Da cidadela de João Alfredo, no interior de Pernambuco, ao emaranhado de ruas de São Paulo, Edielson Silva percorreu um longo caminho. Mas não foram os quilômetros de estrada, e sim a experiência da vida, que o levaram a construir sua própria loja online para vender purificadores de água e prosperar nos negócios. Após um ano de operação, o e-commerce que Silva criou do zero, a H2O Purificadores, fatura R$ 200 mil por mês.

A história de Silva faz parte do ebook ‘O que fazer para faturar R$ 200 mil por mês com seu e-commerce’, que escrevemos no Pagar.me reunindo dicas para aplicar em sua loja online e melhorar sua conversão de vendas. O ebook, gratuito e disponível online, também conta com entrevistas com Tiago Baeta, do E-commerce Brasil, e Leonardo Godoy, da Wide Commerce. Para fazer o download gratuito do ebook, clique aqui.

O sucesso como empresário não se deve ao acaso, já que Silva acumulou oito anos como prestador de serviços para a Whirlpool, onde vendeu purificadores de água e entendeu a fundo o mercado em que decidiu investir. Mas conhecer a história de sua vida também ajuda a entender seu tino comercial. Desde cedo, Silva aprendeu o verdadeiro valor do trabalho.

h2o-purificadores

“Vivi com meus avós até os nove anos e minha família era muito pobre em João Alfredo, mas a situação continuou difícil quando mudamos para São Paulo. Por isso comecei a trabalhar em um mercadinho do bairro já aos 12 anos”, diz. “Meus pais foram para o interior da Bahia e decidi ficar, porque achava que São Paulo oferecia mais oportunidades”.

Na adolescência, Silva se inscreveu para um curso de informática, mas não tinha dinheiro para pagar e, então, conseguiu um emprego na recepção da escola, até ser contratado para a área comercial, onde permaneceu por seis anos. Sua próxima empreitada profissional seria como prestador de serviços para a Whirlpool, período em que acumulou o conhecimento necessário para criar seu próprio negócio. Ele estava decidido a abrir uma loja física na Bahia e estruturou um plano de negócios completo por meio de modelos do Sebrae, mas acabou optando por ficar em São Paulo e tocar a loja na internet.

A história de vida de Silva evidencia o perfil de um empresário dedicado, que aprendeu a fazer na prática. “Sempre me doei muito ao trabalho e costumo dizer que faculdade é muito importante, por isso hoje estou estudando administração, mas vivência é uma coisa que não se aprende em nenhum curso”, diz ele. “Faturei R$ 200 mil trabalhando em casa”.

O que levou Silva a faturar tão bem em pouco tempo no mercado? Um estudo minucioso sobre a atuação de sua loja online, que começou com um plano de negócios, além de muita pesquisa sobre como montar um e-commerce, tudo disponível na internet. “Participei de uma palestra e logo conheci a Loja Integrada. Comemorei muito a primeira venda e percebi que acertei na plataforma. E então sempre tive o pensamento de investir praticamente tudo o que ganhava”.

Para chegar lá, Silva seguiu diversas das dicas para melhorar seu negócio. Deu atenção ao design, estudou diversos meios de pagamento e integrou com o Pagar.me para aumentar sua conversão de vendas. Mas, se tivesse de destacar uma única estratégia que o levou a ter sucesso entre janeiro de 2014, quando sua loja passou a funcionar de vez, e janeiro de 2015, primeiro mês em que faturou R$ 200 mil, com certeza seria o atendimento.

“É primordial saber o que você quer vender e para quem. Mas o cliente é muito carente de informação e se tornar um especialista é muito importante para seu negócio”, diz Silva. “Hoje, os fabricantes têm um problema para passar a informação para o consumidor final de forma simples, e nós conseguimos fazer isso na loja”.

O comprador é muito carente de informação e se tornar um especialista é muito importante para seu negócio Para calibrar sua operação, que conta hoje com dois funcionários extras e uma nova sede para o negócio, Silva desenvolveu um guia de pósvendas que costuma tirar todas as dúvidas frequentes do consumidor em até cinco minutos.

Isto inclui explicar os motivos pelos quais uma ou outra transação é negada no cartão de crédito, por exemplo, já que o Pagar.me informa este detalhe para cada tentativa de transação. “O cliente se apaixona no atendimento e volta para comprar mais vezes”.

Receba dicas de especialistas para melhorar seu negócio online.

Confira dicas, reportagens e conteúdos especiais de especialistas em E-commerce e Marketing Digital. Digite seu email abaixo:


You have Successfully Subscribed!