Como a loja Malu Pires garante uma alta conversão em vendas com o Pagar.me?

E-commerce

2 de setembro de 2022

O empreendedorismo digital oferece uma infinidade de oportunidades e desafios. Quem sabe bem disso é a Maria Luara Pires, mais conhecida como Malu Pires — nome também da sua loja de chapéus de palha e bolsas sofisticados.

A trajetória da empresa, que já nasceu no meio digital, foi marcada por um rápido crescimento. Isso só foi possível com a visão inovadora de Malu, assim como um processo contínuo de estruturação da operação.

O Pagar.me, meio de pagamento digital e omnichannel do Grupo StoneCo., foi um dos parceiros que ajudaram a empresa nessa jornada, otimizando a experiência de pagamento dos consumidores finais e garantindo uma alta conversão em vendas para a Malu Pires.

Quer conhecer a história de sucesso da loja Malu Pires e entender como o Pagar.me ajudou a marca? Continue a leitura e aproveite!

Malu Pires: marca que já nasceu no digital

Criada em 2015 pelo casal Maria Luara Pires e André Luís, a loja Malu Pires já nasceu no ambiente digital, em uma época em que isso não era tão comum.

Tudo começou quando Malu, uma advogada apaixonada por moda, decidiu começar a produzir chapéus de palha diferenciados.

A inspiração foi a produção artesanal desses acessórios tão tradicionais na cidade de Rio Verde, localizada no coração do Pantanal, em Mato Grosso do Sul, onde Malu nasceu e cresceu.

Logo, a ideia era criar chapéus contemporâneos e autênticos, que também poderiam ser utilizados nas cidades, não só no campo.

Dona de um espírito empreendedor e leitora de vários blogs de moda da época, Malu aproveitou o início do boom da internet e das redes sociais para começar a vender no Instagram. Ela, inclusive, foi pioneira no uso de influenciadoras para divulgar a marca.

No início, a loja era um hobby para Malu, mas as vendas foram crescendo tão rapidamente que ela decidiu deixar a advocacia para se dedicar totalmente à marca, criando uma loja virtual e mantendo o foco na produção local e feita à mão.

Como aliar a produção artesanal com a rapidez do online?

Ao contrário da maioria das marcas da época, que abriam uma loja física e depois iam para o online, a Malu Pires já nasceu no digital, inaugurando posteriormente uma loja física e um showroom na fábrica.

Ao longo dessa trajetória no comércio eletrônico, o principal desafio enfrentado foi casar a produção artesanal com a rapidez exigida pelo mercado online.

Como os chapéus Malu Pires são feitos à mão e de forma personalizada para cada cliente, era preciso encontrar a melhor forma de estruturar a operação para conseguir entregar os acessórios com a agilidade que é característica do e-commerce.

Com o crescimento da loja, aos poucos foi sendo estruturada uma operação mais eficiente, sem deixar de lado o foco no trabalho artesanal. Foi com esse aprendizado contínuo que a marca conseguiu definir processos que agilizaram a produção e o despacho das peças.

Hoje, por exemplo, os chapéus já ficam pré-montados no estoque. Assim, quando um cliente faz um pedido, o acessório já vai para a etapa de fabricação do elástico interno e de bordado, assegurando uma rápida entrega do produto.

Garantindo excelência e escalabilidade para a produção dos itens personalizados, também foi necessário encontrar as melhores ferramentas para viabilizar a sua operação no digital e oferecer a melhor experiência para os clientes da Malu Pires.

Esse é o caso do Pagar.me que, por meio da solução de Provedor de Serviços de Pagamentos (PSP), possibilita que a loja aceite pagamentos por cartão de crédito, boleto e Pix, com praticidade e segurança.

3 recursos do Pagar.me que elevaram a conversão em vendas da loja

Antes do Pagar.me, a Malu Pires utilizava um meio de pagamento online que fazia a marca perder muitas vendas.

Além de ter um alto índice de recusa de vendas, a solução oferecia um checkout com redirecionamento e apresentava várias instabilidades, chegando a sair do ar em plena Black Friday — que é o momento em que a loja mais vende no ano.

Buscando suprir esses gargalos, a marca migrou para o Pagar.me em 2019, bem a tempo de uma nova edição da Black Friday.

Segundo a empreendedora, a solução do Pagar.me facilitou a experiência de pagamento dos clientes na loja, oferecendo um checkout transparente sem redirecionamento do usuário para outra página na hora de fazer a compra.

Essa facilidade para o consumidor realizar o pagamento, somada à estabilidade e à possibilidade de reprocessamento das transações, foram primordiais para garantir uma alta conversão em vendas na loja virtual.

“Já é difícil captar o cliente e, quando ele tenta fazer uma compra e acontece algum erro ou o pagamento é negado, você perde a venda. Com o Pagar.me, tenho uma dashboard fácil e prática, onde consigo ver todos os motivos de recusa do antifraude e reprocessar os pagamentos”, explica Malu.

Expectativas para o futuro da loja Malu Pires

Com o crescimento das vendas e a consolidação da marca Malu Pires, a expectativa para os próximos anos é de continuar evoluindo com as mudanças constantes do mercado.

Sobre o futuro da loja, a empreendedora finaliza: “o objetivo é crescer cada vez mais no online e sempre ter o Pagar.me com a gente trazendo novas tecnologias para facilitar ao máximo a vida do cliente, com muita rapidez e praticidade”.

Gostou de conhecer a história da loja Malu Pires? Se você quer conhecer mais a fundo as soluções do Pagar.me, cadastre-se na nossa plataforma ou solicite uma proposta personalizada para o seu negócio!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

30, setembro, 2022

Como preparar sua loja virtual para a Black Friday? Checklist

Garantir o sucesso da sua loja virtual na Black Friday exige uma preparação de vários aspectos da operação. Veja nosso checklist para não deixar nada para trás!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

28, setembro, 2022

Sell in e sell out: o que são e quais as diferenças?

Sell in e sell out são importantes processos que compõem a cadeia de suprimentos. Entenda o conceito de cada um e como fazer a melhor gestão deles!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

27, setembro, 2022

Avaliação de produtos: por que e como incentivar no seu e-commerce?

A avaliação de produtos é um recurso que fornece uma prova social para os clientes, incentivando-o a fazer uma compra. Entenda como utilizá-la na sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Como a loja Malu Pires garante uma alta conversão em vendas com o Pagar.me?

E-commerce

2 de setembro de 2022

O empreendedorismo digital oferece uma infinidade de oportunidades e desafios. Quem sabe bem disso é a Maria Luara Pires, mais conhecida como Malu Pires — nome também da sua loja de chapéus de palha e bolsas sofisticados.

A trajetória da empresa, que já nasceu no meio digital, foi marcada por um rápido crescimento. Isso só foi possível com a visão inovadora de Malu, assim como um processo contínuo de estruturação da operação.

O Pagar.me, meio de pagamento digital e omnichannel do Grupo StoneCo., foi um dos parceiros que ajudaram a empresa nessa jornada, otimizando a experiência de pagamento dos consumidores finais e garantindo uma alta conversão em vendas para a Malu Pires.

Quer conhecer a história de sucesso da loja Malu Pires e entender como o Pagar.me ajudou a marca? Continue a leitura e aproveite!

Malu Pires: marca que já nasceu no digital

Criada em 2015 pelo casal Maria Luara Pires e André Luís, a loja Malu Pires já nasceu no ambiente digital, em uma época em que isso não era tão comum.

Tudo começou quando Malu, uma advogada apaixonada por moda, decidiu começar a produzir chapéus de palha diferenciados.

A inspiração foi a produção artesanal desses acessórios tão tradicionais na cidade de Rio Verde, localizada no coração do Pantanal, em Mato Grosso do Sul, onde Malu nasceu e cresceu.

Logo, a ideia era criar chapéus contemporâneos e autênticos, que também poderiam ser utilizados nas cidades, não só no campo.

Dona de um espírito empreendedor e leitora de vários blogs de moda da época, Malu aproveitou o início do boom da internet e das redes sociais para começar a vender no Instagram. Ela, inclusive, foi pioneira no uso de influenciadoras para divulgar a marca.

No início, a loja era um hobby para Malu, mas as vendas foram crescendo tão rapidamente que ela decidiu deixar a advocacia para se dedicar totalmente à marca, criando uma loja virtual e mantendo o foco na produção local e feita à mão.

Como aliar a produção artesanal com a rapidez do online?

Ao contrário da maioria das marcas da época, que abriam uma loja física e depois iam para o online, a Malu Pires já nasceu no digital, inaugurando posteriormente uma loja física e um showroom na fábrica.

Ao longo dessa trajetória no comércio eletrônico, o principal desafio enfrentado foi casar a produção artesanal com a rapidez exigida pelo mercado online.

Como os chapéus Malu Pires são feitos à mão e de forma personalizada para cada cliente, era preciso encontrar a melhor forma de estruturar a operação para conseguir entregar os acessórios com a agilidade que é característica do e-commerce.

Com o crescimento da loja, aos poucos foi sendo estruturada uma operação mais eficiente, sem deixar de lado o foco no trabalho artesanal. Foi com esse aprendizado contínuo que a marca conseguiu definir processos que agilizaram a produção e o despacho das peças.

Hoje, por exemplo, os chapéus já ficam pré-montados no estoque. Assim, quando um cliente faz um pedido, o acessório já vai para a etapa de fabricação do elástico interno e de bordado, assegurando uma rápida entrega do produto.

Garantindo excelência e escalabilidade para a produção dos itens personalizados, também foi necessário encontrar as melhores ferramentas para viabilizar a sua operação no digital e oferecer a melhor experiência para os clientes da Malu Pires.

Esse é o caso do Pagar.me que, por meio da solução de Provedor de Serviços de Pagamentos (PSP), possibilita que a loja aceite pagamentos por cartão de crédito, boleto e Pix, com praticidade e segurança.

3 recursos do Pagar.me que elevaram a conversão em vendas da loja

Antes do Pagar.me, a Malu Pires utilizava um meio de pagamento online que fazia a marca perder muitas vendas.

Além de ter um alto índice de recusa de vendas, a solução oferecia um checkout com redirecionamento e apresentava várias instabilidades, chegando a sair do ar em plena Black Friday — que é o momento em que a loja mais vende no ano.

Buscando suprir esses gargalos, a marca migrou para o Pagar.me em 2019, bem a tempo de uma nova edição da Black Friday.

Segundo a empreendedora, a solução do Pagar.me facilitou a experiência de pagamento dos clientes na loja, oferecendo um checkout transparente sem redirecionamento do usuário para outra página na hora de fazer a compra.

Essa facilidade para o consumidor realizar o pagamento, somada à estabilidade e à possibilidade de reprocessamento das transações, foram primordiais para garantir uma alta conversão em vendas na loja virtual.

“Já é difícil captar o cliente e, quando ele tenta fazer uma compra e acontece algum erro ou o pagamento é negado, você perde a venda. Com o Pagar.me, tenho uma dashboard fácil e prática, onde consigo ver todos os motivos de recusa do antifraude e reprocessar os pagamentos”, explica Malu.

Expectativas para o futuro da loja Malu Pires

Com o crescimento das vendas e a consolidação da marca Malu Pires, a expectativa para os próximos anos é de continuar evoluindo com as mudanças constantes do mercado.

Sobre o futuro da loja, a empreendedora finaliza: “o objetivo é crescer cada vez mais no online e sempre ter o Pagar.me com a gente trazendo novas tecnologias para facilitar ao máximo a vida do cliente, com muita rapidez e praticidade”.

Gostou de conhecer a história da loja Malu Pires? Se você quer conhecer mais a fundo as soluções do Pagar.me, cadastre-se na nossa plataforma ou solicite uma proposta personalizada para o seu negócio!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

30, setembro, 2022

Como preparar sua loja virtual para a Black Friday? Checklist

Garantir o sucesso da sua loja virtual na Black Friday exige uma preparação de vários aspectos da operação. Veja nosso checklist para não deixar nada para trás!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

28, setembro, 2022

Sell in e sell out: o que são e quais as diferenças?

Sell in e sell out são importantes processos que compõem a cadeia de suprimentos. Entenda o conceito de cada um e como fazer a melhor gestão deles!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

27, setembro, 2022

Avaliação de produtos: por que e como incentivar no seu e-commerce?

A avaliação de produtos é um recurso que fornece uma prova social para os clientes, incentivando-o a fazer uma compra. Entenda como utilizá-la na sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo