, também chamados de boletos simples.

A diferença desses documentos era que eles não repassavam as informações da transação, como os dados do pagador, o valor da cobrança e a data de vencimento, para a instituição financeira emissora.

Com isso, as informações do boleto poderiam ser modificadas sem aviso prévio ao banco, o que impedia que os documentos fossem rastreados ou verificados pelas instituições financeiras.

Ou seja, os bancos não tinham controle sobre os títulos emitidos, favorecendo a ocorrência de fraudes e, assim, prejudicando a segurança das transações.

Impactos da obrigatoriedade do boleto registrado

Com o objetivo de proporcionar mais segurança para os pagamentos por boleto, a Febraban instituiu, em 2018, a obrigatoriedade do boleto registrado, por meio do uso da Nova Plataforma de Cobrança para a emissão dos documentos.

Desde então, todos os boletos devem apresentar os dados do emissor e do pagador, assim como o valor da cobrança e a data de vencimento, para a verificação e o controle da operação.

A mudança teve os seguintes impactos para os pagamentos via boleto:

  • Mais segurança: ao exigir informações mais completas, o boleto registrado facilita a rastreabilidade e o controle dos dados, evitando a realização de fraudes e aumentando a segurança da transação para o emissor e para o pagador;
  • Taxas mais altas: antes, era cobrada somente uma taxa de compensação pelo boleto sem registro, que era paga caso o documento fosse pago. Com a obrigatoriedade do boleto registrado, a taxa passou a ser atrelada à emissão do título, podendo acarretar em tarifas mais elevadas, dependendo da instituição financeira;
  • Menor flexibilidade para alteração de dados: ao contrário do boleto simples, cujas informações poderiam ser facilmente modificadas, o boleto registrado tem certos limites em relação à alteração dos dados da cobrança, variando de instituição para instituição.

Vantagens de vender por boleto registrado

O pagamento por boleto registrado apresenta vantagens tanto para os empreendimentos quanto para os consumidores. Confira!

Mais segurança

Essa é a principal vantagem do boleto registrado, que já abordamos ao longo do conteúdo. Como as informações da cobrança ficam registradas no sistema da instituição financeira, fica mais fácil rastrear e validar os dados do documento.

Dessa forma, evita-se tentativas de fraudes e golpes, garantindo uma transação mais segura para o lojista e para o cliente.

Melhor controle dos pagamentos

Em comparação com o boleto simples, o boleto registrado também permite que as empresas tenham um melhor controle financeiro. Afinal, o negócio tem acesso a informações seguras sobre os pagadores e as cobranças.

Além disso, o boleto registrado ainda reduz os casos de inconsistências nos pagamentos, como erros nos cálculos de multas e juros, quando aplicados.

Aumento das conversões

Além das vantagens específicas do boleto registrado, aceitar pagamentos por boleto, por si só, também traz benefícios para o seu negócio, principalmente se você vende online.

Quem tem um e-commerce sabe que é preciso disponibilizar formas de pagamento diversificadas para atender às necessidades dos diferentes consumidores e, assim, aumentar as suas conversões.

Nesse sentido, o boleto bancário é um dos principais métodos de pagamento para compras online, atendendo a população desbancarizada e aqueles que contam com um baixo limite no cartão de crédito.

Segundo o Estudo Gmattos de Pagamentos, o boleto é o segundo meio de pagamento mais utilizado no e-commerce, sendo aceito por 83% dos comércios virtuais brasileiros.

Como funciona o pagamento por boleto registrado?

Para receber um pagamento por boleto registrado, é preciso fazer a emissão do documento e enviá-lo para o pagador, seja por meio de um arquivo em formato PDF ou de uma URL.

Para quem vende online, o mais recomendado é contar com uma solução de pagamentos digitais, como o Pagar.me, para fazer a emissão dos boletos.

O consumidor pode fazer o pagamento da cobrança em estabelecimentos físicos conveniados, como casas lotéricas e agências bancárias, ou de maneira online, em sites ou aplicativos de internet banking.

Se o pagamento for feito após o vencimento do boleto, podem ser aplicados juros e multas, dependendo das especificações do título — o que é comum em modelos de recorrência, como mensalidades de cursos.

Vale destacar que, quando você utiliza uma plataforma de pagamentos para emitir os seus boletos, é ela que aparece como a emissora e não a sua empresa. Ela também é a responsável por receber do banco a liquidação do valor pago e, então, repassá-lo para o lojista.

Conte com os boletos registrados do Pagar.me

O Pagar.me é uma plataforma completa de pagamentos digitais que possibilita que você venda online por cartão de crédito, boleto bancário e Pix, com muita segurança e praticidade.

Com o Pagar.me, você tem acesso aos principais serviços para receber pagamentos online, em uma única solução. Assim, não é preciso contratar separadamente um banco para emitir boletos e uma adquirente para processar as transações de cartão de crédito, por exemplo.

Todos os boletos emitidos pelo Pagar.me são registrados, e o empreendedor pode escolher entre receber o pagamento em atraso e com juros ou bloquear o pagamento após a data de vencimento, dependendo do seu modelo de negócios.

Além disso, não é cobrada taxa de emissão para os boletos, somente uma tarifa fixa para cada boleto que for, de fato, pago pelo consumidor.

Se interessou pelas soluções do Pagar.me? Então, cadastre-se já na nossa plataforma e venda de forma descomplicada com a nossa tecnologia!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

22, setembro, 2022

Controle financeiro: o que é e como fazer na sua empresa?

O controle financeiro é essencial para a saúde e o crescimento de qualquer negócio. Confira as boas práticas para aplicar na sua empresa!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

20, setembro, 2022

9 ações promocionais para impulsionar suas vendas online

Listamos as principais ações promocionais para você se inspirar e despertar o desejo de compra dos seus consumidores.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

19, setembro, 2022

10 vantagens de ter CNPJ e formalizar seu negócio

Formalizar o seu negócio é o primeiro passo para começar a sua expansão. Confira essa e outras vantagens de ter CNPJ no nosso conteúdo!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo