Metaverso: como essa tendência pode impactar o e-commerce?

E-commerce

10 de janeiro de 2022

Muito tem se falado sobre o metaverso e as implicações que esse novo ambiente virtual compartilhado terá em diferentes aspectos da sociedade. Mas quais são os impactos dessa tendência no e-commerce?

Apesar de já existir há mais tempo, o conceito de metaverso ganhou popularidade recentemente com a mudança de nome do Facebook para Meta e o anúncio do foco da empresa na construção desse universo.

Essa notícia reflete um movimento global das empresas, que têm investido cada vez mais em experiências imersivas e interativas para os consumidores.

Segundo uma pesquisa da Bloomberg Intelligence, o mercado do metaverso poderá atingir um valor de US$ 800 bilhões já em 2024. Ou seja, é uma tendência em plena expansão e que você deve conhecer se quiser acompanhar as novidades do mercado.

Ao final deste conteúdo, você terá entendido o que é metaverso e como ele pode impactar o varejo online — desde o comércio de produtos que só existem digitalmente e a criação de espaços virtuais totalmente imersivos. Vamos lá?

Antes de tudo, o que é metaverso?

O metaverso é um ambiente virtual compartilhado onde as pessoas poderão interagir em tempo real por meio de dispositivos digitais e avatares virtuais. Isso possibilitará a imersão total dos usuários em uma realidade online.

O conceito de metaverso não é nada novo. O termo foi utilizado pela primeira vez no livro de ficção científica Snow Crash, de Neal Stephenson, lançado em 1992.

No entanto, ele ganhou maior notoriedade nos últimos anos, com o desenvolvimento da Realidade Virtual e da Realidade Aumentada e com a adesão das empresas e usuários a essas tecnologias.

Vale destacar que o metaverso ainda não existe, mas grandes corporações, como Facebook, Microsoft e Amazon, já estão desenvolvendo projetos para colocá-lo em prática.

Impactos e oportunidades do metaverso no e-commerce

A partir do uso de um óculos de Realidade Virtual e da criação de um avatar digital para cada usuário, o metaverso possibilitará a realização de diversas atividades de forma totalmente online — isso inclui reuniões de trabalho, eventos e, claro, vendas.

Entenda as principais oportunidades que o metaverso criará para o e-commerce e a relação entre marcas e consumidores!

Criação de lojas virtuais imersivas

Imagine criar uma loja virtual na qual os consumidores podem andar pelo espaço, conferir os produtos de perto e até mesmo experimentá-los, como se estivessem em um estabelecimento físico. É isso que o metaverso pode possibilitar para o varejo online.

Com o universo virtual do metaverso, será possível criar um ambiente totalmente personalizado para o seu e-commerce, com móveis, prateleiras e vitrines expondo os seus produtos e serviços.

Você pode customizar todos os detalhes de acordo com a identidade e os valores da sua marca, de forma a proporcionar uma experiência única e completamente imersiva para o cliente.

A Farm criou uma experiência similar com a Farm na Nuvem, uma loja 3D que simula um estabelecimento físico da marca, com produtos, vídeos e outros recursos disponíveis no ambiente.

Com o metaverso, essa experiência poderia se tornar ainda mais imersiva e interativa, agregando valor para o consumidor e aumentando as chances dele comprar na loja.

Venda de produtos 100% digitais

Outro impacto do metaverso no varejo é que será possível vender não somente produtos reais, mas também produtos 100% digitais, ou seja, que existem exclusivamente no ambiente virtual.

Imagine, por exemplo, uma loja que vende roupas e acessórios digitais para o seu avatar utilizar no metaverso, sendo possível revender os itens que você não quiser mais para outros usuários.

Esse cenário pode parecer distante, mas ele já tem crescido antes mesmo da criação do metaverso.

É o exemplo da Gucci, que colocou uma bolsa virtual à venda dentro da plataforma de simulação do jogo Roblox, onde os usuários podem criar seus próprios mundos e interagir com outros jogadores.

Experiências ainda mais interativas

O metaverso permitirá que as marcas se relacionem de uma forma ainda mais próxima e interativa com os consumidores, funcionando como um canal direto com o público.

Sabe as lojas virtuais imersivas que mencionamos? Como dono do negócio, você também poderá estar presente nesses espaços atendendo os clientes e recepcionando-os.

Ainda será possível realizar ações de engajamento diretamente no metaverso, como eventos de lançamento e outras estratégias de marketing baseadas na interação com o consumidor.

Uma tendência que poderá ser explorada, nesse sentido, é a gamificação. Já imaginou esconder pistas dentro do espaço da sua loja virtual para os usuários procurarem e ganharem cupons de desconto para suas próximas compras?

Experiências como essa podem se popularizar com as possibilidades trazidas pelo metaverso no e-commerce.

Desafios para a implementação do metaverso

Apesar do metaverso estar sendo muito discutido, é importante ter em mente que ele ainda não é uma realidade. Trata-se de uma tendência para um futuro próximo, mas que ainda está em fase inicial.

Existem diversos projetos em andamento, sobretudo de grandes empresas, que pretendem colocá-lo em prática. No entanto, ainda há vários desafios que devem ser superados para a implementação e a popularização desse universo.

Um grande obstáculo é o preço atual dos dispositivos de Realidade Virtual, assim como a necessidade de uma conexão potente à internet para o bom funcionamento do metaverso.

Esses fatores impedem muitos consumidores de entrarem nos ambientes criados no metaverso, dificultando a democratização do uso dessa tecnologia.

Além disso, há discussões sobre a regulamentação e a moderação das interações realizadas dentro do metaverso, que precisam ser definidas antes da sua implementação.

Conclusão

Não há como negar que o metaverso é uma tendência bastante promissora e que promete revolucionar os modelos de compras e as relações entre marcas e consumidores nos próximos anos.

Ao permitir que as pessoas tenham uma experiência similar à de uma loja física em um ambiente totalmente online, o metaverso supre a demanda por mais praticidade e proximidade no pós-pandemia.

Portanto, vale a pena acompanhar as novidades relacionadas a esse universo. E, enquanto ele não se torna uma realidade, é possível investir nas tecnologias já disponíveis para tornar o e-commerce um ambiente mais imersivo, como a Realidade Aumentada.

O que você achou do metaverso e dos seus impactos no varejo online? Se você quiser conhecer outras tendências para o comércio eletrônico, não perca nosso outro conteúdo: Voice commerce: como adaptar seu e-commerce para as compras por voz?

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

05, dezembro, 2022

8 estratégias para disparar suas vendas de Natal (2022)

Quer potencializar as vendas de Natal da sua loja? Confira as principais tendências de consumo e estratégias para lucrar na data este ano.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

01, dezembro, 2022

Venda casada: o que é e o que diz a lei sobre essa prática?

Confira o que é venda casada, por que essa prática é considerada um crime pela legislação e como evitá-la no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

30, novembro, 2022

Unboxing: o que é e como investir nessa estratégia?

Você sabe o que é unboxing? Saiba mais sobre esse processo de desempacotar uma compra e como aproveitar essa tendência na sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Metaverso: como essa tendência pode impactar o e-commerce?

E-commerce

10 de janeiro de 2022

Muito tem se falado sobre o metaverso e as implicações que esse novo ambiente virtual compartilhado terá em diferentes aspectos da sociedade. Mas quais são os impactos dessa tendência no e-commerce?

Apesar de já existir há mais tempo, o conceito de metaverso ganhou popularidade recentemente com a mudança de nome do Facebook para Meta e o anúncio do foco da empresa na construção desse universo.

Essa notícia reflete um movimento global das empresas, que têm investido cada vez mais em experiências imersivas e interativas para os consumidores.

Segundo uma pesquisa da Bloomberg Intelligence, o mercado do metaverso poderá atingir um valor de US$ 800 bilhões já em 2024. Ou seja, é uma tendência em plena expansão e que você deve conhecer se quiser acompanhar as novidades do mercado.

Ao final deste conteúdo, você terá entendido o que é metaverso e como ele pode impactar o varejo online — desde o comércio de produtos que só existem digitalmente e a criação de espaços virtuais totalmente imersivos. Vamos lá?

Antes de tudo, o que é metaverso?

O metaverso é um ambiente virtual compartilhado onde as pessoas poderão interagir em tempo real por meio de dispositivos digitais e avatares virtuais. Isso possibilitará a imersão total dos usuários em uma realidade online.

O conceito de metaverso não é nada novo. O termo foi utilizado pela primeira vez no livro de ficção científica Snow Crash, de Neal Stephenson, lançado em 1992.

No entanto, ele ganhou maior notoriedade nos últimos anos, com o desenvolvimento da Realidade Virtual e da Realidade Aumentada e com a adesão das empresas e usuários a essas tecnologias.

Vale destacar que o metaverso ainda não existe, mas grandes corporações, como Facebook, Microsoft e Amazon, já estão desenvolvendo projetos para colocá-lo em prática.

Impactos e oportunidades do metaverso no e-commerce

A partir do uso de um óculos de Realidade Virtual e da criação de um avatar digital para cada usuário, o metaverso possibilitará a realização de diversas atividades de forma totalmente online — isso inclui reuniões de trabalho, eventos e, claro, vendas.

Entenda as principais oportunidades que o metaverso criará para o e-commerce e a relação entre marcas e consumidores!

Criação de lojas virtuais imersivas

Imagine criar uma loja virtual na qual os consumidores podem andar pelo espaço, conferir os produtos de perto e até mesmo experimentá-los, como se estivessem em um estabelecimento físico. É isso que o metaverso pode possibilitar para o varejo online.

Com o universo virtual do metaverso, será possível criar um ambiente totalmente personalizado para o seu e-commerce, com móveis, prateleiras e vitrines expondo os seus produtos e serviços.

Você pode customizar todos os detalhes de acordo com a identidade e os valores da sua marca, de forma a proporcionar uma experiência única e completamente imersiva para o cliente.

A Farm criou uma experiência similar com a Farm na Nuvem, uma loja 3D que simula um estabelecimento físico da marca, com produtos, vídeos e outros recursos disponíveis no ambiente.

Com o metaverso, essa experiência poderia se tornar ainda mais imersiva e interativa, agregando valor para o consumidor e aumentando as chances dele comprar na loja.

Venda de produtos 100% digitais

Outro impacto do metaverso no varejo é que será possível vender não somente produtos reais, mas também produtos 100% digitais, ou seja, que existem exclusivamente no ambiente virtual.

Imagine, por exemplo, uma loja que vende roupas e acessórios digitais para o seu avatar utilizar no metaverso, sendo possível revender os itens que você não quiser mais para outros usuários.

Esse cenário pode parecer distante, mas ele já tem crescido antes mesmo da criação do metaverso.

É o exemplo da Gucci, que colocou uma bolsa virtual à venda dentro da plataforma de simulação do jogo Roblox, onde os usuários podem criar seus próprios mundos e interagir com outros jogadores.

Experiências ainda mais interativas

O metaverso permitirá que as marcas se relacionem de uma forma ainda mais próxima e interativa com os consumidores, funcionando como um canal direto com o público.

Sabe as lojas virtuais imersivas que mencionamos? Como dono do negócio, você também poderá estar presente nesses espaços atendendo os clientes e recepcionando-os.

Ainda será possível realizar ações de engajamento diretamente no metaverso, como eventos de lançamento e outras estratégias de marketing baseadas na interação com o consumidor.

Uma tendência que poderá ser explorada, nesse sentido, é a gamificação. Já imaginou esconder pistas dentro do espaço da sua loja virtual para os usuários procurarem e ganharem cupons de desconto para suas próximas compras?

Experiências como essa podem se popularizar com as possibilidades trazidas pelo metaverso no e-commerce.

Desafios para a implementação do metaverso

Apesar do metaverso estar sendo muito discutido, é importante ter em mente que ele ainda não é uma realidade. Trata-se de uma tendência para um futuro próximo, mas que ainda está em fase inicial.

Existem diversos projetos em andamento, sobretudo de grandes empresas, que pretendem colocá-lo em prática. No entanto, ainda há vários desafios que devem ser superados para a implementação e a popularização desse universo.

Um grande obstáculo é o preço atual dos dispositivos de Realidade Virtual, assim como a necessidade de uma conexão potente à internet para o bom funcionamento do metaverso.

Esses fatores impedem muitos consumidores de entrarem nos ambientes criados no metaverso, dificultando a democratização do uso dessa tecnologia.

Além disso, há discussões sobre a regulamentação e a moderação das interações realizadas dentro do metaverso, que precisam ser definidas antes da sua implementação.

Conclusão

Não há como negar que o metaverso é uma tendência bastante promissora e que promete revolucionar os modelos de compras e as relações entre marcas e consumidores nos próximos anos.

Ao permitir que as pessoas tenham uma experiência similar à de uma loja física em um ambiente totalmente online, o metaverso supre a demanda por mais praticidade e proximidade no pós-pandemia.

Portanto, vale a pena acompanhar as novidades relacionadas a esse universo. E, enquanto ele não se torna uma realidade, é possível investir nas tecnologias já disponíveis para tornar o e-commerce um ambiente mais imersivo, como a Realidade Aumentada.

O que você achou do metaverso e dos seus impactos no varejo online? Se você quiser conhecer outras tendências para o comércio eletrônico, não perca nosso outro conteúdo: Voice commerce: como adaptar seu e-commerce para as compras por voz?

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

05, dezembro, 2022

8 estratégias para disparar suas vendas de Natal (2022)

Quer potencializar as vendas de Natal da sua loja? Confira as principais tendências de consumo e estratégias para lucrar na data este ano.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

01, dezembro, 2022

Venda casada: o que é e o que diz a lei sobre essa prática?

Confira o que é venda casada, por que essa prática é considerada um crime pela legislação e como evitá-la no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

30, novembro, 2022

Unboxing: o que é e como investir nessa estratégia?

Você sabe o que é unboxing? Saiba mais sobre esse processo de desempacotar uma compra e como aproveitar essa tendência na sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo