Como preparar sua loja virtual para a Black Friday? Checklist completo

E-commerce

30 de setembro de 2022

A Black Friday está batendo na porta e é hora de fazer um checklist cuidadoso para garantir que tudo esteja em ordem na sua loja virtual para a data mais importante do ano!

A última edição da Black Friday foi a maior do e-commerce brasileiro. Segundo um relatório da Neotrust, o evento gerou um faturamento de mais de R$ 7 bilhões em vendas online.

Para 2022, as expectativas são ainda maiores. Um levantamento do Méliuz aponta que 91,3% dos consumidores pretendem comprar nesta Black Friday, sendo que 69,1% devem fazer suas compras exclusivamente online.

Se você quer conquistar esses consumidores, é preciso começar desde já a preparar todo o seu negócio — desde as ações de divulgação até a infraestrutura do site e a tecnologia de pagamentos.

Marque cada item do nosso checklist para não deixar nada para trás na Black Friday da sua loja virtual!

1. Verifique a infraestrutura do site

Há três aspectos importantíssimos que precisam estar em ordem no seu site para a Black Friday: tecnologias e ferramentas, segurança e experiência do usuário.

Tecnologias e ferramentas

Durante todo o período da Black Friday, seu e-commerce vai receber muito mais acessos e compras do que o normal. Por isso, é fundamental conferir a disponibilidade e a escalabilidade do seu site.

Estamos falando sobre a capacidade do site em manter o serviço disponível e com um nível de qualidade satisfatório, mesmo com uma carga crescente de utilização.

Mas não basta olhar apenas para o seu site. Se você usa algum tipo de integração ou aplicação, verifique se seus fornecedores e parceiros também estão prontos, fazendo testes e entrando em contato para acertar detalhes e evitar pontas soltas.

Confira também: Pagar.me se mantém 100% estável pelo 3º ano consecutivo

Segurança

Infelizmente, é na Black Friday que há o maior número de tentativas de fraudes online. Em 2021, o prejuízo evitado com fraudes durante o evento foi de mais de R$ 109 milhões, segundo dados da ClearSale.

Você pode se preparar para isso e evitar compras fraudulentas de duas maneiras práticas. Primeiro, conheça bem o seu produto e seus clientes. Entender o comportamento do seu público pode ajudar a perceber possíveis fraudes e impedir que elas aconteçam.

Mas nada substitui um sistema antifraude, em especial na Black Friday. Escolha uma solução de pagamento que já conte com um antifraude integrado, assim, você não precisa se preocupar em contratar um serviço adicional.

Experiência do usuário

Por fim, seu site precisa oferecer uma experiência simples e amigável para o seu público. Ao praticar as dicas anteriores, você já tem meio caminho andado nesse sentido.

Além disso, você também deve garantir uma boa usabilidade no seu e-commerce, com um layout agradável, intuitivo e organizado. Assim, o usuário poderá navegar com facilidade enquanto faz suas buscas de Black Friday na sua loja virtual.

Outro aspecto muito importante é a responsividade do seu site. Em 2020, 40% do total de compras realizadas na Black Friday foram feitas via mobile, segundo a Linx.

Portanto, atente-se para também proporcionar uma boa experiência de navegação para os usuários que preferem fazer suas compras por dispositivos móveis.

2. Faça uma boa gestão de estoque

Para preparar a sua loja virtual para a Black Friday, também é indispensável dar atenção ao seu estoque. Perder o controle durante o maior evento do varejo pode gerar prejuízos financeiros e ainda prejudicar a imagem do seu e-commerce.

Analise o histórico de vendas da sua loja em edições anteriores da Black Friday para entender a demanda dos consumidores e fazer um planejamento de compras mais assertivo para o seu estoque.

Além disso, verifique se os seus fornecedores serão capazes de atender os seus pedidos em tempo hábil para garantir o estoque para o evento.

Se você também tem uma loja física, outro ponto essencial é investir na integração dos seus estoques. Com a retomada das compras presenciais, a omnicanalidade é uma grande tendência para oferecer a melhor experiência de compra na Black Friday.

3. Garanta que a logística está pronta para o mês atípico

Não é só o site que fica sobrecarregado com a quantidade atípica de acessos e compras. A logística na Black Friday também pode ficar comprometida. Por isso, planejamento é uma palavra-chave!

Assim como você deve checar toda a tecnologia do seu e-commerce, é preciso checar cada etapa da logística. E mais uma vez os fornecedores e parceiros entram no jogo: verifique se todos estão se preparando para a Black Friday e se terão condições de manter o bom funcionamento.

Uma boa prática é disponibilizar mais de uma opção de entrega na sua loja virtual. Dessa forma, o cliente pode escolher aquela melhor atenda às suas necessidades.

Alinhado à tendência de omnicanalidade, um destaque é o Click & Collect, modalidade de entrega na qual a pessoa faz a compra online e retira o pedido presencialmente.

4. Planeje campanhas assertivas de marketing

A concorrência por visibilidade é muito maior no período da Black Friday. Por isso, é importante estruturar campanhas de marketing assertivas em diferentes canais.

Você não vai vender se as pessoas não acessarem seu site, e ninguém vai acessar seu site sem que você o anuncie na internet e nas redes sociais. Isso vale para qualquer época do ano, mas é ainda mais relevante na Black Friday e outras datas comemorativas.

Alguns exemplos de estratégias que você apostar para aumentar o alcance da sua marca são:

  • anúncios pagos em ferramentas como Google Ads e Facebook Ads;
  • parcerias com influenciadores digitais de relevância para o seu público-alvo;
  • ações de engajamento com a audiência nas redes sociais;
  • campanhas de e-mail marketing para bases de contatos segmentadas;
  • otimizações de SEO para melhorar o ranqueamento orgânico das páginas do seu e-commerce.

5. Confira a apresentação e o preço de cada produto

Para marcar esse item do checklist da Black Friday como “feito”, você precisa pensar em dois aspectos diferentes: apresentação e preço dos produtos.

Apresentação

As páginas dos produtos no seu e-commerce são fundamentais para garantir conversões em vendas. Então, capriche nas fotos e produza descrições detalhadas de cada mercadoria.

As pessoas fazem buscas em várias lojas virtuais na Black Friday, portanto, faça da apresentação do seu produto um diferencial.

Para complementar as páginas do seu site, você ainda pode apostar em vídeos e recursos como o provador virtual e uma seção de avaliações de produtos.

Preço e promoção

Na Black Friday, o preço é central! Os consumidores digitais estão em busca de ofertas e eles sabem muito bem identificar uma “Black Fraude”. Por isso, ofereça promoções reais e vantajosas para o seu cliente.

A pesquisa do Méliuz aponta que, dentre as principais motivações para comprar em lojas virtuais na Black Friday, estão frete grátis (25,2%), cashback (23,9%) e preço promocional (21,3%).

No entanto, existem várias ideias de promoções que você pode fazer ao longo do evento, como combos promocionais, descontos progressivos, cupons de desconto e brindes.

O ponto mais importante é planejar com cuidado as ofertas que você pode oferecer, para evitar prejuízos financeiros e ainda garantir a lucratividade do negócio. Para te ajudar nisso, disponibilizamos uma calculadora de preços gratuita!


Acesse a calculadora de preços do Pagar.me!

6. Reveja o plano de atendimento para a Black Friday

Junto com o aumento das vendas, vem o aumento da demanda por atendimento ao cliente. Nesse sentido, facilite o contato e sempre dê preferência para interações humanizadas durante a Black Friday.

Lembre-se de que seu cliente é importantíssimo para o sucesso do seu negócio! Por isso, faça o possível para oferecer um bom atendimento.

Responda a dúvidas e comentários nas redes sociais e envie comunicados importantes se necessário. Se possível, também disponibilize diferentes canais de atendimento, como WhatsApp, chat online e e-mail, para que o cliente possa escolher o da sua preferência.

7. Prepare-se para trocas e devoluções

A realização de compras por impulso durante a Black Friday pode levar a um alto volume de trocas e devoluções após o evento. Dessa forma, estabeleça uma política de trocas e devoluções transparente para evitar problemas no pós-venda.

É fundamental deixar claro para o consumidor em quais casos ele pode trocar ou retornar um produto comprado no evento e quais são os procedimentos que devem ser seguidos para fazer essa solicitação. Lembrando sempre de respeitar os direitos do consumidor!

Oferecer uma experiência positiva de logística reversa ajuda a garantir a satisfação e a fidelização dos clientes.

8. Cheque a sua tecnologia de pagamento

O consumidor quer agilidade para fazer suas compras online, e isso é ainda mais importante durante o período extremamente concorrido da Black Friday. Afinal, se o processo de compra demorar muito em um site, o cliente pode rapidamente migrar para outro.

Nesse sentido, a etapa de pagamento é essencial para reter os seus compradores e garantir as suas conversões.

É preciso contar com uma tecnologia que esteja, de fato, preparada para a Black Friday e demonstre estabilidade, eficiência e segurança nas transações.

Além disso, é importante oferecer as formas de pagamento preferidas do público, como cartão de crédito à vista e parcelado, Pix e boleto bancário.

Com o Pagar.me, você consegue aceitar todas essas formas de pagamento no seu e-commerce, com alta estabilidade, segurança e funcionalidades pensadas para aumentar as conversões do seu negócio, como:

  • Compra com um clique: o usuário consegue finalizar o pedido clicando em um único botão;
  • Retentativa de pagamento: em caso de falhas ou demoras na transação, nosso sistema faz uma série de retentativas com diferentes adquirentes;
  • Link de pagamento: você pode criar links personalizados para enviar um checkout diretamente para o consumidor finalizar sua compra;
  • Multicompradores: o cliente pode fazer um pedido no seu e-commerce e dividir o pagamento com outros consumidores;
  • Multimeios de pagamento: aceite pagamentos com mais de um cartão de crédito ou combinando diferentes métodos, como cartão + boleto bancário.

Além disso, oferecemos um atendimento 100% humanizado, realizado por um time de especialistas no mercado de pagamentos e de e-commerce.

Se você ainda não é nosso cliente, saiba que estamos prontos para te ajudar a ter a melhor Black Friday na sua loja virtual. Cadastre-se já na nossa plataforma ou entre em contato para saber mais sobre nossas soluções!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

05, dezembro, 2022

8 estratégias para disparar suas vendas de Natal (2022)

Quer potencializar as vendas de Natal da sua loja? Confira as principais tendências de consumo e estratégias para lucrar na data este ano.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

01, dezembro, 2022

Venda casada: o que é e o que diz a lei sobre essa prática?

Confira o que é venda casada, por que essa prática é considerada um crime pela legislação e como evitá-la no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

30, novembro, 2022

Unboxing: o que é e como investir nessa estratégia?

Você sabe o que é unboxing? Saiba mais sobre esse processo de desempacotar uma compra e como aproveitar essa tendência na sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

Como preparar sua loja virtual para a Black Friday? Checklist completo

E-commerce

30 de setembro de 2022

A Black Friday está batendo na porta e é hora de fazer um checklist cuidadoso para garantir que tudo esteja em ordem na sua loja virtual para a data mais importante do ano!

A última edição da Black Friday foi a maior do e-commerce brasileiro. Segundo um relatório da Neotrust, o evento gerou um faturamento de mais de R$ 7 bilhões em vendas online.

Para 2022, as expectativas são ainda maiores. Um levantamento do Méliuz aponta que 91,3% dos consumidores pretendem comprar nesta Black Friday, sendo que 69,1% devem fazer suas compras exclusivamente online.

Se você quer conquistar esses consumidores, é preciso começar desde já a preparar todo o seu negócio — desde as ações de divulgação até a infraestrutura do site e a tecnologia de pagamentos.

Marque cada item do nosso checklist para não deixar nada para trás na Black Friday da sua loja virtual!

1. Verifique a infraestrutura do site

Há três aspectos importantíssimos que precisam estar em ordem no seu site para a Black Friday: tecnologias e ferramentas, segurança e experiência do usuário.

Tecnologias e ferramentas

Durante todo o período da Black Friday, seu e-commerce vai receber muito mais acessos e compras do que o normal. Por isso, é fundamental conferir a disponibilidade e a escalabilidade do seu site.

Estamos falando sobre a capacidade do site em manter o serviço disponível e com um nível de qualidade satisfatório, mesmo com uma carga crescente de utilização.

Mas não basta olhar apenas para o seu site. Se você usa algum tipo de integração ou aplicação, verifique se seus fornecedores e parceiros também estão prontos, fazendo testes e entrando em contato para acertar detalhes e evitar pontas soltas.

Confira também: Pagar.me se mantém 100% estável pelo 3º ano consecutivo

Segurança

Infelizmente, é na Black Friday que há o maior número de tentativas de fraudes online. Em 2021, o prejuízo evitado com fraudes durante o evento foi de mais de R$ 109 milhões, segundo dados da ClearSale.

Você pode se preparar para isso e evitar compras fraudulentas de duas maneiras práticas. Primeiro, conheça bem o seu produto e seus clientes. Entender o comportamento do seu público pode ajudar a perceber possíveis fraudes e impedir que elas aconteçam.

Mas nada substitui um sistema antifraude, em especial na Black Friday. Escolha uma solução de pagamento que já conte com um antifraude integrado, assim, você não precisa se preocupar em contratar um serviço adicional.

Experiência do usuário

Por fim, seu site precisa oferecer uma experiência simples e amigável para o seu público. Ao praticar as dicas anteriores, você já tem meio caminho andado nesse sentido.

Além disso, você também deve garantir uma boa usabilidade no seu e-commerce, com um layout agradável, intuitivo e organizado. Assim, o usuário poderá navegar com facilidade enquanto faz suas buscas de Black Friday na sua loja virtual.

Outro aspecto muito importante é a responsividade do seu site. Em 2020, 40% do total de compras realizadas na Black Friday foram feitas via mobile, segundo a Linx.

Portanto, atente-se para também proporcionar uma boa experiência de navegação para os usuários que preferem fazer suas compras por dispositivos móveis.

2. Faça uma boa gestão de estoque

Para preparar a sua loja virtual para a Black Friday, também é indispensável dar atenção ao seu estoque. Perder o controle durante o maior evento do varejo pode gerar prejuízos financeiros e ainda prejudicar a imagem do seu e-commerce.

Analise o histórico de vendas da sua loja em edições anteriores da Black Friday para entender a demanda dos consumidores e fazer um planejamento de compras mais assertivo para o seu estoque.

Além disso, verifique se os seus fornecedores serão capazes de atender os seus pedidos em tempo hábil para garantir o estoque para o evento.

Se você também tem uma loja física, outro ponto essencial é investir na integração dos seus estoques. Com a retomada das compras presenciais, a omnicanalidade é uma grande tendência para oferecer a melhor experiência de compra na Black Friday.

3. Garanta que a logística está pronta para o mês atípico

Não é só o site que fica sobrecarregado com a quantidade atípica de acessos e compras. A logística na Black Friday também pode ficar comprometida. Por isso, planejamento é uma palavra-chave!

Assim como você deve checar toda a tecnologia do seu e-commerce, é preciso checar cada etapa da logística. E mais uma vez os fornecedores e parceiros entram no jogo: verifique se todos estão se preparando para a Black Friday e se terão condições de manter o bom funcionamento.

Uma boa prática é disponibilizar mais de uma opção de entrega na sua loja virtual. Dessa forma, o cliente pode escolher aquela melhor atenda às suas necessidades.

Alinhado à tendência de omnicanalidade, um destaque é o Click & Collect, modalidade de entrega na qual a pessoa faz a compra online e retira o pedido presencialmente.

4. Planeje campanhas assertivas de marketing

A concorrência por visibilidade é muito maior no período da Black Friday. Por isso, é importante estruturar campanhas de marketing assertivas em diferentes canais.

Você não vai vender se as pessoas não acessarem seu site, e ninguém vai acessar seu site sem que você o anuncie na internet e nas redes sociais. Isso vale para qualquer época do ano, mas é ainda mais relevante na Black Friday e outras datas comemorativas.

Alguns exemplos de estratégias que você apostar para aumentar o alcance da sua marca são:

  • anúncios pagos em ferramentas como Google Ads e Facebook Ads;
  • parcerias com influenciadores digitais de relevância para o seu público-alvo;
  • ações de engajamento com a audiência nas redes sociais;
  • campanhas de e-mail marketing para bases de contatos segmentadas;
  • otimizações de SEO para melhorar o ranqueamento orgânico das páginas do seu e-commerce.

5. Confira a apresentação e o preço de cada produto

Para marcar esse item do checklist da Black Friday como “feito”, você precisa pensar em dois aspectos diferentes: apresentação e preço dos produtos.

Apresentação

As páginas dos produtos no seu e-commerce são fundamentais para garantir conversões em vendas. Então, capriche nas fotos e produza descrições detalhadas de cada mercadoria.

As pessoas fazem buscas em várias lojas virtuais na Black Friday, portanto, faça da apresentação do seu produto um diferencial.

Para complementar as páginas do seu site, você ainda pode apostar em vídeos e recursos como o provador virtual e uma seção de avaliações de produtos.

Preço e promoção

Na Black Friday, o preço é central! Os consumidores digitais estão em busca de ofertas e eles sabem muito bem identificar uma “Black Fraude”. Por isso, ofereça promoções reais e vantajosas para o seu cliente.

A pesquisa do Méliuz aponta que, dentre as principais motivações para comprar em lojas virtuais na Black Friday, estão frete grátis (25,2%), cashback (23,9%) e preço promocional (21,3%).

No entanto, existem várias ideias de promoções que você pode fazer ao longo do evento, como combos promocionais, descontos progressivos, cupons de desconto e brindes.

O ponto mais importante é planejar com cuidado as ofertas que você pode oferecer, para evitar prejuízos financeiros e ainda garantir a lucratividade do negócio. Para te ajudar nisso, disponibilizamos uma calculadora de preços gratuita!


Acesse a calculadora de preços do Pagar.me!

6. Reveja o plano de atendimento para a Black Friday

Junto com o aumento das vendas, vem o aumento da demanda por atendimento ao cliente. Nesse sentido, facilite o contato e sempre dê preferência para interações humanizadas durante a Black Friday.

Lembre-se de que seu cliente é importantíssimo para o sucesso do seu negócio! Por isso, faça o possível para oferecer um bom atendimento.

Responda a dúvidas e comentários nas redes sociais e envie comunicados importantes se necessário. Se possível, também disponibilize diferentes canais de atendimento, como WhatsApp, chat online e e-mail, para que o cliente possa escolher o da sua preferência.

7. Prepare-se para trocas e devoluções

A realização de compras por impulso durante a Black Friday pode levar a um alto volume de trocas e devoluções após o evento. Dessa forma, estabeleça uma política de trocas e devoluções transparente para evitar problemas no pós-venda.

É fundamental deixar claro para o consumidor em quais casos ele pode trocar ou retornar um produto comprado no evento e quais são os procedimentos que devem ser seguidos para fazer essa solicitação. Lembrando sempre de respeitar os direitos do consumidor!

Oferecer uma experiência positiva de logística reversa ajuda a garantir a satisfação e a fidelização dos clientes.

8. Cheque a sua tecnologia de pagamento

O consumidor quer agilidade para fazer suas compras online, e isso é ainda mais importante durante o período extremamente concorrido da Black Friday. Afinal, se o processo de compra demorar muito em um site, o cliente pode rapidamente migrar para outro.

Nesse sentido, a etapa de pagamento é essencial para reter os seus compradores e garantir as suas conversões.

É preciso contar com uma tecnologia que esteja, de fato, preparada para a Black Friday e demonstre estabilidade, eficiência e segurança nas transações.

Além disso, é importante oferecer as formas de pagamento preferidas do público, como cartão de crédito à vista e parcelado, Pix e boleto bancário.

Com o Pagar.me, você consegue aceitar todas essas formas de pagamento no seu e-commerce, com alta estabilidade, segurança e funcionalidades pensadas para aumentar as conversões do seu negócio, como:

  • Compra com um clique: o usuário consegue finalizar o pedido clicando em um único botão;
  • Retentativa de pagamento: em caso de falhas ou demoras na transação, nosso sistema faz uma série de retentativas com diferentes adquirentes;
  • Link de pagamento: você pode criar links personalizados para enviar um checkout diretamente para o consumidor finalizar sua compra;
  • Multicompradores: o cliente pode fazer um pedido no seu e-commerce e dividir o pagamento com outros consumidores;
  • Multimeios de pagamento: aceite pagamentos com mais de um cartão de crédito ou combinando diferentes métodos, como cartão + boleto bancário.

Além disso, oferecemos um atendimento 100% humanizado, realizado por um time de especialistas no mercado de pagamentos e de e-commerce.

Se você ainda não é nosso cliente, saiba que estamos prontos para te ajudar a ter a melhor Black Friday na sua loja virtual. Cadastre-se já na nossa plataforma ou entre em contato para saber mais sobre nossas soluções!


Cadastre-se no Pagar.me!

Compartilhe esse conteúdo

  • Logo Facebook colorido
  • Logo Linkedin colorido
  • Logo Twitter colorido
  • Logo Whatsapp Colorido

Você também vai gostar..

05, dezembro, 2022

8 estratégias para disparar suas vendas de Natal (2022)

Quer potencializar as vendas de Natal da sua loja? Confira as principais tendências de consumo e estratégias para lucrar na data este ano.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

01, dezembro, 2022

Venda casada: o que é e o que diz a lei sobre essa prática?

Confira o que é venda casada, por que essa prática é considerada um crime pela legislação e como evitá-la no seu negócio.

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo

30, novembro, 2022

Unboxing: o que é e como investir nessa estratégia?

Você sabe o que é unboxing? Saiba mais sobre esse processo de desempacotar uma compra e como aproveitar essa tendência na sua loja!

Compartilhe esse conteúdo

  • logo
  • logo
  • logo
  • logo