Gestão de redes sociais na Black Friday: 7 estratégias para vender mais

E-commerce

11 de novembro de 2020

A Black Friday está chegando, e realizar uma boa gestão de redes sociais pode fazer toda a diferença nas vendas!

Para se ter ideia, segundo pesquisa realizada pelo Ibramerc (Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado), 41% das empresas que optam pela adoção das mídias sociais apresentam melhora no faturamento.

Para você aproveitar todo o potencial que esses canais têm a proporcionar para o seu negócio no período na Black Friday, vejas essas sete dicas do Rafael Kiso, fundador e CMO da mLabs, a melhor ferramenta de gerenciamento de redes sociais do Brasil, segundo a Kmaleon!

1. Explore oportunidades de venda em outras redes sociais além do Instagram

As redes sociais são grandes aliadas das empresas que desejam vender mais na Black Friday.

Por esses canais, é possível criar conteúdo relevante, se conectar com clientes atuais e atrair novos, tornar a marca conhecida e respeitada, dentre outras vantagens.

No entanto, é importante saber que existe um universo além do Instagram ou mesmo do Facebook, que apesar de desacreditado por algumas marcas, é ainda muito forte como canal de mídia (Facebook Ads).

Existem várias redes sociais, cada uma com um perfil de público, recursos e objetivos diferentes, e são esses fatores que deverão ser levados em consideração para uma definição estratégica de onde sua marca deve estar.

Por exemplo: para uma loja de roupas, móveis e decorações pode ser interessante investir no Pinterest Shopping, que permite criar pastas e cadastrar botões que direcionam o usuário direto para o carrinho de compra no site.

Estar na rede social certa, para um público que está buscando exatamente o que sua marca oferta pode fazer toda a diferença para vender mais na Black Friday ou em qualquer outro momento do ano.

2. Crie conteúdo com antecedência e prepare o consumidor para o momento da oferta

Por que um estúdio de cinema solta fotos, notícias e trailers de um filme antes da estreia?

Simples: para gerar curiosidade e deixar o público ansioso para assistir ao lançamento antes mesmo dele estar disponível no mercado.

E essa é uma grande lição para a gestão das redes sociais na Black Friday: faça o mesmo com os produtos que entrarão em promoção durante o período de ofertas!

Crie conteúdo estimulando a curiosidade e o interesse dos consumidores para o que está por vir.

Você pode soltar discas, incentivando que eles tentem descobrir o que entrará nas ofertas; pode perguntar a eles o que eles gostariam de ver na promoção; ou até mesmo criar descontos diferentes e graduais, conforme o nível de relacionamento que ele tem com sua marca.

Uma dica para isso é usar o recurso Close Friends ou Amigos Próximos, do Instagram, por exemplo. Nele, você pode convidar apenas os seus clientes atuais e conceder dicas e ofertas exclusivas.

Fazendo isso, você também pode acabar impedindo que ele gaste o valor que reservou para as compras no período, antes da sua oferta ser anunciada, na concorrência.

3. Faça live commerce

Esse formato já vem sendo um sucesso para vendas na Black Friday, e é também a grande aposta do varejo online nos próximos anos.

Como o nome sugere, trata-se de um evento ao vivo onde são anunciadas ofertas específicas.

Os modelos já realizados aqui no Brasil contaram com superproduções envolvendo diversas celebridades e influenciadores digitais para falar sobre os produtos em promoção durante a transmissão.

O grande sucesso está nas ofertas exclusivas para quem está assistindo no exato momento em que elas são anunciadas.

É possível trabalhar uma página de captura (landing pages) para conseguir cadastros, dando um tom de exclusividade ao evento. Assim, os potenciais clientes se sentem importantes e mais propensos a comprar.

Além disso, com o contato desses consumidores em mãos, é possível manter o relacionamento duradouro em outras diversas oportunidades.

Para uma boa gestão das redes sociais, por exemplo, você pode impactá-los em campanhas dedicadas de Facebook e Instagram Ads.

Para que o seu live commerce dê certo, é necessário fazer um bom planejamento levando em conta:

  • qual tipo de conteúdo será abordado durante a live;
  • quais ofertas serão divulgadas e como fazer isso de forma natural;
  • quais canais serão usados para divulgação e transmissão;
  • como será feita a interação com o público.

E não pense que isso só pode ser feito por grandes marcas. Uma boa dose de criatividade, uma boa gestão da sua base de clientes (CRM) e os recursos certos sãos os elementos necessários para fazer isso acontecer!

4. Aposte na prova social

Quando pessoas falam bem de um produto, serviço ou marca existe um valor atribuído e, consequentemente, é gerado um aumento de confiança.

Por isso, aposte na prova social ou UGC (User Generated Content), o conteúdo gerado pelo próprio cliente.

Ele vale mais do que uma publicidade ou mesmo que a palavra de um influenciador. Afinal, foi feito por pessoas reais, que experimentaram a marca, produto ou serviço sem receber nada por isso. Aliás, até pagaram por isso, na maior parte dos casos.

Alguém postou uma foto com o seu produto, fez um review positivo? Mostre isso pra outras pessoas!

Segundo a pesquisa Fresh Relevance, a prova social funciona mesmo: 34% dos entrevistados afirmaram que ela aumenta as vendas. Por outro lado, apenas 20% dos varejistas disseram utilizar esse tipo de estratégia.

5. Use stories para criar cupons diários

Criar cupons de desconto é uma ótima estratégia de vendas. Gera o sentimento de exclusividade e escassez, aliado a um benefício.

Para fazer isso de uma forma ainda mais interativa, utilize O Instagram Stories. Em 24 horas, o Story e, consequentemente, o cupom, saem do ar, ampliando essa ideia de escassez.

É possível, inclusive, utilizar o close friends do Instagram também nesse caso, criando uma ação ainda mais direcionada e exclusiva para um público selecionado:

  • apenas clientes;
  • quem comprou em um determinado período;
  • quem realizou uma determinada missão etc.

6. Pense em estratégias para quem já é seu cliente

Uma pessoa que já comprou da sua marca e teve uma boa experiência, já sabe que pode confiar nela.

Isso certamente reduz as objeções na hora da tomada de decisões pela compra, facilitando o processo.

Ou seja: é claro que buscar formas de fazer o seu cliente comprar mais vezes pode ser muito mais efetivo e barato do que converter vendas de novos consumidores.

Dentre as redes sociais que podem te ajudar em ações direcionadas para clientes, destacam-se:

7. Coloque o preço nas postagens

Não é nada legal esconder o preço do cliente, aliás, o famoso "preço por inbox" é realmente ilegal.

Além de ser completamente desagradável forçar o consumidor a enviar mensagens privadas questionando o valor, a prática é também contra a legislação brasileira.

Segundo a Lei 10962/04 de 11 de outubro de 2004 é direito do consumidor ter a informação do preço à vista e legível em um produto anunciado online.

Por isso, o ideal é você buscar pelos recursos disponíveis em cada rede social para disponibilizar os preços dos seus produtos.

No Instagram, por exemplo, o recurso Instagram Shopping é o mais indicado. Além de permitir o tagueamento do valor ele facilita o redirecionamento do cliente para a loja virtual, facilitando a finalização da compra.

Avalie a melhor forma em cada uma das mídias utilizadas e lembre-se sempre de favorecer a experiência do seu cliente.

Dica bônus

Conte com uma ferramenta de gestão de redes sociais para impulsionar os resultados na Black Friday!

Devemos lembrar que os resultados não vêm do dia para a noite. Portanto, é importante não apenas planejar as ações que serão realizadas durante a Black Friday, mas sim garantir a constância e coerência do trabalho de gestão das redes sociais tempos antes.

Para isso, é bom contar com uma ferramenta de gestão de redes sociais, como a mLabs, que facilita todo o processo, desde a criação e o agendamento das publicações até a análise dos resultados, com direito a insights, para a tomada de decisões estratégicas.

E a melhor parte é que clientes do Pagar.me têm acesso a um plano gratuito na mLabs! Mas, se você ainda não vende com o Pagar.me, aproveite essa chance e escolha o meio de pagamento certo para usar na Black Friday: conheça mais do Pagar.me.

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

26, novembro, 2020

7 estimativas para a Black Friday mais digital de todos os tempos

Estamos nas vésperas da Black Friday 2020, que promete ser a maior da história do e-commerce, mercado que teve amplo crescimento durante a pandemia. Confira 7 estimativas para aumentar as expectativas da sua loja para o evento!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

25, novembro, 2020

4 dicas para ter uma Black Friday mais leve (e mais produtiva)

O dia da Black Friday não precisa ser estressante! Faça da sexta-feira uma festa e aproveite para gerar engajamento interno e motivar seus colaboradores. Veja 4 dicas para viver uma Black Friday leve e produtiva!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

18, novembro, 2020

Por que vender com o Pagar.me?

Se você ainda não é cliente do Pagar.me, não perca tempo: escolha o meio de pagamento que vai impulsionar suas vendas na Black Friday e durante o ano todo! A gente explica por que você deveria escolher a nossa tecnologia bem aqui. Leia e entenda!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo